Arquivos:

Rio Grande do Norte

21º Rally RN 1500 com representantes de 14 estados e do DF

O melhor do Brasileiro de Rally Cross Country estará, a partir desta quarta-feira (3), reunido no Rio Grande do Norte. A 21ª edição do Rally RN 1500 movimentará a semana esportiva, prometendo mais uma prova equilibrada e repleta de emoção. Alguns dos melhores pilotos e navegadores das categorias Carros, Motos, UTV’s e Quadriciclos, num total de 100 veículos, participarão do evento, reconhecido como o rali mais querido pelos participantes e com grande diversidade de terrenos. Inscritos de 14 estados e do Distrito Federal, além de dois convidados ingleses, confirmam a representatividade do RN 1500 em 2019.

Pilotos e navegadores cruzarão grande parte do Rio Grande do Norte, com cerca de 877 km, passando pelas cidades de São Miguel do Gostoso, Assu e Currais Novos, com 554,64 km de especiais (trechos cronometrados). O Rally RN 1500 2019 será válido pelo Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country para carros, motos, quadriciclos e UTVs, com organização da KTC Produções e supervisão da Confederação Brasileira de Motociclismo (CBM) e Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA).

Os estados com representantes nesta edição são São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina, Tocantins, Amazonas, Pernambuco, Alagoas, Bahia e Rio Grande do Norte, além do Distrito Federal. Uma novidade nesta edição é a participação de dois pilotos ingleses, que saciarão a enorme curiosidade de andar em um lugar com características tão distintas, como o litoral e o sertão do Rio Grande do Norte.

“Será um grande evento e bastante técnico, como tem sido as últimas edições. Nós sempre trabalhamos para proporcionar uma boa prova a todos, Desejamos boa sorte aos pilotos e navegadores”, destaca Kleber Tinoco, diretor-geral do RN 1500.

A programação oficial começará nesta quarta, na Pousada Mar de Estrelas, em São Miguel do Gostoso, com a abertura da Secretaria de Prova, às 9h30, e início das vistorias da CBA e CBM, das 11h às 17h. A programação da quarta ainda terá o Fórum Rally (17h), os Briefings (17h) e Coletiva de Imprensa (20h).

A primeira etapa será na quinta (4), com o trecho entre São Miguel do Gostoso/Assu, com 248,93km e 168,25 km de trecho especial. A largada está prevista para às 9h e os participantes deverão enfrentar muita areia neste dia de abertura.

Programação:

Terça, 02/04 – São Miguel do Gostoso
Box – Avenida dos Arrecifes – n° 1120, São Miguel do Gostoso /RN

Quarta, 03/04 – Pousada Mar de Estrelas – São Miguel do Gostoso
9h30às18h – Secretaria de prova
11h às 17h – Vistorias CBM
14h as 17:00- vistorias CBA (Todos)
17h – Fórum Rally
17h – Briefing com as equipes de apoio
18h – Briefing CBM (motos e UTVs)
19h – Briefing CBA (carros)
Local-Centro Cultural de São Miguel do Gostoso – Av. dos Arrecifes
20h – Coletiva de Imprensa (Secretaria de Prova)

Quinta, 04/04 – Especial 01
9h – 1ª etapa – São Miguel do Gostoso/Assu – 248,93km
DI – 14,60km
TE – 168,25km
DF – 66,08km

20h – Briefing – Cine Teatro Pedro Amorim – Rua São João – nº 267

Sexta, 05/04 – Especial 02
9h – 2ª etapa – Assu/Assu – 211,21 Km
DI – 59,43 Km
TE – 131,61 Km
DF – 20,17

20h – Briefing – Cine Teatro Pedro Amorim – Rua São João – nº 267

Sábado, 06/04 – Especial 03
8h – 3ª etapa – Assu/Currais Novos – 230,80 Km
DI – 33,31 km
TE – 150,09 Km –
DF – 47,40 Km

20h – Briefing – Prefeitura Municipal de Currais Novos – Praça Des. Tomás Salustino – nº 90

Domingo, 7/04 – Especial 04
8h – 4ª etapa – Currais Novos/Currais Novos – 185,77 Km
DI – 47,84 Km
TE – 104,69 Km
DF – 33,24

15h – Divulgação de resultados, entrega de prêmios, coletiva de imprensa e encerramento.

