Arquivos:

Novidade » Sustentabilidade » Tecnologia

Aplicativo Passaporte Verde para roteiros turísticos sustentáveis inclui destinos do RN

O Passaporte Verde Copa 2014 surge com uma proposta criativa e que facilita a busca por destinos turísticos.

O Passaporte Verde Copa 2014 surge com uma proposta criativa e que facilita a busca por destinos turísticos.

Destaque pelas belezas naturais e potenciais em diversos setores, o Rio Grande do Norte está no mapa dos roteiros turísticos sustentáveis e agora acessíveis pelo Aplicativo para Smartphones da Campanha Passaporte Verde Copa 2014. O sistema entrou no ar nesta quinta (26) e está disponível para download gratuito, nele enfatiza-se 60 destinos definidos em conjunto com as cidades e Estados Sede da Copa.

Com versões em português e inglês, o aplicativo também traz dicas para tornar viagens de lazer ou negócio menos impactantes para o meio ambiente, bem como para o destino escolhido. Do planejamento da viagem a como desligar corretamente aparelhos que serão deixados em casa, as dicas estimulam práticas mais responsáveis com ações simples que podem fazer uma grande diferença, como evitar conexões aéreas e se informar sobre frutas e legumes da estação do seu destino.

Internet » Redes Sociais » Tecnologia

Redes Sociais: Infográfico mostra o que acontece com os perfis de falecidos

Ilustração produzida pelo portal "O Globo".

Ilustração produzida pelo portal “O Globo”.

O que acontece com os perfis nas redes sociais após a morte de seus donos? Para elucidar a questão, uma empresa americana de webdesign montou um infográfico explicando exatamente como as empresas Facebook, Twitter, Pinterest, Linkedin e Google lidam com o tema. Enquanto todas as companhias garantem que os dados dos falecidos continuam a ser deles, o tempo de desativação da conta após a notificação da morte do dono do perfil por parentes pode variar.

Facebook, Twitter, Pinterest, Linkedin e Google garantem que as informações dos seus usuários continuam a ser deles mesmo após a sua morte. Já o tempo de desativação da conta de alguém que morreu varia de acordo com o site. Enquanto no Facebook e no Linkedin ele é imediato após as empresas serem avisadas sobre a morte dos usuários, no Twitter o tempo é de seis meses após a notificação, e no Google, nove meses. No Pinterest, os perfis de falecidos nunca são desativados.

Em meio à dor e aos transtornos causados pela perda de um ente querido, familiares dos falecidos podem solicitar a desativação dos seus perfis digitais. Os documentos exigidos para o processo, no entanto, variam de acordo com a rede social. O Facebook exige qualquer documento que prove que o falecido é parente direto do solicitante; o Twitter pede o certificado de óbito do usuário e a sua identidade; o Pinterest exige o certificado de óbito do usuário e uma prova da sua relação com o solicitante; o Linkedin requer do nome do usuário, o nome da empresa em que ele trabalhava, além do link para o perfil do usuário e o seu e-mail; por último, a Google pede o certificado de óbito do usuário o conteúdo de um e-mail que tenha sido enviado pelo falecido em vida.

Criado pelo designer Dan Shaffer, o gráfico ainda indica dados curiosos, como o fato de 30 milhões de usuários do Facebook terem morrido nos oito anos de existência da rede social mais popular do mundo. O número equivale a uma média de 428 mortes de usuários por hora, ou 312.500 pessoas por mês. Caso o Facebook pare de conquistar novos usuários, o número de perfis de falecidos na rede superará o de pessoas vivas em 2065 — no entanto, caso a rede continue a se tornar popular, os mortos superarão os vivos no ano 2130.

O Globo
Internet » Tecnologia

Internet: Microsoft acirra guerra na nuvem com Dropbox e Google Drive

Essa disputa ainda promete render muito.

Essa disputa ainda promete render muito.

A Microsoft anunciou na segunda (23) que vai aumentar para 15 GB o espaço gratuito oferecido para qualquer usuário do serviço de backup em nuvem OneDrive, sua alternativa ao Dropbox e ao Google Drive. Até agora, o espaço oferecido pela Microsoft era de 7 GB. A atualização do serviço começa a valer ao longo do próximo mês para usuários novos e já existentes. O OneDrive permite armazenar documentos, vídeos e fotos na nuvem e acessá-los a partir de qualquer dispositivo conectado à internet.

