Geral

Pacote Anticorrupção já está pronto e será lançado no fim deste mês

Controlador-Geral Pedro Lopes

O Controlador-Geral do Estado, Pedro Lopes, informou nesta terça-feira, 14, que o Pacote Anticorrupção será dividido em quatro decretos e todo teor será publicado do Diário Oficial até o fim deste mês. Segundo Lopes, o pacote está pronto, já tem a autorização política da governadora Fátima Bezerra e no momento passa por uma última revisão na Procuradoria Geral do Estado (PGE).

De acordo com o Controlador-Geral, o primeiro decreto vai instituir o Núcleo de Combate à Corrupção, que será composto pela Controladoria, Delegacia Geral de Polícia (com destaque para os setores de inteligência e prevenção). Entre as autoridades que terão assento no núcleo estão a Controladoria-Geral do Estado, Delegacia-Geral, adjunto do núcleo de prevenção à corrupção na delegacia, Delegacia do Patrimônio Público e o delegado titular do laboratório de tecnologia contra lavagem de dinheiro.

Nos casos em que for caracterizado improbidade administrativa, que é quando o gestor público age com desonestidade ou deslealdade, a denúncia vai para o Ministério Público. Se for um crime contra a administração pública, a denúncia vai para a Delegacia de Defesa do Patrimônio Público e se houver alguma infração administrativa do servidor público, a denúncia vai para a Corregedoria do órgão em que ele é lotado.

O segundo decreto do Pacote Anticorrupção está relacionado ao Sistema de Correição do Poder Executivo Estadual. Quando houver caracterização de infração administrativa, o processo será encaminhado ao órgão em que o servidor trabalha para abertura de sindicância ou procedimento administrativo, com a Controladoria acompanhando a tramitação dos processos.

O terceiro decreto é voltado para a criação da Declaração de Bens dos Servidores Estaduais do Poder Executivo. Neste caso, o decreto vai regulamentar a orientação nacional que está contida no artigo 13 da Lei nº 8.429/93 – que trata de improbidade administrativa. “O servidor fará esta declaração. Lá, terá todos os dados e haverá um acompanhamento do crescimento do patrimônio e se for incompatível teremos que investigar, por meio de sindicância”, explicou o Controlador-Geral Pedro Lopes.

O quarto decreto vai regulamentar a Lei nº 12.846/13, que é a Lei Anticorrupção. Essa lei trata da responsabilização administrativa pela prática de atos contra a administração pública por empresas privadas. Neste caso, será fiscalizado se a entrega de mercadoria está em desacordo com o que foi contratado. “Temos auditorias em aberto e novos relatórios serão divulgados na próxima semana nos programas do Leite e Transporte Cidadão. Já fizemos auditoria nos restaurantes populares, conseguimos economizar R$ 2,5 milhões, mas chegaremos a R$ 7 milhões. Até o fim do mandato da governadora, a economia será de R$ 80 milhões e o resultado da auditoria do Departamento de Trânsito (Detran) será divulgado em junho”, detalhou Pedro Lopes.

Elias Luz

Últimos Eventos

21/09/2019
São Vicente/RN
03/03/19
Master Leite
06/05/18
Parque Dinissauros - Povoado Sto Antonio (Cobra)
Março 2017
Aero Clube

Mais eventos

Jornal Expresso RN

Baixar edições anteriores

Curta Jean Souza no Facebook

Siga Jean Souza no Instagram

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!