Telefonia

Telefonia móvel tem 35 mi de linhas pré-pagas canceladas

O setor de telefonia móvel também se abateu com a crise econômica. De acordo com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), de janeiro do ano passado a junho deste ano, cerca de 35 milhões de linhas pré-pagas foram canceladas no país. Os consumidores estão buscando alternativas mais econômicas para se comunicar, trocando mensagens por aplicativos e, até mesmo, realizando ligações através da internet.

É o que tem feito a jornalista Catharine Matos. Como é natural de Canavieiras, ela mantém duas linhas de celular – uma com o DDD 73 e outra com o de Salvador, local onde atualmente reside – mas costuma colocar créditos somente em uma das operadoras. “Eu converso mais através de ferramentas como Whatsapp e Telegram. Troco mensagens de voz e, se estiver com pacote de dados, faço ligações pelos aplicativos”, afirmou.

Se a situação de Catharine, que está empregada, já está difícil, imagine para o estudante de artes, Victor Mota. “Nem lembro qual foi a última vez que coloquei recarga no meu celular. Sempre priorizo outras contas e uso o Facebook, pelo computador, para me comunicar com as pessoas”, brinca. A expectativa, segundo a consultoria Teleco, é que o segmento continue em baixa e que mais 20 milhões de números deixem de existir.

Uol

Últimos Eventos

21/09/2019
São Vicente/RN
03/03/19
Master Leite
06/05/18
Parque Dinissauros - Povoado Sto Antonio (Cobra)
Março 2017
Aero Clube

Mais eventos

Jornal Expresso RN

Baixar edições anteriores

Curta Jean Souza no Facebook

Siga Jean Souza no Instagram

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!