Arquivos:

Eleições » Eleições 2022

BTG Pactual: Lula tem 44%, Bolsonaro 31%, Ciro em terceiro, com 9%

Saiu ontem (25) uma nova rodada de pesquisa do BTG Pactual encomendada ao Instituto FSB. No levantamento, o ex-presidente Lula da Silva (PT) aparece com 44% das intenções de voto – há duas semanas estava com 41%. O presidente Bolsonaro (PL) oscilou de 32% para 31%, dentro da margem de erro da pesquisa, que é de dois pontos porcentuais.

Na simulação de segundo turno, Lula tem 54%, e Bolsonaro 36%. Na pesquisa anterior, o placar era de 53% a 37%, o que indica oscilação apenas na margem de erro.

Ciro Gomes (PDT) manteve os 9% do levantamento divulgado no dia 1. Simone Tebet (MDB) caiu de 4% para 2%, na margem de erro. André Janones (Avante) aparece com 2%, Pablo Marçal (Pros) com 1%.

Os demais candidatos não atingiram 1%. Brancos e nulos somam 2%, nenhum dos candidatos, 5%; indecisos: 3%.

Foram entrevistados por telefone, entre os dias 22 e 24, duas mil pessoas. A pesquisa está registrada no TSE sob o número BR-05938/2022. A confiança do levantamento é de 95%, segundo o FSB.

Revista BZNotícias

Eleições 2022

FSB Pesquisa/BTG Pactual: Lula soma 40%; Bolsonaro, 30%

Foto: Reprodução

O Instituto FSB Pesquisa e o BTG Pactual divulgaram nesta segunda-feira (25) pesquisa quantitativa realizada por telefone (via CATI), entre os dias 22 e 24 de julho. Foram entrevistados 2 mil eleitores sobre as eleições presidenciais deste ano. Confira abaixo nos cenários Espontâneo e Estimulado.

Na pergunta espontânea “Se as eleições fossem hoje, em quem você votaria para presidente da República?”, o ex-presidente Lula fica com 40%; Bolsonaro, com 30%, Ciro Gomes, com 3%; e Simone Tebet, com 0%. Os demais candidatos somaram 2%; 6% responderam, nenhum; 4%, branco ou nulo; e 15%, não sabem ou não responderam.

Na intenção de voto estimulada (com cenário completo), Lula soma 44%; Bolsonaro, 31%; Ciro Gomes pontua 9%; Simone Tebet, 2%; André Janones, 2%; Pablo Marçal aparece com 1%; Vera Lúcia, José Maria Eymael, Sofia Manzano, Luciano Bivar e Leonardo Péricles empatam com zero; 5% responderam nenhum; 2%, branco ou nulo; e 3% não sabem ou não responderam.

A pesquisa está registrada no TSE sob o número BR-05938/2022.

Eleições 2022

ELEIÇÕES 2022: Restrições para agentes públicos começam a valer

Foto: Abdias Pinheiro/SECOM/TSE

Restrições para servidores públicos e pré-candidatos às eleições de outubro começaram a valer a partir de sábado (2), três meses antes do primeiro turno.

As medidas estão previstas na Lei nº 9.504/1997, conhecida como Lei das Eleições, e objetivam manter o equilíbrio entre os candidatos.

Políticos estão proibidos de autorizar a veiculação de publicidade estatal sobre os atos de governo, realização de obras, campanhas de órgãos públicos federais, estaduais e municipais, exceto no caso de grave e urgente necessidade pública. Nesse caso, a veiculação deverá ser autorizada pela Justiça Eleitoral.

Eles também não podem fazer pronunciamento oficial em cadeia de rádio de televisão, salvo em casos de questões urgentes e relevantes, cuja autorização também dependerá de autorização da Justiça Eleitoral.

A participação em inaugurações de obras públicas também está vedada, além da contratação de shows artísticos com dinheiro público.

Durante o período eleitoral, funcionários públicos não podem ser contratados, demitidos ou transferidos até a posse dos eleitos.

No entanto, estão liberadas a exoneração e a nomeação de cargos em comissão e funções de confiança, além das nomeações de aprovados em concursos públicos homologados até 2 de julho de 2022.

Em julho, o calendário eleitoral também prevê outras datas importantes para o pleito.

De 20 de julho até 5 de agosto, os partidos deverão realizar suas convenções para escolher oficialmente os candidatos que vão disputar as eleições.

A partir do dia 20, candidatos, partidos políticos, coligações e federações terão direito à solicitação de direito de resposta por afirmações consideradas caluniosas, difamatórias ou sabidamente inverídicas que forem publicadas por veículos de comunicação social.

