Arquivos:

UFRN

Docentes da UFRN entram em greve a partir do dia 11

greveufrn

Entre os docentes que votaram a favor da greve, 492 (68,2%) optaram por um período de sete dias de paralisação. A apuração terminou na madrugada desta quinta-feira (10)

Com expressiva participação, os professores da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) deliberaram pela greve de sete dias. A paralisação começa nesta sexta, 11. A decisão aconteceu em plebiscito realizado entre os dias 7 e 9 de novembro, através de sistema eletrônico. Foram 721 (64,6%) votos a favor e 395 (35,4%) contra a deflagração da greve. Entre os docentes que votaram a favor da greve, 492 (68,2%) optaram por um período de sete dias de paralisação. A apuração terminou na madrugada desta quinta-feira, 10.

O movimento é nacional, integra a agenda da Frente Brasil Popular e das principais centrais sindicais, e é contra as propostas que tramitam no Congresso, como a PEC 55/2016, que tramitou na Câmara com o número 241; PLS 54/2016, o antigo projeto de lei complementar (PL) 257, que legisla sobre a renegociação da dívida dos estados e sinaliza para o mercado com medidas de contenção de custos que vão do arrocho salarial dos servidores públicos à privatização de empresas estatais; as Reformas da Previdência e do Ensino Médio; e a Lei da Mordaça.

“A nossa responsabilidade neste momento não é pequena. Depende do nosso poder de mobilização a construção de um amplo movimento de resistência”, avalia o presidente do ADURN-Sindicato, Wellington Duarte.

O dirigente chamou atenção, ainda, para a representatividade e a legitimidade do processo de consulta, que permitiu o posicionamento de um número expressivo dos docentes. “O resultado do plebiscito é, antes de tudo, a consolidação de uma forma democrática de consultar os professores e de reforçar o papel das assembleias na medida em que ela inicia o debate, cabendo à Direção do Sindicato dialogar com toda a categoria”, afirmou.

Participaram os professores sindicalizados e não sindicalizados. Somando ativos e aposentados, ao todo são 3.933 aptos a votar.

ADURN
Eventos » UFRN

Ceres de Currais Novos promove palestra na área de Linguística

 O Centro de Ensino Superior do Seridó (Ceres), campus de Currais Novos, promove a palestra Tradição Gramatical e Linguística: Uma visão crítica. O evento acontece no dia 31 de outubro, às 19h. Ministrada pelo professor Luciano Pontes, docente titular da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), na palestra serão discutidos temas relacionados ao ensino de gramática, a influência da ciência da linguagem no ensino de língua, entre outras questões relacionadas ao assunto.

A iniciativa faz parte de uma ação de extensão coordenada pelo professor Márcio Santiago, do Departamento de Letras do Ceres, e tem como público-alvo alunos do Mestrado Profissional em Letras (Profletras/UFRN-Ceres), alunos da Graduação em Letras do Ceres e por se tratar de uma atividade de extensão, a palestra também é aberta à comunidade externa interessada na temática.

Educação » Notícias » Rio Grande do Norte » UFRN

GREVE: Servidores da UFRN entram em greve amanhã

Reitoria UFRN

Reitoria UFRN

Os servidores e técnico-administrativos da Universidade Federal do Rio Grande do Norte estão com greve marcada para começar amanhã quinta-feira. O principal motivo: falta de cumprimento de acordo feito na mesa de negociações da greve anterior.

Segundo o Sindicato Estadual dos Trabalhadores da Educação no Ensino Superior do Rio Grande do Norte (Sintest/RN), o governo federal cumpriu apenas o reajuste salarial, mas os demais prontos da pauta não foram implantados. Além da greve dos técnico-administrativos, os professores da instituição poderão entrar em greve por até uma semana.

UFRN

UFRN divulga edital para reocupação de vagas residuais 2017.1

Edital e as demais informações sobre o processo seletivo estão disponíveis no site da Comperve.

Edital e as demais informações sobre o processo seletivo estão disponíveis no site da Comperve.

