Arquivos:

Sem categoria

Detran retoma provas prática e teórica de Habilitação em Natal e Mossoró

roubo no detran Detran retoma provas prática e teórica de Habilitação em Natal e Mossoró

O Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran) retoma a partir desta segunda-feira 5 a aplicação das provas práticas e teóricas de habilitação de condutores nas unidades de Natal e Mossoró. O serviço tinha sido suspenso devido ao decreto 30.419/2021 do Governo do Estado, porém com a revogação do mesmo e a publicação do novo decreto 30.458/2021 que flexibiliza a abertura de alguns setores, a Direção do Detran decidiu gradativamente retomar alguns serviços presenciais.

Outra medida tomada pela Direção do Órgão, no sentido de beneficiar os cidadãos do interior do Estado, foi a retomada dos testes práticos itinerantes, que são aqueles que vão aos municípios para serem aplicados. Nesse sentido, já a partir desta segunda-feira 5 o Detran inicia avaliações práticas na cidade de Extremoz (05), Caraúbas (06), Assú (07), Currais Novos (08), Jucurutu (09), Nova Cruz (12), Passa e Fica (13), Goianinha (14), São José do Mipibu (15), Santa Cruz (16), Parelhas e Acari (19), Lagoa Nova e Jaçanã (20), Caicó (22 e 23), Jardim do Seridó (23), Alexandria (26), Apodi e Umarizal (27), São Miguel (28), Pau dos Ferros (29), e Angicos (30).

Outro serviço presencial que o Detran continua sem paralisação é o de liberação de veículos apreendidos. Nessa situação, os atendimentos são agendados para as terças e quintas-feiras. Outras demandas também podem ser resolvidas pelo sistema de serviços online do Detran que estão divulgadas no site do Órgão de trânsito estadual (www.detran.rn.gov.br).

O coordenador de Habilitação de Condutores, Jonas Godeiro, explicou que todos os serviços presenciais precisam ser previamente agendados pelo site do Detran e que, devido a pandemia, está havendo um rígido controle do fluxo de pessoas, sendo diminuído a quantidade de atendimentos por dia e exigido o cumprimento das normas sanitárias de prevenção ao novo coronavírus, como uso de máscara de proteção facial, aferição da temperatura, uma pessoa por atendimento em sala para evitar aglomeração, uso de higienização constante das mãos, entre outras medidas.

Blog Robson Xerife
Sem categoria

Eventos gratuitos celebram Mês da Mulher

Durante o mês de março, a Associação dos Advogados de São Paulo (AASP) promove mais de 50 horas de eventos on-line e gratuitos voltados para as mulheres e para as advogadas. A programação completa está no site https://mesdamulher.aasp.org.br/.

Atualização, reflexão, motivação e ação. Em torno desses eixos foram programados os eventos do Mês da Mulher na AASP: cursos para proporcionar a atualização técnica; webinars e debates que fomentam a reflexão sobre gênero e equidade; palestras com foco em motivação e empoderamento; e workshops para aprimorar habilidades. “Os cursos, palestras e eventos temáticos foram pensados para promover conhecimento e reflexão sobre as questões que afetam as mulheres na vida profissional e no cotidiano”, explica Viviane Girardi, presidente da AASP.

Alguns destaques da programação:

Na segunda, dia 8– quando é comemorado o Dia Internacional da mulher – às 16h, “Desafios e perspectivas da gestão do esporte brasileiro, com os seguintes palestrantes: Adriana Behar – CEO da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV), Fabíola Molina – Secretária Nacional de Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social (Snelis), e Luisa Parente, Secretária nacional na Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD), e ás 19horas, destaque a palestra da professora Eunice Prudente, secretária de Justiça de São Paulo, professora de Direito da USP e líder do Movimento Negro, sobre o tema “Feminismo na Construção do Estado Democrático de Direito”. A presidente da Associação dos Advogados, Viviane Girard, será a mediadora.

No dia 9, às horas, a programação se inicia com um debate sobre como os movimentos contribuem para o empoderamento feminino e a luta pela igualdade de gênero. Representantes da União das Mulheres advogadas, da FemiJuris e do Jurídico de Saias comandam o bate-papo. E, às 17 horas, bate-papo sobre “Maternidade e Empreendedorismo.” As palestrantes serão: Jaqueline Lamente (B2mamy), Alliny Burich Comissão de Mediação do IBDFAM) e Flávia H. Clito Fornaciari Dórea, diretora da Associação dos Advogados (mediadora).

