Arquivos:

Policial » Rio Grande do Norte

RN tem segunda maior taxa de assassinatos de policiais do País

POLICIAIS SEPULTANDO COLEGA ASSASSINADO | FOTO: NEY DOUGLAS

Proporcionalmente falando, o Rio Grande do Norte é segundo estado de todo o País com mais policiais mortos violentamente, e o primeiro do Nordeste. A taxa foi de 2,5 mortes por grupo de mil agentes de segurança pública na ativa. Número superado apenas pelo Pará, que registrou índice de 2,9.

Os dados são relativos a 2018 e foram revelados pelo Anuário Brasileiro de Segurança Pública divulgado nessa terça-feira, 10. Os únicos estados a ultrapassarem a marca de duas mortes a cada mil policiais foram, exatamente, o RN, onde 25 agentes foram mortos no ano passado, e o Pará, que registrou 52 mortes.

Apesar de ser, em números absolutos, o estado com maior número de mortes de policiais, com 89 ocorrências, o Rio de Janeiro tem a terceira maior proporção. A taxa carioca foi de 1,6.

Pernambuco, o segundo estado do Nordeste com mais mortes violentas de policiais, registrou 21 casos e taxa de 0,9 – índice três vezes menor do que o do Rio Grande do Norte.

Por Ayrton Freire
Rio Grande do Norte

Governo do RN lança editais para reordenamento do Programa do Leite

Documento foi assinado pela governadora Fátima Bezerra

A governadora Fátima Bezerra (PT) assinou, na última segunda-feira, 9, os editais de número 001 e 002/2019 para credenciamento de agricultores e produtores de leite do Rio Grande do Norte, além de entidades socioassistenciais ao Programa de Aquisição de Alimentos (PAA-Leite), executado pelo Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater-RN).

O objetivo, segundo o Executivo, é fortalecer a agricultura familiar e movimentar a economia local por meio do incremento ao programa de PAA Leite.

“Temos o compromisso de fortalecer o setor agropecuário de nosso estado, que é uma das cadeias produtivas mais presentes e importantes para a nossa economia. Mas, sobretudo, é fundamental não perdermos de vista que o programa do leite tem várias funções muito relevantes. A primeira delas é chegar a quem mais precisa: aquelas pessoas em situação de vulnerabilidade social. Mas esse produto tem de chegar não apenas em quantidade, mas em qualidade. É preciso que o Estado, ao mesmo tempo em que promove o setor da agricultura familiar, tenha a responsabilidade de fazer essa entrega cumprindo as exigências de segurança nutricional e alimentar”, destacou a governadora.

O Programa de Aquisição de Alimentos (PAA – Leite) é fruto de convênio celebrado entre a instituição e o Governo Federal, através do Ministério da Cidadania, na modalidade Incentivo ao Consumo e à Produção de Leite, estabelecido pelo Decreto Federal nº 7.775/2012.

O programa tem também como objetivo promover a agricultura familiar, a agropecuária e a política de assistência social do Estado do Rio Grande do Norte, mediante: fomento à cadeia produtiva do leite bovino; aquisição de leite in natura; prestação de serviços de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) e doação de leite pasteurizado às instituições socioassistenciais para manipulação nas refeições.

“Esses editais representam a continuidade da política de valorização de um setor que tem muito potencial econômico. Com essas medidas, estamos consolidando os agricultores familiares do Rio Grande do Norte como protagonistas do crescimento da economia”, afirmou o secretário de Estado do Desenvolvimento Rural e da Agricultura Familiar, Alexandre Oliveira.

Os agricultores familiares portadores da Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP) bem como os demais produtores de leite do RN interessados em participar da seleção, podem obter informações através do Edital número 001/2019, com previsão para ser publicado no Diário Oficial do Estado no dia 10 e disponível do endereço eletrônico www.emater.rn.gov.br.

