Arquivos:

Apoio » Notícias » Vaquejada

VAQUEJADA: Ministro da Agricultura defende debate sobre regulamentação da vaquejada

vaquejada

“Entendo que essa cultura é muito forte e tem que ser preservada”, disse o ministro em nota.

O ministro da Agricultura, Blairo Maggi, propôs que seja discutida a proposta de regulamentação dos esportes que envolvam cavalos e bois, como a vaquejada

O mesmo foi ao encontro dos vaqueiros, que protestaram na Esplanada dos Ministérios, e, de acordo com sua assessoria, vestiu chapéu e gibão emprestados por eles. Depois, se reuniu no gabinete com representantes da Associação Brasileira de Vaquejada (ABVAQ).

“Vamos avaliar, com o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal, como podemos permitir que haja a manifestação cultural, o esporte, a geração de empregos e a proteção dos animais”, disse o ministro Blairo em nota distribuída por sua assessoria.

O Ministério lembra que o assunto já é discutido na Câmara dos Deputados e ganhou força depois que o Supremo Tribunal Federal (STF) considerou inconstitucional uma lei do Ceará que permitia as vaquejadas.

Vaquejada

VÍDEO: Caminhões de vaquejada já ocupa toda esplanada dos Ministérios para o movimento desta terça-feira

O trânsito na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, sofrerá mudanças nesta terça-feira (25). A área entre o Congresso Nacional e a rodoviária do Plano Piloto recebe hoje o movimento em favor das vaquejadas, e os organizadores informaram que pretendem levar cerca de mil animais de montaria ao local e 500 caminhões.

Na noite desta segunda os dois lados da esplanada dos ministérios já estavam ocupados pelos caminhões que começaram a chegar na noite de domingo na capital federal.

Os organizadores fizeram um acordo com o governo para seguir ao centro de Brasília em pequenos grupos, de modo a evitar confusão no trajeto.

Vaquejada

VAQUEJADA: Vaqueiros de C. Novos e outros municípios do país se unem hoje para carreata em direção à Esplanada dos Ministérios

Vaqueiros de Currais Novos

Vaqueiros de Currais Novos

Os vaqueiros, tratadores, veterinários, dentre outros envolvidos com a vaquejada das comitivas do Rio Grande do Norte e outros estados brasileiros devem sair do Parque Leão, em Brasília, às 22h desta segunda-feira em direção à Esplanada dos Ministérios, para que todos já amanheçam em frente ao Congresso Nacional amanhã.

Na programação nacional que inicia às 8h de terça-feira (25), está prevista a realização da missa do vaqueiro, ao ar livre. Em seguida, às 10h, haverá um ato público na Esplanada. Ao meio-dia, vaqueiros vestidos de trajes típicos receberão uma bênção na Catedral de Brasília. Às 17h, ocorrerá o principal momento da mobilização: a cavalgada “Vaquejada Legal”. À noite, artistas se apresentarão em prol da prática esportiva. A previsão de término das atividades é às 21 h.

De Currais Novos saiu uma comitiva formada por vaqueiros e amantes do esporte.

Vaqueiros de todo o país já reunidos

Vaqueiros de todo o país já reunidos

Rio Grande do Norte » Vaquejada

Presidente da Assembleia encaminha moção em prol da vaquejada ao STF

O presidente da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), apresentou moção em prol da vaquejada. O documento, que será encaminhado à presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármem Lúcia, destaca a importância econômica e cultural da prática esportiva e ressalta o regulamento vigente em todos os eventos voltado para o bem estar do animal, impedindo qualquer tipo de violência.

“A vaquejada é raiz da nossa história, além de um grande gerador de emprego e renda para a região Nordeste. Essa tradicional festa não pode receber a acusação de torturar e infligir maus-tratos a animais, como acontecia em outras festividades populares. A vaquejada é uma modalidade esportiva própria da vida rural que, a exemplo do hipismo e do turfe, envolve participação conjunta do homem, ou mulher, e do animal”, justifica.

O movimento recebeu apoio oficial do presidente da Assembleia em reunião realizada na Casa no dia 11 de outubro com a presença de um grande número de deputados, criadores, representantes de associações relacionadas às vaquejadas e prefeitos. Na mesma ocasião foi indicada a elaboração de Projeto de Lei em caráter de urgência para reconhecer a vaquejada como elemento pertencente ao patrimônio cultural do Estado e a regulamentar como atividade esportiva.

