Celebridades

Morre aos 64 anos a atriz Françoise Forton no Rio de Janeiro

Françoise Forton, 64 anos, acaba de falecer no Rio, na Clínica São Vicente, onde estava internada. Casada com o querido Eduardo Barata, mãe de Guilherme Forton Viotti, a atriz fez mais de 40 novelas, mas está sem atuar na TV desde 2019. Ela lutava contra um câncer. Françoise já tinha tido a doença em 1989, quando estava gravando “Tieta”.

A atriz nasceu no Rio de Janeiro e iniciou sua vida artística em 1969, em uma pequena participação na novela “A últimavalsa”. Quatro anos depois, foi do elenco de “A grande família”. Ela interpretava a namorada do Turco, papel vivido por Luiz Armando Queiroz.

Além do filho Guilherme e do viúvo, Françoise Forton deixa duas enteadas: Maria Eduarda e Maria Antônia, filhas de Eduardo Barata.

O Globo

Chuvas

VÍDEO: Fortes chuvas provocam caos e desespero em Jardim de Piranhas

As fortes chuvas que caem na região do Seridó deixaram muitas ruas e casas alagadas na cidade de Jardim de Piranhas. Foram mais de 100mm de chuvas no município.

Em vídeos que circulam nas redes sociais, moradores ajudam a resgatar uma mulher enquanto outra relata a situação dramática. Outro residente da cidade mostra a situação dentro da própria casa que está alagada. As chuvas são acompanhadas de uma sequência de relâmpagos que parecia interminável.

Concurso

Governadora do RN anuncia concurso da Polícia Militar para a área da saúde

Foto: Elisa Elsie

A governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra, anunciou nesta sexta-feira (14) a realização de concurso para Oficiais da Polícia Militar que atuarão na área da saúde. Serão oferecidas 78 vagas.

O edital do concurso será publicado no Diário Oficial do Estado neste sábado (15).

“Depois de 21 anos, a Polícia Militar concurso, com 78 vagas, para Oficiais que atuarão na área da saúde. É histórico”, escreveu a governadora em uma rede social.

“Este é um importante passo para o avanço na saúde da corporação, não só no atendimento aos policiais militares, mas também para a população, tendo em vista que o Hospital da PM está integrado ao SUS”, completou.

g1 RN

Vacinação

RN inicia vacinação de crianças neste sábado (15)

Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

A vacinação em crianças entre 5 e 11 anos de idade vai começar neste sábado (15) com um ato simbólico na Unidade Básica de Saúde Amarante, em São Gonçalo do Amarante, na Grande Natal.

Na manhã desta sexta-feira (14), o estado recebeu do Ministério da Saúde o primeiro lote de vacinas contra a Covid para crianças com 20.900 doses.

O município de Natal ainda não definiu quando começará a aplicação na capital potiguar. Nesta sexta, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) informou que vai capacitar os vacinadores para o público infantil na segunda-feira (17) e só depois definirá a data de início da vacinação.

Por ser um baixo quantitativo de vacinas recebidas no primeiro lote perto da quantidade estimada do público-alvo, que é de aproximadamente 350 mil crianças, a orientação da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) é que a vacinação comece por aquelas com comorbidades ou deficiência permanente.

A pasta orienta que após a vacinação desse público, os municípios devem seguir o escalonamento da vacinação por idade crescente, iniciando com as crianças de 5 anos.

Segundo a Sesap, pais ou responsáveis devem acompanhar as crianças ao local de vacinação, manifestando sua concordância com a vacinação. Segundo o governo, também é importante que seja feito o cadastro da criança como dependente na plataforma RN+ Vacina.

Em caso de ausência de pais ou responsáveis, a vacinação deverá ser autorizada por um termo de assentimento por escrito.

g1 RN

Covid-19

OMS recomenda dois novos medicamentos para tratamento de pacientes com Covid-19

A Organização Mundial da Saúde (OMS) atualizou, nesta quinta-feira (13), as orientações sobre medicamentos recomendados para o tratamento de pacientes com a Covid-19.

De acordo com o documento elaborado por especialistas do Grupo de Desenvolvimento de Diretrizes da OMS, o medicamento baricitinibe passa a ser fortemente recomendado para indivíduos em estado grave ou crítico pela doença.