Os interessados deverão se dirigir aos escritórios locais ou regionais da Emater-RN, no período de 10 ao dia 27 de setembro no horário das 8h às 12h (exceto sábados, domingos e feriados), e apresentar os documentos abaixo relacionados: a) PAA-Leite: Cópia da Declaração de Aptidão ao Pronaf – DAP – válida; b) Cópia do RG e CPF do(a) Produtor(a); c) Proposta de Comercialização; d) Ficha sanitária do Idiarn.

“Estamos destacando uma atividade que tem importância histórica no Rio Grande do Norte. A pecuária é uma das cadeias produtivas mais fortes do estado e que existe em todas as regiões”, complementou o diretor Geral da Emater, César Oliveira.

Também participaram do evento os secretários Íris Oliveira (Sethas), Guilherme Saldanha (Agricultura), o vice-governador Antenor Roberto, o prefeito de Doutor Severiano, Francisco Neri, o presidente da Federação dos Trabalhadores Rurais do RN, Manoel Cândido, o presidente da Associação de Criadores do RN, Marcelo Passos, o presidente da Federação dos Trabalhadores e trabalhadoras na Agricultura Familiar, Joel Cabral, e o coordenador do MST, Márcio de Melo.

Agora RN
Policial » Rio Grande do Norte

RN: Em tentativa de assalto, suspeito morre após ser baleado por comparsa

Uma tentativa de assalto no início da madrugada desta quarta-feira (11), no bairro de Cidade da Esperança, na zona Oeste de Natal, acabou com um suspeito morto. Ele foi baleado por um comparsa.

De acordo com a PM, três suspeitos chegaram em um bar, perto do horário de fechamento, e anunciaram o crime. Um policial militar que estava no local reagiu e entrou em luta corporal com um dos suspeitos.

Na luta, um segundo bandido efetuou um disparo contra o PM, mas acabou atingindo o comparsa. Ferido, ele foi socorrido à Unidade de Pronto Atendimento do bairro, mas não resistiu e morreu.

O policial, que levou uma coronhada na cabeça, também foi socorrido, mas passa bem. Os outros dois suspeitos fugiram com um celular roubado. A PM fez buscas, mas ninguém foi preso.

Portal no Ar
Rio Grande do Norte

Manchas pretas aparecem em praias do litoral do RN; suspeita é de piche

Substância negra foi encontrada nas areias de algumas praias do RN

Manchas pretas trazidas pela água apareceram em praias do litoral do Rio Grande do Norte. No final de semana, o material foi encontrado nas regiões da Via Costeira, em Natal; em Muriú, Extremoz; e também em Barra de Maxaranguape. Nesta segunda-feira, 9, as manchas chegaram a praias da região de Pipa, em Tibau do Sul, segundo maior destino turístico do Estado.

Moradores e turistas de Pipa ouvidos pela reportagem suspeitam que a substância encontrada seja piche, provavelmente despejado por alguma embarcação em alto mar, mas essa tese ainda não foi confirmada pelas autoridades.

O material visto no Rio Grande do Norte é semelhante a substâncias que foram encontradas em praias de Pernambuco e da Paraíba na semana passada. Segundo o Ministério do Meio Ambiente (MMA), a mancha observada nos outros estados era piche. O órgão ambiental informou que, em uma praia na região do Porto de Suape, foram localizadas também duas tartarugas mortas – que tinham a substância no casco. Os animais foram recolhidos pela Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH).

Segundo o Ministério do Meio Ambiente, já são quatro os estados com relatos de manchas de piche que chegaram a regiões de praia. Além de Paraíba, Pernambuco e, agora, Rio Grande do Norte, a substância também foi localizada no estado de Alagoas.

“Grandes distâncias entre manchas de óleo encontradas em praias costumam indicar que o ponto de despejo está distante. Considerando que o litoral dos estados não concentra oleodutos e plataformas, órgãos ambientais consideram a hipótese de que o material seja procedente de embarcações”, disse o órgão federal, em nota enviada ao Agora RN.

As características do piche, ainda de acordo com o MMA, indicam que o material tenha sido despejado há bastante tempo.

