Arquivos:

Currais Novos » Turismo

Antes de evento, potencial para turismo de aventura em Currais Novos será estudado

Para participar, é necessário ser ligado ao ecoturismo e turismo de aventura e se registrar no LINK.

O primeiro AdventureConnect do Nordeste do Brasil acontecerá em Natal, no dia 7 de novembro, de 19h às 22h. O gerente de Parceiros na América Latina da Adventure Travel Trade Association (ATTA), Diego Arelano, estará no Rio Grande do Norte para promover, junto com a Empresa Potiguar de Promoção Turística (Emprotur) e o Sebrae/RN o primeiro AdventureConnect no Nordeste do Brasil. Para participar, é necessário ser ligado ao ecoturismo e turismo de aventura e se registrar no LINK.

A proposta do evento é reunir os profissionais que atuam em Natal e em todo o estado para uma ação de relacionamento e novas perspectivas a respeito do ecoturismo e turismo de aventura, aproveitando para reforçar laços e firmar novas parcerias. Além disso, Diego fará uma apresentação sobre a atuação mundial da ATTA e a importância de ter um destino inserido no portfólio da associação.

“Estou muito contente em realizar esse primeiro AdventureConnect do Nordeste no Rio Grande do Norte. O estado é conhecido por abrigar a maior formação de cavernas do país, tem algumas exuberantes regiões serranas e um grande parque arqueológico. Escutamos muito falar sobre sol e praia, mas acredito que o destino tenha um grande potencial para ser referência nos segmento de ecoturismo e turismo de aventura”, comentou Diego Arelano.

A participação de Diego faz parte de uma ação inédita da Emprotur, em parceria com o Sebrae/RN e trade turístico do estado, por meio do Projeto Investe Turismo, que está realizando um famtour com as principais associações e operadoras de turismo internacionais com atuação no Brasil. Intitulado “Caçadores do Pôr do Sol”, a ação está em sua segunda etapa.

Antes do evento, Diego Arelano irá desbravar o potencial para o turismo de aventura dos municípios de Serra de São Bento, Serra Caiada, Currais Novos, Santa Cruz, Carnaúba dos Dantas e Serra Caiada. Pelo caminho, o executivo terá a oportunidade de conhecer as belezas do Geoparque Seridó, o Açude Gargalheiras, o Canyons dos Apertados, o Sítio Arqueológico Xique-xique e algumas opções ligadas ao ecoturismo e turismo de aventura na região serrana do estado.

“Realizei uma visita técnica pelo interior e me surpreendi com o potencial para ecoturismo e turismo de aventura que o Rio Grande do Norte apresenta. Nesse sentido, começamos a desenhar estratégias com outros segmentos do turismo e queremos explorar todas as possibilidades de forma responsável e profissional, esperamos a curto prazo promover a interiorização do turismo no Rio Grande do Norte e fomentar novos negócios na cadeia produtiva do setor”, revelou o presidente da Emprotur, Bruno Reis.

Parte da missão da ATTA é servir como centro e facilitadora para negócios, destinos e mídia de ecoturismo e turismo de aventura, os AdventureConnects oferecem à comunidade uma chance de se conectar e crescer. Nesse sentido, a ação conta com o apoio do Sebrae/RN. “Estamos apoiando o evento não apenas pela visibilidade que ele trará para o segmento de ecoturismo e turismo de aventura no estado, mas também para conhecer mais empreendedores que atuam nessa área e incentivar a sua formalização e profissionalização”, revelou Yves Guerra, gestor do Projeto Investe Turismo do Sebrae/RN.

Blog do Ismael
Currais Novos » Turismo

Currais Novos se mantém em lista do Mapa de Turismo 2019

Saltou de 75 para 79 a quantidade de municípios potiguares presentes no Mapa do Turismo 2019

Aumentou de 75 para 79 a quantidade de municípios potiguares presentes no Mapa do Turismo 2019. A lista, que é elaborada pelo Ministério do Turismo, define os destinos que podem receber investimentos do governo federal. No país, 2.694 municípios de 333 regiões com vocação turística estão na relação.

