Arquivos:

Pagamento » Rio Grande do Norte

Governo do RN paga parte dos salários de servidores que recebem acima de R$ 4 mil

Prédio da Governadoria do RN (Foto: Thyago Macedo)

O Governo do RN anunciou o pagamento de parte dos salários dos servidores estaduais que recebem acima de R$ 4 mil. De acordo com a Secretaria de Planejamento, na próxima sexta-feira (21) será depositada uma parcela de R$ 4 mil a todos os 22.131 servidores ativos, aposentados e pensionistas que recebem acima de R$ 4 mil. A soma do montante chega a R$ 88,5 milhões.

Ainda segundo a Seplan, o restante dos salários deste grupo será pago em breve, sem distinção entre ativos, inativos e pensionistas, a partir da disponibilidade de recursos.

O pagamento dos salários do mês de março começou a ser feito no dia 31 dauele mês com os servidores ativos da Educação e da administração indireta que possui recursos próprios. No dia 6 de abril foram pagos os servidores ativos, aposentados e pensionistas que recebem até R$ 2 mil. No dia 11 de abril foram pagos servidores ativos, aposentados e pensionistas que recebem entre R$ 2.001 e R$ 3 mil. Já no dia 13 de abril foram pagos servidores ativos, aposentados e pensionistas que recebem entre R$ 3.001 e R$ 4 mil, totalizando 80% da folha.

G1 RN
Notícias » Rio Grande do Norte » Segurança Pública

Titular da Sesed e da Degepol pedem demissão em meio a crise na segurança

Caio Bezerra e Claiton Pinho, ex-secretário da Sesed e ex-titular da Degepol.

A crise no setor de segurança pública no Rio Grande do Norte ganhou um novo capítulo ontem segunda-feira 17. Em meio a uma forte onda de violência, que já resultou em mais de 700 homicídios apenas nos primeiros meses deste ano, o titular da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed), Caio Bezerra, e o delegado geral de Polícia Civil, Claiton Pinho, pediram exoneração de seus cargos.

Em nota divulgada à imprensa, o secretário, que passou seis meses no cargo, alegou “razões de ordem estritamente particular” para deixar a pasta. Ao agradecer a confiança do governador Robinson Faria (PSD), Caio registrou que “as forças de segurança pública trabalham além do limite da exaustão física para combater a violência” no estado.

O titular da Sesed fez um balanço positivo de sua atuação à frente da secretaria e do período que ele exerceu o cargo de secretário-adjunto. Entre as ações realizadas, Caio enalteceu a elaboração do Plano Estratégico de Segurança.

Caio Bezerra é o terceiro secretário de Segurança Pública e Defesa Social a deixar o cargo no Governo Robinson. Os antecessores foram Kalina Leite e Ronaldo Lundgren.

O delegado Claiton Pinho, que deixou a Delegacia-Geral de Polícia (Degepol), afirmou, por sua vez, que é natural que ele deixe o cargo acompanhando o titular da Sesed. Em nota, Claiton assinalou que os noves meses que ele passou à frente do órgão foram de “esforços imensos”.

O fato é que a saída do secretário de Segurança Pública e do titular da Degepol, que representam parte da cúpula de segurança do Governo do Estado, ao lado do Comando da Polícia Militar e da Secretaria de Justiça e Cidadania, acontece em meio a uma crise sem precedentes.

Segundo dados do Observatório da Violência Letal Intencional do RN (Obvio), instituto que organiza dados de crimes no estado, até o último domingo 16, foram registrados 726 mortes provocadas por ações violentas. O número contempla homicídios, latrocínios e lesões corporais graves provocadas por violência e que resultaram em morte. Apenas no último feriado da Semana Santa, registra o órgão, houve 28 homicídios em todo o estado.

O número de casos de violência assusta sobretudo se comparado aos mesmos índices de 2016 – que já eram altos. No mesmo período do ano passado, foram 549 homicídios. Os dados deste ano representam um aumento de mais de 32% em relação a um ano atrás. Se comparado aos números do mesmo período de 2015, o índice de 2017 alcança elevação de mais de 47%.

Os números do Obvio apontam, ainda, que a região Leste concentra a maior parte de ocorrências de casos de violência no estado. No último final de semana, por exemplo, 15 dos 28 homicídios ocorreram nesta área. Metade destes casos aconteceu em Natal.

