Arquivos:

Rio Grande do Norte

Hospital Walfredo Gurgel suspende visitas a pacientes

Medida foi tomada por causa da greve de vigilantes, que começou na segunda-feira (26). Bancos também têm atendimento comprometido.

Maior hospital público do Rio Grande do Norte, o Monsenhor Walfredo Gurgel, em Natal, está com as visitas a pacientes suspensas desde a última segunda-feira (2). O motivo é a greve de vigilantes de empresas privadas do estado, que reduziu o efetivo. A paralisação da categoria também afeta o funcionamento agências bancárias de Natal.

Rio Grande do Norte » Saúde

Assembleia Legislativa faz entrega de novas ambulâncias na próxima terça-feira

A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte promove na próxima terça-feira (6) solenidade para a entrega de novas 24 ambulâncias que irão atender todas as regiões do Estado, além da capital. Em iniciativa inédita e buscando contribuir para a melhoria das condições de vida dos potiguares, o Legislativo Estadual garantiu, com recursos próprios, reforço para o atendimento emergencial a pacientes do RN. A expectativa é que as unidades estejam circulando o mais breve possível. O evento acontece às 9h, na sede da Casa.

“A Assembleia Legislativa, com o esforço dos deputados e dentro do compromisso de economicidade e transparência, reduziu os gastos, cortou uma média de 40% dos cargos comissionados o que representa uma economia de R$ 20 milhões por ano e agora podemos devolver a sociedade em forma de benefícios, através dessas ambulâncias. O Rio Grande do Norte não pode ficar à mercê dessa crise que enfrentamos e precisamos unir esforços para a sua superação”, afirma o presidente da Assembleia, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB).

Para viabilizar os equipamentos, a Assembleia Legislativa readequou gastos internos através do Planejamento Estratégico pensado pela atual gestão e ampliado diante da necessidade de se aprofundar os cortes em razão da crise. Com os ajustes, o Legislativo conseguiu atravessar o último ano dentro do limite que determina a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e honrar todos os compromissos assumidos, inclusive a aquisição dos equipamentos para a Saúde.

No entendimento do presidente Ezequiel Ferreira, o Legislativo tem cumprido o seu papel, determinado constitucionalmente, e também buscado formas de colaborar com a sociedade de maneira efetiva, com ambulâncias que prestam atendimento à população.

A entrega das ambulâncias contará com a presença dos 24 deputados e dos prefeitos dos municípios a serem contemplados com as unidades de atendimento móvel, que começaram a ser entregues em dezembro do ano passado.

Rio Grande do Norte

Associação de policiais pede suspensão de concurso da PM do RN

Advogados que representam a categoria questionam a idoneidade da empresa escolhida para realizar a prova.

A Associação de Praças da Polícia Militar do Rio Grande do Norte pediu ao Ministério Público a suspensão do concurso previsto pelo Governo para preenchimento de vagas na corporação. O motivo alegado pela associação é que a empresa que vai realizar o certame precisa ser investigada, porque responde a processos na Justiça e está há “somente” dois anos no mercado.

Política » Rio Grande do Norte

A Deputada Federal Zenaide Maia, foi a única do RN, que votou CONTRA o UBER

A Deputada Federal pelo RN, Zenaide Maia, foi a única parlamentar que votou ontem a noite CONTRA a categoria de Motoristas de Aplicativos de Mobilidade Urbana (Uber, 99POP, entre outros).

O Rio Grande do Norte atualmente possui em torno de 6 mil motoristas de aplicativos, que acompanharam ontem o desfecho da votação na Câmara dos Deputados em Brasília, sobre a regulamentação da categoria.

Blog Talles Pinheiro
Política » Rio Grande do Norte

Debate na Assembleia Legislativa aponta caminhos para promoção da cultura de paz

A contribuição que o Poder Público pode dar no enfrentamento da violência e a promoção de uma cultura de paz, aspectos abordados pela Campanha da Fraternidade de 2018, foram discutidas na Assembleia Legislativa nesta quarta-feira (28), em audiência pública proposta pela deputada Márcia Maia (PSDB).

“Precisamos tratar a raiz dos problemas, não só o sintoma, por isso, debater o assunto é fundamental para apontar caminhos e promover a união em torno da questão para superar esse mal. Violência não é causa, meus amigos, é consequência. Para vencer a violência, é preciso compreender os fatores que a impulsionam, como as drogas”, argumentou a parlamentar.

Para o deputado Hermano Morais (MDB), outras formas de violência colaboram para o agravamento do cenário. “Pois há também a violência política, a econômica, a violência de direitos que, quando somadas ao quadro agudo de violência urbana, recrudescem o contexto de desvalorização e degradação da vida que temos visto ultimamente”, declarou ele.

Coordenador arquidiocesano da Pastoral da Juventude, o padre Anderson Madson louvou a iniciativa do debate, na medida em que abre possibilidades para o diálogo, pensamento enfatizado pela representante da Secretaria Estadual de Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed), a delegada Erlândia Moreira.

“Apenas um diagnóstico integrativo, entre as diversas esferas de poder e órgãos da sociedade civil, poderá nos dar os caminhos para o enfrentamento da violência e a promoção da cultura de paz, pois as ações paliativas não resolverão o problema enquanto as particularidades de cada local não forem consideradas”, defendeu a delegada.