Na quinta-feira, dia 11/3, às 17 horas, debate “Direito Tributário e desigualdade de gênero.” Participam: Tathiane Piscitelli, Raquel Preto e Mário Luiz Oliveira da Costa (mediador). E, às 19h15 horas, evento digital sobre as principais alterações da Lei de Falências e Recuperações Judiciais; conciliação e mediação no Direito Concursal. Serão expositoras: Fátima Cristina Bonassa, vice-presidente da Associação dos Advogados; Silvia Rodrigues Pachikoski, diretora da Associação dos Advogados e Renata Mota Maciel.

No dia 12, às 10 h – Bate-papo sobre “Mulheres no Cinema” com Vera Egito, Cineasta; Professora Fernanda Barreto e Professora Luciana Brasileiro. Ás 17 h, a ministra Maria Cristina Peduzzi, presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), fala sobre isonomia salarial.

De 15 a 19 de março, a semana abre com bate-papo a respeito da presença feminina na área de tecnologia, com especialistas em blockchain, proteção de dados e startups; segue com uma palestra sobre técnicas de psicologia positiva para empoderamento e outra abordando os desafios e os caminhos para a liderança feminina, com Ruth Manus; e se encerra com um curso de processos coletivos.

No dia 23, Daniela Klaiman fala sobre tendências: “O futuro do trabalho é feminino.” O workshop de criatividade para inovação profissional (dia 25) e as palestras sobre gestão emocional e empreendedorismo num mundo em transformação (dias 29 e 31).

Programação completa em: https://mesdamulher.aasp.org.br/.

Informações para a Imprensa: (11) 9-9936-8252, com Reinaldo De Maria (reinaldoimprensa@aasp.com.br).

Sobre a AASP

A Associação dos Advogados (AASP) foi fundada em 1943, com o objetivo de prestar serviços que facilitem o dia a dia do exercício profissional, bem como defender os interesses e as prerrogativas dos advogados. Atualmente está presente em todo o país e conta com cerca de 80 mil associados. Em razão da excelência e qualidade de seus produtos e serviços, tornou-se a maior associação de advogados da América Latina.

AASP nas redes sociais (www.aasp.org.br) :

Facebook

https://www.facebook.com/aasponline

Instagram

https://www.instagram.com/aasponline/

Twitter

You Tube

https://www.youtube.com/user/aasponline

Linkedin

https://www.linkedin.com/company/aasp

Sem categoria

WhatsApp: Aplicativo vai avançar com mudança nos termos de uso

O WhatsApp anunciou na última quinta-feira (18) que vai prosseguir com uma polêmica mudança nos termos de privacidade dos usuários, mas que incluiu mais informações para explicar as alterações.

Em janeiro, a plataforma de comunicação anunciou que preparava uma nova política de regras de privacidade, sob a qual iria compartilhar dados limitados dos usuários com o Facebook, sua controladora.

O anúncio causou críticas pelo mundo e motivou migração de usuários para rivais como Telegram e Signal. Com isso, o WhatsApp atrasou a entrada em vigor da política para maio.

Na mais recentemente comunicação, o WhatsApp afirmou que vai começar a lembrar os usuários para lerem e aceitarem os novos termos de modo a manter a plataforma funcionando para eles.

“Também incluímos mais informações para resolver preocupações que recebemos”, afirmou a empresa.

O anúncio do WhatsApp ocorreu enquanto o Facebook bloqueou acesso a todo conteúdo noticioso na Austrália disponível em sua plataforma, disparando uma onda de críticas de veículos de imprensa e políticos.

R7, com Reuters
Sem categoria

Bancada federal do RN defende auxílio e diverge sobre financiamento

A bancada federal do Rio Grande do Norte no Congresso Nacional, formada por oito deputados federais e três senadores, é amplamente favorável à volta do auxilio emergencial para os brasileiros que estão fora do mercado de trabalho ou entraram na informalidade por causa da pandemia do coronavírus. Os 11 parlamentares evitam falar em valores, em sua maioria, mas têm opiniões divergentes quanto às fontes de recursos e propostas do governo federal a respeito de cortes no orçamento da União, a fim de que o benefício retorne a partir de março.