Prefeitura Municipal de Currais Novos – Praça Des. Tomás Salustino – nº 90.Resultados 2018

Motos
1)) Gregório Caselani (Honda Racing/Honda CRF 450 RX/SPD), 8h03min59seg
2) Jean Azevedo (Honda Racing/Honda CRF 450 RX/SPD), 8h04min03seg
3) Tunico Maciel (Honda Racing/Honda CRF 450 RX/PDA), 8h17min49seg
4) Ricardo Martins (Yamaha Rinaldi Rally/ Yamaha WR 450/SPD), 8h23min23seg
5) Ramon Sacilotti (Kawasaki KX-450F/SPD), 8h27min49seg

Quadriciclo
1) George Ximenes (Girão Racing/QDR), 10h31min34seg
2) Geison Belmont (Meikon Rally Team/Can AM Renegade 1000), 10h44min49seg
3) Wesley Ferreira Dutra (Girão Racing/Yamaha Raptor 700), 10h56min12seg
4) Tom Rosa (Yamaha), 13h46min57seg

UTV
1) Denisio Nascimento/Idali Bosse (Bompack Racing/Can Am Maverick X3/UTPT), 7h59min30seg
2) Pedro Garcia/Lauro Sobreira (Terra Bella Racing/Can Am Maverick X3/ITPT), 8h01min39seg
3) Edinardo Filho/João Arena (Terra Bella Racing/Can Am Maverick X3/UTPT), 8h06min28seg
4) Allan Souza/Franklin Santos(Jerimangue Racing Team/ Can AM Maverick X3/UTPT), 8h47min16seg
5) Augusto Montani/Gabriel Agnol (Mandacaru Rally Team/Can An Maverick X3/UTPT), 8h48min47seg

Carros
1) Marcos Baumgart/Kleber Cincea (X Rally Team/Ford RangerX-Rally/PT1BR), 8h09min26seg
2)Gunter Hinkelmann/Vinicius Castro (X Rally Team/Ford Ranger/X-Rally/PT1BR),8h26min39seg
3) Fabrício Bianchini/Damon Alencar ( MEM Motorsports/T-Rex/PT1), 9h05min24seg
4) Cleber Rodrigues/João Victor Ribeiro (X Rally Team/MMC L200 Triton/PBR), 9h38min45seg
5) Pietro Branchina/Christina Bordini (Hummer Rally/MMC L200 Triton ER/SPD), 9h39min13seg

O 21º Rally RN 1500 é uma realização da KTC Produções e supervisão da Confederação Brasileira de Motociclismo (CBM) e Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA); Federação Potiguar de Automobilismo (FPA) e Federação de Motociclismo do RN (Femorn). O apoio é da ALE, Top Car Mitsubishi, IPPON Suzuki, Borilli Pneus Off Road, Prefeitura de Currais Novos, Prefeitura de Assu, Prefeitura de São Miguel do Gostoso, Sebrae. As parcerias especiais são com a Gestus Soluções em Gestão, Armação Propaganda, Sterbom, Armas e Bagagens, Escola Escritório, Revista DirtAction.

Mais informações no

 www.rallyrn1500.com.br
Resultados no site www.chronosat.com.br

Portal Potengi Informes
Rio Grande do Norte » Saúde

CASO BRUNNINHA: Menina já está viajando para Recife onde receberá um novo coração

Pouco antes do meio dia, a menina Brunna Silveira Lopes Barbosa, a Brunninha, de sete anos, embarcou para Recife num avião da Força Aérea, acompanhada de um grupo de médicos do Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (Imip), onde é aguardada para realizar um transplante de coração.

Bruninha sofre de uma má formação congênita denominada transposição de grandes vasos.