Quanto ao RN, levando-se em comparação à edição de 2017, quando foi elaborado o último mapa, alguns pontos merecem destaque:

  • 66 municípios foram mantidos na lista, sendo que 8 sofreram alguma mudança de categoria (que são: A, B, C, D e E, dependendo da receita gerada, quantidade de estabelecimentos de hospedagem formais e fluxo de turistas, por exemplo);
  • 9 municípios foram excluídos da relação por não atenderem exigências do Ministério do Turismo – entre elas a obrigação de participação em instância de governança e em Conselho Municipal de Turismo.
  • 13 municípios foram incluídos no mapa e se tornaram aptos a receber recursos para o incentivo e incremento do setor.
    O aumento do número de municípios incluídos no mapa foi comemorado pela Secretaria de Turismo do RN (Setur). “Precisa dessa organização, dessa aproximação com o setor privado e com a comunidade”, destacou a subsecretária de Políticas e Gestão Turística da Setur, Solange Portela.

Além da necessidade de o município ter um órgão de turismo em atividade e conselho municipal funcionando, o novo mapa adotou outros critérios obrigatórios para a participação na plataforma: orçamento próprio destinado ao turismo e possuir prestadores de serviços turísticos de cadastro obrigatório registrados no Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos (Cadastur), do Ministério do Turismo.

Um dos município incluídos na lista foi Upanema, na região Oeste do estado, que tem a Barragem de Umari como um dos principais atrativos turísticos. Com capacidade para até 292.8 milhões de metros cúbicos de água, ela é o terceiro maior reservatório do estado.

Abaixo, veja relação completa dos municípios potiguares que foram mantidos, mudaram de categoria, excluídos e incluídos no Mapa do Turismo 2019:

Municípios mantidos:

  • Acari
  • Assu
  • Alexandria
  • Areia Branca
  • Baía Formosa
  • Baraúna
  • Campo Redondo
  • Canguaretama
  • Carnaubais
  • Ceará-Mirim
  • Cerro Corá
  • Currais Novos
  • Extremoz
  • Felipe Guerra
  • Florânia
  • Galinhos
  • Grossos
  • Guamaré
  • Ipanguaçu
  • Itajá
  • Jaçanã
  • José da Penha
  • Jucurutu
  • Lagoa Nova
  • Luís Gomes
  • Macau
  • Major Sales
  • Marcelino Vieira
  • Maxaranguape
  • Monte das Gameleiras
  • Mossoró
  • Natal
  • Parelhas
  • Parnamirim
  • Passa e Fica
  • Patu
  • Pau dos Ferros
  • Pedra Grande
  • Portalegre
  • Riacho da Cruz
  • Rio do Fogo
  • Santa Cruz
  • São Bento do Trairi
  • São Gonçalo do Amarante
  • São José do Campestre
  • São Miguel
  • São Miguel do Gostoso
  • Serra Caiada
  • Serra de São Bento
  • Serra Negra do Norte
  • Serrinha dos Pintos
  • Sítio Novo
  • Tangará
  • Tibau
  • Tibau do Sul
  • Touros
  • Venha-Ver
  • Viçosa

Mudaram de categoria

  • Apodi (passou da categoria D para a C)
  • Caicó (passou da categoria C para B)
  • Caraúbas (passou da categoria D para a C)
  • Carnaúba dos Dantas (passou da categoria E para a D)
  • Lucrécia (passou da categoria E para a D)
  • Martins (passou da categoria D para a C)
  • Nísia Floresta (passou da categoria C para a D)
  • Porto do Mangue (passou da categoria D para a E)

Excluídos:

  • Afonso Bezerra
  • Coronel Ezequiel
  • Encanto
  • Frutuoso Gomes
  • Janduís
  • Macaíba
  • Montanhas
  • São Rafael
  • Senador Georgino Avelino

Incluídos

  • Fernando Pedroza
  • Japi
  • Jardim do Seridó
  • Olho D’Água do Borges
  • Pedro Velho
  • Pendências
  • Riachuelo
  • Santo Antônio
  • São Francisco do Oeste
  • São João do Sabugi
  • Serra do Mel
  • Upanema
  • Vila Flor
G1
Turismo

Assembleia debaterá interiorização do turismo religioso no RN

A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte (ALRN) irá realizar no próximo dia 25 uma audiência pública para discutir a “Interiorização do Turismo Religioso no Rio Grande do Norte”. O propositor da iniciativa foi o deputado estadual Tomba Farias (PSDB). O evento terá a participação de representantes do “trade turístico potiguar”, além de prefeitos e secretários de turismo de municípios com potencial no turismo religioso.

