Arquivos:

Finanças » Segurança

Quase 3,6 milhões de cartões são clonados em 12 meses no Brasil. Quase metade das fraudes após compras online

Quase 3,6 milhões de brasileiros tiveram os cartões de crédito clonados nos últimos 12 meses até março, segundo o SPC Brasil e a CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas). Foi o tipo mais comum de golpe entre as 8,9 milhões de pessoas que enfrentaram alguma fraude.

A faixa etária mais atingida por problemas com cartão de crédito foi a dos brasileiros de 50 anos ou mais. Entre os jovens de 18 a 34 anos, um dos destaques foi o pagamento de boletos fraudados.

Quase metade (47,8%) de todas as fraudes ocorreram após compras online, segundo o levantamento.

A principal consequência sofrida pelas vítimas foi o uso dos dados ou do cartão pelos fraudadores para fazer compras indevidas (37%).

PAINEL S.A / FOLHA
Finanças » Segurança

RN: Trabalhadores da Segurança Pública realizam ato em Natal no dia 23 para cobrar o pagamento das folhas em atraso

Reunidos na manhã desta sexta-feira, 12 de abril, representantes dos trabalhadores da Segurança Pública do RN (Policiais Militares, Bombeiros Militares, Policiais Civis, Agentes Penitenciários, Escrivães, Peritos e Servidores do ITEP) acertaram os detalhes para o ato público em defesa do pagamento dos salários em atraso.

O ato acontecerá no dia 23 de abril, às 9 Horas, em frente ao Midway Mall e tem o objetivo de cobrar o pagamento das folhas em atraso.

Blog do BG
Política » Segurança

Segundo secretário, governo Fátima reduz gasto com diárias comuns, mas investe em Segurança

O governo da professora Fátima Bezerra não só reduziu o volume de diárias como fez melhor uso delas, declara o secretário estadual do Planejamento e das Finanças (Seplan), Aldemir Freire. Ele explicou que o Governo optou por investir em Segurança e elevar, de forma justificada, os rendimentos ou diárias operacionais, que são os recursos pagos aos profissionais da área de Segurança Pública em períodos como os da Operação Verão e do carnaval, por exemplo”, acrescentou Aldemir.

Aldemir explica que, no acumulado de 2015 a 2018, sempre levando em consideração a execução do primeiro trimestre, o governo anterior destinava aproximadamente 53% das diárias pagas para as áreas de segurança. No governo Fátima o volume de diárias para a segurança pública respondeu por 95,7% do valor pago.

Além disso, é preciso considerar que o governo atual ainda teve que honrar aproximadamente R$ 1,21 milhão de diárias operacionais do mês de dezembro que não haviam sido pagas pelo governo anterior. “Foi justamente esse melhor uso dos recursos públicos que permitiu uma expressiva redução de 40,2% no número de homicídios nos meses de janeiro e fevereiro”.

Ele enfatiza que, “ao contrário do que tentam vender para a população” o total gasto com diárias comuns – que são aquelas pagas aos servidores que viajam em serviço – foi de R$ 534,9 mil, em 2015; R$ 1,06 milhão, em 2016; R$ 1,22 milhão, em 2017; R$ 1,34 milhão, em 2018; e R$ 146 mil este ano.

Blog do BG
Educação » Rio Grande do Norte » Segurança

RN: Menos de 6% das escolas públicas têm segurança armada

Apenas 5,7% das 608 escolas da rede pública estadual do Rio Grande do Norte tem segurança armada. Ao todo, são 35 unidades de ensino espalhadas entre as cidades de Natal e Mossoró. Após o massacre protagonizada por ex-alunos de uma escola pública da cidade de Suzano, em São Paulo, a Secretaria Estadual de Educação (Seec) estuda maneiras de ampliar a segurança nas instituições públicas potiguares.

Umas das medidas em análise é a ampliação das atividades da Ronda Escolar, que funciona em parceria com a Polícia Militar, e também ações Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd). Além disso, a pasta vai identificar unidades de ensino consideradas “vulneráveis”, para o reforço da vigilância.