Ontem, a governadora Fátima Bezerra (PT), sensibilizada com a situação da menina, fez uma publicação nas redes sociais antecipando a viagem de Brunninha, conduzida até o aeroporto Augusto Severo, em Parnamirim, por um aparato de segurança,

“Muitos de vocês acompanharam a força-tarefa dos últimos dias sobre o caso de Brunninha, uma criança que estava enfrentando uma jornada contra o tempo para conseguir realizar um transplante de coração”, escreveu a governadora.

E acrescentou:

“Gostaria de informar que o Governo cedeu uma aeronave para ir buscar uma equipe em Recife, especializada no tipo de transplante dela, que vai fazer os primeiros atendimentos e acompanhar a paciente de volta até Recife, onde será possível realizar esse tipo de procedimento”.

Agora RN
Rio Grande do Norte

RN: Falta de repasses do Minha Casa, Minha Vida pode causar demissão de mil trabalhadores

Cerca de mil trabalhadores da construção civil podem ficar desempregados no Rio Grande do Norte. O número foi revelado, nesta quarta-feira, 3, pelo SINDUSCON, o sindicato que representa a indústria do setor. Desde o começo do ano, o Governo Federal vem acumulando uma dívida que já alcança R$ 5 milhões com as construtoras que integram o programa Minha Casa, Minha Vida no estado.

“São mil postos ameaçados, o que preocupa muito. Fora isso, também ficam ameaçadas as obras de 1.200 unidades. Ou seja, 1.200 famílias podem ter o sonho da casa própria retardado. O detalhe é que 80% dessas unidades foram retomadas, ou seja, já foram paralisadas no passado”, lamentou o diretor de Materiais e Serviços do SINDUSCON, Carlos Henrique de Oliveira Dantas.

O diretor explica como essa dívida foi gerada. “No governo anterior, a gente emitia a nota e, em dois dias, o pagamento já era feito. Agora, com a nova presidência, esse repasse não está chegando. Desde janeiro, só um pequeno repasse foi feito. Um valor bem distante do que deveria ser pago em um mês, inclusive”, relatou.

Para justificar a falta de pagamento, “no começo, o governo alegava que o orçamento da União não tinha sido publicado. Agora, após a publicação, os atrasos continuaram. Aí alegam falta de recursos, no que não acreditamos”, enfatizou.

Se as construtoras não recebem dinheiro ficam sem condições de repassar para os fornecedores e, consequentemente, canteiros de obras estão parados. “Isso é uma cadeia. As empresas têm seus compromissos, inclusive, com o pagamento de impostos. E, continuando assim, vai sobrar, infelizmente, para os nossos trabalhadores porque não teremos como honrar nossos compromissos com a classe”, ressaltou o diretor do SINDUSCON.

Portal no Ar
Rio Grande do Norte » Saúde

RN: Servidores da Saúde ganha na Justiça direito à correção monetária nos salários

Por meio de uma iniciativa do Sindicato dos Servidores Estaduais da Saúde (Sindsaúde), servidores de outras categorias também estão conseguindo – junto à Justiça – condenações para que o governo do Estado inicie o pagamento das correções monetárias nos salários a partir de 2016, quando foram suspensas.

Desta vez, a ministra Carmen Lúcia – do Supremo Tribunal Federal (STF) – negou o recurso extraordinário de agravo do Governo do Estado, que queria reverter o mandado de segurança concedido pelo Tribunal de Justiça do RN.

Pela sentença, a correção monetária tem que ser feita, mas o modelo a ser utilizado ainda tem que ser definido. Nem mesmo os sindicatos sabem qual será o valor total.

Adonyara Azevedo Dias, advogada do Sindsaúde, informou que não cabe mais recursos pelo governo do Estado. No entanto, ela também deixou claro que a ação é válida de março de 2016 para cá e que quando o processo voltar de Brasília o pedido de cumprimento da pena será feito o quanto antes.

Ela destacou ainda que não sabe quando será cumprida porque é necessário fazer muitos cálculos e juntar documentos. Contudo, o Estado impugnar os valores aos servidores ativos e inativos.

A secretária estadual de Administração e Recursos Humanos, Virgínia Ferreira, informou que não pode fazer nenhum tipo de análise sobre o assunto porque todas as demandas judiciais – nesta questão – estão com a Procuradoria Geral do Estado (PGE).