A recomendação também inclui o uso do anticorpo monoclonal sotrovimabe para pacientes que não apresentam quadros clínicos graves.

Baricitinibe atua no controle da inflamação
Os efeitos da Covid-19 no corpo podem ser divididos em duas fases. A primeira consiste na fase viral, que reúne sintomas comuns de outras viroses, como dor no corpo, dor de cabeça, coriza, mal estar e febre.

Conforme a doença avança, por volta do sétimo dia da infecção, tem início a fase inflamatória. Embora a inflamação seja um mecanismo natural do organismo, quando exacerbada, ela pode levar ao agravamento dos quadros clínicos.

O medicamento baricitinibe, utilizado no tratamento de artrite, é conhecido justamente pela capacidade de regular o processo de inflamação do organismo. O fármaco conta com um mecanismo de inibição de enzimas chamadas Janus quinase, que contam com diferentes funções biológicas, incluindo a ativação da inflamação nas células do sistema imunológico.

De acordo com a OMS, evidências científicas sobre a utilização do baricitinibe em associação com outros recursos, como corticoides, apontam que o medicamento pode contribuir para controlar a inflamação, reverter quadros graves da doença e reduzir a necessidade de ventilação, sem aumento observado nos efeitos adversos.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou a indicação do baricitinibe para o tratamento de pacientes internados com Covid-19 no dia 17 de setembro.

O baricitinibe tem efeitos semelhantes a outros medicamentos para artrite chamados inibidores da interleucina-6 (IL-6). No documento, a OMS desaconselha o uso de outros dois medicamentos (ruxolitinibe e tofacitinibe) para pacientes com Covid-19 grave ou crítica, devido à pouca evidência sobre o benefício dos fármacos para a doença.

Anticorpo monoclonal sotrovimabe
Na mesma atualização da diretriz, a OMS também faz uma recomendação condicional para o uso do anticorpo monoclonal sotrovimabe em pacientes com Covid-19 que não apresentam quadros graves. O uso é indicado apenas para pessoas com maior risco de hospitalização, uma vez que foram encontrados poucos benefícios para pacientes de menor risco.

O anticorpo monoclonal imita a capacidade do sistema imunológico de combater o novo coronavírus. O fármaco, que atua contra a proteína Spike do SARS-CoV-2, é projetado para bloquear a ligação do vírus com a entrada nas células humanas.

A Anvisa aprovou o uso emergencial do sotrovimabe no dia 9 de setembro. O medicamento é de uso restrito a hospitais e não pode ser vendido em farmácias e drogarias. A dose recomendada é uma dose única de 500 mg, administrada por infusão intravenosa.

A OMS também realizou uma recomendação semelhante para a associação de dois anticorpos monoclonais (casirivimabe e imdevimabe). Os especialistas observam que não havia dados suficientes para recomendar um tratamento com anticorpos monoclonais em detrimento de outro e apontaram que a eficácia contra novas variantes do coronavírus, como a Ômicron ainda é incerta.

Recomendações consideram evidências científicas
As recomendações foram baseadas em novas evidências de sete ensaios envolvendo mais de 4 mil pacientes com Covid-19 em diferentes quadros clínicos, incluindo não grave, grave e crítica.

A OMS é contra o uso de plasma convalescente, ivermectina e hidroxicloroquina em pacientes com Covid-19 independente da gravidade da doença.

CNN Brasil

Chuvas

Chuvas trazem recarga às reservas hídricas do RN

O Governo do Estado do Rio Grande do Norte, por meio do Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn), monitora 47 reservatórios, com capacidades superiores a 5 milhões de metros cúbicos, responsáveis pelo abastecimento das cidades potiguares. O Relatório do Volume dos Principais Reservatórios Estaduais, divulgado nesta quinta-feira (13), indica que as reservas hídricas superficiais totais do RN somam 1.644.270.375 m³, correspondentes a 37,57% da sua capacidade total de acúmulo. Na última segunda-feira (10) as reservas hídricas eram de 1.642.966.262 m³, equivalentes a 37,54% da capacidade total do RN.

