Arquivos:

Economia » Finanças

Contas do governo federal têm o pior semestre da história

A queda da arrecadação provocada pela contração da economia teve impacto nas contas públicas no primeiro semestre. De janeiro a junho, o Governo Central – Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central – acumula déficit primário de R$ 1,598 bilhão. Em valores reais (corrigidos pela inflação oficial), o resultado é o pior da história para os seis primeiros meses do ano desde a criação da série histórica, em 1997.

O déficit primário representa o resultado negativo das contas públicas antes do pagamento dos juros da dívida pública. Em junho, o Governo Central registrou déficit de R$ 8,206 bilhões, também o pior resultado para o mês em valores reais. O déficit no mês passado anulou o superávit primário de R$ 6,626 bilhões acumulado de janeiro a maio.

Segundo o Tesouro Nacional, a queda na arrecadação está sendo a principal causa para o desempenho negativo das contas públicas em 2015. De janeiro a junho, as receitas líquidas caíram 3,3% descontando a inflação. As despesas totais, no entanto, ficaram estáveis, subindo 0,5%.

A estabilidade das despesas está sendo puxada pelos investimentos, que somaram R$ 27,797 bilhões nos seis primeiros meses do ano, queda real (descontada a inflação) de 36,2% em relação a 2014. Desse total, os gastos com o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) somaram R$ 19,958 bilhões, com uma redução real de 36%. Outra despesa que apresentou diminuição ao considerar a inflação foi o funcionalismo, com queda real de 1,3%.

No entanto, outros tipos de gastos estão subindo em 2015, como o custeio (manutenção da máquina pública), com alta real de 7,3% em 2015 e subsídios e subvenções, com alta real de 108,9% impulsionada pelos financiamentos do Programa de Sustentação do Investimento, concedidos pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

As despesas da Previdência Social acumulam alta de 3,8% acima do IPCA em 2015. Segundo o Tesouro, o crescimento real deve-se ao reajuste médio de 8,1% no valor dos benefícios e ao aumento de 3,1% no número de benefícios pagos.

As dificuldades em cortar gastos e em aumentar as receitas fizeram a equipe econômica reduzir para R$ 8,7 bilhões, 0,15% do Produto Interno Bruto (PIB, soma das riquezas produzidas no país), a meta de superávit primário (economia para pagar os juros da dívida pública) para 2015. Desse total, 0,10% – R$ 5,8 bilhões – correspondem ao Governo Central.

 

Jornalismo

Sandro Pimentel ataca juiz porque ele não fez a vontade dele

Sandro Pimentel, no seu perfil oficial nas redes sociais, fez uma série de adjetivações ao magistrado Luiz Alberto Dantas Filho, que suspendeu o julgamento da liminar contra o reajuste do transporte público. O vereador só esqueceu de um detalhe: o magistrado atacado é conhecido pela sua seriedade e seu zelo com o Direito.

Anna Ruth Dantas
Natal

Natal articula forças de segurança no combate à violência

Prefeito Carlos Eduardo preside reunião de reativação do GGI-M em Natal (Foto: Alex Régis/Prefeitura do Natal)

Prefeito Carlos Eduardo preside reunião de reativação do GGI-M em Natal (Foto: Alex Régis/Prefeitura do Natal)

A segurança pública no Brasil há muito tempo deixou de ser uma competência exclusiva dos Estados Federativos. As altas taxas de criminalidade encontradas em todo o país são a prova de que somente com a ação dos governos estaduais o poder público irá perder rapidamente essa guerra contra as facções criminosas que insistem em instaurar um clima de medo e terror na sociedade. Os municípios devem assumir um lugar de destaque no combate à violência.

Por entender esse papel que os governos municipais devem assumir, a Prefeitura de Natal reativou nesta semana o Gabinete de Gestão Integrada do Município (GGI-M). O GGI-M é um organismo ligado à Secretaria Municipal de Segurança Pública e Defesa Social (Semdes) que tem o objetivo de integrar as instituições ligadas à área de segurança em todas as esferas de governo (federal, estadual e municipal) nas questões envolvendo a capital potiguar.

