Arquivos:

Rio Grande do Norte » Saúde

RN: Secretaria de Saúde confirma três mortes por Influenza em 2019

Doses da vacina contra a Influenza — Foto: Prefeitura de Campos dos Goytacazes/Divulgação

Três pessoas morreram no Rio Grande do Norte vítimas da Influenza em 2019. A informação é da Secretaria de Estado da Segurança Pública (Sesap), que confirmou o registro de 24 casos de quatro diferentes tipos do vírus neste ano no estado potiguar.

Duas das mortes foram provocadas pelo vírus da Influenza H1N1 e a outra pela Influenza A, ainda de acordo com a Secretaria. Uma criança de 9 anos morreu em Santa Cruz, um idoso de 74 em Jardim do Seridó e um homem de 45 foi a óbito em Santana do Matos.

Alessandra Lucchesi, subcoordenadora de Vigilância Epidemiológica da Sesap, afirma que o número está abaixo do registrado nos anos anteriores. Em 2018, foram 15 óbitos nos 12 meses. De toda maneira, ela afirma que é necessário que a população tome os cuidados necessários a evitar a contaminação pelo vírus.

A Sesap reforçou que, para redução do risco de adquirir ou transmitir doenças respiratórias, especialmente as de grande infectividade, como vírus Influenza, é importante que, além da vacinação, sejam adotadas medidas gerais de prevenção:

  • Frequente higienização das mãos, principalmente antes de consumir algum alimento
  • Utilizar lenço descartável para higiene nasal
  • Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir
  • Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca
  • Higienizar as mãos após tossir ou espirrar
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas.
  • Manter os ambientes bem ventilados
  • Evitar contato próximo a pessoas que apresentem sinais ou sintomas de influenza.
  • Evitar sair de casa em período de transmissão da doença
  • Orientar o afastamento temporário (trabalho, escola etc.) até 24 horas após cessar a febre
  • Indivíduos que apresentem sintomas de gripe devem:
  • Evitar sair de casa em período de transmissão da doença (até 7 dias após o início dos sintomas)
G1 RN
Cultura » Rio Grande do Norte

RN: Estado está perto de ter mais um bem reconhecido como Patrimônio Cultural

O Rio Grande do Norte é um dos Estados que estarão contemplados na pesquisa do Iphan que investigará a complexidade das Matrizes Tradicionais do Forró, sendo uma das etapas do processo de registro para avaliação do bem como Patrimônio Cultural do Brasil. O início dessa fase terá como marco o Seminário Forró e Patrimônio Cultural a ser realizado entre os dias 8 a 10 de maio, em Recife (PE).

O evento gratuito e aberto ao público reunirá forrozeiros, artistas, músicos, artesãos, e dançarinos, além de gestores públicos e culturais, produtores e pesquisadores de todo o Nordeste e de Estados com forte presença nordestina, que há décadas acolhem e ajudam a fortalecer as Matrizes Tradicionais do Forró, como São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal e Espírito Santo. E para que o dossiê resultante da pesquisa contemple a história, os atuais desafios e as perspectivas de continuidade das práticas sociais que formam as Matrizes Tradicionais do Forró, o Departamento de Patrimônio Imaterial (DPI/Iphan) buscará a participação ativa das comunidades e atores sociais que mantém viva a tradição no país. As inscrições já estão abertas.

O espaço promoverá trocas de experiências sobre o que consideram importante para o reconhecimento e a continuidade dessa forma de expressão tão representativa da cultura brasileira. “Esse Seminário é de extrema importância para o forró como forma de expressão por falar de maneira tão profunda da cultura nordestina e que vem se renovando no tempo, mantendo-se como força viva da disseminação pelo Brasil e pelo mundo”, destaca o diretor do DPI, Hermano Queiroz.

Na pauta estão debates importantes para a compreensão do forró como um Patrimônio Cultural a exemplo da valorização e sustentabilidade da manifestação; das ações de preservação; de políticas públicas, dentre outros. A programação buscará também compreender as formas de transmissão dos saberes relacionados, por meio de oficinas e aulas dos mestres sobre os diferentes instrumentos musicais, os ritmos e as danças que constituem as Matrizes do Forró. Haverá também espaços para apresentações e interações musicais entre músicos e dançarinos por meio de palcos abertos e um show de encerramento especial na tradicional casa de forró recifense, Sala de Reboco, que reunirá os participantes do Seminário na noite da sexta-feira, dia 10 de maio e será aberto ao público. Confira a programação.

