Arquivos:

Bancos » Tecnologia » Tecnologia & Informática

Sensores biométricos de caixas eletrônicos se tornam novo alvo de criminosos

20160922193644_660_420

Os caixas eletrônicos da atualidade contam, na maioria das vezes, com sensores biométricos para ajudar na identificação do dono da conta. Contudo, os leitores de impressões digitais podem estar se tornando vulneráveis por conta das artimanhas de criminosos que querem burlar o sistema.

De acordo com especialistas da Kaspersky Lab as máquinas estão sendo cada vez mais visadas pelos fraudadores que desejam obter os dados dos cartões de crédito inseridos.

O método utilizado para isso é chamado de “skimmer”. Esse é o nome dado para dispositivos caseiros conectados aos terminais. Com a ajuda de webcams e teclados falsos, eles copiam os dados dos cartões que, mesmo evoluindo e contando com chips de segurança, ainda estão vulneráveis aos dispositivos.

A esperança das instituições bancárias era de que a biometria pudesse inutilizar essas traquitanas. Contudo, não foi bem isso o que aconteceu. Os novos skimmers são artefatos que conseguem até mesmo roubar as impressões digitais da vítima.

Segundo a pesquisa realizada, há pelo menos 12 vendedores oferecendo esse tipo de acessório. Três deles garantem que o item consegue obter os dados das impressões das palmas e também da íris do usuário.

Contudo, durante testes realizados pela Kaspersky, os instrumentos apresentaram algumas falhas, principalmente por conta da lentidão na transmissão das informações. Os especialistas, no entanto, acreditam que o acessório possa ser aprimorado no futuro.

Internet » Tecnologia » Tecnologia & Informática

Grupo de hackers desenvolve ataque de ciberespionagem para o Brasil

100547.167813-Hacker

O grupo de pesquisadores da empresa de segurança Kaspersky Lab descobriu uma campanha de ciberespionagem com avançadas técnicas que está em atuação desde meados de 2005. O grupo por trás da campanha é o Poseidon, que tem como principal diferencial o fato de comercializar malwares personalizados com certificados digitais ilegais para roubar dados sensíveis das vítimas, que serão utilizados para coagi-las a estabelecer uma relação de negócios com o grupo. O alvo do grupo de hackers é atingir máquinas com versões do Windows em inglês e português do Brasil, caracterizando a primeira campanha de ataque direcionado desenvolvida nesse idioma.

Já foram identificadas pelo menos 35 empresas como alvos primários. Entre elas estão instituições financeiras, governamentais, telecomunicações, indústrias, companhias de energia e outras empresas de serviços, bem como companhias de mídia e relações públicas. As vítimas estão localizadas em diversos países, mas a propagação das infecções está fortemente direcionada para o Brasil, onde muitas das vítimas operam via joint ventures ou parcerias.

O grupo Poseidon tem como uma de suas características a exploração ativa de domínios de redes corporativas. Segundo um relatório da Kaspersky Lab, os criminosos confiam em e-mails de phishing com arquivos RTF/DOC, geralmente com temas de recursos humanos, que ao serem abertos injetam códigos binário maliciosos no sistema corporativo. Outra conclusão é a presença de strings na língua portuguesa do Brasil. O grupo tem como preferência sistemas em português, como revelado pelas amostras, sendo uma prática que nunca tinha sido vista.

Uma vez que o computador é infectado, o malware avisa os servidores de comando e controle antes de iniciar uma complexa fase de movimentos laterais. Esta fase ativará frequentemente uma ferramenta especializada que coleta, automaticamente e de forma agressiva, dados sensíveis. Ao fazerem isso, os criminosos sabem que aplicações e comandos podem ser executados sem chamar a atenção do administrador de rede. As informações coletadas são utilizadas para chantagear as companhias vítimas.

“A quadrilha Poseidon opera há muito tempo em todos os domínios: terra, ar e mar. Alguns desses centros de controle e comando foram encontrados dentro de provedores de internet que atendem navios em alto mar, assim como conexões sem fio dentro de operadoras tradicionais”, disse o diretor do time GReAT na América Latina, Dmitry Bestuzhev. Visto que o grupo Poseidon opera há mais de 10 anos, suas técnicas foram evoluindo, o que dificultou os pesquisadores a reunirem os fatos e juntá-los em uma só ação coordenada.