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) divulgou na última segunda-feira, 18, o edital de processo seletivo para reocupação de vagas residuais. São oferecidas 440 vagas nos cursos de graduação da UFRN, distribuídas entre os campi de Natal, Macaíba, Santa Cruz, Caicó e Currais Novos. As inscrições serão realizadas de 8 a 29 de agosto, exclusivamente via internet, no endereço www.comperve.ufrn.br.

Podem concorrer os candidatos com vínculo ativo em curso de graduação pertencente à instituição nacional de nível superior, portadores de diploma ou certificado de conclusão de graduação em curso reconhecido, além de ex-alunos  de  graduação  da  UFRN  que tiveram  o  programa cancelado nos períodos 2012.1 a 2016.2.

As provas serão realizadas na data provável de 25 de setembro, e o resultado final do certame será divulgado na data provável de 16 de novembro de 2016. O edital e as demais informações sobre o processo seletivo estão disponíveis no site da Comperve.

UFRN

UFRN abre concurso para professores adjuntos e auxiliares

Divulgação

Divulgação

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), por meio da Pró-Reitora de Gestão de Pessoas (Progesp), divulgou edital de concurso público para professores adjuntos e auxiliares de nível superior. São ofertadas 20 vagas, distribuídas em diferentes áreas, cargos e regimes de trabalho.

As inscrições começam nesta quarta-feira, 20, e vão até o dia 18 de agosto. Para se inscrever, o candidato deverá ir à página do Sistema Integrado de Gestão de Recursos Humanos (Sigrh), preencher o formulário disponibilizado e pagar a taxa de R$ 220,00 (para professores adjuntos) e R$ 50,00 (para professores auxiliares).

O processo seletivo acontece entre os dias 16 de outubro e 18 de novembro e tem quatro etapas: prova escrita, prova didática, defesa de memorial e projeto de atuação profissional, e prova de títulos. Outras informações podem ser consultadas no edital de abertura do concurso ou no site da Progesp.

UFRN

UFRN divulga mudanças no uso do cartão do Restaurante Universitário

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) apresentou mudanças para a utilização do Restaurante Universitário (RU). A partir do dia 25 de julho, o pagamento de refeições no RU somente será realizado por meio da geração de uma Guia de Recolhimento da União (GRU) no Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas (Sigaa).

Para evitar que o usuário seja prejudicado, será feito um adiantamento, após gerar a GRU, de 8 (oito) refeições. Esse adiantamento será debitado quando o valor pago for compensado pelo sistema bancário.

Em caso de extravio do cartão, é preciso comunicar o fato imediatamente à Coordenadoria de Apoio Pedagógico e Ações de Permanência (Capap) ou à Direção do RU. O uso indevido do cartão acarretará no imediato cancelamento e na perda da condição de usuário do restaurante.

Notícias » UFRN

Pesquisa da UFRN aponta riscos com a queima artesanal da castanha de caju

O pesquisador do Programa de Pós-graduação em Bioquímica do Centro de Biociências da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Marcos Felipe Galvão, desenvolveu uma pesquisa com o objetivo de apontar os riscos com a queima artesanal da castanha de caju no semiárido potiguar.

De acordo com o pesquisador, o Brasil configura-se entre os maiores produtores de castanha de caju do mundo. Contudo a queima da castanha ainda é realizada de forma artesanal, sobretudo no semiárido brasileiro.

A região semiárida do Brasil é caracterizada por uma estação chuvosa curta anual e longos períodos de forte seca. Nesse contexto, o beneficiamento artesanal da castanha de caju é uma alternativa socialmente e financeiramente viável, pois além de poder ser desenvolvida por todos os membros de uma família, é um produto facilmente comercializável.

No entanto, a falta de assistência aos trabalhadores, a informalidade da atividade e a falta de conhecimento por parte da sociedade em geral a respeito das condições nas quais ocorre a queima da castanha de caju, dificultam o controle dos potenciais efeitos nocivos associados a este tipo de atividade.

Diante disto, o objetivo do estudo foi realizar uma caracterização físico-química do material particulado (MP) emitido pela queima artesanal da castanha de caju, assim como determinar o risco ocupacional e mecanismos moleculares associados.

