Arquivos:

Rio Grande do Norte » Violência

RN VIOLENTO: Com 33 homicídios, RN tem fim de semana mais brutal do ano

Cerca de 33 homicídios foram registrados durante o fim de semana; média diária ultrapassa 2017.Em todo Rio Grande do Norte, 33 pessoas foram vítimas da violência durante este fim de semana, considerado o mais violento do ano. As informações são do Observatório da Violência (Obvio) e foram divulgadas na manhã desta segunda-feira (29).

Dentre os crimes contabilizados está a execução do sargento da Polícia Militar Itagibá Maciel de Medeiros, morto no início da manhã de hoje por volta das 4h. Ele foi o quarto PM vítima de homicídio este mês, segundo informações da Tribuna do Norte.

Ceará » Violência

CHACINA:Facção invade festa em Fortaleza, mata ao menos 18 e deixa dezenas de feridos

Um massacre deixou mortos e feridos em uma festa no Bairro Cajazeiras, em Fortaleza, na madrugada deste sábado (27). Um policial civil que estava no local disse que o total de mortos chega a 18. Moradores falam em 14 mortos. A Secretaria de Segurança Pública não divulgou um número oficial de vítimas. O caso segue em investigação.

Seis pessoas estão internadas no hospital Instituto José Frota (IJF), entre elas, um menino de 12 anos. Uma jovem de 19 anos, outros três adolescentes de 16 anos – sendo duas jovens -, e um de rapaz de 24 anos estão internados ”sem risco de morte iminente”, segundo o hospital.

A suspeita inicial da polícia é que membros de uma facção criminosa estavam na danceteria “Forró do Gago”, próximo à BR-116, por volta da 1h30, quando vários homens armados chegaram em três carros, invadiram o local e dispararam tiros. Ainda não há informações sobre a motivação do crime, a identidade das vítimas ou se algum suspeito foi preso.

Fotos da chacina compartilhadas em redes sociais mostram 12 cadáveres no local da festa, a maioria de mulheres. O número não é confirmado pelas autoridades, que ainda investigam. “Foi uma cena brutal, um massacre, nunca havia ocorrido algo parecido [no Ceará]”, disse o policial.

Em dezembro de 2017, ano em que o Ceará teve um recorde no número de homicídios, o governador do Ceará, Camilo Santana, havia dito que 82% dos homicídios ocorrem em consequência do conflito entre facções que disputam territórios de tráfico de drogas.

Violência

VIOLÊNCIA: Ex-jogador da seleção brasileira é esfaqueado na PB

O ex-jogador Warley, com passagens por São Paulo, Palmeiras, São Caetano, Grêmio e seleção brasileira, atual gerente de futebol do Botafogo-PB, foi esfaqueado durante uma tentativa de assalto no bairro Manaíra, em João Pessoa, na madrugada desta sexta-feira (25).

De acordo com informações confirmadas pelo clube paraibano, o executivo — que encerrou a carreira como jogador no próprio time, no ano passado — foi levado para o Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena e imediatamente encaminhado para o centro cirúrgico. Warley passou por duas drenagens, a última no pulmão esquerdo, segundo o hospital,

Uma das hipóteses para o ataque é que Warleiy teria se assustado com a abordagem e atingido por dois golpes nas costas durante a confusão que teria se formado.

Os criminosos fugiram com o celular da vítima, mas sem levar o carro, objeto que motivou o assalto.

Em nota no site, o Botafogo-PB classificou o episódio como lastimável e reforçou que todos os atletas, funcionários e dirigentes desejam sorte ao gerente de futebol.

Natural de Sobradinho-DF, Warley iniciou a carreira no Atlético Paranaense e chegou ao São Paulo, em 1999. As boas atuações o levaram para a seleção brasileira e para o futebol italiano — o atacante foi negociado com a Udinese-ITA.

De volta ao Brasil, Warley ainda teve boas passagens por Grêmio, São Caetano e Palmeiras. Nos últimos anos de carreira, o atacante passou pelos principais clubes do futebol paraibano, até pendurar as chuteiras, no fim de 2017.