Canal Tech
Água » Notícias » Tecnologia

Tecnologia que reutiliza água para plantio no RN vence prêmio nacional

O sistema que reutiliza água servida para irrigação rendeu a um assentamento rural de Upanema, cidade da região Oeste do Rio Grande do Norte, o prêmio de melhor tecnologia social criada por mulheres do país. O projeto Água Viva, criado pelo Centro Feminista 8 de Março no assentamento Monte Alegre, receberá R$ 50 mil da Fundação Banco do Brasil, que promove o evento. E o recurso já tem destino certo: será reinvestido na ampliação do projeto para outros municípios potiguares. Veja o vídeo do projeto aqui.

“A proposta inicial era a organização das mulheres e nesse processo percebemos a necessida de algo para construir a participação delas no processo produtivo do assentamento. Era uma autonomia muito demandada por elas”, explica a agrônoma Ivi Dantas, assessora técnica do centro feminista, que esteve em Brasília nesta terça-feira (10) para receber o prêmio.

Os imóveis instalaram tubos que captam a água servida, utilizada para práticas domésticas como lavagem de roupas, louça e banho. O líquido passa então por um processo de filtragem, chegando a um reservatório e sendo reaplicado na plantação de hortaliças e árvores frutíferas.

Criado como projeto piloto em 2013, o sistema de filtragem foi aplicado inicialmente nas casas de três moradoras, que além de reaproveitar água e plantar para consumo próprio, já produzem o suficiente para comercializar os alimentos com as cerca de 70 famílias do assentamento.

A cientista social Rejane Medeiros, também assessora técnica do centro feminista, detalha que as cidades de Tibau, Grossos e Porto do Mangue, todas na região Oeste, foram escolhidas como locais para reaplicação do projeto. “A ideia é reaplicar em novos espaços para apoiar a organização das mulheres na luta por autonomia. A geração de renda se mostrou fundamental nesse processo. Nos locais pretendemos implantar uma formato de capacitação autônoma”, avalia Medeiros.

Com o dinheiro da premiação, o centro feminista também planeja aprimorar a tecnologia social. Inicialmente a ideia é trocar o material de alvenaria usado no sistema por placas, as mesmas usadas na construção de cisternas.

Vencedor na categoria Mulheres, o Água Viva disputou o prêmio com os projetos Gente da Maré: Melhorando as condições de vida das marisqueiras do Nordeste, da Universidade Federal do Semi-Árido (Ufersa) na cidade de Mossoró, e Metodologia de Gestão de Empreendimentos Solidários por Meio de Indicadores, Instituto Consulado da Mulher (ICM), de São Paulo. Os dois demais finalistas receberam R$ 25 mil em premiação cada um.

A Fundação Banco do Brasil também entregou prêmios nas categorias comunidades tradicionais, agricultores familiares e assentados da reforma agrária; gestores públicos; universidades e instituições de ensino e pesquisa; juventude; e meio urbano. Além do prêmio, o Água Viva foi certificado e passou a integrar o banco de tecnologias sociais da Fundação Banco do Brasil, que pode ser consultada no site da instituição.

G1 RN
Notícias » Tecnologia

Sistema de mapas do Google agora funciona sem conexão com a internet

O serviço de mapas Google Maps poderá ser acessado sem conexão com a internet a partir desta terça-feira (10). Por enquanto, apenas em smartphones com sistema Android.

Segundo a empresa, os usuários poderão acessar informações com o passo a passo das rotas, buscar destinos específicos e acessar suas informações de estabelecimentos (horário de funcionamento, contato e avaliação).

Contudo, há um passo anterior que exige estar conectado à rede. É preciso baixar os dados e mapas de até 2,5 Gbytes. Segundo o Google, os mapas apresentados durante uma demonstração do serviço, nesta segunda-feira (9), com dados das cidades de São Paulo, São Bernardo e Santana do Parnaíba, tinham 246 Mbytes.

Os mapas baixados ficam salvos em “Áres Offline” e serão acessados automaticamente pelo aplicativo toda vez que houver problemas com a conexão.