A pesquisa se estenderá até meados de 2020 e resultará no dossiê de Registro a ser analisado pelo Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural que deliberará se o bem receberá o reconhecimento como Patrimônio Cultural do Brasil.

O processo de Registro das Matrizes Tradicionais do Forró

Em setembro de 2011, a Associação Cultural Balaio do Nordeste encaminhou ao Iphan o pedido de registro das Matrizes Tradicionais do Forró como Patrimônio Cultural do Brasil. Desde então o Instituto buscou, em parceria com a Associação, o Fórum Nacional Forró de Raiz e outras instituições parceiras, incentivar encontros, fóruns e audiências públicas para discutir o processo de reconhecimento, abordando os potenciais, significados e limites da política de Patrimônio Cultural. As diretrizes apontadas no Encontro Nacional para Salvaguarda das Matrizes do Forró, ocorrido em João Pessoa (PB) em setembro de 2015 são o fundamento para a pesquisa a ser realizada pela Associação Respeita Januário em cooperação com o Iphan.

Formas de expressão como Patrimônio imaterial

Para que um bem seja registrado pelo Iphan é necessário possuir relevância para a memória nacional, continuidade histórica e fazer parte das referências culturais de grupos formadores da sociedade brasileira. Dentre os patrimônios imateriais inscritos no Livro do Registro das Formas de Expressão estão as Matrizes do Samba do Rio de Janeiro, o Tambor de Crioula do Maranhão, o Samba de Roda do Recôncavo Baiano e o Frevo.

Patrimônios Registrados no Rio Grande do Norte

Roda de Capoeira: Livro de Registro das Formas de Expressão, 21/10/2008.
Ofício dos Mestres de Capoeira: Livro de Registro dos Saberes, 21/10/2008.
Festa de Sant´Ana de Caicó: Livro de Registro das Celebrações, 10/12/2010.
Teatro de Bonecos Popular do Nordeste: Livro de Registro das Formas de Expressão, 04/03/2015.
Literatura de Cordel: Livro de Registro das Formas de Expressão: 19/09/2018.

Portal no Ar
Rio Grande do Norte

Governo lança ‘Nota Potiguar’ para arrecadar R$ 84 milhões por ano

O programa Nota Potiguar – que visa aumentar a arrecadação tributária numa perspectiva de R$ 84 milhões ao ano – foi lançado pelo Governo do RN na noite desta quarta-feira, na Arena das Dunas, durante o clássico América X ABC, na decisão do Campeonato Estadual. Não foi por acaso que o estádio foi escolhido para esse evento, uma vez que a campanha prevê que, além de concorrer a prêmios em dinheiro, o contribuinte poderá usar as notas em troca de descontos no IPVA e ingressos para jogos de futebol.

Para “entrar no jogo” , as pessoas deverão inserir o CPF nas notas e depois cadastrá-las por meio do aplicativo Nota Potiguar, que já está disponível para os sistemas Android e IOS nas respectivas lojas de aplicativos. O programa começa a vigorar a partir de junho, no entanto, os contribuintes já podem cadastrar as notas para acumular pontuação. “A estratégia do Fisco Estadual é ter o consumidor como aliado, conscientizando sobre a importância de pedir a nota fiscal”, afirmou o secretário da Tributação, Carlos Eduardo Xavier.

O programa Nota Potiguar foi idealizado nos moldes de uma campanha de premiação para quem exigir a nota fiscal na hora da compra. Aprovado pela Assembleia Legislativa no dia 13 de março, o programa vai conceder prêmios, por meio de sorteios mensais. Instituído pela lei 10.228/2017, regulamentada por decreto pela governadora Fátima Bezerra, o Programa Estadual de Educação e Cidadania Fiscal será executado na forma de uma campanha de incentivo à emissão de documentos fiscais por estabelecimentos contribuintes do ICMS, localizados no Rio Grande do Norte.

“O Governo fará uma ampla campanha de divulgação para que toda a população seja informada desse benefício”, declarou Fátima. A ideia é estimular e conscientizar o contribuinte a exercer sua cidadania, exigindo a nota, e minimizar a sonegação de impostos. O programa prevê distribuição de prêmios a pessoas físicas consumidoras de bens sujeitos ao ICMS e a entidades de fins não econômicos. Instituições filantrópicas também participam da iniciativa, sendo beneficiadas de acordo com o sorteio.

