Arquivos:

Saúde » Televisão

Apresentador Carlos Alberto de Nóbrega é internado com infecção generalizada

O apresentador do SBT, Carlos Alberto de Nóbrega, 83 anos, está internado no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, para tratar uma infecção generalizada. As informações foram publicadas por ele em vídeos em uma rede social, neste domingo (12).

Segundo a assessoria de imprensa do Sírio-Libanês, nenhum boletim será divulgado sobre o estado de saúde do apresentador e nem sobre possibilidade de alta. De acordo com a postagem de Carlos Alberto, ele explica que passou mal após ingerir um iogurte vencido.

“Hoje o assunto é sério. Estou internado por uma infecção generalizada causada por uma infecção intestinal. Porque eu tomei na quarta-feira [8] um iogurte e eu não reparei na validade. Isso é uma coisa muito séria. Você tem que fazer o que eu não fiz. Quando for comprar qualquer produto, veja a validade. Porque às vezes você pode perder a tua vida por causa de uma besteira, de uma irresponsabilidade de comerciante que não se preocupa com as pessoas, com seus semelhantes”, disse o apresentador no vídeo.

O apresentador disse também que não tem previsão de alta. “Eu estou bem, graças a Deus, mas levei um susto muito grande. Vou ficar internado alguns dias aqui. E a partir de agora certamente eu vou ver validade até na minha mulher, coitada, que está pagando por isso. Tomem cuidado, gente. E o que sair aí é fofoca, eu estou bem, graças a Deus.”

G1
Caicó » Saúde

Caicó: Governo entrega instalações do pronto-socorro do Hospital Regional do Seridó

Estruturado com 20 leitos para atendimentos com classificação de risco verde, amarelo e vermelho, além de sala de estabilização, o pronto-socorro realiza assistência a pacientes adultos e infantil

O Governo do Estado realizou a entrega, nesta segunda-feira (23), das novas instalações do serviço de urgência e emergência do Hospital Regional Telecila Freitas Fontes, em Caicó.

O novo ambiente, reformado a partir dos investimentos do Banco Mundial, na ordem dos R$ 2,191 milhões, oferecerá atendimento à população do Seridó potiguar, sendo referência para 25 municípios, atendendo uma média mensal de 8 mil pessoas. O pronto-socorro proporcionará avanço na oferta do serviço na região, com maior qualidade na assistência prestada e melhoria nas condições de trabalho dos servidores.

O secretário ainda ressaltou que os indicadores positivos da unidade resultaram em especial do engajamento dos profissionais que atuam no Hospital Regional do Seridó.

Estruturado com 20 leitos para atendimentos com classificação de risco verde, amarelo e vermelho, além de sala de estabilização, o pronto-socorro realiza assistência a pacientes adultos e infantil para demandas clínicas, cirúrgicas e de traumatologia.

O evento de entrega das instalações contou com apresentação da Orquestra Caicoense Recreio e com a participação da presidente do Conselho Municipal de Saúde de Caicó, Jomara Carneiro; da presidente da Comissão Intergestores Regional, Evaneide Nóbrega; da secretária de saúde de Caicó, Leiliane de Albuquerque; da vereadora do Município de Caicó, Rosângela Maria da Silva; representações dos deputados Estaduais Francisco do PT e Vivaldo Costa; da diretora da IV Ursap, Cordélia de Araújo; da professora da UERN, Rosângela Diniz; além de funcionários do local.

Blog do Ismael Medeiros
Currais Novos » Saúde » Sem categoria

CURRAIS NOVOS: Leitos psiquiátricos foram inaugurados no Hospital Mariano Coelho

Durante a cerimônia os participantes do CAPS cantaram

Passo importante no tratamento da saúde mental foi dado em Currais Novos. Na tarde da última terça-feira (17), 8 leitos psiquiátricos foram inaugurados em uma das alas do Hospital Dr. Regional Mariano Coelho. A solenidade foi acompanhada por representantes do Governo do Estado, município e a direção do Hospital além dos pacientes do CAPS.

Os espaços estão divididos em quatro leitos para clínica médica, ao público adulto, e quatro para infanto-juvenil. Visto ser cada vez mais recorrente transtornos mentais entre jovens e adolescentes. Durante a cerimônia os participantes do CAPS cantaram.

Blog do Ismael Medeiros
Currais Novos » Saúde

Hospital Regional ganha novos leitos de Saúde Mental

O Hospital Regional Dr Mariano Coelho inaugurou na tarde de ontem (17), 04 novos leitos na Clínica Médica e 04 na pediatria.

Os novos leitos, que foram readequados pelo Governo do Estado, através da Secretaria Estadual de Saúde, serão destinados aos pacientes da psiquiatria.