Para Tomba, o turismo religioso é um segmento que deve receber especial atenção dos órgãos governamentais, já que, bem trabalhado, pode-se tornar um indutor para a geração de emprego e renda em municípios, garantindo uma mudança no perfil econômico de pequenas cidades, cuja economia está atrelada às atividades tradicionais.

“No entanto, infelizmente o que se constata é que a interiorização do turismo no Rio Grande do Norte, sobretudo no segmento de turismo religioso, é uma realidade ainda distante de ser consolidada, e que na maioria das vezes reflete a falta de apoio dos governos. O que vemos é que as cidades vocacionadas para o turismo religioso se deparam com necessidades como melhorias no sistema viário, condições básicas de infraestrutura urbana, recursos e atrativos turísticos, além de um aprimoramento nas ações de promoção e marketing desses municípios”, lamenta.

Para a audiência pública estão sendo convidados gestores de municípios vocacionados para o turismo religioso, como Santa Cruz, São Gonçalo do Amarante, Açu, Patu, Mossoró, Caicó, Canguaretama, Carnaúbas dos Dantas, entre outros. Também devem participar do evento gestores do governo do Estado, dirigentes de instituições como a ABAV/RN, ABIH/RN, Fecomércio e Sebrae, além de representantes de empresas privadas.

No Rio Grande do Norte, o principal “case” de sucesso do turismo religioso localiza-se no município de Santa Cruz. É lá que se situa o santuário de Santa Rita de Cássia, onde foi implantada a maior estátua religiosa do mundo. No entanto, o estado conta com vários outros destinos vocacionados para o turismo religioso e que carecem de investimentos por parte do poder público.

Potencial econômico

Para o parlamentar, é necessário o governo estadual voltar os seus olhos para a interiorização do turismo religioso, diversificando a atividade turística no estado, que é tradicionalmente voltada para o turismo de “sol & mar”. Tomba Farias destaca que estados que investem no turismo religioso colhem bons resultados e atraem visitantes nacionais e internacionais.

“Em 2017, o Brasil, maior país católico do mundo, recebeu 30 mil peregrinos estrangeiros, que vieram visitar as mais de 200 atrações voltadas à fé. Entre elas se destacam Aparecida, em São Paulo, Nova Jerusalém, no agreste pernambucano, o Santuário do Padre Cícero, que leva milhares de fiéis a Juazeiro do Norte, no interior do Ceará, e Belém do Pará, onde se comemora o tradicional Círio de Nazaré. Apenas a Catedral-basílica de Aparecida recebeu, no ano passado, 12 milhões de visitantes. Se o turismo religioso é forte em outros destinos, porque não acontece também no Rio Grande do Norte”, questiona o deputado.

Portal no Ar
Currais Novos » Turismo

CURRAIS NOVOS: Oficina de Remapeamento Turístico do Polo Seridó aconteceu nesta terça (26)

Destacar os potenciais turísticos das regiões potiguares tem sido um dos principais objetivos das Oficinas de Remapeamento/Atualização do Mapa do Turismo 2019 que vem sendo realizado pela Secretaria Estadual de Turismo desde o início deste ano, e nesta terça-feira, 26, o encontro aconteceu em Currais Novos com a participação dos municípios do Polo Seridó.

No encontro realizado no auditório da CDL Currais Novos, representantes das secretarias de turismo dos municípios da região receberam orientações e recomendações de Carmem Vera, Coordenadora Operacional e Interlocutora do Programa de Regionalização junto ao Ministério do Turismo. “É muito importante que os municípios participem desta atualização para que estejam inseridos no mapa do turismo brasileiro”, comentou. Para o Vice-Prefeito de Currais Novos, Anderson Alves, o turismo é uma das atividades mais importantes para a economia nacional. “Currais Novos é uma cidade com grande potencial turístico e nosso trabalho vem fortalecendo cada vez mais esse setor”, afirmou.