Portal no Ar
Rio Grande do Norte » Saúde

SAÚDE: Apenas 8% dos potiguares tomaram vacina contra a gripe este ano

Mais de 63,8 mil pessoas já foram imunizadas no Rio Grande do Norte na Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza (gripe), que começou no dia 10 de abril e vai até 31 de maio. Segundo o Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações, 63.809 pessoas tomaram a dose nas últimas duas semanas no Rio Grande do Norte. O dia D de vacinação, em que postos de todo o Brasil estarão abertos, será no dia 4 de maio.

O Rio Grande do Norte ainda está longe de atingir a meta estipulada pelo Ministério da Saúde, que é a vacinação de pelo menos 90% do público-alvo da campanha. Atualmente, apenas 8,2% da população mais prioritária tomou a vacina. Espera-se que mais de 975 mil pessoas (somados os grupos mais e os menos prioritários) sejam protegidas contra a gripe no Estado.

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap), o RN é o 11º estado do País e o 4º do Nordeste que mais aplicou vacinas até agora. Na região, a imunização chegou a 6,39% do público-alvo prioritário, enquanto que em todo o Brasil o índice está em 8,36%.

O Ministério da Saúde pretende vacinar 58,6 milhões de pessoas nos 26 estados e Distrito Federal. Para isso, enviou aos estados 63,7 milhões de doses da vacina – o RN recebeu pouco mais de 1 milhão.

Neste ano, até 23 de março, foram registrados 255 casos de influenza em todo o país, com 55 óbitos. No Rio Grande do Norte, apenas 1 caso foi confirmado até o momento.

Devem tomar a vacina contra a gripe crianças de até seis anos de idade, gestantes, trabalhadores de saúde, povos indígenas, puérperas (mulheres até 45 após o parto), idosos (a partir dos 60 anos), professores, pessoas portadoras de doenças crônicas e outras categorias de risco clínico, detentos e jovens que cumprem medidas socioeducativas e funcionários do sistema prisional. No caso de crianças e mulheres grávidas, os postos de saúde também estão oferecendo nesta campanha demais vacinas previstas na Caderneta de Vacinação.

A meta do Ministério da Saúde é vacinar pelo menos 90% de cada um dos grupos prioritários. A escolha dos grupos que receberão a vacina segue recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS). Essa definição também é baseada em estudos epidemiológicos e no comportamento das infecções respiratórias, que têm como principal agente os vírus da gripe. Por isso, são priorizadas as populações com maior chance de complicações e óbitos por Síndrome Respiratória Aguda Grave.

A vacina produzida para 2019 teve mudança em duas das três cepas que compõem o imunobiológico, e protege contra os três subtipos do vírus da gripe que mais circularam no último ano no Hemisfério Sul, de acordo com determinação da OMS: A/Michigan/45/2015 (H1N1) pdm09; A/Switzerland/8060/2017 (H3N2); B/Colorado/06/2017 (linhagem B/Victoria/2/87). A vacina contra gripe é segura e reduz as complicações que podem produzir casos graves da doença, internações e óbitos.

Agora RN
Esporte » Rio Grande do Norte

América vence o ABC por 2 a 1 e ganha o Campeonato Potiguar pela 36ª vez na história

O América é o campeão Potiguar 2019. Em um Clássico Rei para 21.491 espectadores, o Alvirrubro venceu o ABC por 2 a 1 e levantou a taça Parque da Cidade de Natal Dom Nivaldo Monte. Os gols da conquista alvirrubra foram marcados por Jean Patric, em forte chute dentro da área, aos 44 minutos do primeiro tempo, e Alison Potiguar, nos acréscimos, aos 49 minutos da etapa final, após desviar a bola de cabeça em uma cobrança de escanteio de Adenilson. O Alvinegro descontou com o zagueiro Maurício, aos 28 minutos do segundo tempo.

Com a vitória, o América garante vaga na fase de grupos da Copa do Nordeste 2020. O ABC, vice-campeão estadual, está classificado para a pré-Copa do Nordeste do ano que vem. Os dois clubes estão assegurados na Copa do Brasil do próximo ano.

