Rio Grande do Norte

Turismo já acumula perda de R$ 122 bilhões no faturamento

Turistas aproveitam praia de Pipa, no litoral sul do Rio Grande do Norte, em foto de arquivo

As atividades turísticas registraram alta de 6,6% em maio ante abril, segundo dados do setor de serviços divulgados na sexta-feira (10) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mas isso não impediu que, de março a junho, na esteira da pandemia de Covid-19, o turismo acumulasse uma perda de R$ 121,97 bilhões no faturamento, conforme estudo da Divisão Econômica da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

A alta de maio foi insuficiente para resgatar as atividades turísticas do fosso em que caíram com o pandemia. Conforme o IBGE, o avanço de 6,6% em maio se seguiu a um tombo de 68,1% em março e abril. Na comparação com maio de 2019, as atividades turísticas seguiram em forte queda, de 65,6%. O IBGE destacou o transporte aéreo, restaurantes, hotéis, transporte rodoviário coletivo de passageiros e serviços de bufê como os negócios mais atingidos pela pandemia.

Para chegar à estimativa de perdas de faturamento entre março e junho, a CNC usa dados do IBGE e de outras fontes para calcular o faturamento mensal do setor, comparando sempre com o faturamento médio mensal de antes da pandemia, ou seja, de janeiro e fevereiro deste ano. Os dados preliminares de junho apontam para um faturamento R$ 34,18 bilhões abaixo da média mensal do início do ano. Somados com as diferenças registradas em março, abril e maio, chega-se aos R$ 121,97 bilhões.

Agora RN

Últimos Eventos

21/09/2019
São Vicente/RN
03/03/19
Master Leite
06/05/18
Parque Dinissauros - Povoado Sto Antonio (Cobra)
Março 2017
Aero Clube

Mais eventos

Jornal Expresso RN

Baixar edições anteriores

Curta Jean Souza no Facebook

Siga Jean Souza no Instagram

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!