“Esse trabalho de identificação acontecerá em parceria com o Ronda Escolar, que atua na patrulha de nossas escolas e poderá nos fornecer dados e localidades onde é necessária uma atenção maior. Estamos em diálogo para definir quais escolas entrarão no grupo de unidades de ensino que dispõe de vigilância”, detalha o secretário de Educação, Getúlio Marques.

Até março deste ano, segundo informações do Portal de Transparência, o governo estadual pagou R$ 951 mil à empresa RN Segurança, para a locação de mão-de-obra na atividade de vigilância patrimonial.

A discussão sobre a segurança no ambiente escolar ganhou mais força após as mortes ocorridas na escola pública da cidade paulista de Suzano. Na última quarta-feira, 13, cinco alunos e dois funcionários da Escola Estadual Raul Brasil foram assassinados por dois ex-alunos. Além deles, o tio de um dos autores do massacre também foi morto. Por fim, acuados pela Polícia Militar, os dois responsáveis pelos crimes cometeram suicídio.

Além da pequena parcela de escolas com segurança privada, a rede estadual tem apenas 226 escolas com segurança eletrônica. Ou seja, apenas 37% das unidades de ensino tem algum tipo de aparelho de monitoramento das atividades, como câmeras de vigilância e alarmes.

Agora RN
Currais Novos » Ezequiel Ferreira » Segurança

CURRAIS NOVOS: Deputado Ezequiel Ferreira comemora índices positivos da segurança

Para assegurar que Currais Novos continue figurando como uma das cidades mais seguras do Rio Grande do Norte, os representantes da Segurança Pública do município estiveram na manhã da última quinta-feira (14), na presidência da Assembleia Legislativa, buscando reforçar a parceria com o mandato do deputado Ezequiel Ferreira (PSDB) em ações específicas para a área.

Com a presença do Secretário Estadual de Segurança Pública e Defesa Social, coronel Francisco Araújo, foi debatido o projeto de Monitoramento Eletrônico de Currais Novos apresentado pelo Major Moacir e teve assegurado uma Emenda Parlamentar do deputado estadual, Ezequiel Ferreira para que o monitoramento seja efetivado na cidade. A reunião contou ainda com a presença dos vereadores João Neto e Francisco Wilton.

Segundo o deputado as ações conjuntas dos poderes de Currais Novos começam a ser traduzidas em números positivos. A criminalidade diminuiu ao passo que os investimentos nestas áreas receberam uma atenção maior desde o ano de 2012.

“Parabenizo todos os responsáveis pelo desenvolvimento de políticas públicas voltados para esta área, desde aquelas pessoas que doam parte do seu Imposto de Renda ao FIA (Fundo da Infância e do Adolescente) de Currais Novos, passando pelo direcionamento deste e de outros valores obtidos com Prestações Pecuniárias pelo Poder Judiciário, com o auxílio do Ministério Público, a ainda os agentes de segurança que conduzem os projetos sociais e realizam o combate ostensivo à criminalidade”, disse Ezequiel Ferreira, salientando que estará sempre ao dispor para reforçar as ações neste setor tão importante para a qualidade de vida dos curraisnovenses.

Coronel Araújo também se comprometeu a buscar uma solução para o problema dos plantões da delegacia de Polícia Civil em Currais Novos. Ezequiel Ferreira apresentou requerimento ao Governo do Estado para que Currais Novos seja um polo dos Cursos De Formação de Policiais Militares do Estado; o que foi prontamente recepcionado pelo Secretário de Segurança Pública, devendo a alteração na Lei ocorrer nos próximos dias e com isto irá garantir a permanência completa do efetivo quando estes cursos estiverem sendo realizados.

Policial » Segurança

Moro quer agressores de mulheres usando tornozeleiras eletrônicas

Durante fala proferida em evento relativo ao Dia Internacional da Mulher, nesta sexta-feira (8), o ministro Sergio Moro defendeu uma maior utilização de tornozeleiras eletrônicas por parte de agressores de mulheres. Também mencionou a popularização de um botão de pânico, a ser acionado por mulheres em situações de risco.

“Temos a constatação de que são instrumentos importantes no combate à violência doméstica, tanto o botão do pânico quanto a tornozeleira eletrônica. Mas hoje são instrumentos relativamente pouco usados. Vamos buscar a utilização mais ampla desse instrumento”, afirmou.