A Capitania dos Portos do Rio Grande do Norte não confirmou se a substância é realmente piche. Em nota, a Marinha relata que deslocou equipes de inspeção naval para a região dos relatos, coletou amostras da substância e as encaminhou para análise. Não há prazo para a conclusão dos estudos. A Marinha também não disse se vai abrir algum procedimento para investigar onde começou o problema.

O secretário de Meio Ambiente de Tibau do Sul, Leonardo Tinoco, disse ao Agora RN que a prefeitura local mobilizou garis e voluntários para limpar as praias. Ele afirmou que o problema foi atenuado nesta terça-feira, 10, mas que a substância continua chegando à praia trazida pelo mar. A principal suspeita dele é também que a mancha seja de piche.

“Montamos uma mobilização, com garis e os barraqueiros. O acidente é grande, e o impacto é aparentemente grave”, contou Leonardo.

O material recolhido pelos agentes da prefeitura e os barraqueiros deverão ser encaminhados para o Aterro Sanitário de Ceará-Mirim, na Grande Natal, mas, como a substância ainda não está identificada, a destinação exata pode ser outra. Enquanto isso, a Secretaria de Meio Ambiente de Tibau do Sul recomenda aos banhistas que evitem entrar em contato com o material.

Procurado pela reportagem, o Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama) ainda não se manifestou sobre o assunto.

Agora RN
Rio Grande do Norte

Municípios em emergência por seca têm 10 dias para apresentar dados de perda

OPERAÇÃO CARRO-PIPA CONTRA A SECA – FOTO: ASSECOM/GAC

Os 135 municípios potiguares incluídos no decreto número 29.131 de 8 de setembro, publicado na edição desta terça-feira (10) no Diário Oficial do Estado, têm até dia 20 de setembro para preencher o Formulário de Informação do Desastre (Fide), do Ministério do Desenvolvimento Regional, relatando as perdas na agricultura, pecuária, indústria e comércio em decorrência da estiagem prolongada.

Segundo o coordenador estadual da Defesa Civil, Marcos de Carvalho, o documento é critério para que o Governo Federal faça o reconhecimento da situação de seca e colapso de abastecimento de água nas cidades e, assim, possa liberar recursos. O preenchimento do Fide deve ser feito pelas Coordenadorias Municipais de Defesa Civil (Comdecs).

“O município que não enviar as informações será prejudicado e poderá perder programas como o Garantia Safra, Operação Carro Pipa e ficará impedido de fazer refinanciamento de dívidas no Banco do Nordeste”, explica Marcos de Carvalho.

Todos os municípios inseridos no decreto estadual deverão realizar o preenchimento do Fide na Plataforma do Sistema Integrado de Informações de Desastres (S2ID) no site www.s2id.mi.gov.br, até o próximo dia 20, para que a Defesa Civil envie o processo de pedido de reconhecimento federal.

Decreto

A governadora Fátima Bezerra decretou situação de emergência por seca em 135 municípios, por 180 dias, o que representa cerca de 81% das cidades potiguares. Dentre os dados técnicos que embasaram o decreto foram considerados a situação de insegurança hídrica no Estado, o impacto socioeconômico dos anos de seca para setor agropecuário do Rio Grande do Norte e dados do Monitor de Secas do Nordeste, da Agência Nacional de Águas (Ana), que foram utilizados para a definição dos municípios a ser contemplados pela decretação da situação de emergência.