Ainda sobre números indigestos da violência, há duas semanas a ONG mexicana Conselho Cidadão para Segurança Pública e Justiça Penal destacou que Natal é a cidade mais violenta do Brasil. Os dados, referentes ao ano de 2016, mostram que a capital do estado registrou 69,56 homicídios para cada 100 mil habitantes no período.

O Governo do Estado esclareceu depois que, ao efetuar o levantamento, a ONG levou em consideração dados de violência não só da capital do estado, mas também de cidades vizinhas, como as integrantes da Região Metropolitana de Natal.

Além do índice de homicídios, outros números de insegurança merecem destaque nestes primeiros meses do ano. Prática recorrente dos bandidos, o ataque a agências bancárias já aconteceu em dezesseis municípios potiguares apenas em 2017. Foram 21 ocorrências neste sentido.

Além disso, o número de roubos e assaltos também cresceu no estado nos últimos meses. Segundo dados oficiais da Secretaria de Segurança Pública, a média de roubos de carros e motos chegou a mais de 20 veículos por dia no estado. No ano de 2016 inteiro, foram registrados 7.346 crimes desta natureza.

Oficialmente, o Governo do Estado atribui o aumento nos índices de criminalidade à intensificação do conflito entre facções criminosas que comandam o tráfico de drogas no estado. A disputa culminou, no início do ano, em uma violenta rebelião na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, em Nísia Floresta, e estimulou também tensão em outras unidades prisionais do estado.

Naquela oportunidade, além dos conflitos dentro dos presídios, houve ataques a ônibus e conflito nas ruas da capital. No maior presídio do estado, Alcaçuz, foram 26 detentos mortos no conflito que envolveu facções rivais. Os números mostram, contudo, que o conflito ganhou as ruas e tem números muito mais alarmantes.

Notícias » Rio Grande do Norte » Segurança

No RN, governo promete efetivo extra para forças de segurança durante a Semana Santa

Os elevados números de criminalidade, principalmente o crescimento no número de casos de homicídios no estado, seguem preocupando o governo do Rio Grande do norte. Ontem quarta-feira (12), a Secretaria da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed) divulgou um plano de operações especial exclusivo para a Semana Santa, que contará com um efetivo extra das forças de segurança. As ações começam já a partir desta quinta (13).

Ainda segundo a Sesed, o Comando de Policiamento Metropolitano (CPM) da PM terá 63 policiais trabalhando por diárias operacionais (DOs). Já o efetivo do Comando de Policiamento do Interior (CPI), contará com um reforço de 145 PMs por dia. As equipes estarão divididas nos pontos de maior movimentação de pessoas, como as praias e cidades com forte turismo religioso, como Santa Cruz. Na capital potiguar, a PM ainda terá o apoio da Força Nacional, que segue atuando no Plano Nacional de Segurança Pública.

Já o Comando de Policiamento Rodoviário Estadual (CPRE), também montou uma operação especial. Serão 149 PMs atuando em parceria com o CPI e CPM nas estradas estaduais. Além do controle do fluxo de veículos, os policiais farão abordagem para a checagem de documentação, situação do automóvel e combate ao motorista que estiver dirigindo alcoolizado.

Polícia Civil

A Polícia Civil terá equipes completas nas Delegacias de Plantão das zonas Sul e Norte, Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor). No interior, as 10 regionais também estarão em pleno funcionamento.

Bombeiros

O Corpo de Bombeiros Militar atuará na fiscalização de eventos para checar a situação da estrutura montada em cada local, além do emprego de salva-vidas no litoral potiguar. Militares também estarão de plantão para o atendimento das demais ocorrências.

Itep

Já o Instituto Técnico-Científico de Perícia, terá duas equipes de medicina legal e perícia criminal em Natal e uma equipe de cada em Mossoró.

Notícias » Rio Grande do Norte

Vigilância Sanitária interdita setor de criminalística da polícia potiguar

Laboratório de Balística do Itep, onde são feitas perícias em armas e munições, é uma das salas fechadas e lacradas pela Vigilância Sanitária (Foto: G1/RN)

O setor de criminalística do Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep) do Rio Grande do Norte foi interditado pela vigilância sanitária ontem quarta-feira (12). A interdição aconteceu por falta de estrutura física, local inadequado, materiais mofados e reagentes vencidos. Agora, com os laboratórios fechados, as perícias em armas e munições não podem ser feitas.

