Arquivos:

Rio Grande do Norte

Alunos de escola pública do RN ganham viagem para Roma

FOTO: CEDIDA

Uma iniciativa protagonizada por alunos do Centro Estadual de Educação Profissional Dr. Ruy Pereira dos Santos (CEEP), localizado em São Gonçalo do Amarante (RN), está ultrapassando os limites da escola e ganhando o mundo. Intitulada de Projeto Missão Galo, a iniciativa, integralmente realizada pelos estudantes do centro, foi um dos projetos vencedores do ‘Desafio Criativos da Escola 2019’, cujo prêmio é uma viagem a Roma, na Itália.

Iniciativa vinculada ao Design for Change, movimento internacional presente em 65 países, o “Desafio Criativos da Escola” tem por objetivo encorajar educadores e educandos (do ensino fundamental I e II ao ensino médio) a transformarem suas realidades por meio de projetos que envolvam a educação, e já contemplou mais de 2,2 milhões de crianças e jovens no mundo todo.

Concorrendo com 1.443 propostas oriundas de diversos estados do Brasil, o Missão Galo está entre um dos sete selecionados brasileiros à viagem, que acontece em dezembro deste ano e contará com a presença do líder mundial da Igreja Católica, o Papa Francisco.

Sobre o Missão Galo

O Projeto Missão Galo surgiu há pouco mais de um ano e nasceu de uma inquietação dos próprios alunos que, no caminho feito diariamente à escola, observaram o monumento de 12 metros, de um galo branco, mas não sabiam o seu significado ou o porquê de estar instalado em um ponto central da cidade.

“O monumento sempre nos rendeu uma curiosidade e foi basicamente essa curiosidade que nos motivou a iniciar nossas investigações. E com isso, nós começamos a pesquisar sobre a história do município, entrevistamos os moradores para saber o que eles sabiam sobre o monumento. Começamos a juntar as peças e assim conseguimos resgatar a história que até então era desconhecida por grande parte da população da cidade”, conta a aluna e integrante do Projeto Missão Galo, Maria Bruna Acciole, de 17 anos.

A iniciativa, que começou com um pequeno grupo de estudantes, foi ganhando adeptos e hoje conta com oito integrantes, todos alunos do 3º ano do ensino médio do CEEP. Depois das pesquisas iniciais, consultando fontes como moradores antigos da cidade, os alunos descobriram que o monumento instalado no caminho da escola é inspirado em antigas “quartinhas”, jarrinhas de barro em formato de galo que também eram utilizadas como objeto de decoração.

Essas quartinhas foram adaptadas ao longo dos anos, ganhando, inclusive, a contribuição de uma artesã local, Dona Neném, que decorou o galo com flores vermelhas em adornamento. A partir dessa descoberta, os integrantes do Missão Galo entenderam que o galo se tratava de um item folclórico e cultural de São Gonçalo e decidiram, por meio de um jogo lúdico de tabuleiro, levar a descoberta à população local.

“Nesse momento nós percebemos que não conhecer o significado do galo significava que a população não conhecia a própria história da cidade. Então, nós fizemos um jogo no qual os alunos percorrem um jogo de tabuleiro e vão conhecendo mais sobre a história da cidade”, destaca um dos orientadores dos alunos do projeto, Wesley Petrosa.

A metodologia para disseminar o resgate da história deu tão certo que o Missão Galo já visitou três escolas municipais, nas quais foram realizadas oficinas para implantação do jogo. Agora, o objetivo é levar a ideia às demais escola da cidade.

Viagem

Além do Missão Galo, outros seis projetos brasileiros foram selecionados para viagem, oriundos dos seguintes estados: Pernambuco, Ceará, Rio Grande do Sul, Amazonas, Minas Gerais e Bahia. Cada um desses projetos deve indicar até três alunos e um educador para realizarem a viagem.