Uma partida com todos os ingredientes de um grande clássico. Na noite desta quarta-feira (24), para 21.491 torcedores, em uma Arena das Dunas barulhenta durante os mais de 90 minutos, América e ABC decidiram o Campeonato Potiguar 2019. Como na primeiro duelo, no Frasqueirão, o jogo acabou sem gols, restava aos dois times mostrar todo o futebol que tinham.

Com a torcida ao seu favor, o América colocou as primeiras intenções em campo. Adenilson, de fora de área, arriscou um chute de perna esquerda, que deixou toda a zaga do ABC e o goleiro Edson assustados. Com pouca criatividade e pressionado na defesa, o Alvinegro buscava os contra-ataques para inflamar sua torcida. Em um desses lances, Ivan bateu cruzado, mas a bola subiu por cima da trave do goleiro Ewerton. Mais presente no setor ofensivo, o Alvirrubro tinha como arma a jogada pela lateral de campo. Aos 44 minutos, Adriano Pardal adiantou a bola e se livrou da marcação de Henrique para encontrar Hiltinho. O camisa 10 americano olhou para dentro da área e viu Jean Patric livre de marcação, que bateu de perna direita e estufou a rede adversária na Arena das Dunas.

Na etapa final, duas equipes com comportamentos distintos. Enquanto o América trocava passes e chegava ao ataque, mas sem eficiência para finalizar o lance, o ABC buscava os contra-ataques. Aos 28 minutos, após cobrança de falta pela lado direito, a bola passou por toda a área e foi parar nos pés de Maurício, que bateu forte e empatou o clássico para o Alvinegro.

Os últimos minutos da partida foram cheios de emoção, com pressão sobre a arbitragem do carioca Marcelo de Lima Henrique (CBF Master-RJ), que controlou os ânimos dos atletas. Nos acréscimos, o América conseguiu o gol do título. Após uma cobrança de escanteio de Adenilson, o zagueiro Alison Potiguar desviou de cabeça e colocou a bola no fundo da rede, explodindo a torcida americana.

Fonte: FNF

Ceará » Rio Grande do Norte

Ceará atende pedido e emprestará helicóptero para o RN nesta quinta

Aeronave que virá ao Rio Grande do Norte

O Governo do Ceará confirmou nesta quarta-feira, 24, que vai emprestar ao Rio Grande do Norte uma das dez aeronaves que pertencem à Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer). O empréstimo ocorre após pedido da governadora potiguar, Fátima Bezerra, uma vez que a única aeronave que o Estado tem está em manutenção.

O secretário da Segurança Pública e Defesa Social, André Costa, explicou que o equipamento do Ceará foi solicitado via ofício. “Fomos procurados pelo Governo do Estado do Rio Grande do Norte para cessão temporária de uma aeronave. Utilizamos o acordo do pacto integrador – que é uma iniciativa do Colégio Nacional dos Secretários de Segurança Pública (Consesp) – para ceder a aeronave”, afirmou o secretário.

Os custos com o equipamento ficarão a cargo dos potiguares. “As despesas referentes à manutenção e combustível serão custeadas pelo Rio Grande do Norte”, detalhou André Costa.

O titular da Secretaria de Segurança cearense explicou ainda qual será a primeira missão que será desenvolvida no Estado potiguar com a aeronave. “Nessa primeira semana a missão é inclusive de caráter humanitário. O Ceará vai acompanhar e sobrevoar as regiões onde tem várias famílias passando por dificuldades por conta das enchentes. Então é uma ação em que conseguimos apoiar nossos irmãos potiguares, assim como em outras situações fomos ajudados por eles e por outros estados. A gente está sempre a postos para apoiar aqueles que precisam da nossa ajuda”, finalizou André.

A aeronave Fênix 03, do mesmo modelo que o Estado potiguar já opera – a S350 B2 esquilo – deverá ser enviada nesta quinta-feira, 25. “Nós enviaremos, além da aeronave, um piloto e um mecânico”, explicou o tenente coronel Marcus Costa, relações públicas e piloto da Ciopaer. Ele acrescentou ainda o que a aeronave fará em missão no RN. “A prioridade é o monitoramento de barragens e açudes em situação de alerta, além da realização de voos de segurança”, afirmou Marcus Costa.