Empresários da cidade e da região também contribuíram doando parte do mobiliário.

Participaram do evento a subsecretária Sra Márcia Lucas, que representou o Secretário Estadual de Saúde Cipriano Maia Vasconcelos; o Prefeito de Currais Novos Odon Júnior; a Secretária Municipal de Saúde Alana Moraes; e a Coordenadora do CAPs Currais Novos, a Assistente Social Mariana Galvão; e a Diretora do Hospital Regional, Janiceia Simplicio.

A Prefeitura de Currais Novos é parceira desse novo serviço, fornecendo a equipe multiprofissional com assistente social, psicólogos, terapeuta ocupacional entre outros, que irá dar suporte as equipes do hospital no atendimento aos pacientes.

Na ocasião, o Coral LivreMente, formado por usuários do CAPs Maria Vênus Cunha, cantou e encantou os pacientes, autoridades e visitantes do hospital, com uma belíssima apresentação.

“Ganhamos um importante equipamento para a saúde da nossa região. Antes os pacientes de Currais Novos e região precisavam se deslocar para Caicó e Natal quando tinham surtos de Saúde Mental e agora os leitos no Hospital Regional Mariano Coelho de Currais Novos irão ofertar esse serviço. Agradecer ao Governo do Estado e também a todos os nossos servidores que irão participar dessa importante parceria”, afirmou o Prefeito Odon Júnior.

Rio Grande do Norte » Saúde

Justiça do RN bloqueia R$ 50 mil de plano de saúde para custear radioterapia

FOTO: EDUARDO MAIA

Uma decisão judicial obrigou um plano de saúde a custear o tratamento de radioterapia de uma cliente portadora do Linfoma de Hodgkin. No entanto, a empresa não cumpriu a decisão no tempo determinado e teve mais de R$ 50 mil bloqueados para a realização dos procedimentos.

Na ação, a cliente comprovou ser portadora do plano na modalidade coletivo, tendo sido diagnosticada com Linfoma de Hodgkin (esclerose nodular) no início deste ano. Através do plano, foi realizado tratamento quimioterápico em 6 ciclos.

Em seguida, o médico responsável pelo caso recomendou o tratamento de radioterapia com modulação da intensidade do feixe (IMRT) para evitar a progressão da doença. A solicitação médica foi encaminhada ao setor responsável no dia 4 de novembro. Na ocasião, a operadora informou ter 21 dias úteis para dar a resposta sobre a solicitação. No entanto, a paciente não recebeu nenhuma resposta do plano mesmo após o encerramento do prazo.

“Resta evidente a gravidade do estado de saúde da autora, a exigir o início imediato do tratamento radioterápico que lhe foi prescrito. Se os especialistas atestam que a autora necessita se submeter à referida terapia, aplica-se à espécie previsão do art. 35-C da Lei nº 9.656/98, que trata dos contratos de Seguros e Planos de Assistência Privada à Saúde, o qual estabelece a obrigatoriedade da cobertura do atendimento nos casos de emergência”, registrou em sua decisão o juiz de Direito, Madson Ottoni de Almeida.

De acordo com os autos do processo, a empresa ficou sabendo da decisão em 5 de dezembro, porém deixou decorrer o prazo fixado de 48 horas sem cumprimento. Por causa disso, a Defensoria elaborou nova petição, e em sua segunda decisão, o juiz determinou bloqueio online em contas bancárias e/ou aplicações financeiras no nome da empresa, no montante de R$ 50.611,56 para que seja transferido à prestadora de serviços que realizar os procedimentos necessários.

Portal no Ar
Saúde

Municípios receberão R$ 401 milhões para cadastrar brasileiros no SUS

A iniciativa faz parte do programa “Previne Brasil”

O Ministério da Saúde convoca gestores e profissionais de saúde de todo país a atualizarem o registro dos pacientes no Sistema Único de Saúde (SUS). Para garantir essa mobilização e estimular os municípios a cadastrarem e incluírem mais brasileiros no SUS, o Governo do Brasil vai repassar ainda neste ano R$ 401 milhões a todos os municípios brasileiros.

A portaria que autoriza os recursos foi publicada nesta quinta-feira (12) no Diário Oficial da União. Serão R$ 8,9 mil para cada uma das cerca de R$ 45 mil Equipes de Saúde da Família (ESF), formadas por médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e Agentes Comunitários de Saúde que atendem a população nos serviços de saúde da Atenção Primária – área que cuida dos problemas mais frequentes de saúde dos brasileiros, como diabetes e hipertensão, através de consultas médicas, exames e vacinação.

A iniciativa faz parte do programa “Previne Brasil”, lançado no mês passado pelo presidente da República, Jair, e ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, e que traz uma nova proposta de financiamento da Atenção Primária. Agora, consultas médicas e exames garantirão mais recursos federais. Assim, os serviços de saúde que acompanharem o dia a dia da saúde das pessoas, com consultas regulares e exames, prevenindo doenças ou evitando complicações, serão recompensados.