No itinerário em Roma, os estudantes participarão de uma conferência global, chamada “Eu posso”, que reunirá jovens e adolescentes de 43 países diferentes. Além disso, também estão previstos dois dias de passeios turísticos aos alunos que realizarem a viagem. No caso do Projeto potiguar, as alunas indicadas a irem à Itália são Maria Clara Oliveira, Maria Bruna Acciole e Patrícia Camila da Silva, que serão acompanhadas pelo professor Wesley Petrosa.

Maria Bruna explica que, apesar de nem todos poderem participar da viagem, o grupo inteiro está ansioso pelo momento. Além disso, para os estudantes, a realização do projeto Missão Galo significa uma experiência que acarretará valores aos alunos e à cidade.

“A felicidade já começou quando descobrimos que éramos finalistas! Estamos muito ansiosos, pois esse projeto é muito importante. Foi por meio do Missão Galo que nós, enquanto alunos, assumimos responsabilidades extra curriculares e evoluímos tanto pessoalmente quanto profissionalmente. E isso mudou nosso olhar como cidadãos de São Gonçalo. Agora nós conhecemos muito mais o município onde moramos”, ressalta a estudante.

Além da viagem cada escola premiada ganhará 1.500 reais, que devem ser aplicados no desenvolvimento e expansão do projeto, e 500 reais aos educadores envolvidos.

Portal no Ar
Rio Grande do Norte

MEI é a única fonte de renda de 255 mil pessoas no RN, afirma Sebrae

AO Microempreendedor Individual (MEI) responde pela única fonte de renda de quase 85 mil famílias no Rio Grande de do Norte, segundo pesquisa do Sebrae. Isso representa em torno de 255 mil pessoas em todo o estado.

Isso significa que 75% dos microempreendedores locais têm a renda mensal retirada exclusivamente das atividades do MEI. No Brasil, são 5,4 milhões de pessoas na dependência de um negócio enquadrado nessa categoria jurídica.

A renda média familiar é de até três salários mínimos para 42% dos microempreendedores potiguares.

É o que mostra a 6ª edição da pesquisa “Perfil do MEI”, realizada pelo Sebrae, em todos os estados brasileiros, divulgada nesta segunda-feira, 2. Foram ouvidos 10.339 empreendedores, 383 somente no RN, sondagem que alcança 95% de nível de confiança e 1% de margem de erro.

Nacionalmente, o levantamento, feito entre 1º de abril e 28 de maio deste ano, revela que 61% dos MEI se formalizaram atraídos pelos benefícios do registro (ter uma empresa formal, possibilidade de emitir nota, poder fazer compras mais baratas); 25% por conta dos benefícios previdenciários e 14% por outros motivos diversos.

Os resultados do levantamento mostram que 33% dos MEI estavam na informalidade (como empreendedores ou empregados) antes de optarem pelo registro como MEI.

Deste universo, 48% empreendiam sem CNPJ por 10 anos ou mais. O levantamento também aponta que a formalização contribuiu diretamente para o aumento das vendas dos negócios para 71% dos entrevistados. Outros 72% indicaram melhoria nas condições de compra junto aos fornecedores.
Reprodução

Os jovens, na faixa etária de 18 a 29 anos de idade, lideram o ranking dos que procuram autonomia financeira como MEI (41%). Contudo, o percentual de Microempreendedores cai à medida que o empreendedor envelhece. Entre 30 a 39 anos, (37%); dos 40 a 49 (32%) e os com mais de 50 anos registram 21%.

Mais de dois em cada cinco entrevistados da pesquisa (40%) têm a própria residência como local de trabalho, mas isso vem caindo nos últimos quatro anos (53% em 2015, 45% em 2017), o que demonstra um gradativo processo de profissionalização, principalmente em municípios com menor IDH, Índice de Desenvolvimento Humano.