Municípios em situação de emergência

1) Acari, 2) Assú, 3) Afonso Bezerra, 4) Água Nova, 5) Alexandria, 6) Almino Afonso, 7) Alto dos Rodrigues, 8) Angicos, 9) Antônio Martins, 10) Apodi, 11) Areia Branca, 12) Baraúnas, 13) Barcelona, 14) Bento Fernandes, 15) Bodó, 16) Boa Saúde, 17) Bom Jesus, 18) Caiçara do Norte, 19) Caiçara do Rio do Vento, 20) Caicó, 21) Campo Redondo, 22) Caraúbas, 23) Carnaúba dos Dantas, 24) Carnaubais, 25) Cerro-Corá, 26) Coronel Ezequiel, 27) Campo Grande, 28) Coronel João Pessoa, 29) Cruzeta, 30) Currais Novos, 31) Doutor Severiano, 32) Encanto, 33) Equador, 34) Felipe Guerra, 35) Fernando Pedroza, 36) Florânia, 37) Francisco Dantas, 38) Frutuoso Gomes, 39) Galinhos, 40) Governador Dix-Sept Rosado, 41) Grossos, 42) Guamaré, 43) Ipanguaçu, 44) Ipueira, 45) Itajá, 46) Itaú, 47) Jaçanã, 48) Jandaíra, 49) Janduís, 50) Japi, 51) Jardim de Angicos, 52) Jardim de Piranhas, 53) Jardim do Seridó, 54) João Câmara, 55) João Dias, 56) José da Penha, 57) Jucurutu, 58) Lagoa Nova, 59) Lagoa Salgada, 60) Lagoa d’Anta, 61) Lagoa de Pedras, 62) Lagoa de Velhos, 63) Lajes, 64) Lajes Pintadas, 65) Lucrécia, 66) Luís Gomes, 67) Major Sales, 68) Marcelino Vieira, 69) Martins, 70) Messias Targino, 71) Monte das Gameleiras, 72) Mossoró, 73) Macau, 74) Nova Cruz, 75) Olho d’Água dos Borges, 76) Ouro Branco, 77) Paraná, 78) Paraú, 79) Parazinho, 80) Parelhas, 81) Passa e Fica, 82) Patu, 83) Pau dos Ferros, 84) Pedra Grande 85) Pedra Preta, 86) Pedro Avelino, 87) Pendências, 88) Pilões, 89) Portalegre, 90) Porto do Mangue, 91) Serra Caiada, 92) Rafael Fernandes, 93) Rafael Godeiro, 94) Riacho da Cruz, 95) Riacho de Santana, 96) Riachuelo, 97) Rodolfo Fernandes, 98) Ruy Barbosa, 99) Santa Cruz, 100) Santa Maria, 101 Santana do Matos, 102) Santana do Seridó, 103) Santo Antônio, 104) São Bento do Norte, 105) São Bento do Trairi, 106) São Fernando, 107) São Francisco do Oeste, 108) São João do Sabugi, 109) São José do Campestre, 110) São José do Seridó, 111) São Miguel, 112) São Paulo do Potengi, 113) São Pedro, 114) São Rafael, 115) São Tomé, 116) São Vicente, 117) Senador Elói de Souza, 118) Serra Negra do Norte, 119) Serra de São Bento, 120) Serra do Mel, 121) Serrinha dos Pintos, 122) Serrinha, 123) Severiano Melo, 124) Sítio Novo, 125) Taboleiro Grande, 126) Tangará, 127) Tenente Ananias, 128) Tenente Laurentino Cruz, 129) Tibau, 130) Timbaúba dos Batistas, 131) Triunfo Potiguar 132) Umarizal, 133) Upanema, 134) Venha-Ver, 135) Viçosa.

Portal no Ar
Rio Grande do Norte

Onze academias são fechadas no interior do RN sem registro ou profissionais

CREF16/RN FECHA 11 ACADEMIAS NO INTERIOR. FOTO: DIVULGAÇÃO CREF/RN

Os fiscais do Conselho Regional de Educação Física da 16ª Região fizeram um trabalho de fiscalização em doze cidades do interior do Rio Grande do Norte entre os dias 3 e 6 de setembro e fecharam 11 academias irregulares. Foram visitadas as cidades de Baía Formosa,Vila Flor, Canguaretama, Tibau do Sul, João Câmara, Jandaíra, Macau,
Alto do Rodrigues, Guamaré, Pendências, Poço Branco e Taipu.