O primeiro turno será realizado no dia 2 de outubro, quando os eleitores vão às urnas para eleger o presidente da República, governadores, senadores, deputados federais, estaduais e distritais. Eventual segundo turno para a disputa presidencial e aos governos estaduais será em 30 de outubro.

Agência Brasil

Eleições 2022

Datafolha: 69% dos brasileiros estão totalmente decididos em quem votar para presidente

Foto: Arquivo

Pesquisa do instituto Datafolha divulgada nesta quinta-feira (26) pelo site do jornal “Folha de S.Paulo” aponta que 69% dos eleitores brasileiros já estão totalmente decididos a votar no candidato que escolheram na eleição presidencial deste ano.

Já o número de entrevistados que dizem que o voto ainda pode mudar é de 30%.

A pesquisa Datafolha foi feita de modo presencial com 2.556 pessoas com 16 anos ou mais nos dias 25 e 26 de maio. A margem de erro máxima é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Segundo o Datafolha, as mulheres estão mais indecisas que os homens (33% contra 27%). Quando observada a faixa etária, os mais indecisos são os jovens — entre 16 e 24 anos —, com 45% do eleitorado sem certeza em quem vai votar. Os mais decididos são aqueles com 60 anos ou mais (22% ainda não decidiram).

Quando analisada a escolaridade, os eleitores que têm somente ensino fundamental estão mais decididos que os demais: somente 24% ainda podem mudar de voto, enquanto 35% dos entrevistados com ensino superior ainda não se decidiram.

g1

Eleições 2022

Datafolha: Lula tem 48% no primeiro turno, contra 27% de Bolsonaro

Pesquisa do instituto Datafolha divulgada nesta quinta-feira (26) pelo jornal “Folha de S.Paulo” revela os índices de intenção de voto para a eleição presidencial de 2022.

Pesquisa do instituto Datafolha divulgada nesta quinta-feira (26) pelo jornal “Folha de S.Paulo” revela os índices de intenção de voto para a eleição presidencial de 2022.

Pesquisa estimulada de intenções de voto no 1º turno
Lula (PT): 48%
Jair Bolsonaro (PL): 27%
Ciro Gomes (PDT): 7%
André Janones (Avante): 2%
Simone Tebet (MDB): 2%
Pablo Marçal (Pros): 1%
Vera Lúcia (PSTU): 1%
Em branco/nulo/nenhum: 7%
Não sabe: 4%
Felipe d’Avila (Novo), Sofia Manzano (PCB), Leonardo Péricles (UP), Eymael (DC), Luciano Bivar (UB) e General Santos Cruz (Podemos) não pontuaram.

g1

Eleições » Eleições 2022

PESQUISA: Exame/Ideia: Lula tem 42% no 1º turno; Bolsonaro, 33%; e Ciro, 10%

Pesquisa Exame/Ideia divulgada pela revista Exame na noite desta quinta-feira (21/4) mostra que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) tem 42% das intenções de voto para o primeiro turno das eleições deste ano, e o presidente Jair Bolsonaro (PL) tem 33%. É a primeira pesquisa da revista após a saída do ex-juiz federal e ex-ministro Sergio Moro (União-SP) da corrida ao Planalto.

Em relação à pesquisa divulgada em março, a distância entre os dois caiu de 13% para 9%. Na ocasião, Lula tinha 40% e Bolsonaro, 29% no primeiro turno.

De acordo com o levantamento, Ciro Gomes (PDT) aparece com 10% das intenções de voto no primeiro turno. Em nota divulgada à imprensa, a assessoria do pré-candidato à Presidência disse que Ciro Gomes é o nome mais competitivo “para romper a polarização entre Lula e Bolsonaro”.

Veja os resultados abaixo:

Primeiro cenário (com Doria)
Luiz Inácio Lula da Silva: 42%
Jair Bolsonaro: 33%
Ciro Gomes: 10%
João Doria: 3%
Simone Tebet: 1%
André Janones: 1%
Sofia Manzano: 1%
José Maria Eymael: 1%
Leonardo Péricles: 1%
Luiz Felipe D’ávila: 0,5%
Vera Lúcia: 0,3%
Luciano Bivar: 0,2%
Aldo Rebelo: 0,1%
Branco/nulo: 1%
Não souberam responder: 6%

Segundo cenário (com Eduardo Leite)
Luiz Inácio Lula da Silva: 43%
Jair Bolsonaro: 34%
Ciro Gomes: 10%
Eduardo Leite: 4%
Simone Tebet: 1%
André Janones: 1%
Sofia Manzano: 1%
José Maria Eymael: 1%
Luiz Felipe D’ávila: 0,5%
Vera Lúcia: 0,3%
Leonardo Péricles: 0,2%
Luciano Bivar: 0,2%
Aldo Rebelo: 0,1%
Branco/nulo: 1%
Não souberam responder: 4%

Segundo turno
Em um eventual segundo turno, a pesquisa mostra que Lula teria 48% dos votos enquanto Bolsonaro teria 39%.