PACTO INTEGRADOR DE SEGURANÇA INTERESTADUAL

A ação é possível graças à participação dos dois estados no Pacto Integrador de Segurança Pública Interestadual. O pacto estabelece o compromisso entre os estados, no desenvolvimento de ações de segurança preventivas, ostensivas, repressivas, de combates a incêndios, buscas, salvamento e resgate pré-hospitalar, além de atividades de defesa civil, incluindo as atividades das Polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros Militar e da Perícia Forense.

Participam do pacto a União, o Distrito Federal e os estados do Acre, Alagoas, Amazonas, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Roraima, São Paulo e Tocantins.

SAIBA MAIS

A Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) do Ceará tem a terceira maior frota policial de aeronaves do Brasil, considerando todos os tipos de aeronave, e a maior em aeronaves biturbina e em voo por instrumentos, o que resulta em autonomia de sobrevoo a qualquer hora e em qualquer ponto do Estado, diminuindo o tempo médio de resposta para ocorrências a 30 minutos.

Atualmente, a Ciopaer dispõe de dez aeronaves em operação. Os equipamentos reforçam a atuação policial em resgates, missões, combate a incêndios e monitoramento do meio ambiente na Capital e no Interior.

Agora RN
Emprego » Rio Grande do Norte

RN fecha 5.468 vagas de emprego no primeiro trimestre de 2019

O Rio Grande do Norte fechou 2.033 vagas de empregos com carteira assinada em março deste ano, segundo os números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nesta quarta-feira (24) pelo Ministério da Economia. No acumulado do primeiro trimestre de 2019, foram fechados 5.468 postos de trabalho formal no estado.

Esse saldo negativo representa a diferença entre as contratações (10.236) e as de demissões (12.269) do mês. No acumulado de janeiro a março, foram 34.742 contratações contra 40.210 demissões.

Apesar de o saldo negativo ser comum em março, no estado, esse foi o pior resultado registrado desde 2016, quando se fecharam 2.383 vagas no mesmo mês. Em 2017, o saldo foi de -569 e em 2018, -437.

O setor da economia potiguar que mais fechou vagas foi o da Agropecuária, com redução de 1.593 postos de trabalho no mês passado. Depois dele, veio a Construção Civil, com queda de 401 empregos, Comércio (-65) e Serviços (-59).

Setores como o de Serviços Industriais de Utilidade Pública, a Indústria de Transformação e a Extrativa Mineral foram os que tiveram saldo positivo, com 64, 17, e 4 novos postos, respectivamente.

Veja os saldos de emprego no trimestre, por setor

  • Extrativa Mineral: -159
  • Indústria de Transformação: -1.012
  • Serviços Industriais de Utilidade Pública: 77
  • Construção Civil: -478
  • Serviços: 2.065
  • Administração Pública: -30
  • Agropecuária: -4.744
  • Total: -5468

Municípios

Os municípios que mais demitiram, no trimestre, foram Mossoró e Apodi, na região Oeste. Neles se concentra o setor de fruticultura irrigada, responsável por grande parte dos empregos ligados à agropecuária potiguar.

Mossoró registrou saldo negativo de 1.698 vagas e Apodi, -1051. Eles foram seguidos por São Gonçalo do Amarante, na região metropolitana da capital, que teve queda de 291 postos. Na região Seridó, Caicó fechou 106 vagas.

Em contrapartida, Parnamirim abriu 436 novos postos. Já a capital Natal teve um saldo positivo de apenas 3 vagas no ano, após fechar 512 empregos no mês passado.

Brasil

O estado seguiu uma tendência nacional e regional. Em todo o país, foram fechados 43.196 vagas de emprego com carteira assinada, em março. E a região que mais registrou demissões foi justamente o Nordeste, que teve saldo negativo de 23.728 vagas de trabalho.

Esse foi o primeiro resultado negativo, nacionalmente, em três meses. A última vez que o Brasil havia registrado mais demissões que contratações foi em dezembro do ano passado, com o fechamento de 341.621 postos de carteira assinada.

O resultado surpreendeu os analistas do mercado financeiro, que estimavam nova abertura de vagas no mês passado.

Esse também foi o pior saldo, para meses de março, desde 2017 – quando 62.624 trabalhadores foram demitidos. No mesmo mês do ano passado, foram registradas 56.151 contratações.

O governo informou ainda que, das 27 unidades federativas, 19 tiveram saldo negativo em março.

