Correios

RETORNO DA PARALISAÇÃO: Normalidade marca volta dos trabalhadores dos Correios

Os empregados dos Correios que haviam aderido à paralisação parcial aceitaram a proposta do TST e retornaram ao trabalho nesta segunda-feira (9) em clima de normalidade.

A proposta apresentada pelo ministro Emmanoel Pereira prevê reajuste de 2,07% (INPC) retroativo ao mês de agosto de 2017, compensação de 64 horas (8 dias) e desconto dos demais dias de ausência, além da manutenção das cláusulas já existentes no ACT 2016/2017. A cláusula 28, que trata do plano de saúde, continua sendo mediada pelo TST.

Com o retorno dos trabalhadores, os Correios esperam normalizar a distribuição de objetos postais em um prazo de cinco dias úteis na maior parte das localidades. Para os serviços com hora marcada (Sedex 10, Sedex 12, Sedex Hoje, Disque Coleta e Logística Reversa Domiciliária), suspensos devido à paralisação parcial, a previsão é de que voltem a funcionar até esta quarta-feira (11).

Mutirão – No sábado e domingo (7 e 8), os Correios entregaram mais de 6,6 milhões de cartas e encomendas. O mutirão, realizado nas localidades onde houve paralisação de empregados, contou com a participação de 22 mil trabalhadores. Durante a ação também foram triados (preparados para entrega) cerca de 10,5 milhões de objetos.


Últimos Eventos

21/09/2019
São Vicente/RN
03/03/19
Master Leite
06/05/18
Parque Dinissauros - Povoado Sto Antonio (Cobra)
Março 2017
Aero Clube

Mais eventos

Jornal Expresso RN

Baixar edições anteriores

Curta Jean Souza no Facebook

Siga Jean Souza no Instagram

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!