Outros sindicatos, como o dos Servidores da Administração Indireta (Sinai-RN), também ganharam a causa na justiça. Todos aguardam um pronunciamento da PGE.

Agora RN
Chuvas » Rio Grande do Norte

RN: Mês de março fecha com volume de chuvas 4% acima da média; previsão de mais “água” nos próximos 15 dias

A gerência de meteorologia da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN), divulga o relatório das chuvas no mês de março no RN concluindo que o volume fechou 4% acima da média histórica. Foi verificada uma boa distribuição espacial e temporal das chuvas em quase todo o Estado, com destaque para a Região Oeste que, em média, encerrou o mês com valores que superaram os 200 milímetros (mm)

Segundo o meteorologista Gilmar Bristot, chuvas abaixo de 100mm concentraram-se basicamente na mesorregião Agreste. O maior índice acumulado foi registrado no município de Martins com 425,4mm. De acordo com a análise pluviométrica (disponível na página da EMPARN na Internet), “a média climatológica utilizada no estudo refere=se aos postos pluviométricos com mais de 30 anos de dados, no período de 1963 a 2007. Os mapas metrológicos mostram que houve predominância de desvios percentuais em grande parte das regiões Oeste, Seridó e Vale do Assú.

PREVISÃO

A análise da meteorologia da EMPARN diz que “as atuais condições oceânicas/atmosféricas mostra a presença do Fenômeno El Nino fraco no Oceano Pacífico, com tendência de apresentar uma diminuição na sua intensidade nos próximos meses”. Destaca ainda que “esse comportamento associado às boas condições apresentadas pelo Oceano Atlântico, onde a bacia Norte deste oceano está mais fria do que a bacia Sul, favorecem para que as chuvas durante os meses de abril e maio de 2019 ocorram de forma normal na região Nordeste”.

Para as próxima semanas, os mapas meteorológicos mostram uma boa concentração de chuvas sobre o Nordeste brasileiro atingindo também o Rio Grande do Norte. Nos dois períodos observa-se a presença do sistema meteorológico Zona de Convergência Intertropical atuando sobre a região Nordeste e com previsão de que ocorram chuvas acumuladas acima de 150mm, para os próximos 15 dias.

ASSECOM/EMPARN
Rio Grande do Norte » Salário

RN: Governo anuncia que salários de abril serão pagos em dia

Calendários será anunciado nesta quarta (3). Atrasados permanecem sem data.

O Governo do Estado anunciará nesta quarta-feira (3), em reunião com os servidores, prevista para as 10h, o calendário de pagamento dos salários do mês de abril. Ainda não há expectativa de datas para os salários atrasados que somam quase quatro folhas, num total de aproximadamente R$ 1 bilhão. Contudo, o Governo adiantou que os salários deste mês estão garantidos para serem pagos em dia.

Segundo divulgou, a série de medidas de contenção de gastos adotada a partir do primeiro mês da atual gestão permitirá que o Governo do Estado mantenha o pagamento dos servidores em dia no mês de abril, apesar da queda de repasse do Fundo de Participação dos Estados (FPE), hoje responsável por aproximadamente 40% da receita total do Rio Grande do Norte.

“Tem sido recorrente essa queda do FPE nos meses de março e abril. Portanto, nos preparamos para enfrentar esse momento com todas as medidas cabíveis e possíveis. Ainda assim, iremos manter esse pagamento em dia de abril com dificuldade porque a situação do Estado ainda é de calamidade financeira”, salientou o secretário estadual do Planejamento e das Finanças, Aldemir Freire.

A revisão de todos os contratos com fornecedores e o corte de despesas, além da publicação do decreto de programação financeira com consequente limite de empenho nas secretarias, foram algumas medidas adotadas nos primeiros meses.

E em abril, ressalta o secretário, o Governo recolherá 30% da receita dos órgãos com recursos próprios do Estado, referentes a janeiro, fevereiro e março. As outras receitas complementares são uma compensação do INSS, um saldo da dívida ativa e a expectativa de aumento das receitas tributárias.