A pesquisa revela ainda que, diferentemente do esperado, nos municípios mais carentes, é mais comum o MEI atuar em um estabelecimento comercial (49%). Essa opção, no geral, soma 28%, enquanto os MEI atuante na casa ou empresa do cliente são 17%. Os ambulantes são 11% e os que atuam em feiras, shopping popular e outros locais representam 4%.

De acordo com a pesquisa do Sebrae, o perfil do MEI é predominantemente caracterizado por pessoas com o ensino médio (48%). Os dois extremos do aspecto da escolaridade também são expressivos em termos percentuais (22% têm até o nível fundamental e 31% concluíram o nível médio e chegaram – pelo menos – a ingressar em uma universidade). Esses dados confirmam uma grande heterogeneidade desses profissionais. (Com dados da Agência Sebrae)

Agora RN
Policial » Rio Grande do Norte

Médico e dona de academia são mortos a tiros no interior do RN

Um médico e a proprietária de uma academia foram mortos a tiros na noite dessa segunda-feira (9), em Jaçanã, interior do Rio Grande do Norte. Os dois estavam na academia da vítima quando quatro homens armadas invadiram o local e efetuaram dezenas de disparos.

De acordo com a Polícia, o homem foi morto com cerca de dez disparos. Como estava no primeiro andar, ele tentou escapar pela varanda, mas acabou morrendo em cima de uma casa vizinha.

A mulher foi atingida por um tiro, chegou a ser socorrida para o hospital da cidade, mas também não resistiu e morreu.

A PM disse ainda que os criminosos estavam com armas longas e pistolas. Na fuga, eles espalharam grampos pela estrada para dificultar a ação policial. O carro utilizado no crime foi incendiado em seguida.

A motivação do crime é desconhecida. O médico era bastante querido na cidade.

Portal no Ar
Rio Grande do Norte

Fátima Bezerra decretará situação de emergência pela seca no RN

O decreto será publicado na edição do Diário Oficial da próxima terça-feira (10)

A governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra, vai decretar, por 180 dias, situação de emergência pela seca em 135 municípios, o que representa quase 81% das cidades potiguares. O decreto será publicado na edição do Diário Oficial desta terça-feira (10).

Para definir os municípios atingidos pelo decreto, o Comitê Estadual para Ações Emergenciais de Combate aos Efeitos da Seca se baseia em análises técnicas dos diversos órgãos que integram o comitê, incluindo relatórios de índice pluviométrico, de reserva hídrica no Estado, fornecimento de água potável para a população e perdas na agricultura e pecuária, além dos dados do Monitor das Secas, da Agência Nacional de Águas (Ana).

A situação de emergência pela seca facilita o trâmite dos processos que envolvem obras e serviços que minimizem os impactos causados pela escassez de chuvas. Os relatórios da Caern, que também embasam a decisão, mostram que dois municípios potiguares estão em colapso no abastecimento de água: Paraná e São Miguel. Já as cidades quem ficam de fora do decreto estão localizadas na faixa litorânea leste.

Blog do Ismael Medeiros
Rio Grande do Norte

Estado terá que pagar R$ 30 mil a mulher diagnosticada com HIV sem ter a doença

VITIMA FEZ EXAME NO LABORATÓRIO CENTRAL (LACEN), DE RESPONSABILIDADE DO ESTADO – FOTO: REPRODUÇÃO/GOOGLE

O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte manteve a condenação ao Estado pode danos morais caudados a uma mulher que teve o exame de AIDS divulgado com o resultado errado. A vitima chegou a um quadro de ansiedade devido ao resultado do exame feito pelo Laboratório Central, que não se teve todos os cuidados necessários para a elaboração dos exames.

A 4ª Vara da Fazenda Pública de Natal (1ª instância) condenou o poder público a pagar R$ 50 mil pelos danos morais. No entanto, os desembargadores da 1ª Câmara Cível do TJRN reduziram o valor para R$ 30 mil ao julgarem recurso do Estado.