O deputado federal Walter Alves (MDB) diz que defende a continuidade do auxílio emergencial desde a última parcela foi paga: “A pandemia ainda não acabou em estados com maior incidência dos grupos sócio econômicos C, D e E, que são os que mais sofrem. Aqui no RN, pouco mais de 70% da economia gira em torno de serviços e comércio e, em 2020, cerca de metade das famílias do Estado estavam inscritas no auxílio emergencial”.

E acrescenta: “Diante dessas e de outras informações, defendo o auxílio emergencial, se possível, nos valores inicialmente pagos com maior checagem para quem precise realmente seja beneficiado”, afirma o deputado Walter Alves, que continua: “Por outro lado, somos sabedores que essa conta tem que ser paga, mas não em áreas estratégicas como saúde, educação, segurança e o bolsa família, por exemplo”.

Para Walter Alves, o Congresso Nacional e o governo federal devem “encontrar um caminho dentro do orçamento referente ao custeio e, fundamentalmente, fazendo uma reforma tributária que permita uma melhor relação com os contribuintes, o sistema financeiro e as taxas básicas da economia”.

O deputado federal Rafael Motta (PSB) também diz que “é favorável ao retorno do auxílio emergencial nesse momento de recrudescimento da pandemia, com média móvel de mortes acima de mil brasileiros há quase um mês”. Segundo Motta, na Comissão Mista de Orçamento (CMO), deputados e senadores “poderão se debruçar sobre as contas públicas para encontrar uma fonte de financiamento”.

Já o deputado federal Benes Leocádio (Republicanos) declara que, “primeiramente, a gente sabe da necessidade, inadiável, da volta ou da permanência do auxílio emergencial em função da vulnerabilidade existente ainda no país, de pessoas que carecem desse socorro do poder público”.

Depois, acrescentou Benes Leocádio, “sabemos que já existe um programa em execução como o Bolsa Família, que teremos de pensar para o futuro pós-pandemia. Eu defendo que possa ser reestruturado, atendendo exatamente aqueles que dele precisam”.

Na opinião de Leocádio, isso é natural, “até porque no ano passado, quando houve a implantação do auxílio de R$ 600,00, foi aprovado o “orçamento de guerra”, medidas que não viessem a atingir o equilíbrio fiscal e econômico do país, e o Congresso Nacional de pronto atendeu a todas as matérias que Executivo encaminhou e lá foram aprovadas, possibilitando o pagamento desse auxílio emergencial”.

Portanto, Leocádio reitera ser natural que a área econômica “esteja preocupada com a repercussão da concessão desses auxílios, sob pena de não trazer prejuízo ou dificuldade para a economia do país em razão dos números que podem trazer de desequilíbrio dos números da nossa economia”.

O deputado João Maia (PL) diz que, pessoalmente, e o seu partido, são favoráveis à retomada do auxílio emergencial por mais três meses, “ou até que pelo menos a gente conclua o processo de vacinação contra a pandemia de coronavírus para ver se a vida volta ao norma”. João Maia declarou que a discussão que “ouviu” até agora, “é mais rigor no processo de distribuição”.

A deputada federal Natália Bonavides (PT) disse que o auxílio emergencial “não deveria sequer ter acabado” e defendeu o seu retorno imediato, “pois a pandemia não passou, a política genocida do governo Bolsonaro impediu o país de ter vacinação adequada e sua política econômica provocou desemprego recorde e aumento no preço dos alimentos”.

Já o deputado Beto Rosado (PP) afirma que o auxilio emergencial “é muito importante nesse momento de pandemia, em que muitas famílias não têm como ter uma renda pra manter suas casas e o governo tem de fazer uma seleção, uma escolha dos beneficiários com critérios, para que também não possa cometer o erro de entrar numa crise econômica maior do que a que a gente já está tendo”. “Acho que o auxílio econômico tem de ser mantido, mas através de critérios mais rigorosos das famílias mais necessitadas, mais carentes para receber esse beneficio”, admitiu Rosado.

