Arquivos:

Milhares de clientes reclamam de superaquecimento do iPhone 15

Foto: Reprodução

Milhares de clientes da Apple estão reclamando que os iPhones de última geração superaquecem. As reclamações ocorreram depois que o aparelho estreou um novo chip, há uma semana. As queixas reúnem usuários do novíssimo iPhone 15 e do modelo Pro Max, segundo reportou o jornal britânico Financial Times (FT). De acordo relatos de pessoas reunidos pela publicação, os smartphones estão ficando quentes demais, a ponto de não ser possível tocá-los em alguns momentos.

Ainda segundo o FT, mais de 2 mil pessoas no fórum da comunidade da Apple disseram ter passado por esse tipo contratempo. “Acabei de comprar o iPhone 15 Pro e está tão quente que nem consigo segurá-lo por muito tempo!”, disse um consumidor. “Mesmo com uma capa (case) está bastante quente. Isso é alarmante, porque tenho todos os iPhones desde o ‘6’ e nunca tive esse tipo de problema.”

Segundo Metrópoles, as queixas, contudo, não são unânimes. A Apple não quis comentar o assunto. As páginas de suporte aos clientes da empresa indicam que os iPhones “podem esquentar” quando configurados pela primeira vez, usando carregadores sem fio ou jogando “aplicativos com uso intensivo de gráficos ou processador”.

O iPhone 15 Pro é o primeiro dispositivo do mercado de massa a ser construído em torno da nova tecnologia de chip de 3 nm da Taiwan Semiconductor Manufacturing Company, fabricante que fornece semicondutores para a Apple, bem como para outras empresas do Vale do Silício, nos EUA. A Apple descreveu o chip A17 Pro como “revolucionário”.

As versões mais caras do iPhone 15 também são os primeiros a usar caixas de titânio em vez de alumínio ou aço. As vendas do iPhone 15 começaram nesta sexta-feira (29/9) no Brasil. Aqui, os modelos com preços mais salgados saem por R$ 13.999,00. Os mais baratos custam R$ 7.290,00.

96 FM

Potyguar perde nas penalidades e América conquista Estadual Sub-20

Foto: Reprodução

Não foi dessa vez que o Potyguar saiu com seu primeiro título em uma competição de base da FNF. Após uma atuação valente e um empate em 2-2 no tempo normal, o clube seridoense ficou na derrota após um 5-4 nas penalidades máximas contra o América, em duelo disputado no Estádio Juvenal Lamartine.

Os gols do duelo foram marcados por Henrique e Felipe para o América, enquanto Erik e Erielyson marcaram para o Leão.

O jogo

A partida começou muito disputada, com cara de decisão. Nos cinco primeiros minutos, três chances para os dois lados. Do mesmo modo que o jogo começou animado, se esfriou em seguida. O calor forte fez as chances diminuírem consideravelmente até a parada da hidratação, aos 25 minutos.

Após a parada, o Potyguar voltou melhor e parecia mais arejado fisicamente. O Leão chegou com perigo em finalizações do atacante Gustavo e do ala Vitinho. Aos 36, quase marcava após escanteio, com duas finalizações na jogada. O América chegou a chutar contra a meta rival aos 45, mas o zero não saiu do placar.

2º tempo

Com a volta do intervalo, as duas equipes aparentaram ter voltado com mais gás. Em jogada pelo lado esquerdo, o América conquistou um pênalti. Paulo Victor, que tinha acabado de entrar, foi derrubado por Nino. O goleiro Felipe marcou. 1-0 Mecão.

O técnico do Leão Anderson Lima, fez duas alterações. Uma delas foi Erik, herói contra o ABC. E foi o atleta currais-novense o responsável pela igualdade. Após lançamento da zaga, Brenno tentou dominar a bola e acabou servindo o colega, que bateu cruzado para decretar a igualdade.

A partir daí, o jogo ficou mais disputado, com o América chegando bem em descidas de Henrique e Fernando, enquanto o Potyguar apostava no recuo do seu camisa 9, Gustavo.

O Alvirrubro passou a frente aos 36. Após cochilo da zaga, o atacante Fernando bateu forte para excelente defesa do goleiro Izac. O mesmo Fernando avançou e, de calcanhar no rebote, serviu o camisa 10 Henrique, que empurrou para o gol vazio. 2-1.

O Potyguar se mostrou nervoso após ter sofrido o gol. O relógio marcava apenas 10 minutos pro apito final e o técnico Anderson fez alterações que mudaram o rumo do duelo.