Maior reservatório do RN, a barragem Armando Ribeiro Gonçalves acumula 1.066.278.837 m³, correspondentes a 44,93% da sua capacidade total, que é de 2.373.066.510 m³. Na última segunda-feira (10), o manancial estava com 1.064.021.687 m³, equivalentes a 44,84% da sua capacidade.

O reservatório Boqueirão de Parelhas recebeu águas das últimas chuvas e acumula 9.309.601 m³, percentualmente, 10,98% da sua capacidade total, que é de 84.792.119 m³. No início da semana o manancial estava com 8.657.895 m³, equivalentes a 10,21% da sua capacidade total.

Outro manancial que continua tendo aumento de volume acumulado é o açude público de Marcelino Vieira que está com 8.524.650 m³, correspondentes a 76,11% da sua capacidade total, que é de 11.200.125 m³. No dia 10 de janeiro, o açude estava com 8.437.406 m³, equivalentes a 75,33% da sua capacidade.

O reservatório Santo Antônio de Caraúbas, localizado em Caraúbas, acumula 2.223.759 m³, correspondentes a 26,05% da sua capacidade total, que é de 8.538.109 m³. No início da semana, o reservatório estava com 2.197.360 m³, equivalentes a 25,74% da sua capacidade total.

O açude Malhada Vermelha, localizado em Severiano Melo, acumula 962.780 m³, percentualmente, 12,77% da sua capacidade total, que é de 7.537.478 m³. Na última segunda-feira, o manancial estava com 896.108 m³, correspondentes a 11,89% da sua capacidade.

O reservatório Rio da Pedra, localizado em Santana do Matos, acumula 1.691.091 m³, percentualmente, 12,43% da sua capacidade total, que é de 13.602.215 m³. No dia 10 de janeiro, o açude estava com 1.635.485 m³, correspondentes a 12,02% da sua capacidade total.

Outros reservatórios que receberam pequeno acréscimo de volume foram Passagem, localizado em Rodolfo Fernandes, que acumula 5.295.065 m³, correspondentes a 64% da sua capacidade total, que é de 8.273.877 m³, o açude público de Pilões, que acumula 1.493.225 m³, equivalentes a 25,3% da sua capacidade total, que é de 5.901.875 m³ e o açude Campo Grande, localizado em São Paulo do Potengi, que acumula 6.765.242 m³, percentualmente, 29,24% da sua capacidade total, que é de 23.139.587 m³.

Os mananciais monitorados pelo Igarn, que acumulam mais de 70% da sua capacidade são: Santana, localizado em Rafael Fernandes, com 71%; Flechas, localizado em José da Penha, com 79,96%; o açude público de Marcelino Vieira, com 76,11%; Riacho da Cruz II, com 71,31%; e Apanha Peixe, localizado em Caraúbas, com 72,33%.

Os reservatórios, que permanecem em nível de alerta, com menos de 10% da sua capacidade, são: Brejo, localizado em Olho-d’Água do Borges, com 7,79%; Tourão, localizado em Patu, com 4,92%; Itans, localizado em Caicó, com 0,82%; Caldeirão de Parelhas, com 4,69%; Esguicho, localizado em Ouro Branco, com 0,05%; Marechal Dutra, conhecido como Gargalheiras, em Acari, com 9,89% ; o açude público de Cruzeta, com 1,91%; Dourado, localizado em Currais Novos, com 9,37%; Zangarelhas, localizado em Jardim do Seridó, com 0,51%; Santa Cruz do Trairi, localizado em Santa Cruz, com 5,33%; e Japi II, localizado em São José do Campestre, com 7,76% da sua capacidade total.

Os reservatórios monitorados pelo Igarn que permanecem secos são: Trairi, localizado em Tangará, e Inharé, localizado em Santa Cruz.

Vacinação

Vacina brasileira contra a Covid-19 é aplicada pela primeira vez

Foto: Neila Rocha

A vacina brasileira contra a covid-19 deu um importante passo nesta quinta-feira 13, data em que inicia o primeiro estudo clínico que aplicará o imunizante em 90 voluntários com idades entre 18 e 55 anos de idade. A fase 1 do estudo escolherá, de forma randomizada, a dose mais segura e o regime de dose que estimula resposta durável de anticorpos que neutralizam o organismo contra o novo coronavírus.