Para o deputado federal General Girão, a definição do valor e os critérios para inclusão de beneficiados dependem do planejamento orçamentário da União. “Gostaríamos de dar R$ 10 mil/mês para todos os brasileiros. Mas isso, só levaria à venezuelização. Por isso mesmo, dentro das responsabilidades fiscais do Governo Federal, estou de acordo com o planejamento orçamentário da União”, destaca.

A deputada federal Carla Dickson (PROS) afirma que “é totalmente a favor, é necessário, a gente viu que, ano passado, por causa do auxílio emergencial, algo que a Câmara conseguiu aprovar e o governo Bolsonaro sancionou, não tivemos um déficit econômico maior”. Carla Dickson soma-se aos parlamentares que defendem mais rigor na distribuição dos recursos emergenciais.

Tribuna do Norte
Sem categoria » Vacina Oxford » Vacinação

VÍDEO: Ampola da vacina de Oxford tem capacidade de 5ml e pode ser aplicada em até dez pessoas

Na edição desta quarta-feira (27) do quadro Correspondente Médico, do Novo Dia, o neurocirurgião Fernando Gomes explicou qual é a capacidade de imunização de uma única ampola da vacina contra a Covid-19.

Uma ampola da vacina de Oxford, fabricada em parceria com a farmacêutica AstraZeneca, tem capacidade de 5ml. Segundo o médico, essa dosagem consegue imunizar até 10 pessoas.

“Lembrando que é importante entender que se tem um prazo de validade no momento em que tem acesso ao frasco [da vacina]”, disse Gomes.

“Não pode achar que vai chegar num dia, aplicar a vacina e guardá-la por 10 ou 15 dias, que isso vai estar funcionando de forma adequada, não é assim”, explicou.

CNN Brasil
Sem categoria

Ministro da Venezuela diz que país mandará dois caminhões com oxigênio a Manaus

O ministro das Relações Exteriores da Venezuela, Jorge Arreazza, disse que seu país enviará dois caminhões com oxigênio para Manaus – o material sairá de Puerto Ordaz, cidade a 1.600 quilômetros ao norte da capital do Amazonas, onde é produzido por uma empresa estatal. Segundo ele, haverá outros envios, já que o governo amazonense mandará cilindros vazios para serem abastecidos na Venezuela.

O ministro, que respondeu com mensagens de áudios a perguntas enviadas pela CNN, afirmou que não foi decidido se o oxigênio será doado ou se haverá algum tipo de compensação. Para ele, neste momento o importante é garantir que o material chegue aos hospitais brasileiros.

Arreazza afirmou que os problemas diplomáticos entre os dois países – o presidente Jair Bolsonaro não reconhece o presidente Nicolás Maduro – atrapalham a negociação e até dificultaram o contato com o governador do Amazonas, Wilson lima, que negocia a entrega do oxigênio com o governador do estado venezuelano de Bolivar, Justo Noguera Pietri.

Ele disse desejar que a colaboração de seu país “sirva de reflexão para as autoridades brasileiras” para que haja relações que permitam a colaboração mútua entre “povos irmãos”.

Sem categoria

Ministério da Saúde recruta 2,5 mil profissionais para atuar em Manaus

Foto: Centro de Comunicação Social da Aeronáutica

O Ministério da Saúde informou hoje (15) que está recrutando 2,5 mil profissionais de saúde para auxiliar no atendimento a pacientes de covid-19 em Manaus. Com o avanço da pandemia, a capital amazonense enfrenta  dificuldades nos serviços da rede pública de saúde.

Segundo a última atualização do ministério, já foram recrutados para trabalhar em Manaus 198 médicos, 562 enfermeiros, 1.212 técnicos de enfermagem, 313 fisioterapeutas e 253 farmacêuticos.

A Agência Brasil entrou em contato com o ministério para saber quantos destes profissionais já estão atuando na capital, mas ainda não obteve resposta.

A Justiça Federal no Amazonas determinou hoje (15) que os governos do estado e federal apresentem um plano para solucionar a falta do oxigênio, que é usado no atendimento a pacientes, especialmente de covid-19.

O governo amazonense informou nesta sexta-feira que vai transferir 235 pacientes para sete estados e para o Distrito Federal diante da impossibilidade de garantir atendimento.