Um dos que entraram foi o camisa 21 Erielyson. Foi dele o gol que marcou a igualdade no tempo normal. Gol não; golaço. A bola que atravessou a área chegou limpa para o atacante que, de trivela, achou o ângulo do goleiro Felipe.

Pênaltis

Na marca da cal, apenas o camisa 18 João Victor, do Potyguar perdeu a penalidade. O jogador bateu para defesa do goleiro Felipe, no seu canto direito.

Felipe brilhou na abertura e no fechamento da série. Foi dele o gol derradeiro que decretou a vitória do Alvirrubro: 5-4 nas penalidades.

Anthony Medeiros

Prefeitura sanciona lei que cria Fundo Municipal de Proteção e Defesa dos Animais

Foto: Divulgação

Com a finalidade de captar e aplicar recursos visando o financiamento, investimento, expansão, implantação e aprimoramento das ações voltadas à proteção e defesa dos animais em Currais Novos, a Prefeitura Municipal sancionou hoje o projeto de lei nº 016/2023 que cria o Fundo Municipal de Proteção e Direitos dos Animais. A lei nº 3.885 de 29 de setembro de 2023 foi sancionada pela Prefeita em exercício, Ana Albuquerque, que estava acompanha das Secretárias Alana Moraes (Saúde), Graciete Almeida (Meio Ambiente, Agricultura e Abastecimento), do Secretário Chefe de Gabinete, Rodolfo Lucena, além de representantes de ONG’s de proteção dos animais, Conselho Municipal de Proteção e Defesa Animal e do Lions Clube Scheelita.

Os recursos do fundo serão destinados, dentre tantas finalidades, à promover programas e projetos que contemplem o incentivo da posse responsável dos animais, apoio, financiamento e investimento em programas e projetos relativos ao bem-estar dos animais; implantação e desenvolvimento de programas de controle populacional, dentre outras ações. Estes recursos poderão ser provenientes de doações, acordos, contratos, consórcios e convênios, termos de cooperação e repasses. De acordo com a Prefeitura na justificativa da lei, a garantia dos direitos dos animais é um dos assuntos que ganham mais notoriedade atualmente e tal reivindicação é um desejo antigo da proteção animal.

Câmara protocola PEC que permite ao Congresso derrubar decisões do STF

Foto: Carlos Moura/SCO/STF

A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que permite ao Congresso derrubar decisões do Supremo Tribunal Federal (STF) começou a tramitar na noite de nesta quarta-feira, 27, na Câmara, após o autor, deputado Domingos Sávio (PL-MG), conseguir 175 assinaturas. Era necessário o apoio de pelo menos 171 parlamentares para que o texto fosse protocolado no sistema da Casa. A PEC faz parte de uma ofensiva de grupos políticos conservadores do Congresso, principalmente da bancada ruralista, contra decisões recentes da Corte, como a que derrubou a tese do marco temporal para a demarcação das terras indígenas.

A PEC estabelece a competência do Legislativo para anular decisão do STF transitada em julgado (sem mais possibilidade de se recorrer) que, nas palavras do autor, “extrapole os limites constitucionais”. Para isso, seria necessária a apresentação de um requerimento com apoio de um terço dos membros tanto da Câmara, quanto do Senado. Depois disso, o pedido para reverter a decisão da Corte teria de ser aprovado por três quintos das duas Casas.

“O STF, que é, sem dúvida, o guardião da Constituição brasileira, tem agido, no nosso entendimento, em desrespeito à Constituição, em desrespeito a essa Casa, não só legislando o que não é competência dele, mas, muitas das vezes, rasgando a Constituição. Já há aqueles que dizem que, no Brasil, não há mais Constituição, há 11 constituições ambulantes”, disse Sávio ontem, em referência ao número de ministros da Corte.

O autor da PEC participou de uma coletiva de imprensa no Salão Verde da Câmara, em que a Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) e outras bancadas temáticas do Congresso anunciaram que fariam uma obstrução às votações no plenário nesta semana, em reação ao STF.

O PL e o Novo, partidos de oposição, também aderiram ao movimento. No fim das contas, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), fez um acordo com o governo, e a Casa votou uma Medida Provisória (MP) que libera recursos para o combate à gripe aviária, pauta de interesse do agronegócio.
“O estado democrático de direito se sustenta no princípio da independência e harmonia entre os poderes. Para que este princípio basilar seja assegurado é fundamental que exista respeito equilíbrio entre os poderes, isto se dá pelo sistema de pesos e contrapesos, ou seja, nenhum poder é soberano sobre o outro”, diz a justificativa da PEC.