A moção apresentada por Ezequiel Ferreira destaca o aprimoramento disciplinar e organizacional adotado para a realização das vaquejadas, observados desde a programação, controle oficial, organização econômica e disciplina regulamentar, até a proteção da saúde e do bem-estar dos animais envolvidos no desporto.

Paraíba » Vaquejada

Juiz libera tradicional vaquejada de Campina Grande

O evento que está em 39ª edição, tem início nesta quinta e segue até o próximo domingo

O evento que está em 39ª edição, tem início nesta quinta e segue até o próximo domingo (16)

A 39ª edição da Vaquejada do Parque Maria da Luz de Campina Grande está mantida. Isso porque o juiz Max Nunes de França, de Campina Grande, negou liminar nessa quarta-feira (12) a suspensão do evento sob alegação de maus-tratos e com base na decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que proibiu o evento no Ceará. O pedido de suspensão foi protocolado pela Harmonia dos Protetores Independentes dos Animais (Harpia) em uma ação civil pública contra Campina Grande e Associação Parque de Vaquejada Maria da Luz. O evento começa hoje (13) e segue até domingo (16).

O argumento principal usado pela Harpia para suspender o evento foi a alegação de que a prática viola as normas ambientais por submeter animais a práticas crueldade, abusos e maus-tratos, embora a vaquejada tenha viés cultural.

O magistrado disse em sua decisão que “não se pode utilizar como fundamento vinculante neste momento o resultado do julgamento pelo STF, pois ainda não há julgamento definitivo sobre a matéria e sequer o acórdão foi publicado, portanto desconhece qual será o alcance da decisão”, disse.

O juiz Max Nunes argumentou que “não reconhece de plano que a prática atual da vaquejada seja uma modalidade em que ocorra crueldade aos animais. Os regulamentos seguidos para a organização das vaquejadas atualmente apontam elementos que indicam a preocupação com o bem estar animal, impedido a prática de acoites e utilizando equipamentos na cauda do animal para minorar os riscos de lesões”, endossou.

O juiz finalizou dizendo que “impedir liminarmente a realização de um evento que já se encontra na sua 39ª edição, às vésperas de sua realização, pode causar perigo de dano inverso, já que as consequências de seu cancelamento se mostram muito mais evidentes pela dimensão de sua organização, ressaltando que não ficou demonstrada a verossimilhança da crueldade alegada”.

Hyldo Pereira - Portal Correio
Rio Grande do Norte » Vaquejada

MP firma termo de conduta para regulamentar etapa de vaquejada em Santo Antônio/RN

TAC regulamenta evento que acontecerá a partir desta sexta-feira (14) em Santo Antonio/RN

TAC regulamenta evento que acontecerá a partir desta sexta-feira (14) em Santo Antônio/RN

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) firmou nesta quinta-feira (13) um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para regulamentar uma etapa do circuito amador de vaquejada no Rio Grande do Norte. O termo define que a Associação de Vaqueiros Amadores do RN (Assovarn) e os responsáveis diretos pela organização da sétima etapa do circuito terão que garantir contrapartidas, como o atendimento veterinário e o plantio de mudas de árvores nativas. O evento deve acontecer entre os dias 14 e 16 de outubro na cidade de Santo Antônio, no Agreste potiguar. O termo terá validade até a publicação oficial da decisão final da ADI 4983 do STF.

Dentre os termos estabelecidos no ajustamento, a organização do evento terá que garantir que todos os animais participantes no evento – bovinos e equinos – passem por uma inspeção veterinária prévia. Durante o evento também será obrigatória a presença de um médico veterinário, a fim de atender qualquer emergência envolvendo os animais.

Outra garantia estabelecida pela regulamentação é que os bovinos que participem do evento só podem ser usados em dias intercalados, não podendo ser utilizados em dias subsequentes. Após as corridas, os animais também deverão passar por uma inspeção posterior, na qual um laudo veterinário será enviado ao Ministério Público. Em caso de lesão dos animais, os promotores do evento terão por obrigação tratar dos cuidados veterinários necessários.

O acordo também proíbe o uso de luvas de prego, parafusos e qualquer outro material que possa danificar a cauda do boi. O vaqueiro também fica proibido de bater no boi de forma que possa causar ferimentos ao animal. Também estão proibidos os usos de espora, chicote e objetos cortantes no boi e no cavalo.

Por fim, o TAC estabelece como contrapartida que, como forma de promover o Meio Ambiente, os organizadores doem 200 mudas de árvores nativas para fins de reflorestamento da Mata do Pilão, devastada por um incêndio nesta semana.

