Arquivos:

Vacina

Dia 18 de agosto começará a vacinação contra pólio e sarampo

A Campanha Nacional de Vacinação ocorre até o dia 31 de agosto e o dia D de mobilização nacional será no próximo sábado, 18 de agosto

Em todo Rio Grande do Norte epenas 10.183 crianças  foram vacinadas Contra a poliomielite e sarampo o número representa 2,6% do público alvo previsto para todo o Estado, segundo o Ministério da Saúde. O período de vacinação se iniciou há sete dias em todo o Brasil.

O Ministério da Saúde, afirma que no Brasil mais de 1,1 milhão de crianças se vacinaram contra a pólio e 1,51 milhão contra o sarampo em todo o país. O quantitativo corresponde a 10,36% do público-alvo para a pólio e 10,27% para o sarampo. Mais de 11 milhões de crianças de um a menores de cinco anos devem ser vacinadas neste período.

Entre os estados com melhor cobertura vacinal neste momento estão: Rondônia, com 39,88% para a pólio e 38,81% para o sarampo, seguido por São Paulo com 27,68% pólio e 27,23% sarampo. Entre as coberturas mais baixam, destacam-se: Roraima, com 0,61% do público-alvo vacinado para pólio e 0,57% para sarampo e Rio de Janeiro, que tem 1,85% pólio e 2,65% sarampo. doenças já eliminadas no Brasil.

Saúde » Vacina

Vacinação contra poliomielite e sarampo segue até 31 de agosto

Teve início nesta segunda-feira (6) a campanha de vacinação contra sarampo e poliomielite no Brasil. Sob a ameaça de retorno de doenças que já eram consideradas “erradicadas” há anos, e com as quedas consideráveis no número de recém-nascidos vacinados, as autoridades têm, na campanha deste ano, a esperança de tentar reverter o quadro no país. Na capital potiguar, o primeiro dia  foi considerado de baixa adesão por alguns postos de saúde. A expectativa, no entanto, é de que os números aumentem gradativamente até o dia 31 de agosto, quando se encerra a campanha.

Na Unidade Básica de Saúde São João, por exemplo, no bairro de Tirol, ao longo da manhã apenas oito crianças foram vacinadas, de acordo com a enfermeira Tânia Rosália, que há 18 anos trabalha na Unidade. “Para um primeiro dia, a adesão está sendo baixa. Mas acredito que a tendência é só melhorar daqui pra frente. Muitos vem sem sequer saber da campanha, para dar outras vacinas às crianças, e acabam descobrindo que estamos fornecendo essa também”, afirma a enfermeira.

O objetivo da campanha, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), é imunizar 43.475 crianças no município. Os pais ou responsáveis podem buscar atendimento em qualquer unidade de saúde da capital. O público-alvo são crianças de doze meses à menores de cinco anos de idade, incluindo aqueles que já receberam as vacinas anteriormente. No Rio Grande do Norte, a campanha deve vacinar 188,8 mil crianças.

Cristiane Cabral, de 56 anos, levou a neta Angelina, para se vacinar. “É importante que as pessoas se atentem às campanhas, porque estamos sob risco de retorno dessas doenças. A gente se preocupa, porque não adianta uma só se vacinar, tem que ser todas”, comenta a avó. Um relatório recente do Ministério da Saúde, divulgado em junho deste ano, aponta que 21 cidades do Rio Grande do Norte estão com alto risco de poliomielite, mais conhecida como paralisia infantil. A doença, que é altamente contagiosa e pode causar sequelas graves para toda a vida, havia sido erradicada do Brasil em 1994, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS). Sua prevenção é simples: a imunização.

Ao longo dos últimos três anos, no entanto, os níveis de cobertura vacinal têm caído consideravelmente em todo país. No RN, os níveis de 2018 foram os mais baixos desde o início do programa nacional de imunização, tendo caído pela metade o número de crianças vacinadas. A meta mínima estipulada pelo Ministério é de que 95% das crianças do país sejam vacinadas. Os índices de cobertura da poliomielite, por exemplo, atingiu apenas 63,9% dos recém-nascidos em 2017. Já a tríplice viral, que previne contra o sarampo, a caxumba e a rubéola, caiu para 51,7% este ano. A Tetraviral, que também imuniza contra o sarampo, a rubéola, a caxumba e a varicela atingiu apenas 38,6% da população.

De acordo com a SMS, apenas aquelas crianças que já foram vacinadas nos últimos 30 dias não precisam de uma nova dose. O “Dia D” da campanha acontece no dia 18 de agosto, com todos os postos de saúde da cidade abertos para vacinação ao longo do dia inteiro. Para atender a todo o país, foram adquiridas 28,3 milhões de doses de vacina, e todos os estados já estão abastecidos. Para o RN, foram distribuídas 476,8 mil doses das três vacinas: a Vacina Inativada Poliomielite (VIP), a Vacina Oral Poliomielite (VOP) e a Tríplice Viral. Além dessas, outras sete são consideradas obrigatórias pelo Ministério da Saúde.