A formatação do grupo de trabalho é plural e conta com a participação de representantes de órgãos das diversas esferas governamentais na área de segurança pública. O grupo tem na presidência o prefeito Carlos Eduardo e integrantes das secretarias municipais de Defesa Social, Trânsito e Transporte (STTU), Obras e Infraestrutura (Semov), Saúde (SMS), Educação (SME), Serviços Urbanos (Semsur), Assistência Social (Semtas), Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb) e Políticas para as Mulheres (Semul). No âmbito estadual, as polícias Civil e Militar, secretaria de Segurança Pública, Defensoria Pública e Corpo de Bombeiros. Da esfera federal, participam a Receita, a Policia Federal e a Policia Rodoviária Federal. O Poder Judiciário também está presente com membros da Justiça Estadual e do Ministério Público do Rio Grande do Norte. Os encontros para deliberação e acompanhamento das ações acontecerão mensalmente.

O principal objetivo da iniciativa é fortalecer a prevenção e o combate às ações criminosas que estão deixando a população natalense vulneráveis nos últimos anos. Os números não mentem e comprovam o fato da violência em Natal ter atingido índices dignos de países que estão em estado de guerra. De acordo com a pesquisa feita pela fundação City Mayors, centro de estudo dedicado a temas urbanos, a capital potiguar atingiu a taxa de 58 homicídios para cada grupo de 100 mil habitantes. A estatística deixa a capital potiguar entre as cidades mais violentas do mundo.

Guarda Municipal é uma das forças de segurança participantes do GGI-M (Foto: Divulgação/Prefeitura de Natal)

Guarda Municipal é uma das forças de segurança participantes do GGI-M (Foto: Divulgação/Prefeitura de Natal)

O Gabinete de Gestão Integrada do Município de Natal já realizou a sua primeira reunião ordinária e aprovou a criação de Câmaras Técnicas de Prevenção e de Videomonitoramento para auxiliar na prevenção e no combate as ações criminosas na capital. Esses comitês vão formatar e sugerir a aplicação de ações direcionadas dentro das suas áreas de atuação. No caso da Câmara de Videomonitoramento, a ideia principal é integrar as 154 câmeras de monitoramento dos órgãos municipais em uma central única para ampliar a capilaridade da vigilância da cidade.

O prefeito mostrou muito otimismo quanto ao sucesso do GGI-M. Carlos Eduardo acredita que o trabalho em conjunto das instituições das três esferas governamentais representa um avanço no campo da segurança pública. “Essa integração é fundamental”, destacou. Ele lembrou ainda que, além de ações de repressão, a Prefeitura tem buscado coibir a violência na cidade com a ampliação e o fortalecimento dos serviços nas áreas da educação, saúde, assistência social, esporte, cultura e geração de emprego e renda.

Para o prefeito, quando toda essa rede de serviços públicos funciona, o cidadão pensa duas vezes antes de cometer algum delito. “Mesmo com as dificuldades financeiras, estamos ofertando serviços de qualidade à população, o que também ajuda a diminuir a violência em nosso território”, observou.

Policial

Assaltada em praia de Natal, chilena é esfaqueada por garoto de 14 anos

Assalto aconteceu na orla da praia de Ponta Negra, principal cartão-postal de Natal (Foto: Fernanda Zauli/G1)

Assalto aconteceu na orla da praia de Ponta Negra, principal cartão-postal de Natal (Foto: Fernanda Zauli/G1)

Duas turistas chilenas foram assaltadas na noite desta quinta-feira (30) na praia de Ponta Negra, na Zona Sul de Natal. Um adolescente de 14 anos abordou as mulheres e anunciou o assalto, segundo a Polícia Militar. Uma das estrangeiras foi esfaqueada no braço. O garoto foi apreendido momentos depois e confessou o crime.

Ainda segundo a Polícia Militar, o assalto aconteceu por volta das 21h30, na orla da praia. O adolescente estava armado com uma faca e puxou a bolsa de uma das vítimas. Uma das chilenas teria se negado a entregar a bolsa, momento em que levou a facada. A mulher foi socorrida ao Pronto-Socorro Clóvis Sarinho, medicada e já foi liberada.