“Vamos agora medir a resposta imunológica específica e avaliar a imunidade celular dos participantes”, explicou o médico infectologista Roberto Badaró, responsável pela pesquisa e pelo desenvolvimento da vacina, em cerimônia ocorrida na sede do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), em Salvador.

A expectativa do pesquisador é de que a primeira fase do estudo seja concluída em três meses, e que, se tudo der certo, em um ano ou pouco mais a vacina já esteja disponível.
Na fase 2, que terá a participação de 400 voluntários, será testada a eficiência da vacina; e a fase 3 é a da administração em larga escala.

PRIMEIRA. O primeiro a receber a dose da vacina brasileira foi o técnico de segurança patrimonial Wenderson Nascimento Souza, de 34 anos de idade. A aplicação do imunizante foi feita pelo secretário de Pesquisa e Formação Científica do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (Sepef/MCTI), Marcelo Morales.

Presente na cerimônia, o ministro de Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes, disse que o 13 de janeiro de 2022 é um “dia histórico” tanto para a ciência no Brasil como para os brasileiros. “Neste ano do bicentenário da independência do Brasil, damos partida na independência do Brasil na produção de vacinas. Estamos em um ponto de inflexão na história do Brasil”, disse, ao destacar o papel de resgate que a ciência teve em vários momentos difíceis da humanidade.

Pontes lembrou que existem três tipos de vacinas, as importadas, as licenciadas e as nacionais, aquelas feitas por cientistas brasileiros. “É importante para o país ter soberania, autossuficiência e independência na produção de itens tão importantes para a vida dos brasileiros”, disse.

“Daqui para a frente, a gente pode dizer, de forma reduzida, que se o planeta não pode vender vacinas para o Brasil, o Brasil pode vender vacinas para o planeta”, acrescentou.

Agora RN

Carnaval

14 cidades já cancelaram o carnaval de 2022 no RN

Fernando Frazão/Agência Brasil

Com a elevação dos casos de covid-19 e de síndromes gripais no Rio Grande do Norte, neste começo de 2022, pelo menos 14 cidades já decidiram cancelar a programação oficial do carnaval de rua, entre os dias 26 de fevereiro e 1º de março. Além de não ocorrer em Natal, a folia não vai para as ruas em cidades potiguares com tradicionais festas carnavalescas, como Parnamirim (Pirangi), Macau e Areia Branca. Além dessas, Apodi, Tibau, Tibau do Sul, Assu, Pendências, Grossos, Dix-sept Rosado, Alexandria, Upanema e Almino Alfonso suspenderam o carnaval de rua. No Brasil, 19 das 27 capitais, incluindo Natal, não vão realizar o carnaval de rua em 2022.

O anúncio mais recente foi feito nesta quinta-feira (13) pela prefeitura de Macau. A decisão, segundo o município, leva em consideração “a proteção da população macauense”, tendo em vista que medidas precisam precisam ser tomadas para evitar a propagação do coronavírus, causador da covid-19.

Segundo a prefeitura, a suspensão das festividades será oficializada em decreto a ser publicado na próxima terça-feira (18). O documento orientará a população sobre as normas que entrarão em vigor para o período de Carnaval no município.

O prefeito José Antônio de Menezes ponderou a necessidade de se evitar grandes aglomerações em virtude da circulação da variante Ômicron, do coronavírus, e do surto de síndromes gripais no Rio Grande do Norte. No espaço entre 15 dias, de 27 de dezembro do ano passado a 11 de janeiro deste ano, a cidade do Polo Costa Branca passou de 15 para 55 pessoas em tratamento da covid-19. A evolução das infecções representou um aumento de cerca de 267% nesse período.

Já o carnaval de rua de Parnamirim, região metropolitana do Estado, foi cancelado oficialmente pelo poder público municipal nesta quarta-feira (12). O motivo é o aumento dos índices de Covid-19, causada pela crescente contaminação gerada pela variante Ômicron, além do aumento de casos de síndrome gripal.

Já em relação à situação do Carnaval de rua em Caicó, ainda não há definição. A Prefeitura da cidade ainda não anunciou se vai ter os tradicionais blocos de rua. De acordo com o Executivo, está prevista uma reunião para a próxima semana com diversos órgãos, quando o assunto será discutido e uma decisão será tomada. O Bloco do Magão, uma das mais tradicionais atrações do Carnaval de rua em Caicó, já se antecipou e anunciou que, mesmo tendo folia de rua, não irá participar dos festejos neste ano. Em nota, a Ala Ursa do Poço de Sant’Ana confirmou que a decisão foi tomada devido à cautela com a presença da pandemia de covid-19 e suas variantes no País.