Os fiscais encontraram treze academias com alguma irregularidade, a maioria sem registro no Conselho Regional e nem Profissional de Educação Física como responsável técnico, o que é obrigatório. Além disso, 13 pessoas foram encontradas em exercício ilegal da profissão de educação física.

O caso mais grave foi de uma academia na cidade de Macau, na região da Costa Branca potiguar, que foi interditada durante uma fiscalização realizada na manhã da quarta-feira, dia 4 de setembro, não cumpriu a determinação e acabou fechada mais uma vez durante a noite do mesmo dia. Os responsáveis pela academia vão ser denunciados ao ministério público pelas irregularidades e também por desobediência. A academia não tem registro no Conselho Regional de Educação Física e também não apresentou um Profissional de Educação Física como responsável técnico.

Portal no Ar
Rio Grande do Norte

Alunos de escola pública do RN ganham viagem para Roma

FOTO: CEDIDA

Uma iniciativa protagonizada por alunos do Centro Estadual de Educação Profissional Dr. Ruy Pereira dos Santos (CEEP), localizado em São Gonçalo do Amarante (RN), está ultrapassando os limites da escola e ganhando o mundo. Intitulada de Projeto Missão Galo, a iniciativa, integralmente realizada pelos estudantes do centro, foi um dos projetos vencedores do ‘Desafio Criativos da Escola 2019’, cujo prêmio é uma viagem a Roma, na Itália.

Iniciativa vinculada ao Design for Change, movimento internacional presente em 65 países, o “Desafio Criativos da Escola” tem por objetivo encorajar educadores e educandos (do ensino fundamental I e II ao ensino médio) a transformarem suas realidades por meio de projetos que envolvam a educação, e já contemplou mais de 2,2 milhões de crianças e jovens no mundo todo.

Concorrendo com 1.443 propostas oriundas de diversos estados do Brasil, o Missão Galo está entre um dos sete selecionados brasileiros à viagem, que acontece em dezembro deste ano e contará com a presença do líder mundial da Igreja Católica, o Papa Francisco.

Sobre o Missão Galo

O Projeto Missão Galo surgiu há pouco mais de um ano e nasceu de uma inquietação dos próprios alunos que, no caminho feito diariamente à escola, observaram o monumento de 12 metros, de um galo branco, mas não sabiam o seu significado ou o porquê de estar instalado em um ponto central da cidade.

“O monumento sempre nos rendeu uma curiosidade e foi basicamente essa curiosidade que nos motivou a iniciar nossas investigações. E com isso, nós começamos a pesquisar sobre a história do município, entrevistamos os moradores para saber o que eles sabiam sobre o monumento. Começamos a juntar as peças e assim conseguimos resgatar a história que até então era desconhecida por grande parte da população da cidade”, conta a aluna e integrante do Projeto Missão Galo, Maria Bruna Acciole, de 17 anos.

A iniciativa, que começou com um pequeno grupo de estudantes, foi ganhando adeptos e hoje conta com oito integrantes, todos alunos do 3º ano do ensino médio do CEEP. Depois das pesquisas iniciais, consultando fontes como moradores antigos da cidade, os alunos descobriram que o monumento instalado no caminho da escola é inspirado em antigas “quartinhas”, jarrinhas de barro em formato de galo que também eram utilizadas como objeto de decoração.

Essas quartinhas foram adaptadas ao longo dos anos, ganhando, inclusive, a contribuição de uma artesã local, Dona Neném, que decorou o galo com flores vermelhas em adornamento. A partir dessa descoberta, os integrantes do Missão Galo entenderam que o galo se tratava de um item folclórico e cultural de São Gonçalo e decidiram, por meio de um jogo lúdico de tabuleiro, levar a descoberta à população local.

“Nesse momento nós percebemos que não conhecer o significado do galo significava que a população não conhecia a própria história da cidade. Então, nós fizemos um jogo no qual os alunos percorrem um jogo de tabuleiro e vão conhecendo mais sobre a história da cidade”, destaca um dos orientadores dos alunos do projeto, Wesley Petrosa.