Veja os resultados:

Lula: 48%
Bolsonaro: 39%
Nulo/branco: 9%
Não souberam responder: 4%

O levantamento ouviu 1.500 pessoas, por telefone, entre os dias 15 e 20 de abril. A margem de erro da pesquisa é de três pontos para mais ou para menos. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral com o número BR-02495/2022.

Metrópoles

Eleições » Eleições 2022

Pesquisa Seta: Fátima tem 31,5%; Styvenson, 9,9%; e Ezequiel, 9,2% para o Governo do RN

Foto: Elisa Elsie/GovRN / Pedro França/Senado / João Gilberto/ALRN

Faltando seis meses para a votação, a governadora Fátima Bezerra (PT), pré-candidata à reeleição, tem ampla vantagem sobre os adversários na corrida para o Governo do Rio Grande do Norte nas eleições de 2022, segundo nova pesquisa do Instituto Seta divulgada pela 98 FM nesta sexta-feira (1º).

Foram testados dois cenários na modalidade estimulada, quando os nomes dos prováveis candidatos são apresentados ao eleitor. A diferença é a inclusão ou não do deputado estadual Ezequiel Ferreira (PSDB), presidente da Assembleia Legislativa, que ainda não se lançou oficialmente como pré-candidato.

No primeiro cenário, Fátima tem 31,5% das intenções de voto. Ela é seguida pelo senador Styvenson Valentim (Podemos), com 9,9%; e pelo presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira (PSDB), com 9,2%.

Como a margem de erro é de 2,5 pontos percentuais, Styvenson e Ezequiel estão tecnicamente empatados, com leve vantagem numérica para o senador.

Na sequência, na terceira posição, aparece o ex-prefeito de Olho D’Água do Borges, no Oeste Potiguar, Brenno Queiroga (Solidariedade), com 3,9% das citações. Em quarto, está o empresário Haroldo Azevedo (Patriota), com 3,4% das intenções de voto. Por fim, Clorisa Linhares (Brasil 35) tem 3% e Wesley Garcia (Democracia Cristã) aparece com 0,9%.

19,7% não souberam ou não quiseram responder ao levantamento e 18,5% pretendem votar em branco ou nulo nas próximas eleições.

Confira os números:

Cenário 1 – Governador – Estimulada
Fátima Bezerra (PT): 31,5%
Styvenson Valentim (Podemos): 9,9%
Ezequiel Ferreira (PSDB): 9,2%
Brenno Queiroga (Solidariedade): 3,9%
Haroldo Azevedo (Patriota): 3,4%
Clorisa Linhares (Brasil 35): 3%
Wesley Garcia (Democracia Cristã): 0,9%
Não sabe/não respondeu: 19,7%
Ninguém/branco/nulo: 18,5%

Cenário 2 – Governador – Estimulada
Fátima Bezerra (PT): 32,2%
Styvenson Valentim (Podemos): 11,2%
Haroldo Azevedo (Patriota): 5,4%
Brenno Queiroga (Solidariedade): 3,7%
Clorisa Linhares (Brasil 35): 2,6%
Wesley Garcia (Democracia Cristã): 2,2%
Não sabe/não respondeu: 22,9%
Ninguém/branco/nulo: 19,9%

O Instituto Seta realizou 1.700 entrevistas presenciais entre os dias 26 e 28 de março em todo o Rio Grande do Norte. O levantamento tem margem de erro de 2,5 pontos percentuais para mais ou para menos, com índice de confiança de 95%. O registro no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RN) é o RN-08360/2022.

Últimos Eventos

21/09/2019
São Vicente/RN
03/03/19
Master Leite
06/05/18
Parque Dinissauros - Povoado Sto Antonio (Cobra)
Março 2017
Aero Clube

Mais eventos

Jornal Expresso RN

Baixar edições anteriores

Curta Jean Souza no Facebook

Siga Jean Souza no Instagram

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
Botch das divs centrais
© 2021 Direitos Reservados - Jean Souza