O autor da proposta disse que preveria a derrubada de decisões do STF apenas quando não fossem unânimes, mas o texto protocolado não menciona essa limitação. Cita, como critério, decisões transitadas em julgado que “extrapolem os limites constitucionais”.

UOL

Banco Central projeta crescimento do PIB de 1,8% em 2024 e eleva chance de inflação estourar meta

Foto: Gil Ferreira/Agência CNJ

O Banco Central prevê crescimento de 1,8% para o PIB (Produto Interno Bruto) em 2024, segundo o relatório trimestral de inflação divulgado pela autoridade monetária nesta quinta-feira (28).

A primeira estimativa do BC sobre a expansão da economia para o próximo ano ficou acima das expectativas do mercado financeiro e abaixo das projeções do governo Lula (PT).

Para 2024, o Ministério da Fazenda projeta crescimento de 2,3%, enquanto os economistas da iniciativa privada estimam alta de 1,5%, de acordo com o boletim Focus publicado na última segunda (25).

Para este ano, o BC revisou novamente a sua projeção para o crescimento do PIB para cima e espera agora um avanço de 2,9%. A última estimativa, divulgada em junho, era de alta de 2%.

“Avalia-se que o forte crescimento no primeiro semestre em parte reflete fatores transitórios e que permanece a perspectiva de que a atividade cresça em ritmo menor nos próximos trimestres e ao longo de 2024”, diz.

No relatório, o BC afirma que a alta no segundo trimestre “superou substancialmente” as previsões realizadas anteriormente.

INFLAÇÃO

Quanto à inflação, conforme divulgado no comunicado da última reunião do Copom, na semana passada, a estimativa do BC para o IPCA é de 5% para este ano —acima do limite superior do intervalo de tolerância (4,75%).

Pelo sistema de metas, o alvo fixado pelo CMN (Conselho Monetário Nacional) para 2023 é de 3,25% —com 1,5 ponto percentual de tolerância para cima e para baixo.

O BC calcula que a probabilidade de a inflação ficar acima do teto da meta neste ano é de 67%. No documento anterior, de junho, o risco era de 61%. No início do ano, a previsão de estouro da meta era de 83%.

Se confirmado o estouro, será o terceiro ano consecutivo que o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) fica acima do limite a ser perseguido pelo BC.

Quando a inflação anual fica fora do intervalo de tolerância, o presidente da autoridade monetária (Roberto Campos Neto) precisa escrever uma carta ao ministro da Fazenda (Fernando Haddad) explicando as razões para o descumprimento do objetivo.

As projeções de curto prazo do BC para inflação consideram variações de 0,38% para setembro, 0,41% para outubro, 0,39% para novembro e 0,53% para dezembro.

Com informações de Folhapress

Com dor desde a eleição, Lula passa por cirurgia no quadril nesta sexta-feira (29)

Foto: REUTERS/Adriano Machado

Sentindo dores desde agosto do ano passado, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) será internado na unidade de Brasília do Hospital Sírio-Libanês nesta sexta-feira (29) para fazer uma cirurgia no lado direito do quadril.

É previsto que ele vá para a unidade de saúde no início da manhã, entre 6h e 7h, já que o procedimento está marcado para às 10h. A artroplastia total de quadril será realizada pela equipe médica do Sírio-Libanês de São Paulo, que acompanha o presidente há anos.

A escolha da unidade de Brasília se deu pensando na recuperação dele, para que ele não precise fazer deslocamentos longos no pós-operatório, segundo a Secretaria de Comunicação (Secom).

Após a realização do procedimento, provavelmente após as 17h, uma coletiva de imprensa será realizada com os profissionais de saúde do lado de fora do hospital.

Lula deve ficar internado até a terça-feira (3). Ele seguirá para o Palácio da Alvorada, que foi adaptado para suas necessidades pós-operatórias.

CNN Brasil

Por unanimidade, TSE nega recurso e fixa inelegibilidade de Bolsonaro

Foto: Hugo Barreto/Metrópoles

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE), por unanimidade, manteve a inelegibilidade do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) por abuso de poder político e uso indevido dos meios de comunicação.