Métodos

Foram utilizados dois métodos de medição do material particulado (MP), um baseado nas propriedades óticas das partículas, enquanto que o segundo nas análises gravimétricas. Em seguida, as partículas foram caracterizadas fisico-quimicamente por microscopia eletrônica de varredura (MEV) acoplada a espectroscopia de raio X por energia dispersiva (EDS), além de um complexo sistema de cromatografia líquida de alta eficiência acoplado a um cromatógrafo gasoso conjugado com um espectrômetro de massa (CLAE-CG-EM).

As análises de dispersão, trajetória e deposição do material particulado foram calculadas utilizando o modelo NOAA-HYSPLIT.

O monitoramento da população exposta foi avaliado pela quantificação de biomarcadores de exposição na urina (1-hidroxipireno) e de efeitos genotóxicos e citotóxicos nas células da mucosa oral dos trabalhadores (micronúcleos, broto nuclear, cariólise, cariorréxis, picnose, condensação da cromatina e células binucleadas).

Os mecanismos moleculares foram avaliados em cultura de células do pulmão humano (A549), utilizando técnicas de biologia molecular, tais como a avaliação da fosforilação de proteínas por western blot e a expressão gênica por PCR quantitativa em tempo real (qRT-PCR).

Os experimentos foram conduzidos pelo doutorando Marcos Felipe envolvendo diversos laboratórios da UFRN, tais como o Laboratório de Biologia Molecular e Genômica (LBMG), Laboratório de Mutagênese Ambiental (LAMA), Laboratório de Microscopia Eletrônica de Varredura e o Grupo de Pesquisa de Modelagem e Observação de Química da Atmosfera (GP-MOQA), bem como as parcerias nacionais com o Laboratório de Estudos em Química Atmosférica do IQ-USP e Laboratório de Toxicologia da UFBA. Além disso, foram conduzidos experimentos nas instituições envolvidas durante o doutorado sanduíche, a Universidade de Estocolmo e o Karolinksa Institutet, Suécia.

Resultados

As características mais evidentes do material particulado foram a prevalência de partículas finas, morfologias típicas da queima de biomassa e dos elementos K, Cl, S, Ca e Fe. Além disso, as análises de modelagem atmosférica sugerem que essas partículas podem atingir regiões distantes da fonte de emissão.

Os hidrocarbonetos policíclicos aromáticos (HPAs) com potencial carcinogênico, tais como: benzo(a)pireno, dibenzo(a,h)antraceno, benzo(a)antraceno, benzo(b)fluoranteno, criseno, benzo(k)fluoranteno, indeno(1,2,3,-c,d)pireno e benzo(j)fluoranteno foram os mais abundantes nas duas campanhas de monitoramento do ar.

Dentre os oxi-HPAs, a benzantrona (7H-benzo(d,e)antraceno-7-ona) teve a maior concentração e a avaliação do risco de câncer de pulmão indicou um aumento de 12 a 37 casos de câncer a cada 10.000 pessoas expostas.

A exposição ocupacional aos HPAs foi confirmada pelo aumento dos níveis urinários de 1-hidroxipireno, assim como a genotoxicidade foi evidenciada pelo aumento de micronúcleos e broto nuclear em células da mucosa oral, nos trabalhadores expostos.

Outros biomarcadores de efeito, tais como cariólise, cariorréxis, picnose, condensação da cromatina e células binucleadas também tiveram a sua frequência aumentada quando comparado com um grupo controle não exposto.

Utilizando doses não citotóxicas, o extrato foi capaz de ativar proteínas envolvidas na via de resposta ao dano no DNA (Chk1 e p53). Além disso, foi verificado a contribuição específica dos quatro HPAs mais representativos na amostra de queima da castanha de caju e o benzo(a)pireno foi o HPA mais eficiente na ativação de Chk1 e p53.

“Podemos concluir que o o extrato orgânico foi capaz de aumentar de forma persistente a expressão de mRNAs envolvidos na metabolização dos HPAs (CYP1A1 e CYP1B1), bem como resposta inflamatória (IL-8 e TNF-α) e parada no ciclo celular (CDKN1A) para reparo no DNA (DDB2)” destaca o pesquisador.