Atualmente existem no Brasil cerca de 51 mil tornozeleiras eletrônicas, menos de 5% utilizadas por agressores de mulheres.

Noticias ao Minuto
Rio Grande do Norte » Segurança

Mortes violentas registra redução de 32,5% durante o Carnaval, diz Secretaria de Segurança do RN

Arrombamentos de residências caíram 56,5% durante os festejos carnavalescos, diz Sesed

A Secretaria do Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed) apresentou nesta quinta-feira, 7, o balanço da Operação Carnaval 2019. De acordo com a Coordenadoria de Informações Estatísticas e Análise Criminal (Coine), as Condutas Violentas Letais Intencionais (CVLI) sofreram uma redução de 32,5%, em relação ao mesmo período de 2018.

Este ano foram registrados 27 casos de mortes violentas em 2019 durante os dias de folia. Conforme a série histórica do setor, em 2016 foram 31 homicídios, em 2017 a Coordenadoria registrou 51 CVLIs, já em 2018 foram 40 casos.

Os números também apresentaram uma diminuição em relação aos arrombamentos de residências, saindo de 23 no ano passado para 10 durante os festejos de 2019, o que representa uma queda de 56,5%. Os furtos e roubos de veículos também caíram respectivamente 42,8% e 29,6% se comparado o mesmo período.

A operação contou com o apoio do efetivo extraordinário através de diárias operacionais no valor aproximadamente R$ 3 milhões. Além disso, as forças estaduais receberam apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Guarda Municipal e Secretaria de Mobilidade Urbana (STTU).

CIOPAER

O Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer), através da aeronave Potiguar 01, foi acionado para salvamento aquático duas vezes. “Estávamos prontos para atender ocorrências de translado de pacientes e vítimas de acidentes em qualquer parte do estado com o apoio do SAMU, patrulhamos nosso litoral com pousos eventuais em varias localidades, sobrevoamos áreas de concentração de pessoas, mantivemos nossa condição de apoio policial em todo momento”, apontou o comandante do Ciopaer, Hildebrando Alves.

Polícia Militar

A Polícia Militar atuou com 4.900 policiais de efetivo extra, sendo 2.478 do Comando de Policiamento Metropolitano (CPM), 1.752 do Comando de Policiamento do Interior (CPI) e 670 do Comando de Policiamento Rodoviário Estadual (CPRE).

CPM e CPI prenderam 60 pessoas durante os dias de carnaval. No período, foram apreendidos seis adolescentes, 3,36 kg de cocaína, 1,25 kg de maconha, 1,2 litros de loló, 10 comprimidos de ecstasy e seis psicotrópicos, além oito armas. Também foram registradas 153 ocorrências de som alto.

Em relação ao o Comando de Polícia Rodoviária Estadual (CPRE), o dado mais importante neste carnaval foi a redução de 33,33% de vítimas fatais em acidentes de trânsito, sendo quatro em 2019 e seis em 2018. O órgão ainda fiscalizou 2.920 veículos contra 2.557 do ano de 2018, um aumento de 14,20%. As ações resultaram em 386 autos de infrações, índice de 58% maior que o ano anterior. Um total de 93 veículos foram recolhidos ao pátio do DETRAN contra 17 em 2018, um aumento de 447,06%.

Além disso, também foram registrados quatro veículos roubados recuperados, nove pessoas presas, 17 carteiras de habilitação recolhidas e 153 testes de alcoolemia realizados.

A Operação Lei Seca abordou mais de 700 veículos nesse carnaval, resultando em 42 pessoas autuadas por embriaguez e um condutor preso por dirigir com concentração maior que 0.33 mg/l. Além disso, outros 29 autos por infrações diversas foram feitos na mesma ocasião, como dirigir sem CNH e com documentos vencidos. As abordagens aconteceram em todos os dias do carnaval, tanto em Natal, nos polos Ponta Negra e Petrópolis, quanto em Pirangi.

Polícia Civil

Pela Polícia Civil, foram realizadas 131 prisões, entre ocasiões de flagrante delito e mandados de prisão, por crimes como furto, roubo, tráfico de drogas e violência doméstica.