Insegurança » Rio Grande do Norte » Violência

“RIO GRANDE DA MORTE”: 28 pessoas foram assassinadas só neste fim de semana no RN

O fim de semana foi violento no Rio Grande do Norte. Segundo o Observatório da Violência Letal Intencional (OBVIO) – instituto que contabiliza e analisa crimes contra a vida – 28 pessoas foram assassinadas somente neste final de semana.

Foram nove homicídios na sexta (12), quinze no sábado (13) e outros quatro no domingo (14).

Ainda de acordo com o OBVIO, as cidades onde os crimes aconteceram são:

Mossoró: 5
São Miguel do Gostoso: 4
Natal: 4
São Gonçalo do Amarante: 3
Nísia Floresta: 2
Pau dos Ferros: 2
Ceará-Mirim: 2
Patu: 2
João Câmara: 1
Macaíba: 1
Areia Branca: 1
São Bento do Norte: 1
No acumulado do ano, ainda segundo o OBVIO, já foram registrados 81 homicídios no estado.

Rio Grande do Norte » Violência

CALAMIDADE: Mortes na Grande Natal superam índice do país mais violento do mundo, como a Síria

Em junho de 2017 Ponta Negra virou ‘cemitério’ em protesto por número de homicídios no RN (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)

A crise de segurança, que levou 2.800 militares das Forças Armadas e da Força Nacional de Segurança Pública ao Rio Grande do Norte, agravou a criminalidade no Estado no final de 2017. No entanto, não é de hoje que a violência se tornou rotina na Grande Natal, alcançando níveis ainda mais altos após o aquartelamento de PMs.

No ano passado, as 12 cidades que compõem a região metropolitana de Natal atingiram índices de assassinatos que superam taxas de homicídios no país mais violento do mundo e até mesmo em zona de guerra, como a Síria.

A cidade de Extremoz, conhecida por belas praias como Genipabu, registrou a maior a taxa de homicídios no RN em 2017: 233 por 100 mil habitantes. No triste ranking da violência, Ceará-Mirim surge logo em seguida, com taxa de 196 assassinatos.

Os dados são do Obvio (Observatório da Violência Letal Intencional), ligado à Ufersa (Universidade Federal Rural do Semi Árido), que computa os crimes a partir de fontes oficiais.

A situação na região metropolitana elevou a taxa de homicídios em todo o Estado.

O Rio Grande do Norte encerrou 2017 com 2.408 homicídios –67 por cada 100 mil habitantes. Desde os anos 70 até 2016, é a segunda maior taxa já vista em um Estado, perdendo apenas para Alagoas, em 2011, quando houve índice de 71 por 100 mil.

UOL
Rio Grande do Norte » Violência

‘RIO GRANDE DA MORTE’: RN registrou 2,4 mil mortes violentas em 2017; recorde histórico

O Rio Grande do Norte registrou 2.405 homicídios no ano de 2017. De acordo com o Observatório da Violência Letal Intencional (OBVIO) – instituto que contabiliza os crimes contra a vida no estado – nunca se matou tanto em toda a história do estado. No geral, o total de assassinatos é 20,5% maior que a quantidade registrada em todo o ano de 2016.

Ainda de acordo com o instituto, o número de homicídios no RN havia diminuído em 2015, quando o estado registrou 1.670 assassinatos, ante 1.772 em 2014. Porém, desde 2016 o número vem crescendo e atingiu a marca histórica de 2 mil mortos em menos de um ano em outubro de 2017.

Informações, G1RN
Natal » Violência

VIOLÊNCIA: Natal é a cidade mais violenta do brasil, aponta novo levantamento global

NATAL/RN

Natal é a cidade mais violenta do Brasil. A constatação é da organização não-governamental mexicana Seguridad, Justicia Y Paz, que todos os anos conduz uma abrangente pesquisa global que avalia as taxas de homicídios em cidades com mais de 300 mil habitantes. O levantamento produz, ainda, um ranking que mostra quais são as mais violentas.

Na edição 2017 do estudo, as nove primeiras colocações dessa lista são ocupadas por cidades latinas de países como Venezuela, México, Honduras e El Salvador. O Brasil, embora não conte com representante entre as nove do topo, está fortemente presente com nada mais, nada menos que 19 cidades, sendo Natal (Rio Grande do Norte) a mais violenta delas.