O menor foi apreendido momento depois do assalto. A PM informou que o garoto confessou ter assaltado as mulheres e disse que esfaqueou a vítima porque ela reagiu.

G1
Policial

Dona de casa é morta a marretadas em Macaíba, RN; pedreiro é suspeito

Uma mulher de 49 anos foi assassinada a golpes de marreta na noite desta quinta-feira (30) dentro de uma casa no centro de Macaíba, cidade da região Metropolitana de Natal. O principal suspeito do crime é um pedreiro que fazia uma reforma na casa da vítima. Segundo a Polícia Militar, Normalice de Freitas Lourenço e o pedreiro teriam discutido durante a manhã.

A residência da vítima, que passava por reformas, fica na rua Professor Paulo Mesquita. A polícia informou também que a mulher era separada, e morava com a filha, o genro e um neto. Foi a filha quem encontrou o corpo da mãe e chamou a polícia.

O corpo de Normalice estava dentro de um dos quartos da casa. Ele estava próximo a uma janela, com as mãos e pés amarrados e enrolado em um lençol.

A Delegacia Especializada de Homicídios (Dehom) deu início às investigações.

G1
Policial

Engenheiro de pesca, equatoriano é assaltado na Zona Leste de Natal

Equatoriano Braulio Rafael Baldeon foi assaltado em Natal (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)

Equatoriano Braulio Rafael Baldeon foi assaltado
em Natal (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)

Dois homens foram presos na noite desta quinta-feira (30, na Zona Leste de Natal, suspeitos de terem assaltado um equatoriano. De acordo com a Polícia Militar, o estrangeiro caminhava quando teve sua mochila roubada pela dupla. O crime aconteceu na avenida do Contorno, no bairro da Ribeira

Braulio Rafael Baldeon, de 49 anos, é engenheiro de pesca. Ele disse que mora na capital potiguar desde 2003. “Um rapaz me abordou e pediu para retirar meus pertences. Logo em seguida veio outro pelas minhas costas. Eles tiraram meu celular, computador e meus sapatos também”, disse Baldeon.

Policiais do 1º Batalhão da PM localizaram os suspeitos ainda perto do local do assalto. A dupla foi presa em flagrante. Os detidos têm 26 e 27 anos. Todos os pertences da vítima foram recuperados.

G1/RN
Mundo

Austrália diz ter confiança de que destroço encontrado é do voo MH370

Autoridades francesas analisam suposta parte de avião da Malaysia Airlines, na ilha de Reunião, nesta quinta-feira (30) (Foto: Zinfos974/Prisca Bigot/Reuters)

Autoridades francesas analisam suposta parte de avião da Malaysia Airlines, na ilha de Reunião, nesta quinta-feira (30) (Foto: Zinfos974/Prisca Bigot/Reuters)

As autoridades australianas envolvidas na busca do avião Boeing 777, desaparecido em março de 2014, disseram nesta sexta-feira (31) estarem “cada vez mais convencidas” de que o resto de asa encontrado na ilha francesa da Reunião pertence à aeronave.

“Estamos cada vez mais convencidos de que os destroços são do MH370”, declarou à AFP o diretor do Escritório Australiano de Segurança dos Transportes, referindo-se ao número do voo do avião desaparecido da Malaysia Airlines.

“Continuaremos trabalhando com nossos companheiros franceses e malaios para analisar a informação disponível, já que ainda não estamos 100% seguros, mas esperamos alcançar esse grau de confiança muito rapidamente (…) nas próximas 24 horas”, antecipou.

Se forem levadas em consideração as projeções da deriva do avião em função das correntes marinhas, “estamos convencidos de que procuramos no lugar correto”, afirmou o ministro australiano dos Transportes, Warren Truss.

“A confirmação de que os fragmentos do avião descobertos na Reunião são os do [voo] MH370 reforçará a ideia de que estamos no lugar correto”, completou.