De acordo com José Antônio de Moura, chefe de inspeção da Vigilância Sanitária de Natal (Covisa), no final de março foi feita uma inspeção em todo o Itep e foram constatadas inúmeras irregularidades. “No dia quatro de abril fizemos uma reunião e concedemos prazo de uma semana para o setor de criminalística se adequar. Ele estava em piores condições”, explicou.

Nada foi feito. E o instituto teve o setor interditado. Ainda segundo o chefe de inspeção, o Itep foi autuado e agora tem 15 dias para se defender. “Se não se adequar, pode ser multado”, explicou José Antônio.

O G1 entrou em contato com a assessoria de imprensa do Itep na manhã desta quinta-feira e solicitou um posicionamento. Mas, até a publicação desta matéria não recebemos resposta.

G1 RN
Rio Grande do Norte » Segurança Pública

Ezequiel Ferreira recebe prefeitos de seis regiões com pleitos para Segurança

O presidente da Assembleia Legislativa do RN, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), recebeu prefeitos, vereadores e lideranças políticas dos municípios de praticamente todas as regiões do RN, apresentando reivindicações para promover a Segurança Pública no interior. Presente também o comandante da Polícia Militar no RN, Coronel Azevedo.

“Temos uma demanda recorrente na saúde e na segurança dos municípios e procuramos mediar soluções. É difícil fazer as coisas acontecerem com poucos recursos, com receitas em queda. Mas estamos dispostos a colaborar, auxiliando dentro de uma perspectiva real”, afirmou o presidente do Legislativo do RN.

O prefeito de Angicos, Deusdete Gomes, citou que o município sofre com o problema pontual do baixo efetivo e do deslocamento da companhia de polícia para outro município, Fernando Pedroza, desde 2012. O prefeito solicitou uma reforma urgente no prédio da companhia de polícia, que está com infiltração.

Representando Ceará Mirim, o presidente da Câmara Municipal, Ronaldo Venâncio, relatou a preocupação com os grandes assaltos ocorridos em municípios próximos, como Touros e João Câmara, que tiveram suas agências bancárias explodidas. Com isso, os correntistas estão se deslocando a Ceará Mirim e tanto a população, como seus representantes, temem que o município esteja na mira dos bandidos. “O índice de criminalidade é assustador, há um crescimento desordenado nesse sentido”, afirmou.

Outro representante do município, o vereador Irmão Carlos, relatou a necessidade do aumento do efetivo, principalmente para atender a região do Baixo Vale, que contempla oito distritos e tem cerca de 20 mil habitantes. “Estamos precisando pra ontem de reforçar o efetivo”, afirmou.

O problema de Pedro Velho também é idêntico à maioria dos municípios. O representante do prefeito, Edmilson Castro, chefe de gabinete, destacou a necessidade de aumentar o efetivo e de viaturas, mesmo relato que fez a vice-prefeita de Cruzeta, Isa Carneiro, que reconheceu as dificuldades dos policiais. “As dificuldades são inúmeras, até para o recebimento das diárias operacionais. Os policiais tem que ser parabenizados pelo seu trabalho e melhores condições”, disse.

O prefeito de Lagoa Nova, Luciano Santos, trouxe a indicação do prédio onde pode funcionar a companhia de Polícia na Serra de Santana. Além de Lagoa Nova, a população de Bodó, Cerro Corá e Tenente Laurentino serão beneficiadas com a criação da Companhia de Polícia Militar na Serra de Santana.

Em Barcelona, a reforma da delegacia, que está em condições precárias de funcionamento, foi a primeira reivindicação do prefeito, Vicente Mafra, que também destacou a necessidade do aumento de efetivo.

Viaturas
Os representantes dos municípios agradeceram ao presidente Ezequiel Ferreira a iniciativa da Assembleia Legislativa, apoiada por todos os parlamentares, de doar 50 viaturas e 85 ambulâncias às cidades com maiores demandas. O presidente do Legislativo explicou que o processo de licitação está em curso e que o desejo da Casa é auxiliar o Governo a minimizar os problemas da população.

Ao mencionar as providências na área de Segurança Pública, o Coronel Azevedo citou que várias medidas estão em curso para minimizar os problemas da população. “A situação foi agravada pela crise no sistema prisional, que consumiu muito tempo e recursos, somado à crise fiscal a nível nacional e local”, disse.