Oxigênio para recém nascidos

O Ministério da Saúde anunciou hoje (15) que conseguiu oxigênio para abastecer o atendimento de 61 bebês prematuros que estão internados em Manaus (AM). A cidade vive desde a semana passada uma crise em razão da falta de oxigênio para a utilização no tratamento tanto de pacientes com covid-19 quanto de outras doenças.

Sem categoria

Questionado sobre situação do Amazonas, Bolsonaro afirma que “poderia estar participando mais ativamente”, porém foi “proibido pelo STF”

O presidente Jair Bolsonaro rebateu, nesta sexta-feira, 15, as críticas feitas pelo governador de São Paulo, João Doria (PSDB). Em meio a um cenário caótico no Amazonas por causa do aumento de casos da Covid-19 e falta de leitos e insumos básicos, Doria chamou o presidente de “facínora” e pediu que a sociedade reagisse contra ele.

“Me acusar de facínora e genocida, é discurso de quem não tem discurso”, afirmou Bolsonaro em uma entrevista exclusiva ao programa Os Pingos nos Is, da Jovem Pan. Em sua fala, o presidente criticou, também, o aumento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) proposto pelo governador, com a justificativa das perdas financeiras devido à pandemia da Covid-19.

“Doria aumentou ICMS de quase tudo porque ajuda na pandemia e inflação, tem que ter muita coragem para falar uma besteira como essa. Ele pega tudo de ruim que acontece e coloca no meu colo, mas não diz que o STF fez um equívoco ao tirar a responsabilidade do governo federal [em relação as medidas sobre o novo coronavírus]”, continuou Bolsonaro.

Situação no Amazonas

Ao ser questionado sobre a situação do Amazonas, o presidente argumentou que “poderia estar participando mais ativamente”, porém foi “proibido pelo Supremo Tribunal Federal (STF)“, que definiu que as prerrogativas sobre como lidar com a crise da Covid-19 seriam dos estados e municípios. Segundo ele, os problemas “começaram a aparecer no estado” na última semana, “quando a temperatura subiu”.

“Estamos fazendo o possível. O que nos surpreende é chegar lá e encontrar a saúde em uma situação muito complicada. Há seis meses, a secretária de saúde foi presa”, explicou. Ele voltou, ainda, a culpar a mídia pela “desinformação” sobre as ações do governo, com o pretexto de desgastá-lo.

“Tenho que resistir. Mostrar o que é o Brasil e para onde nós estamos partindo, mas o peso que eu sofro é demais. Não estou reclamando, sabia que seria difícil. Mas estamos fazendo diferente, apesar dos problemas”, afirmou. O presidente esclareceu também que, se depender dele, o auxílio emergencial não será prorrogado em 2021. “Não podemos continuar dando auxílio emergencial para a população. Não podemos entrar no populismo, voltar com o auxílio, vai bagunçar a economia do país”, disse.

Até o momento, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) não aprovou nenhuma vacina contra o coronavírus no Brasil. Bolsonaro voltou a defender que a imunização não seja obrigatória e que as análises sejam feitas com muito cuidado, já que não há “comprovação científica”.

Além disso, uma das preocupações do presidente é que as empresas não se responsabilizam por possíveis efeitos colaterais, o que está sendo um entrave para a aprovação dos imunizantes no país. “O que podemos oferecer hoje é o tratamento precoce. Há diferença entre uma vacina e a cloroquina, que tem comprovação científica. A vacina tem efeitos colaterais, a cloroquina não. (…) Da minha parte estou com a consciência tranquila, dou as minhas opiniões e, mesmo sendo execrado, continuo falando na ivermectina e cloroquina como forma de tratamento para a Covid-19″, defendeu.

Sem categoria

Presidente da Assembleia recebe chapa da FEMURN

Ezequiel Ferreira recebeu nesta terça-feira (12), a chapa de consenso para a Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte, com representação de todas as regiões do estado: os prefeitos Anteomar Pereira, o Babá de São Tomé, Luciano Santos de Lagoa Nova e Clécio Azevedo de Bom Jesus.

Últimos Eventos

21/09/2019
São Vicente/RN
03/03/19
Master Leite
06/05/18
Parque Dinissauros - Povoado Sto Antonio (Cobra)
Março 2017
Aero Clube

Mais eventos

Jornal Expresso RN

Baixar edições anteriores

Curta Jean Souza no Facebook

Siga Jean Souza no Instagram

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
Botch das divs centrais
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!