Aldemir Freire frisa o tamanho dos esforços do Governo para pagar o salário do mês em dia. “Analise o quanto temos feito para, apenas, honrar nossa obrigação de pagar o salário do trabalhador. Paralelo a isso, outro pacote de medidas está em curso para que consigamos recursos extras para pagar os atrasados deixados pela última gestão”, concluiu o secretário.

Portal no Ar
Rio Grande do Norte

Reservas hídricas potiguares ultrapassam 1 bilhão de metros cúbicos

O Governo do Estado do Rio Grande do Norte, por meio do Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn), monitora 47 reservatórios com capacidade superior a 5 milhões de metros cúbicos de água. Segundo o Relatório de Situação Volumétrica, divulgado nesta segunda-feira, 1º, as reservas hídricas totais superficiais acumulam 1.081.453.341 m³, o correspondente a 24,51% do total que as bacias hidrográficas potiguares conseguem acumular, que é de 4.411.787.259 m³. Em termos comparativos, no mesmo dia 1º de abril em 2018, as reservas hídricas totais superficiais do estado somavam 520.292.353 m³, correspondentes a 11,79% do máximo que conseguem acumular.

Entre os reservatórios monitorados, quatro já atingiram 100% das suas capacidades, ou seja, “sangraram”, são eles: Beldroega, em Paraú; Pataxó, em Ipanguaçu; Encanto, localizado em Encanto; e Riacho da Cruz II, em Riacho da Cruz. Outros reservatórios já se encontram com mais de 70%, casos de Mendubim, em Assú, com 93,09% do seu volume total; Marcelino Vieira, com 81,31%; Rodeador, em Umarizal, com 79,59%; e Apanha Peixe, em Caraúbas em 71,83%.

Atualmente, 8 reservatórios se encontram em volume morto, o que corresponde a 17,02% dos mananciais monitorados. Já os açudes que ainda permanecem secos são 6, o correspondente a 12,76% dos reservatórios monitorados. No mesmo dia em 2018, os açudes em volume morto eram 17, correspondente a 36,17% das barragens monitoradas. Já os reservatórios secos eram 10, o que correspondia a 21,27% dos mananciais monitorados.

O maior reservatório do estado, com capacidade para 2,4 bilhões de metros cúbicos, a barragem Armando Ribeiro Gonçalves está acumulando 551,616 milhões de m³, correspondentes a 22,98% da sua capacidade total. No mesmo dia do ano passado, a ARG estava acumulando 282.267.267 m³, correspondentes a 11,76% da sua capacidade, o que a colocava ainda em volume morto.

Já a barragem Santa Cruz do Apodi, segundo maior reservatório do estado, com capacidade para 599,712 milhões de metros cúbicos, está acumulando 138.248.732 m³, o equivalente a 23,05% do seu volume máximo de acumulação. Na mesma época de 2018 ela estava com 87.055.280 m³, ou 14,52% da sua capacidade total.

O açude Umari, localizado em Upanema, com capacidade para 292,813 milhões de m³, está acumulando 108.649.165 m³, correspondentes a 37,11% da sua capacidade total. Já em 2018 ela estava com 36.674.381m³, percentualmente, 12,52% da sua capacidade total.

Entre os reservatórios que ainda estão com baixos volumes estão: Itans, em Caicó, com 1,67% da sua capacidade; Zangalheiras, em Jardim do Seridó, com 1,14%; e Pau dos Ferros, com 1,94%. Já entre os que permanecem secos, estão: Marechal Dutra, popularmente conhecido como Gargalheiras, em Acari; Dourado, localizado em Currais Novos; e Santana, EM Rafael Fernandes.

O diretor-presidente do Igarn, Caramuru Paiva, ressalta que o instituto permanece acompanhando cotidianamente os volumes dos reservatórios e realizando as atividades de regularização e fiscalização do uso da água visando garantir a otimização da gestão dos recursos hídricos. “Estamos mantendo e otimizando as ações de regularização do uso da água, por meio de licenças e outorgas, fiscalizações e o monitoramento dos volumes dos reservatórios, visando garantir a melhoria da Gestão dos recursos hídricos. Mesmo com as reservas hídricas em melhor situação, é muito importante que todos façam o uso sustentável da água para que tenhamos a maior quantidade de água, pelo maior tempo permissível”, explica Caramuru Paiva.