AGORA RN
Notícias » Rio Grande do Norte » Violência

RN tem fim de semana mais violento do ano

Trinta pessoas foram mortas no Rio Grande do Norte somente neste final de semana – o mais violento do ano no estado segundo levantamento feito pelo Observatório da Violência Letal Intencional (OBVIO). A matança supera o fim de semana de janeiro (dias 14 e 15) no qual 26 detentos foram assassinados durante um confronto armado envolvendo facções rivais dentro do maior presídio do estado – episódio que ficou conhecido como o ‘Massacre de Alcaçuz’.

Ainda de acordo com o instituto, dos 30 homicídios registrados, 12 ocorreram em Natal. Outros 4 foram registrados em Mossoró, na região Oeste, e 3 em Ceará-Mirim. Já nas cidades de Parnamirim, Apodi, Baraúna, Caicó, Caraúbas, Extremoz, Japi, Macaíba, Martins e Santa Cruz, a PM registrou um assassinato em cada uma delas.

Um dos casos que mais chamou a atenção na capital foi a morte do motorista da UFRN José Wilson de Souza, de 59 anos. Na madrugada deste domingo (9), ele foi ao bairro de Ponta Negra para buscar a reitora para levá-la ao aeroporto. Antes, porém, acabou assassinado com quatro tiros. Há duas versões para a motivação do crime. De acordo com a PM, por causa do carro da UFRN, que é um veículo preto descaracterizado, o motorista teria sido confundido com um policial. Já a Polícia Civil, acredita em tentativa de assalto.

Os números do OBVIO também mostram um crescimento de 30,5% no número de homicídios no estado. Em 2016, segundo os dados do instituto, 518 pessoas haviam sido mortas entre janeiro e 10 de abril. Este ano, neste mesmo período, pelo menos 676 pessoas já foram assassinadas — o que dá uma média de 6,8 mortes por dia.

BS
Mossoró » Policial » Violência

VIOLÊNCIA: Em Mossoró, bandidos invadem baile funk e matam cinco pessoas

Eriely Amanda, de 21 anos, foi uma das vítimas da chacina em Mossoró

Criminosos armados invadiram um baile funk, em Mossoró, e mataram cinco pessoas. A chacina aconteceu no final da noite de ontem (11).

As vítimas estavam no evento, chamado de “Primeiro Baile de Favela”, no bairro Boa Vista, quando os bandidos chegaram, entraram e começaram a atirar. Houve correria e outras pessoas acabaram baleadas ou feridas.

Os mortos foram: Eduardo Nunes Farias, de 19 anos; Eriely Amanda de Souza Neves, de 21 anos; Israel Gomes Bezerra, de 19 anos; Kaynan Gomes, conhecido como “Mc Kay”, de 16 anos; e o DJ Lucas Lima Rezende, de 21 anos, que animava a festa.

A polícia ainda investiga o que pode ter motivado o ataque no clube.

Informações, G1RN
Brasil » Notícias » Policial » Violência

TRAGÉDIA: Mãe de filhos mortos desabafa: ‘Brutalmente retirados de meus braços’

“Amores eternos da minha vida! Brutalmente retirados de meus braços por um louco, que era o pai a que eles amavam incondicionalmente e confiavam cegamente!”, escreveu, em sua conta nas redes sociais, a mãe das crianças mortas pelo pai, na madrugada deste domingo, na Freguesia, Zona Oeste do Rio.

Andreia Magalhães Castro Antunes tinha se separado de Cesar Antunes Junior recentemente, mas ele não aceitava o fim do relacionamento. Indignado e com ciúmes da ex-mulher, o homem matou os dois filhos, no apartamento onde morava, e depois se jogou do quinto andar.

Segundo o Extra, Maria Nina Magalhães Castro Antunes, de 10 anos, e Bernardo Magalhães Castro Antunes, de 6 anos, foram encontrados na manhã deste domingo pelo Corpo de Bombeiros.

Últimos Eventos

08/07/2017
Parque Exposições - Fotos: Mazilton Galvão
08/07/2017
Parque Exposições - Fotos: Mazilton Galvão
07/07/2017
Parque Exposições - Fotos: Mazilton Galvão
14 e 16 abril
Lagoa Nova/RN

Mais eventos

Jornal Expresso RN

Baixar edições anteriores

Curta Jean Souza no Facebook

Siga Jean Souza no Instagram

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
Botch das divs centrais
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!