Quem optar pela oferta gratuita poderá chegar a 23 GB de espaço disponível. A capacidade aumenta em 3 GB se o usuário ativar o backup automático de fotos no smartphone e mais 500 MB são conquistados ao indicar o serviço para os amigos — o limite são dez pessoas, totalizando 5 GB. De acordo com Fernanda Di Giaimo, gerente de produto do OneDrive na Microsoft Brasil, a companhia adicionou mais espaço gratuito para atender a demanda dos consumidores.

Além de mais espaço, a Microsoft também reduziu para duas as ofertas pagas do serviço. Ao invés dos planos mensais e anuais de 50, 100, 200 e 500 GB, agora a empresa oferece 100 GB por 5 reais ao mês e 200 GB por 10 reais mensais. Até o momento, os valores cobrados pelos dois planos mensais no Brasil são de 19 reais e 28 reais, respectivamente. Os assinantes do Office 365, suíte de aplicativos que inclui Word, Excel e Power Point no modelo de assinatura anual, também vão ganhar mais espaço. A Microsoft vai oferecer 1 TB por pessoa, no caso do Office 365 Home (que permite o uso por até cinco pessoas). O Office 365 Personal e o University oferecerão 1 TB por assinatura.

O anúncio da Microsoft acontece na semana após a Amazon anunciar uma oferta ilimitada de backup de fotos na nuvem no Amazon Cloud Drive. O serviço gratuito está associado à compra do primeiro smartphone da marca, o Fire Phone, mas pressiona os principais concorrentes da Amazon a baratear suas ofertas de armazenamento de dados na nuvem.

Além da Microsoft, o Google também aumentou, no mês passado, sua oferta gratuita para 15 GB – compartilhado pelo Gmail, Google Drive e Google+. Assim como no OneDrive, os usuários podem pagar para ter mais espaço no Drive: 100 GB custam 1,99 dólares ao mês; 1 TB custa 9,99 dólares ao mês; e 10 TB podem ser adquiridos por 99,99 dólares ao mês. Assim como na Microsoft, não há planos anuais.

Veja
Informação » Tecnologia

Metrópole Digital: 20 empresas já estão incubadas prestes a entrar no mercado

Investindo em Tecnologia da Informação.

Investindo em Tecnologia da Informação.

O Rio Grande do Norte está prestes a receber mais 20 empresas voltadas para o mercado de tecnologia da informação. Todas já estão em funcionamento no Inova Metrópole, incubadora de empresas do Instituto Metrópole Digital. Muitas já estão na fase da graduação e, em breve, estarão atuando nesta que é uma das áreas profissionais de maior expansão no mundo.

Para o criador do Metrópole Digital, Rogério Marinho (PSDB), o “foco do projeto sempre foi voltado para o empreendedorismo, geração de emprego e renda. Ao permitir a criação de novas empresas em um ramo tão competitivo e importante para todo o planeta, o IMD contribui de forma decisiva para o desenvolvimento do nosso Estado, tirando o RN do atraso para colocar em posição de destaque no mapa da tecnologia”, disse.

Robson Pires
Acessibilidade » Inovação » Tecnologia

Acessibilidade: Estudantes criam projeto de aplicativo para traduzir linguagem de sinais

Um aplicativo poderia permitir a interação em tempo real entre pessoas que utilizam a linguagem de sinais para se comunicar e aqueles que não sabem compreender o significado dos gestos utilizados. Este foi o projeto idealizado por estudantes da Escola de Comunicação de Berghs, na Suíça, que foi premiado no Festival Internacional de Criatividade de Cannes, maior e mais prestigiado evento de publicidade mundial.

O aplicativo Google Gesture (Google Gestos, em tradução livre) funcionaria com auxílio de duas faixas eletrônicas utilizadas nos antebraços da pessoa que realiza os sinais. Elas poderiam analisar o movimento dos músculos, associá-los aos gestos e enviar as informações para o smartphone, que reproduziria as palavras correspondentes em tempo real. Apesar de usar o nome do Google, a empresa não está envolvida no projeto, que foi idealizado pelos estudantes como uma campanha publicitária, e não tem previsão de ser desenvolvido.

Veja
Informativo » Saúde » Tecnologia

Tecnologia: Aplicativo virtual vai ajudar no combate à dengue

Com a criação do aplicativo, a sensação é tão universal que ganhou repercussão mundial.

Com a criação do aplicativo, a sensação é tão universal que ganhou repercussão mundial.

A dois cliques do celular, tablet ou desktop, o aplicativo “Observatório da Dengue” com tecnologia de geolocalização por informações via satélite em smartphones conectados à internet une ciência e gestão pública no combate contra a dengue. Desenvolvido por pesquisadores da UFRN e Secretaria Municipal de Saúde, a ferramenta permite a população denunciar locais de infestação do mosquito Aedes aegypti e os casos de pessoas com sintomas da doença para agilizar as ações públicas.