Um dos novos critérios de financiamento do Governo do Brasil aos municípios leva em consideração o número de pessoas cadastradas nos serviços de Saúde para definir o valor de recursos a ser repassado às secretarias de saúde municipais. Ou seja, quanto mais pacientes acompanhados, mais recursos para os municípios. O objetivo é incluir mais 50 milhões de brasileiros no SUS, com acompanhamento regular da saúde.

Blog do Ismael
Rio Grande do Norte » Saúde

RN atinge meta de vacinação contra sarampo

O Ministério da Saúde divulgou nessa sexta-feira (13) o balanço da cobertura vacinal da tríplice viral, que combate o sarampo, a caxumba e a rubéola. De acordo com os dados, o Rio Grande do Norte atingiu 96,2% do público alvo e ficou acima da meta mínima estabelecida pela pasta, que era de 95%.

Além do RN, os estados de Mato Grosso do Sul (115,92%), Alagoas (115,7%), Rondônia (114,4%), Paraíba (110,2%), Pernambuco (109%), Ceará (108,2%), Minas Gerai (106,7%), Espírito Santos (105,7%), Santa Catarina (105,4%), Paraná (102,8%), Tocantins (102,5%), Rio de Janeiro (101,7%), Sergipe (99%), Rio Grande do Sul (101,1%), Goiás (103,4%), Mato Grosso (97,2%) e Amazonas (96,4%) também superaram as expectativas.

No total, 99,4% das crianças de até um ano de idade estão vacinadas no país. O resultado é o melhor dos últimos cinco anos, embora oito estados e o Distrito Federal não tenham atingido a meta mínima, que é de 95%. O bom desempenho é fruto da intensificação de ações de vacinação em todo o país por meio das Campanhas Nacionais de Vacinação contra o sarampo.

Mesmo com o bom desempenho do país, o diretor do Departamento de Imunizações e Doenças Transmissíveis do Ministério da Saúde, Julio Croda, ressalta a preocupação com municípios que ainda não cumpriram a meta. “Ainda temos cerca de 1,9 mil municípios que, mesmo com a intensificação das ações de vacinação por meio de campanhas, não conseguiram atingir a meta. Isso é preocupante para 2020 porque ainda existe surto da doença no país”, informou o diretor.

Somente neste ano, o Ministério da Saúde realizou duas etapas de vacinação contra o sarampo em municípios brasileiros que fazem fronteira com outros países. No meio do ano, também realizou campanha de vacinação concentrada no estado de São Paulo devido aos casos da doença que começaram a surgir após o registro de surto em um navio que atracou no porto de Santos (SP). Além disso, outras duas campanhas foram realizadas em todo om país. A campanha, que terminou no dia 30 de novembro, ocorreu em duas etapas: a primeira, destinada a crianças de 6 meses a menores de 5 anos (7/10 a 25/10); e a segunda focada na população de 20 a 29 anos.

Entre os estados que não atingiram a meta mínima de 95% de cobertura vacinal, preconizada pelo Ministério da Saúde foram: Pará (85,4%), Roraima (87,9%), Bahia (88,9%), Maranhão (90%), Acre (91,4%), Piauí (91,9%), Distrito Federal (93,7%), São Paulo (93,9%) e Amapá (94,9%).

O Ministério da Saúde alerta que a baixa cobertura vacinal é responsável pela disseminação do sarampo em território nacional. Mesmo frente à situação atual de surtos pelo Brasil, as baixas coberturas vacinais ainda persistem em alguns municípios. De acordo com o último boletim epidemiológico de sarampo, atualmente, a doença circula em 17 estados brasileiros, com um total de 3.565 casos confirmados nos últimos 90 dias (1º de setembro a 23 de novembro). Destes, 2.702 casos estão concentrados em 147 municípios do estado de São Paulo. Também foram confirmados 15 óbitos: seis em menores de 1 ano de idade, dois em crianças de 1 ano de idade e sete em adultos maiores de 20 anos.

Portal no Ar
Saúde

Pesquisa realizada no RN por estudante de Veterinária isola parasita do calazar

Uma pesquisa no Rio Grande do Norte – fruto de um Trabalho de Conclusão de Curso – pode ampliar as possibilidades de diagnóstico preciso do Leishmaniose Visceral em cães. A doença, também conhecida como calazar, acomete humanos e animais e, nesses últimos, em boa parte dos casos não há cura, e é necessário o sacrifício.