O serviço pode ser baixado na versão 9.17 do Maps no Google Play para o sistema operacional Android -ainda não há versão para o sistema iOS, da Apple. De acordo com a empresa, a atualização estará totalmente disponível até a próxima terça-feira (17).

 

Folha Press
Mundo » Tecnologia

PERIGO: Selfies matam mais pessoas do que ataques de tubarão

KKK

Vários casos de morte já foram registrados pelo mundo.

Pode parecer piada, porém, a tão popular selfie já matou mais pessoas este ano do que ataques de tubarão. De acordo com o site Mashable , 12 pessoas já morreram tentando tirar uma foto, enquanto oito perderam suas vidas em ataques no mar.

Exemplos com o da estudante Kristi Kafcaloudis , que caiu de uma altura maior que 200 metros na Noruega ao tentar tirar uma foto, e o do norte-americano Deleon Alonso Smith , morto após tentar tirar uma selfie com uma arma, são cada vez mais comuns nos noticiários.

A última vítima foi o turista japonês Hideto Ueda, de 66 anos, que caiu das escadas do Taj Mahal e sofreu um ataque do coração ao tentar tirar uma foto.
De acordo com o site, quatro das 12 mortes foram ocasionadas por quedas, enquanto a segunda causa mais comum é ser atingido por um trem.

As mortes se tornaram um lembrete de que umas curtidas a mais não devem se sobrepor à segurança. O assunto tem preocupado autoridades que acabaram fechando um parque, no Colorado, nos EUA, após visitantes teimarem em tirar selfies com ursos. Até os ciclistas da Tour de France estão preocupados com essa moda, já que alguns espectadores acabam entrando no meio do caminho na tentativa de tirar a foto perfeita.

Currais Novos » Educação » Tecnologia

Projeto de reciclagem de lixo eletrônico do Tristão de Barros é destaque na Globo

Professor e alunos do Tristão sendo no palco do "Esquenta".

Professor e alunos do Tristão sendo no palco do “Esquenta”.

Que belo exemplo, mais uma vez, a Escola (pública) Tristão de Barros, de Currais Novos, deu para o Brasil. Com um projeto que mobiliza os alunos e a comunidade para o descarte responsável de lixo eletrônico, a escola foi novamente destaque nacional, dessa vez no programa “Esquenta”, da Globo, apresentado por Regina Casé. O palco do “Esquenta” contou com o professor Ivanes, os alunos Bruno e Francilene, e o ex-aluno do Tristão e agora universitário pela UFRN, João Paulo.

Parabéns ao professor Ivanes Alexandrino, aos alunos e toda a direção dessa escola que faz uma diferença enorme na educação do nosso País. O município se sente orgulhoso por ter sido berço de um projeto tão significativo e inovador. (Veja o vídeo).

Tecnologia

Carros do Google passarão a medir a poluição das cidades

Os carros de mapeamento do Google começaram a ser equipados com sensores que medem a poluição nos ambientes por onde eles trafegam.

A novidade foi testada com três veículos em Denver, onde a gigante de buscas aceitou instalar materiais da Aclima para fazer essas medições.

Conforme rodavam pelas ruas, os carros colhiam informações sobre a presença de dióxido de carbono, metano, carbono preto, partículas e outros poluentes, segundo explica o The Verge. O Google diz que os dados podem ajudar cientistas e poder público a entender a poluição e tomar atitudes para combatê-la.

As duas empresas querem ampliar a parceria para San Francisco e, depois, talvez mais carros pelo mundo possam ser equipados pela Aclima, segundo a qual a ideia é que todos os lugares visitados pelo Street View contem com essas aparelhagens.

Olhar Digital, UOL
Tecnologia

Assembleia Legislativa do RN lança aplicativo para smartphones e tablets

unnamed17

A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte lança nesta segunda-feira (20) o aplicativo para smartphones e tablets, onde o internauta terá acesso a informações das atividades e perfis dos deputados estaduais, as notícias, fotos e poderá acompanhar ao vivo as sessões ordinárias, especiais e solenes.