O poder público alegou que era preciso prova pericial em todos os prontuários de atendimento para aferir se houve, ou não, a falha do serviço. A defesa ainda pediu a anulação do processo para que fossem feitas as perícias, além de não ter reconhecido o erro no exame como ato ilícito.

Decisão

Ao analisar o recurso, o relator, desembargador Dilermando Mota, rejeitou a alegação de nulidade levantada pelo Estado em virtude do julgamento antecipado da ação sem a realização da perícia.

Isto porque, segundo explicou o julgador, compete ao magistrado, como responsável pela direção do processo, decidir sobre a imprescindibilidade ou não de determinada prova, sendo-lhe aconselhável, pelo princípio da celeridade processual, o indeferimento de todos aqueles elementos probantes que, apesar de requeridos pelas partes, não se mostrem úteis à elucidação do caso.

Para o desembargador, no caso julgado, a natureza da responsabilidade civil do Estado apresenta-se objetiva, uma vez que a relação discutida no processo versa sobre possível dano causado em razão da atuação comissiva de agente público. Assim, o relator constatou a falha na prestação do serviço do ente público, especialmente pelos fatos e provas dos autos, ficando demonstrado o fato (diagnóstico equivocado de HIV positivo), o dano (o abalo emocional) e o nexo de causalidade entre eles.

“Merece ressaltar que a Apelada deveria ter sido encaminhada para o segundo exame, sem que fosse adiantado qualquer resultado, antes da contraprova. Ademais, a Apelada não foi informada sobre a necessidade de novo exame, dever que incumbia ao Apelante”, comentou o desembargador Dilermando Mota.

Segundo o relator, exatamente para prevenir que pessoas sejam afetadas de modo tão intenso na sua esfera psíquica, ao tomarem conhecimento que estão infectadas por uma manifestação viral ainda incurável, dotada de uma estigmatização histórica como o HIV, é que o Ministério da Saúde normatizou, por intermédio da Portaria nº. 59, o procedimento padrão a ser adotado, mas o Estado não o atendeu.

Ao final, considerando a necessidade do julgador utilizar-se do critério que melhor possa representar os princípios de equidade, de Justiça e da razoabilidade, além de outros elementos, entendeu que o valor arbitrado a título de danos morais de R$ 50 mil comporta redução para R$ 30 mil.

Portal no Ar
Policial » Rio Grande do Norte

Justiça do RN condena seis por desvio de verba para medicamentos

MPF apontou que a Fusec promoveu o direcionamento fraudulento das licitações de sete convênios, entre 2006 e 2010

A Justiça Federal no Rio Grande do Norte condenou seis pessoas pelos crimes de peculato e formação de quadrilha, em razão de desvio de recursos federais na execução de um convênio celebrado entre a Fundação Seridó Central (Fusec) e o Fundo Nacional de Saúde (FNS), do Ministério da Saúde. O montante destinava-se à compra e distribuição de medicamentos à população carente do Seridó do Rio Grande do Norte.

Na denúncia que deu origem à decisão, o Ministério Público Federal apontou que a Fusec promoveu o direcionamento fraudulento das licitações de sete convênios, entre 2006 e 2010, para ratear os objetos entre as empresas Artmed, Cirufarma, Cirúrgica Bezerra Distribuidora e Prontomédica Produtos Hospitalares, integrantes do esquema. Os recursos eram desviados por meio do fornecimento fictício de remédios em grandes quantidades, com notas fiscais falsas, e aquisição de produtos superfaturados.

Dados do Sistema Integrado de Administração Financeira do Governo Federal (Siafi) apurados na investigação apontaram mais de R$ 2,6 milhões de lucro indevido só com a aplicação de sobrepreço de até 146% sobre o valor real dos remédios. Em 2016, quando o MPF apresentou a denúncia, o total do prejuízo aos cofres públicos, atualizado, já era calculado em R$ 7,2 milhões.