Tribuna do Norte

Vacinação

Entrega das primeiras doses de vacina contra covid-19 para crianças atrasa no RN

Foto: Reprodução/TV Anhanguera

O Rio Grande do Norte não recebeu as primeiras doses de vacinas das Pfizer contra Covid-19 para o público infantil que eram esperadas para a madrugada desta sexta-feira (14). A informação foi confirmada pela Secretaria Estadual de Saúde.

O Ministério da Saúde havia anunciado que o lote chegaria à capital potiguar em um voo às 2h, o que não aconteceu.

Outros estados também confirmaram atraso, como Minas Gerais e Espírito Santo.

No início da manhã, a Secretaria Estadual de Saúde do Rio Grande informou ao g1 que recebeu uma nova programação do ministério, com previsão de chegada das vacinas para 10h40.

O estado deverá receber 20,9 mil doses para dar início à campanha de imunização do público de 5 a 11 anos de idade. O estado tem cerca de 350 mil pessoas nessa faixa etária. Por isso, a imunização deve começar pelas crianças com comorbidades.

O primeiro carregamento da fabricante Pfizer voltado para o público infantil, com 1,2 milhão de doses, chegou ao país na madrugada de quinta-feira (13), no aeroporto de Campinas, em São Paulo.

A previsão da Secretaria Estadual de Saúde é que, após a distribuição aos municípios, a imunização do público seja iniciada na próxima segunda-feira (17) no estado.

Ainda de acordo com o governo estadual, o Ministério da Saúde ainda deverá lançar uma nova nota técnica com detalhando as especificações sobre o público que será priorizado.

g1 RN

Policial

Policial Civil da PB é morto a tiros durante assalto em praia do RN

Foto: Reprodução

Um Policial Civil do estado da Paraíba foi morto a tiros durante um assalto em na praia do litoral do Rio Grande do Norte, na noite dessa quinta-feira (13). A Polícia Civil do RN apura se a vítima teria reagido ao crime.

Segundo a Polícia Militar, Sandro Roberto foi abordado por cinco homens armados na praia de Zumbi, no município de Rio do Fogo, no Litoral Norte potiguar, onde passava o veraneio.

Os criminosos roubaram a arma do agente e atiraram duas vezes contra a vítima antes da fuga. Ainda de acordo com a polícia, os tiros atingiram o peito e o pescoço do policial.

Sandro foi socorrido pelo irmão ao hospital de Ceará-Mirim, na região metropolitana de Natal, mas não resistiu aos ferimentos.

Após praticarem o crime, os suspeitos ainda roubaram um carro modelo Siena para fugir. O veículo foi abandonado na Zona Norte de Natal.

A Polícia Civil e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizaram buscas na região perto da BR-101, mas nenhum suspeito foi localizado.

A Polícia Civil informou que pelas informações iniciais, o agente pode ter reagido ao assalto. O caso será investigado.

A associação dos Policiais Civis de Carreira da Paraíba (Aspol-PB), emitiu uma nota de pesar lamentando a morte do agente, que ocupou o posto de presidente da entidade por quase 10 anos.

“A diretoria e todos os policiais civis da Paraíba lamentam profundamente a perda do colega que, de forma aguerrida, encabeçou várias lutas em prol da valorização dos policiais civis, sendo reconhecido por sua postura firme e comprometida”, destaca a nota.

A Aspol-PB informou ainda que a Polícia da Paraíba vai contribuir com as investigação para ajudar na prisão dos suspeitos.

g1 RN

Últimos Eventos

21/09/2019
São Vicente/RN
03/03/19
Master Leite
06/05/18
Parque Dinissauros - Povoado Sto Antonio (Cobra)
Março 2017
Aero Clube

Mais eventos

Jornal Expresso RN

Baixar edições anteriores

Curta Jean Souza no Facebook

Siga Jean Souza no Instagram

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
Botch das divs centrais
© 2021 Direitos Reservados - Jean Souza