A metodologia para disseminar o resgate da história deu tão certo que o Missão Galo já visitou três escolas municipais, nas quais foram realizadas oficinas para implantação do jogo. Agora, o objetivo é levar a ideia às demais escola da cidade.

Viagem

Além do Missão Galo, outros seis projetos brasileiros foram selecionados para viagem, oriundos dos seguintes estados: Pernambuco, Ceará, Rio Grande do Sul, Amazonas, Minas Gerais e Bahia. Cada um desses projetos deve indicar até três alunos e um educador para realizarem a viagem.

No itinerário em Roma, os estudantes participarão de uma conferência global, chamada “Eu posso”, que reunirá jovens e adolescentes de 43 países diferentes. Além disso, também estão previstos dois dias de passeios turísticos aos alunos que realizarem a viagem. No caso do Projeto potiguar, as alunas indicadas a irem à Itália são Maria Clara Oliveira, Maria Bruna Acciole e Patrícia Camila da Silva, que serão acompanhadas pelo professor Wesley Petrosa.

Maria Bruna explica que, apesar de nem todos poderem participar da viagem, o grupo inteiro está ansioso pelo momento. Além disso, para os estudantes, a realização do projeto Missão Galo significa uma experiência que acarretará valores aos alunos e à cidade.

“A felicidade já começou quando descobrimos que éramos finalistas! Estamos muito ansiosos, pois esse projeto é muito importante. Foi por meio do Missão Galo que nós, enquanto alunos, assumimos responsabilidades extra curriculares e evoluímos tanto pessoalmente quanto profissionalmente. E isso mudou nosso olhar como cidadãos de São Gonçalo. Agora nós conhecemos muito mais o município onde moramos”, ressalta a estudante.

Além da viagem cada escola premiada ganhará 1.500 reais, que devem ser aplicados no desenvolvimento e expansão do projeto, e 500 reais aos educadores envolvidos.

Portal no Ar
Rio Grande do Norte

MEI é a única fonte de renda de 255 mil pessoas no RN, afirma Sebrae

AO Microempreendedor Individual (MEI) responde pela única fonte de renda de quase 85 mil famílias no Rio Grande de do Norte, segundo pesquisa do Sebrae. Isso representa em torno de 255 mil pessoas em todo o estado.

Isso significa que 75% dos microempreendedores locais têm a renda mensal retirada exclusivamente das atividades do MEI. No Brasil, são 5,4 milhões de pessoas na dependência de um negócio enquadrado nessa categoria jurídica.

A renda média familiar é de até três salários mínimos para 42% dos microempreendedores potiguares.

É o que mostra a 6ª edição da pesquisa “Perfil do MEI”, realizada pelo Sebrae, em todos os estados brasileiros, divulgada nesta segunda-feira, 2. Foram ouvidos 10.339 empreendedores, 383 somente no RN, sondagem que alcança 95% de nível de confiança e 1% de margem de erro.

Nacionalmente, o levantamento, feito entre 1º de abril e 28 de maio deste ano, revela que 61% dos MEI se formalizaram atraídos pelos benefícios do registro (ter uma empresa formal, possibilidade de emitir nota, poder fazer compras mais baratas); 25% por conta dos benefícios previdenciários e 14% por outros motivos diversos.

Os resultados do levantamento mostram que 33% dos MEI estavam na informalidade (como empreendedores ou empregados) antes de optarem pelo registro como MEI.

Deste universo, 48% empreendiam sem CNPJ por 10 anos ou mais. O levantamento também aponta que a formalização contribuiu diretamente para o aumento das vendas dos negócios para 71% dos entrevistados. Outros 72% indicaram melhoria nas condições de compra junto aos fornecedores.
Reprodução

Os jovens, na faixa etária de 18 a 29 anos de idade, lideram o ranking dos que procuram autonomia financeira como MEI (41%). Contudo, o percentual de Microempreendedores cai à medida que o empreendedor envelhece. Entre 30 a 39 anos, (37%); dos 40 a 49 (32%) e os com mais de 50 anos registram 21%.