Fonte: Tribuna do Norte

Saúde » Vacina

Vacinação contra a Poliomielite e o Sarampo começa nesta segunda

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e o Sarampo começa amanhã (6) em todo o país. A meta é imunizar mais de 11 milhões de crianças com idade entre 1 ano e menores de 5 anos, público mais suscetível a complicações de ambas as doenças. O Dia D de Mobilização Nacional foi agendado para 18 de agosto, um sábado, mas a campanha segue até o dia 31 de agosto.

De acordo com o Ministério da Saúde, foram adquiridas 28,3 milhões de doses de ambas as vacinas – um total de R$ 160,7 milhões. Todos os estados, segundo a pasta, já estão abastecidos com 871,3 mil doses da Vacina Inativadas Poliomielite (VIP), 14 milhões da Vacina Oral Poliomielite (VOP) e 13,4 milhões da Tríplice Viral, que protege contra o sarampo, a rubéola e a caxumba.

Este ano, a vacinação será feita de forma indiscriminada, ou seja, todas as crianças dentro da faixa etária estabelecida serão imunizadas – mesmo as que já estão com o esquema vacinal completo. Neste caso, a criança vai receber um outro reforço. A campanha ocorre em meio a pelo menos dois surtos de sarampo no Brasil, em Roraima e no Amazonas. No caso da pólio, 312 municípios registram baixas taxas de cobertura vacinal contra a doença.

Fonte:OP9

Campanha » Rio Grande do Norte » Vacina

Campanha de vacinação contra a gripe é antecipada no RN; veja quem deve se vacinar

Prevista inicialmente para o período de 30 de abril a 20 de maio, a Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza 2016 terá seu início antecipado para o próximo dia 25, no RN, pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesap). A vacinação antecipada vai incluir todos os grupos prioritários e o Dia D de mobilização continua mantido para o dia 30.

Na última sexta-feira (14), o Programa Nacional de Imunizações (PNI) realizou um repasse do equivalente a 44,94% das doses destinadas ao Estado, que estão armazenadas na Rede de Frio Estadual. No Estado, a população a ser vacinada é de 776.019 mil pessoas, de acordo com dados do Programa Estadual de Imunizações da Sesap.

“Com o repasse, iniciaremos a entrega de 40% das vacinas nas Regionais e Grande Natal a partir de amanhã (19), para darmos início à vacinação na próxima semana”, afirma Zaira Santiago, responsável técnica pelo Programa Estadual de Imunizações no RN.

Grupos prioritários:

– Pessoas com 60 anos ou mais;

– Crianças de 6 meses até menores de 5  anos;

– Gestantes;

– Puérperas (até 45 anos pós-parto);

– Trabalhadores da saúde (todos os níveis  de complexidade);

– Povos indígenas;

– Portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições especiais;

– População privada de liberdade e funcionários do sistema prisional;

– Adolescente e jovens sob medida socioeducativas (12 a 21 anos)

Portal No Ar
Saúde » Vacina

Governo inclui vacina contra hepatite A no calendário de vacinação do SUS


O Ministério da Saúde anunciou nesta terça (29) que incluirá a vacina contra o vírus da hepatite A no Calendário Nacional de Vacinação do SUS a partir de agosto. A imunização vai ser direcionada a crianças de 1 ano até 1 ano e 11 meses. A meta do ministério é imunizar 95% desse público em um ano, o que totaliza três milhões de crianças.

A vacina já está disponível nas unidades básicas de saúde pública de 11 estados, dentre eles Acre, Rondônia, Alagoas, Ceará, Maranhão, Piauí, Pernambuco, Goiás, Espírito Santo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e do Distrito Federal, segundo o ministério. Nesses estados, os pais que levarem os filhos para vacinar já terão à disposição a nova vacina.

Dengue » Saúde » Vacina

Saúde: Pesquisa revela que vacina contra a dengue testada em humanos tem eficiência de apenas 56%

A vacina contra a dengue ainda está sendo pesquisada, mas já é uma possibilidade.

A vacina contra a dengue ainda está sendo pesquisada, mas já é uma possibilidade bem aceita.

A primeira vacina contra dengue testada em humanos em grande escala mostrou proteção moderada em contrapartida a doença, e já é vista de forma promissora, segundo pesquisa publicada na revista Lancet. No geral, ela apresentou capacidade de proteção de 56% da população vacinada. Não há ainda vacina disponível e licenciada no mundo para imunizar contra o vírus que causa a dengue, mas ela já poderá estar disponível no Brasil em 2015.

O medicamento preventivo foi testado em mais de 10 mil crianças de cinco países asiáticos, continente com maior número de casos e onde as crianças são as mais afetadas. Testada em três doses, a vacina mostrou ser capaz de proteger contra os quatro tipos do vírus circulantes no mundo, mas com eficácias diferentes. A OMS tem como meta a redução da morbidade da dengue em pelo menos 25% e da mortalidade em pelo menos 50% até 2020.

UOL

Últimos Eventos

03/03/19
Master Leite
06/05/18
Parque Dinissauros - Povoado Sto Antonio (Cobra)
Março 2017
Aero Clube
08/07/2017
Parque Exposições - Fotos: Mazilton Galvão

Mais eventos

Jornal Expresso RN

Baixar edições anteriores

Curta Jean Souza no Facebook

Siga Jean Souza no Instagram

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
Botch das divs centrais
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!