De manuseio simples, feito a baixo custo e prometendo amplo alcance e eficiência, é difícil ao ouvir a descrição técnica feita pelos pesquisadores não imaginar: “como ninguém pensou nisso antes?” A sensação é tão universal que ganhou repercussão mundial.

Quando cruzadas pelo sistema, as informações dão um panorama de onde ocorrem os surtos e até epidemia, além de quantos e onde estão os pacientes que precisam de atendimento médico. O envio e monitoramento desses dados, em tempo real a uma central de informação, alertará a SMS para destinar a atuação de agentes de endemias e também agentes de saúde, nas áreas com maior risco identificado, de forma mais rápida e direcionada.

Pensado pelo epidemiologista do Departamento de Atenção Básica da SMS, Ion Andrade, e executado pelo professor Ricardo Valentim, coordenador de Tecnologia da Informação e Comunicação da Sedis/UFRN, projeto complementar faz parte de um sistema homônimo e mais amplo, que irá mapear e monitorar os casos alimentando o banco de dados do Município, em uma parceria com a UFRN e o Telessaúde Brasil. A diferença entre os projetos, explica Ricardo Valentim, é que este aplicativo do usuário “é capaz de integrar a população ao controle e combate aos casos de dengue, permitindo ao gestor público uma visão mais real para planejar ações”, observou Valentim.

Tribuna do Norte
Economia » Tecnologia » Telefonia

Boa notícia: Anatel aprova norma para reduzir preços de ligações entre operadoras de celular

“Esta redução de preços de interconexão deverá se refletir nos preços dos serviços de telefonia ofertados pelas empresas ao consumidor, pois haverá aumento da competição no setor”, diz a Anatel.

“Esta redução de preços de interconexão deverá se refletir nos preços dos serviços de telefonia ofertados pelas empresas ao consumidor, pois haverá aumento da competição no setor”, diz a Anatel.

A Agência Nacional de Telecomunicações aprovou hoje (18) uma proposta para reduzir os valores das ligações de celulares entre operadoras diferentes. Até 2019, o Valor de Remuneração de Uso de Rede da telefonia móvel deverá ser reduzido em mais de 90%, passando dos atuais R$ 0,23 para R$ 0,02 .

De acordo com a norma, os valores dessas tarifas estarão referenciados aos custos e serão reduzidos gradativamente até o nível de custo eficiente de longo prazo. Com a medida, a Anatel espera que os preços das ligações entre operadoras diferentes fiquem mais próximos dos preços cobrados para chamadas entre usuários da mesma empresa. Assim, o consumidor não precisará de vários aparelhos celulares ou vários chips em um mesmo celular para realizar chamadas para outras operadoras. As reduções nos valores de interconexão também deverão impactar o preço das chamadas fixo-móvel, que deverão ter uma redução substancial, segundo a Agência.

Agência Brasil
Eleições 2014 » Política » Tecnologia

Eleições 2014: Rede social será a grande dificuldade dos juízes’

Virgílio Macedo, próximo presidência do TRE, admite que a Justiça Eleitoral terá problemas com o Twitter (Foto: Divulgação Trib. do Norte)

Virgílio Macedo, próximo presidência do TRE, admite que a Justiça Eleitoral terá problemas com o Twitter (Foto: Divulgação Trib. do Norte)

Faltando pouco mais de um mês para as eleições deste ano, o Tribunal Regional Eleitoral do RN ganhará um novo presidente, o desembargador Virgílio Macedo. Ele assume o comando da Corte as vésperas do pleito e a desembargadora Zeneide Bezerra ocupará o cargo de corregedora e também de vice-presidente.

O futuro presidente do TRE, eleito nos últimos dias pelo Tribunal de Justiça, analisa que é um grande desafio, mas enaltece o trabalho já realizado pela Justiça Eleitoral e chama atenção para o fato de que este pleito será inédito, principalmente pelo uso do sistema de biometria. Acerca do primeiro pleito com biometria, a autoridade afirmou que: “Vamos passar também por essa experiência na eleição nacional. E, segundo notícias do próprio Tribunal Regional Eleitoral, no Rio Grande do Norte tivemos uma sensível perda do eleitorado. Não sei quais foram as razões”.