O julgamento virtual do caso na Corte Eleitoral encerrou nesta quinta-feira (28/9). Os ministros analisaram um pedido da defesa do ex-presidente conhecido como “embargos de declaração”. Ele tem como finalidade esclarecer possíveis contradições ou omissões ocorridas em uma decisão do colegiado.

A defesa de Bolsonaro tentou reverter a decisão do TSE, que, por maioria, determinou a inelegibilidade do ex-presidente. Dessa forma, o ex-chefe do Executivo está impedido de participar das próximas eleições.

O relator do caso, o ministro Benedito Gonçalves, votou contra o recurso e foi acompanhado pelos ministros André Ramos Tavares, Alexandre de Moraes, Cármen Lúcia, Floriano de Azevedo Marques, Nunes Marques e Raul Araújo.

Metrópoles

Presidente da Femurn, Luciano Santos, participa de sessão no Senado que debate reforma tributária com prefeitos

Foto: Reprodução

O presidente da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (Femurn), Luciano Santos, está desempenhando um papel ativo na atual sessão de debates temáticos do Senado Federal, que tem como foco a discussão da reforma tributária e seus impactos diretos nos municípios brasileiros.

Neste encontro, promovido pelos senadores para envolver os prefeitos no debate sobre a PEC 45/2019, Luciano Santos e outros gestores municipais estão avaliando profundamente as implicações dessa proposta de reforma tributária nas finanças dos municípios.

A PEC 45/2019 é uma das principais iniciativas em andamento no Congresso Nacional, visando a reestruturação do sistema tributário brasileiro. No entanto, os gestores municipais têm expressado preocupação com os possíveis efeitos dessa reforma sobre as receitas dos municípios e as competências tributárias locais.

Durante esta sessão de debates, Luciano Santos e outros prefeitos estão apresentando suas perspectivas, preocupações e sugestões de alteração na PEC, garantindo que as vozes dos municípios sejam ouvidas no processo de reforma tributária em curso no país.

‘Jogo do Tigrinho’ fez usuários perderem grandes quantias de dinheiro e levou pessoas ao suicídio

Foto: Reprodução

Após a operação que mirou a influenciadora digital Skarlete Mello, que promovia o ‘Jogo do tigrinho’, conhecido como ‘Fortune Tiger’, a Polícia Civil do Maranhão agora investiga se há mais vítimas do jogo de azar, que é ilegal no Brasil e já causou prejuízos financeiros a usuários.

O delegado-geral da Polícia Civil, Jair Paiva, afirma que há suspeita de que o jogo esteja ligado a um esquema de pirâmide financeira. Nesse tipo de esquema, pessoas são recrutadas para participar com promessa de retornos elevados. Porém, para que os rendimentos sejam pagos, é preciso que outros membros entrem no grupo, que aportam dinheiro e progressivamente atraem ainda mais integrantes.

Até o momento, a suposta pirâmide financeira ainda é tratada apenas como hipótese.

“A Plataforma Tiger é um jogo proibido no Brasil. Temos informações de que várias pessoas tiveram prejuízo. As investigações seguem e, se for confirmada a existência de um esquema de pirâmide financeira, os envolvidos serão devidamente responsabilizados”, declarou o delegado.

Fortune Tiger é um jogo de cassino online do tipo caça níquel, que promete ganhos em dinheiro. Porém, como em outros jogos de azar, pessoas tendem a perder dinheiro na plataforma.

Segundo a polícia, o sistema do ‘Fortune Tiger’ é hospedado fora do país e não possui registro ou representantes no Brasil.

“Recebemos denúncia de pessoas sendo remuneradas para estimular os consumidores a acessar jogos online que oferecem serviços não autorizados. Daí, quando você convida alguém para participar, ajuda a impulsionar o engajamento em uma plataforma ilegal e, eventualmente, pode ter participação na ilegalidade. Um indicativo é que os influenciadores são pagos”, afirmou o superintendente da SEIC, Augusto Barros, que participou da operação no Maranhão que investiga o jogo.

No Brasil, o chamado ‘Jogo do Tigrinho’ ficou famoso devido à extensa campanha que incluiu muitos influenciadores digitais e jogadores que compartilham suas supostas ’táticas’ nas redes sociais. No entanto, há a suspeita de que vídeos que mostram altos valores são feitos em contas usadas para testes (contas demo) do jogo, somente para simular ganhos reais e assim atrair novos jogadores.

g1

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
Botch das divs centrais
© 2021 Direitos Reservados - Jean Souza