O comandante afirmou que apesar das dificuldades, a ação da polícia aumentou as prisões, apreensão de armas e carros roubados, mesmo com efetivo reduzido, contando com 3.200 homens, quando seriam necessários 8.500. A polícia também conseguiu reduzir em 25% os crimes contra o patrimônio.

Coronel Azevedo afirmou há uma expectativa de aumento do efetivo e do policiamento nas ruas, com o projeto aprovado na Casa que irá permitir a contratação emergencial de policiais da reserva remunerada.

Ao final da reunião, o presidente da Assembleia, Ezequiel Ferreira, afirmou que a Casa está sempre de portas abertas para acolher os pleitos dos municípios. “Queremos apoiar os municípios e estamos conversando com outros poderes para ver que auxílio pode ser possível da parte de cada um”, afirmou.

Notícias » Rio Grande do Norte » Violência

RN tem fim de semana mais violento do ano

Trinta pessoas foram mortas no Rio Grande do Norte somente neste final de semana – o mais violento do ano no estado segundo levantamento feito pelo Observatório da Violência Letal Intencional (OBVIO). A matança supera o fim de semana de janeiro (dias 14 e 15) no qual 26 detentos foram assassinados durante um confronto armado envolvendo facções rivais dentro do maior presídio do estado – episódio que ficou conhecido como o ‘Massacre de Alcaçuz’.

Ainda de acordo com o instituto, dos 30 homicídios registrados, 12 ocorreram em Natal. Outros 4 foram registrados em Mossoró, na região Oeste, e 3 em Ceará-Mirim. Já nas cidades de Parnamirim, Apodi, Baraúna, Caicó, Caraúbas, Extremoz, Japi, Macaíba, Martins e Santa Cruz, a PM registrou um assassinato em cada uma delas.

Um dos casos que mais chamou a atenção na capital foi a morte do motorista da UFRN José Wilson de Souza, de 59 anos. Na madrugada deste domingo (9), ele foi ao bairro de Ponta Negra para buscar a reitora para levá-la ao aeroporto. Antes, porém, acabou assassinado com quatro tiros. Há duas versões para a motivação do crime. De acordo com a PM, por causa do carro da UFRN, que é um veículo preto descaracterizado, o motorista teria sido confundido com um policial. Já a Polícia Civil, acredita em tentativa de assalto.

Os números do OBVIO também mostram um crescimento de 30,5% no número de homicídios no estado. Em 2016, segundo os dados do instituto, 518 pessoas haviam sido mortas entre janeiro e 10 de abril. Este ano, neste mesmo período, pelo menos 676 pessoas já foram assassinadas — o que dá uma média de 6,8 mortes por dia.

BS
Ministério Público » Rio Grande do Norte

Promotores acusam ex-servidor por tentativa de assassinato do procurador-geral Rinaldo Reis

Fachada do MPRN.

O Ministério Público Estadual do Rio Grande do Norte denunciou o ex-servidor Guilherme Wanderley Lopes da Silva pelas tentativas de homicídio contra o procurador-geral de Justiça, Rinaldo Reis Lima, o procurador de Justiça adjunto Jovino Pereira da Costa Sobrinho e o Coordenador da Assessoria Jurídica Administrativa Wendell Beetoven Ribeiro Agra.

No dia 24 de março, Guilherme invadiu armado o prédio da Procuradoria-Geral de Justiça em Natal e atirou contra os procuradores e o coordenador. Antes dos disparos, entregou uma carta na qual constavam as supostas motivações para o crime.

Na denúncia contra o acusado, os promotores afirmam que ‘desde a assunção ao cargo de provimento em comissão, no ano de 1997, e após sua inclusão como servidor efetivo da instituição ministerial, o denunciado não sofreu qualquer punição disciplinar ou teve algum tipo de solicitação administrativa negada’.

Segundo a investigação do Ministério Público, quando Rinaldo Reis Lima se candidatou ao cargo de procurador-geral de Justiça, em 2013, Guilherme Wanderley teria tentado convencer os promotores e procuradores a não votarem nele, em razão de uma das propostas relacionadas aos vencimentos dos servidores da Instituição, que teria desagradado o então servidor.

“O desejo de vingança do acusado aumentou com a reeleição de Rinaldo Reis no ano de 2015, o que também significava a permanência das outras vítimas, Wendell Beetoven Ribeiro Agra e Jovino Pereira da Costa Sobrinho, na administração superior do Ministério Público do Rio Grande do Norte”, relatam os promotores que subscrevem a denúncia.