Em caso de lesão de algum bovino, os organizadores terão, como penalidade, que reflorestar uma área de 0,5 hectare de mata nativa. Em caso de morte de algum animal – hipótese ‘remota’, segundo o documento – a área reflorestada deve ser de 2 hectare.

G1RN
Currais Novos » Vaquejada

VÍDEO: Em Currais Novos, vaqueiros e amantes da vaquejada realizaram cavalgada em prol da festa de mourão

Centenas de cavaleiros participaram da mobilização em prol da vaquejada

Cavaleiros de toda a região participaram da mobilização em prol da vaquejada. (Foto: Jean Souza)

Parecia que estávamos em plena Cavalgada de Santana em Currais Novos. Mas o motivo de tantos cavalos pelas ruas da cidade na tarde de hoje (11) era outro. Vaqueiros e amantes da vaquejada se reuniram e realizaram uma grande cavalgada que saiu do Largo Júnior Toscano e percorreu as ruas da Princesa do Seridó, concentrando-se em frente a Matriz de Santana. Lá, os cavaleiros pediram a benção a Nossa de Santana e expressaram aos presentes a indignação com relação a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) em não reconhecer a regulamentação das vaquejadas no Brasil.

Vaqueiros profissionais e amadores e pessoas que prestigiam a vaquejada de toda a região estiveram presentes na mobilização.

Currais Novos » Vaquejada

Mobilização em prol da vaquejada acontece nesta terça-feira (11) em Currais Novos

A mobilização promete reunir vaqueiros de toda a região

A mobilização promete reunir vaqueiros de toda a região

Em meio à polêmica causada pela decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) em não reconhecer a regulamentação das vaquejadas, os adeptos dessa cultura em Currais Novos e região planejam uma mobilização para esta terça-feira (11), a partir das 14h.

O ato terá como ponto de partida o Largo Júnior Toscano e seguirá até a Praça Cristo Rei.

A coordenação do evento informou que vaqueiros profissionais e amadores e pessoas que prestigiam a vaquejada de toda a região estarão presentes na mobilização.

Currais Novos é tida como berço da vaquejada no Brasil. O município também realiza uma das maiores festas de mourão do país.

Caicó » Vaquejada

Cavalo de 1 milhão de reais é a atração da Vaquejada de Caicó

Cavalo Holland Jeck vem sendo o centro das atenções na vaquejada de Caicó.

Holland Jeck vem sendo o centro das atenções na vaquejada de Caicó.

A vaquejada de Caicó deste ano tem chamado a atenção de vaqueiros de todo o Brasil. Mas, o centro das atenções vem sendo o Holland Jeck, cavalo avaliado em 1 milhão de reais, e que tem se consagrado campeão em vários torneios no país. Nem os mais acostumados com vaquejada perdem a oportunidade de ver o cavalo se apresentar na pista. Holland Jeck já bateu duas fichas na vaquejada deste final de semana no município de Caicó.

Marcos Dantas
Insegurança » Vaquejada

Currais Novos: PM recupera moto que havia sido furtada em Acari

Na manhã desta sexta-feira (25), uma guarnição fazia um patrulhamento de rotina no Bairro Sílvio Bezerra de Melo quando se deparou com uma moto Honda, ano 99 de placa MZH-2569/Tenente Laurentino, estacionada na calçada de uma residência. Quando perguntaram sobre o proprietário da motocicleta ao cidadão da casa, ele disse que o ex-detento Felipe Douglas tinha pedido para guardá-la.

Foi feita uma consulta no sistema, porém não constava nenhuma irregularidade, mas dada a ficha de Felipe a guarnição encaminhou a moto para a Polícia Civil e descobriu-se que a mesma havia sido furtada na cidade de Acari no último dia 1º de Abril, mas ainda não tinha sido dada entrada na Deprov.

A moto ficou apreendida na delegacia e Felipe Douglas, que tem várias passagens pela polícia, incluindo assalto e furto de veículo, está sendo procurado para dar explicações.

3ª CIPM

Últimos Eventos

21/09/2019
São Vicente/RN
03/03/19
Master Leite
06/05/18
Parque Dinissauros - Povoado Sto Antonio (Cobra)
Março 2017
Aero Clube

Mais eventos

Jornal Expresso RN

Baixar edições anteriores

Curta Jean Souza no Facebook

Siga Jean Souza no Instagram

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
Botch das divs centrais
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!