Os maiores saldos positivos de emprego ocorreram em Minas Gerais (+5.163), Goiás (+2.712) e Bahia (+2.569 vagas).

Já os maiores volumes de demissões foram registrados em Alagoas (-9.636), São Paulo (-8.007) e Rio de Janeiro (-6.986).

G1 RN
Rio Grande do Norte » Segurança

OPERAÇÃO TIRADENTES: Polícia estará nas ruas de todo o RN nas próximas 24 horas

As próximas 24 horas serão de polícia nas ruas em todos os 167 municípios do RN. Em uma ação nacional dos Comandantes Gerais das PMs e Bombeiros, a Polícia Militar do RN realiza a Operação Tiradentes III desta quarta-feira (24) até a manhã de quinta-feira (25).

A ação terá a participação de 3 mil policiais. Em 2017, o ato atendeu 320 ocorrências em 24 horas. Ao todo, 7.268 pessoas e veículos foram abordadas. No ano passado, a PM realizou 375 ocorrências. Nelas, foram sete armas apreendidas, 14 prisões, 17 veículos recuperados, além de 1.100 abordagens.

A Operação Tiradentes III será realizada em todo o país. Os dados de prisões e apreensões da ação deverão ser computados ao longo da quinta-feira.

Portal no Ar
Rio Grande do Norte » Saúde

WALFREDO GURGEL: Justiça determina conserto imediato de tomógrafo do maior hospital público do RN

Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel é a maior unidade pública de saúde do RN — Foto: Acson Freitas/Inter TV Cabugi

A Justiça determinou que a empresa responsável pelo tomógrafo do Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel, em Natal, faça o conserto imediato do aparelho, que está atualmente sem funcionar na unidade. A decisão judicial reforçou ainda que o Governo do Rio Grande do Norte arque com os custos do reparo após apresentações de notas fiscais, sob pena de bloqueio judicial.

A decisão da Justiça aconteceu em antecipação à tutela requerida pelo Ministério Público do RN em Ação Civil Pública. O Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel é a maior unidade pública de saúde do estado e possui dois tomógrafos – os dois quebrados atualmente. O Hospital informou que o tomógrafo voltará a funcionar na quinta-feira (25).

A 6ª Vara da Fazenda Pública da Comarca de Natal, responsável pela decisão, determinou ainda que, caso o tempo para fazer o conserto do tomógrafo ultrapasse cinco dias – em função da falta de peças de reposição – o Governo do RN adote, com urgência, providências para regularizar o fornecimento de exames de tomografia computadorizada no Walfredo Gurgel.

A Justiça autorizou, assim, o uso temporário de um tomógrafo que está encaixotado nas dependências físicas do Hospital Regional de Caicó, caso necessário, até que os dois aparelhos do Walfredo Gurgel sejam consertados.

Em nota, o Hospital Walfredo Gurgel informou que um tomógrafo vai voltar a funcionar na quinta-feira (25). O outro aparelho da unidade está quebrado há mais de um ano e sem previsão de reparo. O hospital informou ainda que os pacientes não estão sendo prejudicados, uma vez que os exames estão sendo regulados para o Hospital Deoclécio Marques, em Parnamirim, e que os únicos pacientes que não estão sendo encaminhados são aqueles com quadro grave de saúde.

Pacientes aguardam tomógrafo

Um desses casos graves é o de José Fábio Cardozo, que sofreu um acidente de moto e está internado há nove dias no Hospital Walfredo Gurgel. Atualmente ele está em coma e aguarda um exame de tomografia desde a segunda-feira, quando precisou passar por um procedimento cirúrgico.

“A nossa preocupação hoje é que ele está perdendo muito líquido intracraniano e em alta velocidade. O médico disse que se ele continuar perdendo dessa forma, talvez o organismo não consiga repor. Pra poder descobrir de onde sai o líquido é preciso uma tomografia”, lamenta a irmã de José Fábio, a atendente Kellane Cardozo.

Um tomógrafo consegue realizar até 110 exames em 24 horas. “Minha preocupação é ele adquirir uma bactéria, uma infecção e ir a óbito esperando um equipamento que era para estar disponível para todos os pacientes”, reclama.

Decisão

Para a decisão que determina a empresa a realizar o conserto do tomógrafo, a Justiça avaliou “indícios de violação a direito fundamental de usuários do SUS que necessitam de exames de tomografia computadorizada, com prestação de serviços de saúde por parte da Administração Pública Estadual de maneira incompleta, já que atualmente os meios seriam inadequados e insuficientes ao atendimento da demanda apresentada.”