O lançamento do aplicativo faz parte da programação de comemoração dos 180 anos da Assembleia Legislativa. “Nosso objetivo é aproximar mais as pessoas dos projetos, ações e trabalho da Assembleia no Rio Grande do Norte”, destaca o presidente da Casa, Ezequiel Ferreira (PMDB).

Através do aplicativo, o internauta terá acesso à informações das atividades da Assembleia Legislativa, notícias do setor de comunicação, com cobertura diária das sessões ordinárias, especiais e solenes, além das audiências públicas.

A ferramenta permite acessar o perfil dos parlamentares, com as últimas notícias relacionadas, assim como informações sobre comissões e a Mesa Diretora, além de acompanhar ao vivo a transmissão da rádio e da TV Assembleia.

Para baixar gratuitamente o aplicativo da ALRN, basta acessar o Google Play, no sistema operacional Android e o IOS, da Apple.

Tecnologia

Empresa chinesa lançará smartphone com bateria que promete durar 30 dias

O aparelho será lançado no mês de maio deste ano.

O aparelho será lançado no mês de maio deste ano.

Uma desconhecida empresa chinesa irá lançar, no mês de maio, um celular que promete ter uma bateria com incríveis 5.300 mAh, potência que significa até 30 dias de carga em modo standby — sem ativar recursos que consumam muita carga — ou 10 horas de reprodução ininterrupta de conteúdo em HD. Trata-se do modelo x550, que a Bluboo quer que concorra com o iPhone 6 Plus.

Além da bateria, o modelo conta com especificações como tela OGS 5,5″, processador Mediatek MT6735 processor 64 bits quad-core de 1,5 GHz, sistema operacional Android 5.1 (Lollipop), memória RAM de 2 GB, armazenamento interno de 16 GB, conectividade 3G e 4G, além de uma espessura de apenas 0,89 cm. O visual do aparelho é comum, mas ele promete surpreender, embora a Bluboo ainda precise saber otimizar o uso da fonte de energia, uma vez que a quantidade de miliampere-hora não é a energia de uma bateria, mas uma espécie de valor que determina o tempo médio de duração.

Recentemente, a BLU revelou um smartphone com 5.000 mAh. A câmera traseira do smartphone ganhou um relevo para suportar o sensor e uma borda lateral metalizada. Ele será lançado em maio de forma desbloqueada por US$ 170 (cerca de R$ 515) e a fabricante realizará envios internacionais.

Correio24horas
Tecnologia

iPhone 6S deve trazer carcaça feita no mesmo material do Apple Watch Sport

iphone6-hero

Um periódico taiwanês com histórico de previsões sobre produtos da Apple, chamado UDN, publicou ontem um rumor sobre a próxima geração de iPhones. De acordo com o texto traduzido, os novos iPhones 6S e 6S Plus devem trazer carcaças feitas em alumínio Series 7000, o mesmo material presente no Apple Watch Sport.

De acordo com a própria Apple, o material é 60% mais forte que a maior parte das ligas de alumínio industriais, mas ainda assim consegue ser bem leve, com cerca de um terço da densidade do aço inoxidável, por exemplo. Esse Series 7000 é também usado em bicicletas profissionais para corrida, mas a Apple fez algumas personalizações no material para que ele fosse ideal para o Apple Watch Sport.

As carcaças dos relógios recebem camadas de zircônia microscópica para melhorar o acabamento e a textura e ainda dar cor artificial ao alumínio. Esse mesmo procedimento deve ser aplicado nas carcaças dos próximos iPhones. Contudo, não se sabe se isso vai alterar muito a aparência dos smartphones da Maçã, mas é possível que eles fiquem mais resistentes.

Por enquanto, não há expectativas para outras possíveis características da próxima geração de iPhones, mas, como se trata de um ano de aparelhos com a letra “S” depois do número, é muito possível que pouca coisa mude.

Últimos Eventos

06/05/18
Parque Dinissauros - Povoado Sto Antonio (Cobra)
Março 2017
Aero Clube
08/07/2017
Parque Exposições - Fotos: Mazilton Galvão
08/07/2017
Parque Exposições - Fotos: Mazilton Galvão

Mais eventos

Jornal Expresso RN

Baixar edições anteriores

Curta Jean Souza no Facebook

Siga Jean Souza no Instagram

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
Botch das divs centrais
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!