Também estiveram na Oficina a Secretária Municipal de Turismo e Desenvolvimento Econômico, Ana Albuquerque, as técnicas da SETUR, Vera Barreto e Mércia Motta, Professor Marcelo Taveira (UFRN), Janaina Medeiros (Geoparque Seridó), e representante do Banco do Nordeste.

Rio Grande do Norte » Seridó » Turismo

AMSO reúne prefeitos e apresenta proposta para criação do Consórcio Geoparque Seridó

Prefeitos que compõem a Associação dos Municípios do Seridó Oriental estiveram reunidos na tarde de quarta-feira (20) em Currais Novos, para mais um encontro. Na pauta demandas importantes para as cidades como a apresentação do Projeto Geoparque Seridó e a Criação do Consórcio Geoparque. Ainda foi informado que terá início cursos para servidores dos municípios associados.

O presidente da AMSO, Sally Araújo (PSD), que é prefeito de Cruzeta, abriu os trabalhos e logo convidou o professor da UFRN, Marcos Nascimento pra falar do Projeto Geoparque e a criação do consórcio. “O Geoparque fomenta o turismo na nossa região. Não tenho dúvidas que esta é uma demanda muito importante para o desenvolvimento do Seridó e o Rio Grande do Norte reconhecendo os municípios que compõe o polo e formam hoje o Consórcio Geoparque”, contou Sally.

O professor Marcos agradeceu a recepção dos prefeitos. “O convite de vir ate a Associação foi de suma importância porque conseguimos unir os seis municípios que fazem parte do Geoparque e os demais a favor do bem comum que é o desenvolvimento territorial sustentável, agora na ótica de um consórcio que será o Consórcio do Geoparque Seridó”.

Campo Redondo » Turismo

Campo Redondo participa de reunião do Pólo Agreste-Trairí de Turismo

Representantes da cidade de Campo Redondo estiveram participando da 22ª reunião do Pólo Agreste-Trairí de Turismo que aconteceu nesta terça-feira (26) na cidade de Serra Caiada. O encontro, que contou com diversas cidades que compõe o polo, foi conduzido pela secretária estadual de Turismo, Ana Maria da Costa. De Campo Redondo o secretário municipal e o coordenador de Turismo, Ivanildo Monteiro e Danielson da Silva. A subsecretária de turismo, Solange Portela e a chefe do financeiro da Setur, Mércia Motta, também acompanharam o evento.

No bate-papo foi apresentado o calendário de eventos turísticos do RN e os requisitos obrigatórios para o remapeamento das cidades turísticas brasileiras em 2019. A cada dois anos, o Ministério do Turismo realiza a ação para atualizar os municípios que são considerados turísticos no país. Campo Redondo, que tem assento no Conselho de Turismo, entrou recentemente no calendário turístico potiguar.

Caicó » Turismo

CAICÓ: Castelo de Engady está em ruínas

Está em rápido processo de ruínas o Castelo de Engady,localizado em Caicó, município da região do Seridó do Rio Grande do Norte. Reconhecido como um dos maiores cartões postais do município a edificação foi construída pelo Monsenhor Antenor Salvino de Araújo em estilo que se aproxima o mouro-medieval, para ser lugar de recolhimento e oração.

Desde 2006, quando o Governo do Estado adquiriu o espaço por R$ 225 mil, não houve uma destinação definida para o bem público. No local, foi fixado uma placa turística, mas o que pode ser visto é apenas mato, sujeira, animais, restos de algumas peças quebradas e vestígios de vândalos que usam o espaço para o uso de droga e álcool.

Sobre as peças que o espaço abrigava como velhas arcas, velhos armários, baús, bancos, oratórios, pilões, rústicas camas, cadeiras, tripeças e largadas peças de engenho, de casas de farinha e de vapores de algodão; muitas foram doadas e estão expostas na Casa de Cultura do município.