Situação das Lagoas

A lagoa de Extremoz, responsável por parte do abastecimento da zona norte da capital, está com 8.893.690 m³, percentualmente, 80,71% do seu volume máximo, que é 11.019.525 m³. A lagoa do Jiqui, que abastece parte da zona sul de Natal, está com 100% da sua capacidade. A lagoa do Bonfim, que abastece a adutora Monsenhor Expedito, está com 43.785.770 m³, correspondentes a 51,96% do volume total que pode acumular, que é 84.268.200 m³. A lagoa do Boqueirão, que tem sua água utilizada para fins múltiplos, está com 10.944.058 m³, percentualmente, 98,71%, do seu volume total, que é de 11.074.800 m³.

Agora RN
Rio Grande do Norte

Levantamento do TCE aponta excesso de contratos temporários em prefeituras do RN

Levantamento realizado pela Diretoria de Despesa com Pessoal do Tribunal de Contas do Estado (TCE/RN) mostra um excesso de contratos temporários de trabalho em prefeituras do Rio Grande do Norte. Em 120 municípios, esse quantitativo passa de 10% do quadro funcional, chegando a 50% nas dez cidades com maior proporção. O relatório aponta 26.452 temporários, conforme dados consolidados de abril de 2018, o que representa um percentual médio de 22% do total de 121.179 servidores.

De acordo com a equipe de auditoria, em alguns casos a finalidade da contratação temporária de pessoal está sendo desvirtuada, deixando de ser instrumento excepcional para se tornar corriqueiro, como demonstrado pelas proporções elevadas que foram detectadas.

“Ora, a situação apresentada é nitidamente incompatível com a regra geral de preenchimento de cargos públicos, que é o provimento efetivo por meio de concurso público, garantindo desta forma os princípios constitucionais esculpidos no artigo 37 da Constituição Federal, em especial o da legalidade, impessoalidade, moralidade e eficiência”, justifica o relatório.

Considerando a média salarial dos servidores temporários de R$ 1.640,77 (com base nos dados brutos de abril de 2018 analisados pela equipe de auditoria), os 26.452 servidores contratados temporariamente pelas prefeituras representam, aproximadamente, uma despesa mensal de R$ 43 milhões.

Também foi possível aferir o tempo médio de permanência dos contratados temporariamente, sendo verificada a ocorrência de muitas situações que transpassam limites temporais razoáveis. Dessas prefeituras analisadas, 52 apresentam servidores contratados temporariamente que estão em atividade há mais de 12 meses; além disso, 26 prefeituras contavam com contratos que já estavam em vigor há mais de 24 meses.

O relatório explica que os contratos temporários devem ter datas de início e final já estabelecidas no momento da contratação, podendo ser prorrogados a depender da manutenção do estado de excepcionalidade. É comum que os contratos temporários sejam firmados com o prazo de 06 meses ou de 01 ano, renovável por igual período, sendo necessário, em todo caso, que norma específica regulamente a temática e balize os limites mínimos e máximos de tal situação.

Como aponta a equipe técnica, o levantamento realizado servirá de base para futuras atuações fiscalizatórias, para averiguar em processos específicos a legalidade da contratação temporária de pessoal de modo a ordenar o quadro funcional e corrigir tais inconsistências.

Morte » Redução » Rio Grande do Norte

RN: Até 30 de março, assassinatos tiveram redução de 33%

Até sábado, 30 de março, o Rio Grande do Norte registrou 140 assassinatos. Isso representa uma redução de 13% em comparação a março do ano passado, quando foram mortas 162 pessoas.

A informação consta no painel Crimes Violentos Letais Intencionais no Rio Grande do Norte, planilha mantido pela Secretaria de Segurança Pública que traz informações diárias sobre homicídios.