Para o debate, a representante da Secretaria Estadual do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (Sethas), Natalie Medeiros, apresentou a ideia de que os órgãos envolvidos na discussão se unam para fomentar os projetos de prevenção que a pasta tem pleiteado junto ao Governo Federal, o que minimizaria investimentos em políticas corretivas.

Por outro lado, o defensor público Daniel Dutra atacou algumas ações paliativas, como as prisões cautelares. Para ele, elas servem para reforçar o encarceramento, permitindo que facções criminosas arregimentem presos.

Representantes da Fundação Estadual da Criança e do Adolescente (Fundac) e da Polícia Civil concordaram que o debate deve ser ampliado com mais participação de setores da sociedade civil organizada. Posicionamento também externado pela deputada Larissa Rosado (PSB), que destacou a importância da violência doméstica constar permanentemente na pauta das discussões promovidas pelo legislativo potiguar.

Política » Rio Grande do Norte

Presidente da AL cobra transferência de policiais civis para Currais Novos

O presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), voltou a cobrar a reposição do quadro de policiais civis em Currais Novos. Na tarde desta quarta-feira (28), o parlamentar teve encontro com a secretária de Segurança do Estado, Sheila Freitas, e com o comandante da Polícia Militar, coronel Osmar de Olivera, que trataram sobre questões de segurança no interior potiguar. O presidente saiu satisfeito do encontro.

“O retorno dos policiais civis que saíram de Currais Novos é um pleito que fizemos logo quando ocorreu a transferência. Os profissionais tinham o bom trabalho reconhecido na cidade e região, por isso insistimos com o pedido. Contamos com o retorno dos agentes o mais rapidamente possível”, disse Ezequiel.

O primeiro pedido para o retorno do profissionais a Currais Novos foi feito em dezembro do ano, logo após o parlamentar tomar conhecimento da transferência de dois policiais civis de um efetivo já reduzido na cidade. Desde então, Ezequiel solicita da Sesed o retorno dos policiais, que atendem Currais Novos, Lagoa Nova e Cerro Corá, no Seridó potiguar. No encontro desta quarta-feira, Sheila Freitas garantiu que o pedido será atendido.

“O deputado já nos cobra isso há alguns meses e até o fim de março a situação estará resolvida. Os policiais haviam sido transferidos para Acari, mas a própria população da cidade (Currais Novos) também queria o retorno deles, por serem pessoas já experientes e com o trabalho reconhecido. O pleito será atendido”, explicou a secretária Sheila Freitas.

Rio Grande do Norte

Filme conta história de baronesa abolicionista no interior do RN no século 19

Obra “A baronesa de Serra Branca” será lançada até abril desse ano e conta com artistas do Alto Oeste do estado.

Um filme potiguar que será lançado até meados de abril desse ano, reconta a história de um casal abolicionista que viveu na cidade de Assu, no Alto Oeste potiguar, durante o século XIX. Valorizando os artistas locais, o longa-metragem tem como protagonistas o mister da cidade e uma professora de música.

Segundo o produtor da obra “A baronesa de Serra Branca”, Paulo Sérgio de Sá Leitão, o barão Felipe Neri de Carvalho Silva e a baronesa Belisária Lins Wanderley marcaram a história do Rio Grande do Norte por terem dado liberdade aos seus escravos em 1885, antes da validação da lei Áurea, que acabou com a mão de obra escrava no Brasil em 1888. Na ocasião, a baronesa serviu os escravos com um banquete para comemorar o feito.

“Apesar do casal ser dono de escravos, eles eram abolicionistas. Nas pesquisas que fiz, eles tratavam os escravos de maneira diferenciada”, disse o produtor, que desde 2015 teve a ideia de reproduzir a história na telona.

O filme também relata os momentos de solidão da Baronesa, que após perder o seu único filho e o esposo, passa os últimos anos de vida sozinha em seu casarão, morrendo aos 95 anos.

A equipe técnica e atores do longa é composta por pessoas da região. A baronesa é interpretada por Josyanne Talita, de 27 anos, que é professora de música e teve nessa produção sua primeira experiência como atriz. “Foi uma responsabilidade muito grande que recebi. Mas todos tiveram paciência e foram no meu tempo, aí fiquei mais confiante a à vontade”, disse ela.

Já Alyson Santos, de 32 anos, é o atual mister de Assu e faz o papel do barão. “Já tenho experiência em peças teatrais, mas foi um grande desafio fazer esse persongem histórico”, relata o ator.

A baronesa de Serra Branca conta ainda com a participação de poetas, seresteiros e grupos de capoeira e dança africana. O financiamento da obra foi através da própria equipe que compõe o filme e contribuição de parceiros.

“Nosso objetivo é lançar o filme no Cine Teatro de Assu e inscrever a obra em festivais”, completa o produtor. Confira abaixo imagens do longa.

 

G1

Últimos Eventos

Março 2017
Aero Clube
08/07/2017
Parque Exposições - Fotos: Mazilton Galvão
08/07/2017
Parque Exposições - Fotos: Mazilton Galvão
07/07/2017
Parque Exposições - Fotos: Mazilton Galvão

Mais eventos

Jornal Expresso RN

Baixar edições anteriores

Curta Jean Souza no Facebook

Siga Jean Souza no Instagram

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
Botch das divs centrais
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!