Os acusados Abdon Maynard (coordenador administrativo da Fusec), Elisabete dos Santos (sócia da Artmed), Maria Avelino (administradora da empresa Cirufarma), Vicente Sobrinho (administrador da Cirufarma) e Eduardo de Carvalho (sócio e administrador da empresa Prontomédica), foram condenados a 4 anos e 10 meses de reclusão, inicialmente em regime semiaberto. Já Damião Medeiros (colaborador da Fusec responsável pelo setor de compras), enfrentará uma pena de 6 anos e 3 meses de reclusão, em regime semiaberto.

Agora RN
Rio Grande do Norte

Ipem interdita 42 bombas de combustíveis irregulares no interior do RN

Postos terão até dez dias para justificarem os problemas

Fiscais do Instituto de Pesos e Medidas do Rio Grande do Norte (Ipem-RN) fizeram, durante a semana passada, uma operação de fiscalização em cerca de trezentas bombas medidoras de combustíveis em municípios da Região Oeste e do Vale do Assu. O saldo da operação foi de 42 bombas interditadas por apresentarem diferenças entre os valores pagos pelos consumidores e a quantidade de litros de combustível que são colocados nos tanques dos veículos.

De acordo com diretor-geral do Ipem, Theodorico Bezerra Netto, foram detectadas diversas irregularidades e inconsistências nas bombas verificadas. “Encontramos 80 irregularidades nos postos fiscalizados, e um grande um número de um problema mais grave, que é a diferença na vazão de combustível verificada em 42 bicos injetores. Essa diferença pode trazer prejuízo ao consumidor, já que o posto está entregando uma quantidade de combustível abaixo da tolerância mínima e bem menor do que a informada pelo visor da bomba”, explicou.

Theodorico Netto informou, ainda, que todos os estabelecimentos que tiveram irregularidades detectadas pela fiscalização receberam uma notificação do órgão. Após lavrado o auto de infração, o estabelecimento tem um prazo de dez dias para apresentar uma defesa, que se não for acatada culminará em uma multa que pode chegar a até R$ 1 milhão, a depender da gravidade dos problemas encontrados.

Desde 1º de janeiro deste ano estão valendo as regras da nova portaria do Inmetro que modificou o limite de tolerância máximo no caso de erro contra o consumidor para 60 ml na realização do teste no aferidor de 20 litros. Porém, em favor do consumidor, manteve-se a tolerância de 100 ml. Os postos de combustíveis tiveram até 23 de junho para regularizar as bombas. Por isso, a fiscalização está sendo intensificada para descobrir os postos que não cumpriram o prazo.

Agora RN
Economia » Rio Grande do Norte

Fátima espera obter R$ 825 milhões em recursos extras até o final do ano

Segundo a governadora do Rio Grande do Norte, dinheiro será usado para abater dívida do governo com servidores

A governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra, voltou a afirmar que os salários dos servidores que estão atrasados só serão quitados caso o Estado obtenha receitas extraordinárias. Ela reafirmou que, por enquanto, está garantido apenas o pagamento, dentro do mês trabalhado, dos salários vencidos na sua gestão, inclusive o 13º salário.

“Havia mais de dois anos que os servidores não tinham previsibilidade de quando receberiam seus salários. No governo da professora Fátima Bezerra, não vai ter mais essa balbúrdia, que é o servidor não ter previsão de receber o seu salário”, pontuou, em entrevista ao programa Sem Amarras, da rádio Agora FM (97,9).

Fátima reconheceu que, apesar da regularidade nos pagamentos nos últimos oito meses, os salários dos servidores não estão em dia, pois resta pagar a folha de novembro do ano passado para parte dos servidores e a integralidade das folhas de dezembro e 13º. A dívida gira em torno dos R$ 900 milhões, fora o débito com fornecedores. E essa dívida já foi maior, já que a atual gestão se livrou do 13º salário de 2017, que havia sido deixado pendente pelo ex-governador Robinson Faria.