Blog Wllana Dantas
Investimento » Rio Grande do Norte » Turismo

Governo tenta ampliar turismo no RN com incremento da malha aérea

Garantir segurança jurídica, reforçar ações para reduzir a violência, ampliar a malha aérea, interiorizar o turismo com valorização da cultura regional e instalar internet pública de alta qualidade. Estas são ações do Governo que estão em curso para incentivar e fortalecer a atividade turística no Rio Grande do Norte e que foi a pauta da reunião, nesta sexta-feira, 08, da governadora Fátima Bezerra com diretores do grupo catalão Serhs.

O grupo Serhs tem o maior hotel de Natal, com 396 apartamentos na Via Costeira e o Serhs Vila da Pipa, em Tibau do Sul, com 22 chalés. O grupo hoje oferece 400 empregados diretos e é o hotel que mais recolhe impostos ao Estado. Em janeiro deste ano o hotel hospedou 30 mil visitantes.

“O nosso governo tem como prioridade também o fortalecimento da cadeia produtiva do Turismo. Vamos ampliar esta atividade que é uma das que mais gera emprego e renda”, informou Fátima Bezerra citando que já no primeiro mês da gestão o índice de violência foi reduzido em 38%. “Isso foi resultado da atuação do nosso governo, com uma gestão integrada do sistema de segurança”, explicou.

A governadora Fátima Bezerra anunciou que em março próximo o governo vai lançar o Plano Estadual de Segurança Pública que contempla novas medidas de atuação e habilita o RN a receber recursos do Governo Federal.

Junto ao grupo Inframerica, que administra o aeroporto de São Gonçalo do Amarante, o governo do estado trata da ampliação da malha viária visando ampliar o acesso a grandes centros como São Paulo e Brasília e da redução de custos das passagens.

Em relação à segurança jurídica, Fátima Bezerra disse que “esta é uma forte preocupação do governo que possui uma equipe técnica altamente qualificada”. Ela citou o Instituto de Desenvolvimento do Meio Ambiente, Idema “que está capacitado para dar total assistência à instalação de novos investimentos. E também para tratar junto a outras instâncias como o Ministério Público, para dar andamento e agilizar processos”.

Outra iniciativa em curso pela administração é a instalação de internet pública de qualidade, através de Parceria Público Privada. A interiorização do turismo é outra medida que contribuirá para aumentar a permanência dos visitantes no RN. “Vamos sair do tradicional sol e mar e mostrar nossa cultura, culinária, riquezas e belezas naturais do interior”, destacou Fátima Bezerra.

O presidente do conselho de administração do grupo Serhs, Jórdi Bagó afirmou a disposição de continua operando no RN e ampliar negócios. “Saio da reunião com a certeza de que o Governo do Estado está fortemente empenhado em solucionar questões que impactarão positivamente na atividade turística”, afirmou.

A Secretária de Turismo e presidente da Emprotur, Ana Maria Costa destacou a prioridade que a atual administração trata o turismo e as boas relações entre o governo e os empreendedores. “Manteremos o diálogo necessário e importante para o fortalecimento do turismo e para a ampliação dos investimentos em todo o RN”, declarou Ana Maria. Também participaram da reunião o vice-governador Antenor Roberto, o diretor executivo do grupo Serhs no Brasil, Willian Lass e o diretor de desenvolvimento corporativo, Ivanaldo Bezerra.

Agora RN
Rio Grande do Norte » Turismo

Para presidente da Abav, “falta mais união” ao turismo no Rio Grande do Norte

Com um aeroporto de padrão internacional, uma hotelaria situada entre as melhores do Brasil e uma localização geográfica privilegiada pela proximidade da Europa, a falta de uma oferta maior de voos para o Rio Grande do Norte só pode ser explicada pela falta de uma articulação maior da classe política do estado.

É o que pensa o presidente da Associação Brasileira das Agências de Viagem no RN (Abav), Abdon Gosson, em entrevista ao Jornal Agora, na 97,9 FM. Otimista em relação a uma recuperação da economia, Gosson não vê outra saída para o RN a não ser a união imediata dos parlamentares da bancada potiguar em torno da bandeira do turismo do RN onde os diferenciais competitivos oferecidos pela natureza se somam a equipamentos que podem ajudar a promoção do destino.