Problemas para a população

As altas concentrações do material particulado e os seus efeitos biológicos associados alertam para os graves efeitos nocivos da queima artesanal da castanha de caju e medidas urgentes, tais como a organização dos trabalhadores em associações e cooperativas, a viabilização de projetos de mini-fábricas com sistemas de exaustão coletiva que eliminam os poluentes atmosféricos, o uso de equipamentos de proteção individual, como luvas e máscara, bem como a melhoria no sistema de saúde da comunidade devem ser tomadas para o desenvolvimento sustentável da atividade.

Novo Jornal
UFRN

UFRN lança publicação sobre o programa “Mais Médicos” no estado

O evento de lançamento será no Hotel Holiday Inn, localizado na avenida Salgado Filho.

O evento de lançamento será no Hotel Holiday Inn, localizado na avenida Salgado Filho.

Em parceria com a Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) lança, no dia 22 deste mês, os resultados do estudo de caso sobre o programa Mais Médicos em municípios de pequeno porte do estado. O evento de lançamento será no Hotel Holiday Inn, localizado na avenida Salgado Filho, número 1906, das 14h às 18h.

Na ocasião, será realizada uma mesa-redonda para debater o programa Mais Médicos entre diversas perspectivas, contando com a participação da Opas, da UFRN e de instituições parceiras na pesquisa.

Programa Mais Médicos

O programa Mais Médicos, vinculado ao governo federal, busca a melhoria do atendimento aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), levando médicos para regiões onde há mais ausências desses profissionais para qualificar o atendimento básico ao cidadão.

Segundo dados do Governo Federal, em dois anos de programa são cerca de 18 mil médicos em mais de 4 mil municípios, atendendo 63 milhões de brasileiros que, anteriormente, não eram contemplados pelo SUS.

Notícias » Oportunidade » Santa Cruz » UFRN

Aberto processo seletivo com 14 vagas para o Mestrado Acadêmico em Ciências da Reabilitação da UFRN – Campus Santa Cruz

Por já possuir uma cultura de atividades multidisciplinares advinda de sua criação, e na perspectiva de formar pesquisadores capacitados, as unidades de ensino universitário da UFRN da cidade de Santa Cruz (FACISA e HUAB) construíram o Programa de MESTRADO ACADÊMICO EM CIÊNCIAS DA REABILITAÇÃO.

Esta decisão envolveu um grupo de docentes com formações diversas que vieram de diferentes regiões do país e unificam o ensino e pesquisa na perspectiva multiprofissional no interior do estado. Esse corpo docente possui projetos multi e interdisciplinares que contemplam estudos sobre atenção à saúde das populações em seus ciclos de vida, na perspectiva da reabilitação.

O MESTRADO ACADÊMICO EM CIÊNCIAS DA REABILITAÇÃO oferece 14 vagas para profissionais de diferentes profissões na área da saúde e concentra seus projetos de pesquisa em duas diferentes linhas. O edital de seleção e as instruções para inscrição estão disponíveis no site: https://sigaa.ufrn.br/sigaa/public/processo_seletivo/lista.jsf

 

UFRN

UFRN sediará encontro sobre cultura hebraica

O Departamento de Línguas e Literaturas Estrangeiras Modernas (DLLEM) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) realiza nos dias 4 e 5 de julho o I Encontro de Língua e Cultura Hebraica. O evento acontece no auditório B do Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA). As inscrições são gratuitas e acontece no local, das 9h às 9h30.

O evento tem o objetivo de introduzir a história e o desenvolvimento da língua hebraica e dos textos clássicos ao público geral, incentivar estudos sobre a língua e a cultura dentro da academia e apresentar aspectos da história e da cultura judaica na contemporaneidade.

Dia 4 de julho

10h – Abertura

10h às 11h30 – O Hebraico e a Bíblia – professor Dr. Marcos Tindo

14h às 15h30 – Resquícios do Ladino na Fala do Nordeste Brasileiro – professor Cleudo Freire

15h45 às 17h15 – Apresentação musical

Dia 5 de julho

10h às 11h30 – Identidade judaica, memória e esquecimento: a questão da inquisição no nordeste – professor Pablo Capistrano

14h às 15h30 – O Estado de Israel – professor Samuel Max Gabbay

16h às 17h30 – Marranismo, retorno e identidade judaica: reflexões – professor Thadeu Brandão

17h30 – Encerramento

PortalNoAr

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
Botch das divs centrais
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!