Segundo a acusação, Guilherme Wanderley teria adquirido ‘de forma ilegal’ um revólver para ‘entabular um plano para ceifar a vida das vítimas’.

O ex-servidor da Procuradoria elaborou inclusive pedidos de exoneração a serem assinados pelos procuradores Rinaldo Reis Lima e Jovino Pereira da Costa Sobrinho.

Segundo a carta, redigida pelo acusado, os procuradores admitiriam ‘atos de improbidade’ e pediriam ‘desculpas’, inclusive ao próprio criminoso. Momentos antes de atirar, a carta foi entregue às vítimas, dentro do prédio da Procuradoria.

No texto, redigido pelo próprio denunciado, há um tópico intitulado ‘Por que matar Rinaldo, Jovino e Wendell?”. Em um parágrafo, o ex-servidor afirma que ‘foi tempo demais na companhia desses tiranos’.

“No meio Ministério Público, local do meu labor, não mais! Chega!”, escreveu.

Logo após entregar a carta, segundo a denúncia do Ministério Público, o ex-servidor sacou a arma e começou a atirar. Os disparos atingiram o procurador-geral de Justiça e as outras vítimas.

Depois do atentado, Guilherme Wanderley conseguiu fugir. No dia seguinte, o ex-servidor público se entregou e foi preso preventivamente.

Os promotores acusam Guilherme Wanderley por três tentativas de homicídio duplamente qualificados, ‘pela motivação fútil e em razão de ter sido praticado mediante dissimulação’.

COM A PALAVRA, GUILHERME WANDERLEY

O advogado Jonas Antunes, que defende Guilherme Wanderley, não foi localizado. O espaço está aberto para manifestação.

 

 

Agora RN
Rio Grande do Norte » Segurança Pública

Governo do Estado lança Plano Estratégico de Segurança Pública nesta segunda-feira

Plano foi elaborado pela Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed).

A Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed), lançará nesta segunda-feira (10), às 16h, no auditório da Governadoria, com a presença do governador Robinson Faria, o Plano Estratégico de Segurança Pública (Planesp), que contempla 91 iniciativas para reformular e fortalecer os investimentos em todas as áreas da Segurança, sendo que desse total, 32 já estão sendo executadas.

Agora RN
Notícias » Rio Grande do Norte » Saúde

Cooperativa dos Médicos do RN paralisa atividades indefinidamente nesta segunda

Walfredo Gurgel será um dos hospitais afetados pela paralisação.

A Cooperativa dos Médicos do Rio Grande do Norte paralisará suas atividades por tempo indeterminado a partir das 7h desta segunda-feira 10. De acordo com nota divulgada pela categoria, as motivações da parada seriam falta de condições de trabalho e de pagamento dos honorários do pessoal. Apesar de admitir que a classe médica vê a suspensão dos serviços com “bastante preocupação”, a cooperativa promete seguir em frente. Confira abaixo a nota na íntegra lançada pela Coopmed-RN.

“A Cooperativa Médica do Rio Grande do Norte – Coopmed-RN – vem, com extrema preocupação, informar à população do nosso estado que, a partir do dia 10 de abril de 2017, às 7h, paralisará por tempo indeterminado os serviços, tais como, Samu Metropolitano, Terapia Intensiva (UTI Walfredo Gurgel) e assistência materno-infantil (Hospital de São José do Mipibu; Santa Catarina e Macaíba), além de serviços  de pediatria do Walfredo Gurgel.

Todos os serviços de saúde são importantes, mas destacamos aqui a grande preocupação da descontinuidade dos serviços do Samu que contempla atendimento para todos os cidadãos do nosso estado. Infelizmente, os motivos que levaram a esta preocupante situação são a frequente falta de condições de trabalho e o reiterado inadimplemento do pagamento dos profissionais, que já somam 120 dias (quatro meses) sem o recebimento dos seus honorários. Esta cooperativa notificou formalmente e esteve em reunião na governadoria, onde o sr. Secretário Estadual de Saúde demonstrou-se bastante preocupado e sensível à causa e suas consequências, porém, nos informou que depende fundamentalmente do repasse dos recursos advindos da secretaria do Planejamento.