“Temos de longe a melhor hotelaria e podemos nos transformar na capital da gastronomia. Basta que todos – Estado, municípios, classe política e iniciativa privada – desmontem seus palanques e criem uma agenda focada no turismo”, afirmou Gosson.

Ele criticou a demora da gestão da à época governadora Rosalba Ciarlini de baixar as alíquotas do ICMS sobre querosene de aviação (QAV). O incentivo, iniciado ainda na administração da governadora Wilma de Faria e retomado na gestão Robinson Faria, pretendia estimular empresas a aumentarem suas escalas no RN para reabastecer as aeronaves.

Atualmente, essa isenção tem sido examinada no governo Fátima Bezerra, que não viu consequências positivas nessa renúncia fiscal do ponto de vista de atração de novos voos.

“Até São Paulo, que é o portão de entrada do país e relutou por muito anos em conceder a isenção, rendeu-se ao movimento iniciado lá atrás pelo governo Robinson e, junto com outros estados, baixou sua alíquota sobre o QAV para 12%”, lembrou o presidente da Abav.

Então, por que outros estados do Nordeste, como Fortaleza e Recife, conseguiram atrair mais voos, enquanto o RN não? Gosson diz que já se fez essa pergunta muitas vezes. Depois que essas capitais atraíram as bases operacionais das principais companhias do mundo, o comportamento focado de suas bancadas parlamentares, somadas à união de esforços de administrações públicas e lideranças empresariais, fizeram toda a diferença.

Agora, com uma grade reduzida de voos no RN, o presidente da Abav vê problemas caso a governara Fátima Bezerra, por conta da situação fiscal, resolva subir a atual alíquota do QAV. “Logicamente, corremos de perder ainda mais os poucos voos que já temos”, alertou.

Agora RN
Rio Grande do Norte » Turismo

Turistas estrangeiros apontam RN como o estado mais hospitaleiro do Nordeste

Rio Grande do Norte é o estado nordestino mais hospitaleiro, de acordo com os turistas estrangeiros

O Ministério do Turismo divulgou um ranking com os principais estados brasileiros que são considerados os mais hospitaleiros pelos turistas estrangeiros que visitam o país. O Rio Grande do Norte foi grande destaque como o estado nordestino mais bem colocado no quesito, com 98,4% dos votos favoráveis.

O campeão do bem-receber é o estado do Mato Grosso do Sul, cuja hospitalidade recebeu aval de quase totalidade (99,6%) dos visitantes internacionais que lá estiveram. O acolhimento dos estados da região Sul também foi destaque na pesquisa, colocando Santa Catarina (99,2%), Rio Grande do Sul (98,9%) e Paraná (98,5%) na sequência dos mais bem avaliados do país neste quesito. A pesquisa de demanda internacional do MTur destaca ainda São Paulo, que assim como o Rio Grande do Norte, obteve aprovação de 98,4%.

“Este alto índice coloca a hospitalidade do brasileiro como um ativo da maior importância para o turismo nacional, uma vantagem competitiva que contribui para o esforço do MTur de aumentar o fluxo e atrair novos turistas para os nossos destinos”, comenta o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio.

A hospitalidade lidera em avaliação positiva entre os 19 itens de infraestrutura e serviços pesquisados no estudo da demanda internacional do MTur. Somada aos alojamentos, gastronomia, restaurantes e aeroportos, que também influenciam a percepção do turista, compõe o conjunto de atributos fundamentais da boa experiência turística. Em 2017, por exemplo, o modo de receber do brasileiro recebeu aprovação de 98,1% dos estrangeiros que visitaram destinos nacionais, maior percentual registrado nos últimos cinco anos.

Agora RN

Últimos Eventos

21/09/2019
São Vicente/RN
03/03/19
Master Leite
06/05/18
Parque Dinissauros - Povoado Sto Antonio (Cobra)
Março 2017
Aero Clube

Mais eventos

Jornal Expresso RN

Baixar edições anteriores

Curta Jean Souza no Facebook

Siga Jean Souza no Instagram

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
Botch das divs centrais
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!