O teste confirmatório foi feito pela aluna concluinte de Medicina Veterinária, Luiza Duarte Momo, através do isolamento do protozoário que causa a doença. O trabalho foi desenvolvido no Centro de Saúde Veterinária (CSV) da UnP, integrante de rede Laureate. Foram examinados cães que deram entrada na unidade entre os meses de outubro e novembro de 2019.

O calazar é uma enfermidade preocupante pois tem um diagnóstico difícil. De acordo com o Prof. Vicente Toscano, orientador da pesquisa, atualmente, o Ministério da Saúde preconiza a realização de duas sorologias. Porém, esses exames podem ser inconclusivos pois diversos fatores podem influenciar no resultado, como o status imunológico do animal.

“Com a pesquisa, foi criado um teste padrão ouro que não deixa nenhuma dúvida sobre o diagnóstico do animal. Futuramente, esse exame pode ser incluído na rotina, trazendo ainda mais confiabilidade aos serviços do CSV”, explica o docente. A pesquisa continuará nos próximos semestres com outros alunos.

Sobre o calazar

O calazar é uma zoonose que acomete cães e humanos. Natal é considerada uma área endêmica, com um alto índice de casos em animais, especialmente, em bairros periféricos. Ela é transmitida pelo mosquito palha e, por isso, não é possível o contágio através de contato com os cachorros doentes.

Embora grave, a doença pode ser tratada em humanos. Até recentemente, o sacrifício do animal diagnosticado era a recomendação dos órgãos de saúde, mas medicamentos modernos.

Agora RN
Saúde

Após exames, Bolsonaro diz que pode ter câncer de pele

Após passar por exames nessa quarta-feira, 11, o presidente Jair Bolsonaro disse que há possibilidade de ele ter câncer de pele.

“Eu tenho pele clara, pesquei muito na minha vida, gosto muito de atividade, então a possibilidade de câncer de pele existe”, disse a jornalistas ao entrar no Palácio da Alvorada.

O presidente fez a declaração após realizar exames no hospital da Força Aérea Brasileira, em Brasília. Antes, a assessoria de imprensa havia informado que seria uma consulta de rotina.

Bolsonaro chegou ao Palácio da Alvorada no começo da noite com um curativo na orelha esquerda. Perguntado sobre a bandagem, disse que havia a possibilidade de ter desenvolvido câncer e que estão checado. Ele também informou que cancelou uma viagem a Salvador nesta quarta por cansaço.

“Não sei se vão fazer biópsia, me cutucaram, furaram, deram anestesia. Eu dormi. Eu tava tão cansado que eu deitei na maca e dormi”, disse Bolsonaro, completando que o exame foi feito apenas na orelha esquerda.

“Tem possível câncer de pele. Fizeram uma checagem em mim. Inclusive não é eu que peço, muitas vezes eles que me convocam e eu vou pra lá. Eu não sou dono mais de mim em muitas questões. Uma coisa que tô abusando é as saídas por aí. Outro dia comi pastel na feira do Paraguai e tava gostoso”, disse sobre eventos fora da agenda oficial.

PNA
Saúde

Em um ano, notificações de microcefalia caem quase 50% no RN

FOTO: TÂNIA RÊGO/AGÊNCIA BRASIL

O Boletim Epidemiológico divulgado pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS) da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), registrou no Rio Grande do Norte, em 2019, a ocorrência de 11 casos notificados de microcefalia e/ou outras malformações relacionadas às infecções congênitas. Os dados inseridos no sistema até a Semana Epidemiológica 43, encerrada em 30/11/2019, mostram uma queda acentuada em relação aos anos anteriores.

No Rio Grande do Norte, desde 2014 até hoje foram notificados 557 casos suspeitos de microcefalia e/ou outras malformações relacionadas às infecções congênitas como Zika e STORCH (sífilis, toxoplasmose, rubéola, CMV ou HSV), sendo 4 referentes a nascimentos ocorridos em 2014, 339 em 2015, 153 em 2016 e 23 em 2017, além de 20 em 2018 e das 11 em 2019.

O aumento da prevalência dos casos de microcefalia foi evidenciado especialmente a partir do mês de setembro de 2014 (20,1 casos por 1.000 nascidos vivos).

Os casos notificados em todo o período estão distribuídos em 98 municípios do estado. Do total, 123 estão sob investigação, 166 foram confirmados, 4 foram inconclusivos, e 262 foram descartados e ainda existem 2 casos prováveis.

Portal no Ar

Últimos Eventos

21/09/2019
São Vicente/RN
03/03/19
Master Leite
06/05/18
Parque Dinissauros - Povoado Sto Antonio (Cobra)
Março 2017
Aero Clube

Mais eventos

Jornal Expresso RN

Baixar edições anteriores

Curta Jean Souza no Facebook

Siga Jean Souza no Instagram

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
Botch das divs centrais
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!