Mais de dois em cada cinco entrevistados da pesquisa (40%) têm a própria residência como local de trabalho, mas isso vem caindo nos últimos quatro anos (53% em 2015, 45% em 2017), o que demonstra um gradativo processo de profissionalização, principalmente em municípios com menor IDH, Índice de Desenvolvimento Humano.

A pesquisa revela ainda que, diferentemente do esperado, nos municípios mais carentes, é mais comum o MEI atuar em um estabelecimento comercial (49%). Essa opção, no geral, soma 28%, enquanto os MEI atuante na casa ou empresa do cliente são 17%. Os ambulantes são 11% e os que atuam em feiras, shopping popular e outros locais representam 4%.

De acordo com a pesquisa do Sebrae, o perfil do MEI é predominantemente caracterizado por pessoas com o ensino médio (48%). Os dois extremos do aspecto da escolaridade também são expressivos em termos percentuais (22% têm até o nível fundamental e 31% concluíram o nível médio e chegaram – pelo menos – a ingressar em uma universidade). Esses dados confirmam uma grande heterogeneidade desses profissionais. (Com dados da Agência Sebrae)

Agora RN
Policial » Rio Grande do Norte

Médico e dona de academia são mortos a tiros no interior do RN

Um médico e a proprietária de uma academia foram mortos a tiros na noite dessa segunda-feira (9), em Jaçanã, interior do Rio Grande do Norte. Os dois estavam na academia da vítima quando quatro homens armadas invadiram o local e efetuaram dezenas de disparos.

De acordo com a Polícia, o homem foi morto com cerca de dez disparos. Como estava no primeiro andar, ele tentou escapar pela varanda, mas acabou morrendo em cima de uma casa vizinha.

A mulher foi atingida por um tiro, chegou a ser socorrida para o hospital da cidade, mas também não resistiu e morreu.

A PM disse ainda que os criminosos estavam com armas longas e pistolas. Na fuga, eles espalharam grampos pela estrada para dificultar a ação policial. O carro utilizado no crime foi incendiado em seguida.

A motivação do crime é desconhecida. O médico era bastante querido na cidade.

Portal no Ar
Rio Grande do Norte

Fátima Bezerra decretará situação de emergência pela seca no RN

O decreto será publicado na edição do Diário Oficial da próxima terça-feira (10)

A governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra, vai decretar, por 180 dias, situação de emergência pela seca em 135 municípios, o que representa quase 81% das cidades potiguares. O decreto será publicado na edição do Diário Oficial desta terça-feira (10).

Para definir os municípios atingidos pelo decreto, o Comitê Estadual para Ações Emergenciais de Combate aos Efeitos da Seca se baseia em análises técnicas dos diversos órgãos que integram o comitê, incluindo relatórios de índice pluviométrico, de reserva hídrica no Estado, fornecimento de água potável para a população e perdas na agricultura e pecuária, além dos dados do Monitor das Secas, da Agência Nacional de Águas (Ana).

A situação de emergência pela seca facilita o trâmite dos processos que envolvem obras e serviços que minimizem os impactos causados pela escassez de chuvas. Os relatórios da Caern, que também embasam a decisão, mostram que dois municípios potiguares estão em colapso no abastecimento de água: Paraná e São Miguel. Já as cidades quem ficam de fora do decreto estão localizadas na faixa litorânea leste.

Blog do Ismael Medeiros

Últimos Eventos

21/09/2019
São Vicente/RN
03/03/19
Master Leite
06/05/18
Parque Dinissauros - Povoado Sto Antonio (Cobra)
Março 2017
Aero Clube

Mais eventos

Jornal Expresso RN

Baixar edições anteriores

Curta Jean Souza no Facebook

Siga Jean Souza no Instagram

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
Botch das divs centrais
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!