Fórmula 1

Hamilton se recupera, mas não impede quarta vitória de Rosberg na temporada; Massa é 5º

Lewis Hamilton até conseguiu se recuperar depois de largar em décimo lugar, mas não conseguiu impedir Nico Rosberg de vencer pela sétima vez seguida – a quarta nesta temporada – e ampliar ainda mais sua vantagem na liderança do campeonato. O alemão, que largou na pole, liderou o GP da Rússia de ponta a ponta e comandou a dobradinha da Mercedes. Kimi Raikkonen, da Ferrari, foi o terceiro. Com o resultado, Rosberg chegou aos 100 pontos, contra 57 de Hamilton.

Largando em quarto, Felipe Massa perdeu uma posição justamente para Hamilton nas primeiras provas e chegou em quinto, atrás do companheiro Valtteri Bottas. Já Felipe Nasr fez uma boa largada, ganhando sete posições, mas perdeu ritmo e ainda teve uma punição durante briga de posição, terminando em 16º.

Vettel bate com Kvyat de novo

Nico Rosberg não deu chance aos adversários na largada  e pulou na frente, enquanto Kimi Raikkonen superou Valtteri Bottas e subiu para segundo. Felipe Massa manteve o quarto lugar e, atrás do brasileiro, houve vários toques. Quem se deu mal foi Sebastian Vettel, que teve dois toques com Kvyat, rodou, bateu e saiu da prova. O russo sofreu a pior punição das regras, um stop and go de 10s.

No segundo round entre Vettel e Kvyat, que trouxe o Safety Car para as primeiras voltas,  também vitimou Ricciardo e ambos os Red Bull foram aos boxes e colocaram os pneus médios, para irem até o final da prova.

Fora das confusões desta vez, Hamilton subiu de décimo para quinto e Alonso também fez uma grande largada, pulando para sétimo. Felipe Nasr foi outro que ganhou muitas posições, indo de 19º para 12º.

Hamilton vai para cima

Na relargada, Bottas deu o troco em cima de Raikkonen e Hamilton ultrapassou Massa, subindo para quarto na quarta volta. Três giros depois, o inglês passou também a Ferrari e chegou ao terceiro posto.

O inglês, contudo, sofreu para passar Bottas. A Williams até tentou defender a posição antecipando a parada do finlandês, na volta 17, mas no retorno de ambos à pista Hamilton ultrapassou o rival e tomou o segundo posto. Porém, Rosberg já tinha aberto 12s para o companheiro.

Ao retardar sua parada, Raikkonen acabou ganhando também a posição de Bottas. Com isso, após os pit stops, Rosberg liderava, seguido de Hamilton, Raikkonen, Bottas, Massa, Perez, Verstappen, Alonso, Ricciardo e Magnussen.

Na segunda parte da corrida, Hamilton começou a tirar a diferença em relação a Rosberg, chegando a ficar 7s atrás com 15 voltas para o final, quando foi avisado de um problema de pressão de água em sua Mercedes.

Mais atrás, Perez fez sua parada e Verstappen abandonou com o motor quebrado. Com isso, Alonso subiu para o sexto lugar, à frente de Magnussen, Grosjean, Perez e Sainz. A folga de Massa em relação ao espanhol era tanta, contudo, que o brasileiro chegou a fazer uma segunda parada e ainda voltou em quinto. Button, por sua vez, ainda teve tempo, com quatro voltas para o final, de superar Sainz e, assim como Alonso, marcar seu primeiro ponto do ano, em décimo.

A Fórmula 1 volta em duas semanas, no GP da Espanha.

UOL Esporte

Últimos Eventos

21/09/2019
São Vicente/RN
03/03/19
Master Leite
06/05/18
Parque Dinissauros - Povoado Sto Antonio (Cobra)
Março 2017
Aero Clube

Mais eventos

Jornal Expresso RN

Baixar edições anteriores

Curta Jean Souza no Facebook

Siga Jean Souza no Instagram

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!