Com efetivo em todas as regiões do Rio Grande do Norte, as equipes das Delegacias de Polícia Civil, além de realizarem prisões, confeccionaram 765 boletins de ocorrência, sendo os registros de furtos, roubos, violência doméstica, estelionato, posse ilegal de arma de fogo e lesão corporal os mais frequentes. Foram confeccionados, ainda, 68 termos circunstanciados de ocorrência, por crimes de considerados de menor potencial ofensivo.

Corpo de Bombeiros

Durante o carnaval, o Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Norte (CBMRN) trabalhou diariamente com 150 militares, distribuídos no litoral potiguar e nos polos carnavalescos.

O 1º, 2º e 3º Grupamento Bombeiro Militar, que atuam na Grande Natal Mossoró e Caicó, respectivamente, prestaram 89 atendimentos ao público. Já o Serviço de Atividades Técnicas (SAT) fiscalizou estruturas de eventos e trios elétricos em mais de 38 municípios.

Diariamente, trinta mergulhadores e guarda-vidas, do Grupamento de Busca e Salvamento (GBS), atuaram em postos distribuídos nas praias da Redinha, Praia do Forte, Praia do Meio, Praia dos Artistas, Praia de Areia Preta, Ponta Negra, Búzios, Camurupim, Praia da Barra (Tibau do Sul), Praia do Amor (Tibau do Sul), Emanuelas e Ceará (Tibau), distribuindo panfletos e orientando 1.597 pessoas.

ITEP

O Instituto Técnico-Científico de Perícia (ITEP-RN) adotou o plantão de serviços 24 horas para a perícia criminal e medicina legal em Natal e nas unidades regionais de Mossoró, Caicó e Pau dos Ferros.

Na região metropolitana de Natal foram contabilizadas 25 perícias externas em locais de crime contra a vida, crimes contra o patrimônio e ocorrências de trânsito. O Instituto de Medicina Legal realizou 96 exames de lesão corporal e pequenas causas, além de um exame de conjunção carnal e 29 exames de necropsias, dos quais 15 relacionados a homicídios.

No Seridó, foram registrados no período momesco atendimentos de sete perícias em locais de crime, sendo quatro de óbitos, 20 exames de lesão corporal leve, um de conjunção carnal, um de ato libidinoso e seis exames toxicológicos.

Já na região Oeste, a unidade regional de Mossoró realizou atendimentos de perícias de três ocorrências de trânsito, um homicídio e um afogamento. Na Medicina Legal realizaram-se 20 exames de lesão corporal e oito exames necroscópicos. Já a unidade regional de Pau dos Ferros contabilizou uma perícia em local de crime, um exame necroscópico e 10 exames de lesão corporal leve.

Agora RN
Rio Grande do Norte » Segurança

MP pede bloqueio mensal de R$ 9,5 milhões do Governo do RN para aplicar na segurança pública

O Ministério Público pediu o bloqueio mensal de R$ 9.539.083,33 da conta única do Governo do Rio Grande do Norte para a segurança pública.

O dinheiro deve ser depositado em contas a serem administradas pelos gestores das Polícias Militar e Civil, do Corpo de Bombeiros Militar e do Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep).

O pedido do MP, segundo o próprio órgão, se deveu pelo fato de o governo ter descumprido uma decisão liminar.

A determinação ordenava que o Poder Executivo garantisse que todos recursos previstos para a segurança pública na Lei Orçamentária Anual, para este ano, fossem integralmente aplicados na área, sem contingenciamento.

No pedido de cumprimento provisório de sentença, a 70ª Promotoria de Justiça de Natal relata que um decreto publicado pelo governo no dia 18 de fevereiro – que dispõe sobre os procedimentos a serem adotados pelos órgãos e entidades da Administração Pública Estadual, para a execução e o encerramento mensal e anual orçamentário, financeiro e contábil do exercício deste ano – contingencia R$ 60,7 milhões para os órgãos da segurança pública estadual.