Em caso de descumprimento da decisão, ficou estabelecida uma multa que vai ser cobrada, a partir do primeiro dia útil posterior ao prazo de cinco dias determinado, no valor de R$ 40 mil, pessoalmente, “sobre o servidor que criar embaraços à efetivação desta decisão”.

G1 RN
Rio Grande do Norte » Saúde

RN: Hospitais Universitários recebem R$ 4,5 milhões em recursos

Corredor do Hospital Universitário Onofre Lopes

Os hospitais universitários federais do país já podem contar com o reforço financeiro de R$ 102,5 milhões disponibilizados através do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), gerido pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh).

Do montante, R$ 79,5 milhões serão destinados para o custeio de materiais de uso diário das unidades e R$ 22,9 milhões para investimentos em reformas, obras e aquisição de equipamentos. Os recursos foram liberados, no dia 4 de abril, por meio de portaria publicada do Ministério da Saúde no Diário Oficial da União.

No Rio Grande do Norte, os três hospitais universitários, geridos pela Ebserh e vinculados a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) foram beneficiados. O Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL), com R$ 1.769.640,97; a Maternidade Escola Januário Cicco (MEJC), para onde foram destinados R$ 1.622.307,67 e o Hospital Universitário Ana Bezerra (HUAB), na cidade de Santa Cruz, que recebeu R$ 1.174.648,55.

“O Rehuf tem um impacto positivo, principalmente na parte de capital e no crescimento da nossa infraestrutura. Toda a melhoria e investimento realizado hoje em nossa Maternidade é com recursos do programa, anualmente realizamos o planejamento com base nas necessidades de cada área”, afirma o Gerente Administrativo da MEJC, Dilson de Anchieta Rodrigues.

Segundo o superintendente da MEJC, Luiz Murillo Lopes de Britto, a liberação dos recursos impulsiona a melhoria dos serviços prestados. “Esses recursos reforçam o orçamento da maternidade a fim de melhor estruturar o abastecimento, de maneira a mantermos a excelência dos serviços prestados junto à comunidade, docentes, discentes ou usuários”, reforçou.

Financiado pelos ministérios da Educação e da Saúde, o programa Rehuf destina-se à reestruturação e revitalização dos hospitais das universidades federais. O presidente da Ebserh, Oswaldo Ferreira, ressaltou o objetivo do programa. “Somos uma rede hospitalar voltada para a assistência e para o ensino e a pesquisa. O Rehuf também segue essa linha, tanto para auxiliar na criação das condições adequadas para que os hospitais possam oferecer assistência de saúde à população, mas também para proporcionar formação qualificada a profissionais da área de saúde”, explicou.

Rehuf na MEJC

Desde a implementação do programa, a Maternidade Escola Januário Cicco realizou diversas reformas e ampliações de serviços. Dentre tais melhorias, a reestruturação do Espaço para Mães Acompanhantes, possibilitou a realização de atividades da equipe multiprofissional dentro do ambiente de convivência das mulheres que esperam a saída de seus filhos internados na Unidade de Terapia Intensiva. O local conta com sala de convivência, copa, banheiro e três cômodos onde estão dispostos doze dormitórios.

Vinculada ao Ministério da Educação (MEC), a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) administra atualmente 40 hospitais universitários federais, impulsionando suas atividades por meio de uma gestão de excelência.

Como hospitais vinculados a universidades federais, essas unidades têm características específicas por atender pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), e, principalmente, por apoiar a formação de novos profissionais de saúde e o desenvolvimento de pesquisas. Devido a sua natureza educacional, a Rede Hospitalar Ebserh atua de forma complementar ao SUS, não sendo responsável pela totalidade dos atendimentos de saúde do país.​

Agora RN

Últimos Eventos

03/03/19
Master Leite
06/05/18
Parque Dinissauros - Povoado Sto Antonio (Cobra)
Março 2017
Aero Clube
08/07/2017
Parque Exposições - Fotos: Mazilton Galvão

Mais eventos

Jornal Expresso RN

Baixar edições anteriores

Curta Jean Souza no Facebook

Siga Jean Souza no Instagram

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
Botch das divs centrais
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!