No momento, a principal expectativa do governo é com relação ao recebimento de verbas oriundas do bônus de assinatura do leilão do excedente do pré-sal (cessão onerosa), previsto para novembro. Nesta semana, o Senado aprovou uma proposta de emenda à Constituição (PEC), que agora será analisada na Câmara dos Deputados, que define critérios para a divisão do valor com governos estaduais e prefeituras.

O relator do projeto, senador Cid Gomes (PDT-CE), prevê que o Governo do RN seria beneficiado com cerca de R$ 450 milhões, segundo as regras previstas na sua proposta. “Estamos em uma luta incansável, junto ao Fórum de Governadores do Nordeste e do Brasil, em articulação com o Congresso, em busca da pauta federativa. E já estamos colhendo os frutos”, resumiu Fátima.

Além dos recursos da cessão onerosa, Fátima diz que sua gestão espera receber até o final do ano a primeira parcela – no valor de R$ 300 milhões – de um empréstimo total de R$ 1,2 bilhão que o governo poderá captar junto aos bancos com aval da União caso o Congresso aprove logo o Plano de Equilíbrio Fiscal (PEF).

A proposta, também chamada de Plano Mansueto (em alusão a Mansueto Almeida, secretário do Tesouro Nacional), estabelece ajuda federal, incluindo aval para contratação de empréstimos, para estados endividados que atenderem a pelo menos três de oito requisitos propostos, incluindo maior controle dos gastos e privatização de empresas públicas.

Por fim, deve entrar na conta do Estado, também até o final do ano, aproximadamente R$ 125 milhões pagos pelo Banco do Brasil no contrato que dá à instituição financeira o direito de administrar a folha de pagamento dos servidores. “Renegociamos a folha no valor de R$ 251 milhões. Vamos ter acesso somente a R$ 125 milhões, em dezembro, porque tivemos que quitar uma dívida que o governo anterior tinha deixado, mais esta, com o chamado consignado. Ele descontou dos servidores, mas não tinha repassado”, emendou a governadora.

Se as previsões se confirmarem, o governo potiguar terá acesso, até o final do ano, a cerca de R$ 825 milhões, que daria para quitar praticamente toda a dívida com os servidores. Enquanto isso não acontece, a gestão Fátima Bezerra segue priorizando o pagamento das folhas atuais em detrimento do passivo. E, mesmo assim, a governadora diz que a tarefa não tem sido fácil.

“A gestão anterior, em que pese a crise no cenário nacional, teve acesso a receitas extras. Foi R$ 1 bilhão do fundo previdenciário, mais R$ 700 milhões da repatriação, R$ 400 milhões do Ministério da Saúde… a nossa gestão, até o presente momento, não recebeu nenhuma receita adicional. Tivemos, inclusive, tombo, queda nas receitas, no período de junho a julho”, comparou Fátima.

A governadora continuou: “Assegurei o pagamento dentro do mês a todos os servidores sem receitas extras. Eu sempre me mantive coerente. Quando assumi, disse claramente aos servidores, com quem temos um diálogo permanente, que, com relação aos salários atrasados, só podíamos quitar na medida que obtivéssemos receitas extras. Não tenho como fazer mágica”.

Agora RN
Rio Grande do Norte

ANP e Sesap fortalecem ações de prevenção ao suicídio no RN

Sesap e ANP seguem com o fortalecimento das suas ações de prevenção ao suicídio

A Associação Norte-Rio-Grandense de Psiquiatria (ANP) e a Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) seguem com o fortalecimento das suas ações de prevenção ao suicídio. Neste mês, que é promovido a campanha “Setembro Amarelo”, atos que intensificam a atenção da sociedade com relação as pessoas ao seu redor, são estimulados para trabalhar no cuidado a saúde mental.

De acordo com o vice-presidente da ANP, Ernesto Arcoverde, setembro foi escolhido, pelo fato do dia 10 do mês ser o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio. Para ele, a falta de informação da população dificulta que precauções sejam tomadas para que os casos não se agravem.