As informações são abastecidas pela Coordenadoria de Informações Estatísticas e Análises Criminais (Coine). Em comparação com 2017, a redução é maior ainda.Naquele ano foram 195 assassinatos. No comparativo, a redução 2017 -2019 para o mês de março é de 28,2%.

Com relação ao ano, levando em consideração os números apurados até 30 de março, foram assassinados no Rio Grande do Norte 373 pessoas. Em 2018, até 31 de março, o total de homicídio era de 556.

No comparativo 2018 – 2019, são 183 mortes a menos, o que equivale a uma redução de 33%. Quando a comparação é feita com 2017, o percentual sobre um pouco mais. Naquele ano, quando aconteceu o massacre de Alcaçuz, quando pelo menos 26 pessoas foram mortas em janeiro, o total de mortos por CVLI até março foi de 599 pessoas.

Sesed aponta redução de 43% em homicídios com relação a 2018 no RN, estado registrou 27 homicídios no carnaval, 32,5% a menos que 2018, Natal a 3ª capital mais violenta do Brasil, fica 7 dias sem homicídios.

No comparativo 2017 – 2019, até 30 de março, são 226 mortes a menos. Isso equivale a uma redução de 37,7%. Os números oficiais de março serão fechados neste domingo (31). Na segunda-feira, 1º de abril a Sesed deve apresentá-los, fechados.

A variação entretanto não deve ser muito diferente da que está registrada até sábado. Até as 12h deste domingo, a página do Instituto Técnico-científico de Polícia (Itep) estava registrando um homicídio a mais.

Nos meses anteriores, quando já foram registradas reduções nos assassinatos, os representantes dos órgãos de segurança afirmaram que esse resultado tem sido obtido graças à integração dos órgãos de segurança pública.

Em fevereiro, o comandante da Polícia Militar, coronel Alarico José Pessoa Azevedo Júnior, afirmou que a polícia está atuando com barreiras nos bairros e fazendo ações de abordagem surpresa, iniciativas que ajudam na redução dos homicídios.

OP9/RN
Aposentadoria » Rio Grande do Norte

No RN, 23% dos servidores podem se aposentar até 2020, diz Ipern

Cerca de 23% dos servidores ativos poderão se aposentar entre 2019 e 2020, de acordo com estimativa do Instituto de Previdência do Estado do Rio Grande do Norte (Ipern), divulgada a pedido do G1. A porcentagem representa cerca de 12 mil pessoas, dos mais variados órgãos estaduais.

Esses números são de trabalhadores que, nesse período, terão idade e tempo de serviço suficiente para pedir aposentadoria. Isso não significa, porém, que será o número total de benefícios concedidos, porque muitos servidores preferem continuar trabalhando, por causa das perdas salariais.

Nos últimos cinco anos, o estado registrou um total de 15.030 aposentadorias de servidores. Na folha de março, o estado somou 43.197 aposentados, além de 10.829 pensionistas – 54.026, ao todo. Juntos, os beneficiários ultrapassam o número de ativos, que é de 52.337.

A aposentadoria de tantos servidores contribuiria para um aumento ainda maior do déficit previdenciário estadual, que em janeiro foi estimado em R$ 130 milhões mensais. Ou seja, as contribuições colhidas dos servidores e do Estado já não pagam a previdência.

Segundo dados do Boletim de Informações da Administração divulgado em fevereiro pelo governo, enquanto os servidores que estão em atividade ganham, em média, R$ 4.332,85, os aposentados recebem R$ 4.769,66 e os pensionistas, R$ 4.639,77. Isso acontece porque geralmente os servidores no final de carreira ganham mais dos que estão no início.

G1 RN

Últimos Eventos

03/03/19
Master Leite
06/05/18
Parque Dinissauros - Povoado Sto Antonio (Cobra)
Março 2017
Aero Clube
08/07/2017
Parque Exposições - Fotos: Mazilton Galvão

Mais eventos

Jornal Expresso RN

Baixar edições anteriores

Curta Jean Souza no Facebook

Siga Jean Souza no Instagram

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
Botch das divs centrais
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!