Este fato nos preocupa bastante, pois, frequentemente, a assistência à população do Rio Grande do Norte é interrompida nos mais diversos setores por insensibilidade e falta de priorização de repasse da secretaria de Planejamento. A Cooperativa e a classe médica enxergam a suspensão destes serviços com bastante preocupação,m o que nos faz solicitar ajuda às instituições competentes na busca da resolução deste problema com a máxima brevidade. Evitando, assim, maiores danos aos pacientes que já forem com uma saúde pública sucateada e não priorizada.

Atenciosamente,

A Diretoria”

Agora RN
Notícias » Reforço » Rio Grande do Norte

Governo do RN lança ações voltadas para fortalecimento do Ensino nesta quinta-feira

Governador Robinson Faria (PSD) e secretária de Educação do RN Cláudia Santa Rosa.

O Governo do Estado do Rio Grande do Norte, por meio das secretarias de Estado da Educação, de Gestão de Projetos e Metas do Governo e do Planejamento e das Finanças, promove três ações voltadas para o ensino potiguar em evento que será realizado na tarde desta quinta-feira (6), ás 15h, na Escola de Governo com a presença do governador Robinson Faria (PSD). Na ocasião, será assinada a pactuação entre Estado e municípios para a criação do Sistema de Ensino Articulado do Estado do Rio Grande do Norte (Searn), a formalização da parceria com o Instituto Unibanco para a realização do programa Jovem de Futuro e o lançamento do portal do Simais.

Observando as dificuldades de gestão escolar e como esses fatores causam efeitos diretos sobre o desempenho educacional de todo o Estado nas avaliações nacionais, a Secretaria de Educação do RN, por meio do Searn, vai oferecer apoio pedagógico e técnico aos municípios, voltado para a adoção de medidas que garantam a melhoria na qualidade do ensino e obter resultados satisfatórios nas avaliações nacionais, como a Provinha Brasil, ANA, Prova Brasil e Enem.

O Searn possibilitará o alinhamento das ações que integram o sistema educacional do Estado, explorando os pontos positivos entre os órgãos participantes, bem como solucionar divergências entre as redes de ensino. Nesse processo, serão realizados projetos educativos, avaliação, monitoramento, e agenda comum com as secretarias.

A secretária de Educação, Cláudia Santa Rosa, lembra da importância do sistema articulado: “O desafio que se coloca à Educação é o de definir as estratégias de ensino e de aprendizagem a serem implantadas no Sistema, que vai prever práticas e identificar os instrumentos que permitam promover uma educação pública de qualidade”.

Outro ponto do evento será a formalização da parceria entre o Governo do Estado e o Instituto Unibanco para a realização do Programa Jovem de Futuro. O programa consiste em uma tecnologia educacional criada em 2007, desenvolvida e testada pelo Instituto Unibanco, para o aprimoramento contínuo da gestão escolar orientada para resultados de aprendizagem dos estudantes em escolas públicas de Ensino Médio.

O projeto oferece assessoria técnica, formação, análises educacionais, instrumentos e tecnologias de apoio à gestão e metodologias pedagógicas, além de promover trocas de experiências entre os profissionais de educação.

Essa parceria, sem ônus para o RN e financiada pelo Instituto Unibanco, buscará demostrar, ao final de um período de três anos, que a gestão escolar estruturada e centrada no aluno consegue fazer com que os estudantes ganhem quase um ano a mais de aprendizado em relação ao que é esperado no Ensino Médio.

Ainda durante a solenidade será lançado o portal do Sistema Integrado de Monitoramento e Avaliação Institucional (Simais), que vai reunir informações sobre os resultados alcançados nas áreas de Língua Portuguesa, Matemática, Ciências Humanas e Ciências da Natureza extraídos da aplicação dos questionários do RN Aprende.

A plataforma, que já está sendo utilizada pelas escolas, pode ser acessada em www.simais.rn.gov.br. As escolas já pode conferir os seus resultados, gráficos de análise e comparações do nível da sua instituição de ensino em relação a Diretoria Regional de Educação e com o RN.

“O Simais é um conjunto de ações integradas, todas voltadas para a produção e gestão de indicadores educacionais que deverão subsidiar a formulação e implementação de políticas públicas para o desenvolvimento da educação estadual e promover a elevação do padrão de desempenho do sistema público de ensino”, esclarece Claudia Santa Rosa, secretária de Educação.

O Searn e Simais se inserem entre as atividades do Projeto Governo Cidadão, acordo de empréstimo do Governo do RN com o Banco Mundial.

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
Botch das divs centrais
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!