“A desinformação é uma das principais causas de termos dificuldades para prevenir o suicídio. Cerca de 80% são preveníveis. A grande maioria se torna transtornos mentais e conseguimos tratar”, explicou.

O lema da campanha deste ano é “Viver de setembro a setembro”. Em uma das ações de prevenção da Sesap, cartazes e folders foram divulgados e espalhados com dicas para “ajudar, acolher e saber lidar com o outro”.

Conforme dito por Ernesto Arcoverde, a assimilação da população com os “sinais” dados por uma pessoa que esteja em crise, com pensamentos direcionados para o suicídio, é fator de extrema importância para que haja a prevenção e até o tratamento subsequente.

“Mudanças de comportamento, isolamento, faltas no emprego ou na escola e certos tipos de frases ditas, são sinais. Precisamos que as pessoas ao redor percebam e auxiliem as pessoas não as deixando sozinha e levando a um profissional de saúde mental, que poder prevenir de maneira adequada”, contou o vice-presidente da ANP.

Além de orientações, no material de divulgação da campanha produzido pela Sesap, são enumerados cinco dos principais sinais, para facilitar a percepção popular: humor triste, ansiedade ou “vazio” persistente; perda de interesse ou prazer pela vida, por hobbies ou atividades de forma permanente; dificuldade de concentração de lembrança ou de tomada de decisões; pensamentos sobre a morte ou tentativas de suicídio, e diminuição de energia ou fadiga.

Segundo a coordenadora estadual de saúde mental, Ana Eloá, o trabalho contra a prevenção não se resume apenas ao mês de setembro, mas é efetuada ao ano inteiro. Ela afirma que o estado tem trabalhado para que as condições do tratamento e prevenção sejam ampliadas.

“Seguimos sete recomendações de saúde pública para efetuarmos nosso trabalho da melhor maneira. Atualmente, temos 45 Centros de Assistências Psicossocial (Caps), que é uma quantidade boa, mas queremos conseguir ter mais. Estamos também em busca da implantação de leitos para casos de saúde mental na atenção hospitalar. É todo um trabalho”, relatou.

De acordo com Ana Eloá, o projeto “RN + Saudável” irá favorecer este trabalho. Para ela, as circunstâncias de conversa nas escolas e a interação com a esfera da educação, facilitam que o trabalho de saúde mental seja efetuado com maior êxito com relação aos jovens.

“O ‘RN + Saudável’ nos proporcionará conversas mais próximas no âmbito escolar. Em rodas de conversas com alunos e professores, poderemos ter mais efetividade nas ações de prevenção”, concluiu.

Agora RN
Rio Grande do Norte

DNIT suspende licitação para obras nas BRs do RN

BR 101 NO RN. DIVULGAÇÃO DNIT

A Superintendência Regional no Rio Grande do Norte do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes suspendeu a licitação de R$ 48,6 milhões que estavam previstos para para serem aplicados em uma série de intervenções em todas as rodovias federais que cortam o Estado. As informações são do Blog do jornalista Dinarte Assunção.

A suspensão deve estar ligada aos cortes no orçamento, promovidos pelo Governo Federal. O DNIT é subordinado ao Ministério da Infraestrutura, uma das pastas afetadas pelos cortes. Seriam beneficiadas as rodovias BRs 101, 110, 226, 304, 405, 406, 427, 437, por onde escoa a produção do estado.

As 167 intervenções, mobilizariam unidades da pasta em Mossoró, Currais Novos, Macaíba e Pau dos Ferros.

Portal no Ar

Últimos Eventos

21/09/2019
São Vicente/RN
03/03/19
Master Leite
06/05/18
Parque Dinissauros - Povoado Sto Antonio (Cobra)
Março 2017
Aero Clube

Mais eventos

Jornal Expresso RN

Baixar edições anteriores

Curta Jean Souza no Facebook

Siga Jean Souza no Instagram

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
Botch das divs centrais
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!