Segundo o MP, o ato do Poder Executivo corresponde a um corte de 53% de todas as verbas de custeio e investimentos que lhes foram destinadas na Lei Orçamentária Anual. “Diante desse ato oficial de afronta à decisão judicial, não resta outro caminho ao autor da ação civil pública senão buscar o Poder Judiciário para fins de obter o cumprimento da obrigação de fazer reconhecida em sede de antecipação de tutela”, diz trecho do pedido do MP.

O Ministério Público requer que o repasse seja imediato para contas a serem administradas pelo comandante-geral da Polícia Militar, a delegada-geral da Polícia Civil, o comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar e o diretor-geral do Instituto Técnico-Científico de Perícia.

Ainda de acordo com o MP, essas verbas, somadas, totalizam 0,9% do orçamento estadual. “De modo que o bloqueio proposto, embora seja importante para a efetivação do direito fundamental à segurança pública, não prejudica o equilíbrio fiscal nem a prestação dos demais serviços públicos”, argumenta o Ministério Público.

Decisão

Na decisão da 3ª vara da Fazenda Pública de Natal que determinou que não haja contingenciamento de verbas previstas para segurança pública em 2019, a Justiça destacou que “é notório o aumento vertiginoso da criminalidade no âmbito do Estado do Rio Grande do Norte, que vem avançando progressivamente no cenário social de maneira muito preocupante, na medida em que a Administração Pública não consegue deter o controle de determinadas situações, que beiram o caos social”.

Na ação civil pública, o MP afirmou que os contingenciamentos “não encontram amparo jurídico à luz do dever estatal de garantir o direito fundamental à segurança pública, o que vem sendo negligenciado ao longo dos anos, culminando por instalar um estado de coisas inconstitucional nessa área e, consequentemente, legitimar a intervenção judicial na execução orçamentária com vistas à cessação ou, pelo menos, a diminuição desses contingenciamentos”.

G1 RN
Brasil » Segurança

Brasil é principal potência militar na América Latina; Venezuela está na 6ª posição

O Brasil lidera o ranking de países da América Latina com o melhor preparo militar, segundo estudo recente que levou em consideração mais de 50 fatores para avaliar as principais potências da região. Com índice de 0,3198, o país está à frente do México (0,6289), na segunda posição, e Argentina (0,7056), terceiro lugar. A Venezuela aparece na sexta colocação (0,7876), atrás ainda do Peru e da Colômbia, respectivamente na quarta e quinta posição no ranking.

O levantamento que aponta o índice de forças de países latinos foi desenvolvido pelo site Global Firepower e, entre os itens avaliados, contou com informações como o tamanho das tropas, a quantidade e o tipo de armas, o desempenho em conflitos anteriores -entram na análise a performance militar nas 1ª e 2ª Guerras -, alianças, assim como a análise de fatores geográficos e logísticos.

Em comparação com os outros países, o Brasil se destaca pelo investimento militar. Em 2017, foram US$ 29,28 bilhões investidos, contra apenas US$ 0,46 bilhão da Venezuela. Na comparação entre o número de militares, o Brasil aparece com 1,98 milhão de soldados, enquanto a Venezuela possui uma média de 123 mil. Uma das justificativas para o mau desempenho dos vizinhos venezuelanos está na queda de investimentos devido ao baixo desempenho do PIB.

Estadão
Segurança

Mourão diz que o Brasil só entra em guerra com a Venezuela se for atacado: “acho que o Maduro não é tão louco a esse ponto”

O general Hamilton Mourão disse à BBC que o Brasil só vai entrar em guerra com a Venezuela se for atacado:

“Da nossa parte nós jamais entraremos em uma situação bélica com a Venezuela, a não ser que sejamos atacados, aí é diferente, mas eu acho que o Maduro não é tão louco a esse ponto, né?”

O Antagonista

Últimos Eventos

03/03/19
Master Leite
06/05/18
Parque Dinissauros - Povoado Sto Antonio (Cobra)
Março 2017
Aero Clube
08/07/2017
Parque Exposições - Fotos: Mazilton Galvão

Mais eventos

Jornal Expresso RN

Baixar edições anteriores

Curta Jean Souza no Facebook

Siga Jean Souza no Instagram

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
Botch das divs centrais
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!