“O Tribunal Superior Eleitoral, também a exemplo de todos os demais, vai patinar, como o assunto é novo. Não há precedentes no que diz respeito às redes sociais. Alguma coisa já foi sinalizada. A ministra Carmen Lúcia chegou a dizer que o Twitter é como uma mesa de bar, na internet, onde há pessoas interessadas entre si. Essa será a grande dificuldade de nós, juízes”, disse o novo desembargador. O mandato como presidente do TRE será de um ano e em agosto de 2015 assumirá o posto  a desembargadora Zeneide Bezerra, que passará a ser presidente do Tribunal, e Virgílio Macedo passa a corregedor e vice-presidente da Corte.

Questionado sobre as mudanças na equipe do Tribunal, o desembargador disse que ainda não pensou sobre o assunto. “Mas vou procurar me inteirar apenas das coisas mais genéricas. Mudança de pessoal ainda não pensei a respeito. Certamente, no momento certo pensarei”, disse.

Com informações da Tribuna do Norte
Internet » Tecnologia

Brasileiros criam o “ZapZap” para concorrer com WhatsApp

Desde que o WhatsApp foi vendido para o Facebook, vários aplicativos de mensagens vieram na cola tentando pegar o público desconfiado. Agora, brasileiros criaram o “ZapZap”, um cliente em português do Telegram, app que passou a ganhar popularidade pelo foco em privacidade e criptografia.

imagem

A maioria da população sabe de onde vem o nome “ZapZap”: da abreviação do nome “WhatsApp”, muito usada na linguagem popular. O aplicativo é uma tentativa óbvia de atrair o público rival e até mesmo sua interface é visivelmente inspirada no concorrente famoso.

A empresa por trás do aplicativo, chamada Private Host, segundo o Google Play se aproveita do código aberto do Telegram, que já tem uma interface semelhante à do WhatsApp. Assim, ela pode modificá-lo para adequar-se ao Brasil.

Como cliente do Telegram, ele também conta com as funções que diferenciam o aplicativo do WhatsApp, como o envio de mensagens secretas que se autodestroem (ao estilo Snapchat), envio de arquivos sem limite de tamanho, entre outros. O maior diferencial, no entanto, é a possibilidade de usar o serviço pelo PC.

Há, porém, uma desvantagem muito grande do ZapZap em relação ao seu “pai” Telegram. Enquanto o último se vangloria de ser gratuito eternamente e sem publicidade, o primeiro as utiliza livremente na versão web do aplicativo.

Por enquanto, o ZapZap está disponível apenas para Android, mas o site diz que a versão para iOS chega “em breve”.

Celular » Tecnologia

Donos de Galaxy S5 têm enfrentado ‘erro fatal’ de câmera, confirma Samsung

Sansung Galaxy S5 apresenta problemas nos EUA.

Sansung Galaxy S5 apresenta problemas nos EUA.

O Galaxy S5 tem apresentado sérios problemas para diversos usuários nos Estados Unidos. Segundo relatos, o novo top de linha Android da Samsung mostra um erro ao abrir o aplicativo da câmera, o que obriga a reinicialização do dispositivo. A única solução encontrada até o momento é a substituição do aparelho, já que a causa da falha ainda permanece desconhecida.

De acordo com os donos de celulares defeituosos, ao abrir o aplicativo nativo da câmera no Galaxy S5, o sistema apresenta a mensagem “Aviso: a câmera falhou” e trava. O problema só pode ser contornado com a reinicialização do aparelho, que fica impedido de fazer fotografias ou vídeos. Como não há nenhuma causa ou solução conhecida para o erro, a fabricante tem optado por fazer a troca imediata dos dispositivos.

Um funcionário da Samsung afirmou ao site americano The Verge que a empresa já tem conhecimento do problema, mas que este atingiria a um número pequeno de usuários. Até o momento, as reclamações são de clientes das operadoras norte-americanas Verizon e Sprint. No entanto, nada impede que lotes de aparelhos com o problema tenham sido distribuídos para outros países, como o Brasil.

A câmera do Galaxy S5 foi justamente um dos pontos que mais recebeu atenção da Samsung em seu lançamento. Além de ter tido a resolução aumentada de 13 para 16 megapixels, a nova máquina fotográfica tem ainda tecnologia ISOCELL e função HDR para fotos e vídeos. O aparelho chegou ao Brasil no último dia 12 por R$ 2.599.

Techtudo/Globo.com

Últimos Eventos

06/05/18
Parque Dinissauros - Povoado Sto Antonio (Cobra)
Março 2017
Aero Clube
08/07/2017
Parque Exposições - Fotos: Mazilton Galvão
08/07/2017
Parque Exposições - Fotos: Mazilton Galvão

Mais eventos

Jornal Expresso RN

Baixar edições anteriores

Curta Jean Souza no Facebook

Siga Jean Souza no Instagram

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
Botch das divs centrais
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!