Um pedaço de destroços que parece ser parte da asa de um avião é levado por policiais após ser achado na ilha francesa de Reunião, levando a especulações de que seria do voo MH370 da Malaysia Airlines, desaparecido em março de 2014 (Foto: Yannick Pitou/AFP)

Um pedaço de destroços que parece ser parte da asa de um avião é levado por policiais após ser achado na ilha francesa de Reunião, levando a especulações de que seria do voo MH370 da Malaysia Airlines, desaparecido em março de 2014 (Foto: Yannick Pitou/AFP)

Mala encontrada

Os especialistas analisam também uma mala encontrada no mesmo local para comprovar se pertence ao voo.

Em comunicado, o Ministério de Transportes australiano explicou que a mala foi entregue à Polícia local e será analisada pelos investigadores.

“Pode ser que seja só lixo e não haja vida marinha aderida o que indica que não esteve muito tempo na água. Mas será examinada”, disseram fontes do Ministério.

Johnny Begue, integrante de uma associação de limpeza do litoral da Ilha da Reunião, posou nesta quinta-feira (30) para fotos com mala encontrada na Ilha da Reunião (Foto: Linfo.re/Antenne Réunion/AFP)

Johnny Begue, integrante de uma associação de limpeza do litoral da Ilha da Reunião, posou nesta quinta-feira (30) para fotos com mala encontrada na Ilha da Reunião (Foto: Linfo.re/Antenne Réunion/AFP)

Relembre o caso

O voo MH370 da Malaysia Airlines, um Boeing 777-200, decolou de Kuala Lumpur na madrugada do dia 8 de março com 239 pessoas a bordo e deveria chegar a Pequim seis horas mais tarde. Quarenta minutos após a decolagem, o avião desapareceu subitamente das telas do radar.

As autoridades malaias asseguram que o aparelho mudou de rumo em uma “ação deliberada” para atravessar a Península de Malaca em direção contrária a seu trajeto inicial sem motivo aparente.

Segundo o grupo de especialistas que estuda o caso, o avião voou em direção ao sul do Índico com todas as pessoas a bordo inconscientes pela falta de oxigênio até ficar sem combustível e cair ao mar. Desde então não se encontrou nem sequer um pequeno pedaço da fuselagem da aeronave que confirme o acidente.

Segundo as investigações, o avião caiu em algum lugar das águas do sul do Oceano Índico.

G1
Política

Procuradoria da República já tem “bala de prata” para denunciar Eduardo Cunha

(Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo)

(Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo)

Investigadores da Lava Jato afirmam ter encontrado a “bala de prata” – apelido dado ao conjunto de provas – capaz de sustentar a denúncia contra o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha. O que mais lhes agrada é o depoimento do ex-diretor de informática da Câmara Luís Eira. Ele foi ao Ministério Públicoinformar que requerimentos supostamente usados para pressionar uma empresa a manter o pagamento de propina ao PMDB saíram do computador de Cunha. A versão de Eira corrobora informações do doleiro Alberto Youssef. A bala de prata de Renan Calheiros ainda não foi encontrada, mas ele será denunciado de qualquer jeito.

Época
Política

Dilma diz a governadores que o povo está sofrendo e muita coisa precisa melhorar

A presidenta Dilma Rousseff disse que o Brasil passou a exigir muito dos governos e dos serviços públicos. “Nosso povo está sofrendo, e muita coisa tem que melhorar”, disse durante reunião com governadores no Palácio da Alvorada, acrescentando que “nenhum governante pode se acomodar”. “Esse Brasil passou a exigir muito dos governos, das empresas, dos hospitais, das escolas, da política, da justiça e de si mesmo. Nesse novo Brasil nenhum governante pode se acomodar. Muita coisa sabemos que precisa melhorar, principalmente porque sabemos que nosso povo está sofrendo, e quando sabemos isso, muita coisa tem que melhorar”, afirmou a presidenta.

Dilma ainda enfatizou que diferenças políticas não podem se sobrepor aos interesses do país, e que a cooperação entre os governos é uma obrigação constitucional. “Nós devemos cooperar cada vez mais, independentemente de nossas afinidades políticas. A cooperação federativa é uma exigência constitucional, é uma exigência da forma como nós organizamos o Estado e a sociedade brasileira. Nós também devemos respeitar a democracia, e devemos somar forças e trabalhar para melhor atender a população”, acrescentou a presidenta.

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
Botch das divs centrais
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!