Arquivos:

Rio Grande do Norte

Segundo Igarn, mais três açudes sangram

Os dados constam no Relatório do Volume dos Principais Reservatórios Estaduais, que foi divulgado nesta segunda-feira (9) pelo Igarn

Mais três açudes sangraram nos últimos dias no Rio Grande do Norte após as recentes chuvas no estado, segundo o Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn). Os dois últimos a verter foram os açudes da cidade de Encanto, que sangrou no sábado (7), e o Pataxó, em Ipanguaçu, que ultrapassou a capacidade máxima no domingo (8). Antes, na quinta-feira (5), o Riacho da Cruz II, no município de Riacho da Cruz, também havia enchido por completo.

Os dados constam no Relatório do Volume dos Principais Reservatórios Estaduais, que foi divulgado nesta segunda-feira (9) pelo Igarn.

Segundo o instituto, o açude Riacho da Cruz II tem capacidade para 9.604.200 m³, o açude da cidade de Encanto suporta até 5.192.538 m³ de água e o açude Pataxó é o maior deles, com capacidade para 15.017.379 m³.

Esses reservatórios seguem o caminho de alguns outros três no início deste ano que também sangraram no Rio Grande do Norte: o Dourado, em Currais Novos; o Novo Angicos, em Angicos; e o Dinamarca, em Serra Negra do Norte.

Outros reservatórios

A barragem Armando Ribeiro Gonçalves, maior reservatório do estado, está atualmente com 24,02% da capacidade total, que é 2,37 bilhões de metros cúbicos. No relatório anterior, divulgado no dia 4 de março, o manancial estava 23,29%.

A barragem Santa Cruz do Apodi, segundo maior manancial potiguar, tem atualmente 22,14% da sua capacidade total. No relatório passado, eram 19,07% da capacidade total. O açude Umari subiu de 28,77% para 32,03%.

Uma que saiu do estágio de seco foi a barragem de Pau dos Ferros, que registrou no atual relatório 5,67% da capacidade – o número anterior, no documento do dia 4 de março, era de 0,21%. Antes das chuvas recentes, o açude estava seco.

Já o Gargalheiras, em Acari, chegou a 13,96% do volume máximo. Há uma semana, o manancial – que também estava seco antes das chuvas – estava com 8,71% da capacidade total. Houve ainda outras recargas significativas:

  • Passagem (Rodolfo Fernandes) – de 33,83% para 61,23%
  • Santo Antônio de Caraúbas – de 74,32% para 86,15%
  • Beldroega (Paraú) – de 45,60% para 77,24%
  • Rio da Pedra (Santana do Matos) – de 16,71% para 23,81%
  • Alecrim (Santana do Matos) – de 30% para 48,71%
  • Bonito II (São Miguel) – de 2,88% para 4,61%
  • Pilões (Pilões) – de 1,94% para 3,02%
  • Lucrécia (Lucrécia) – de 6,24% para 7,95%.
  • Santa Cruz do Trairi (Santa Cruz) – de 7,25% para 12,60% (saiu do estado de alerta)
  • Zangalheiras (Jardim do Seridó) – 0% para 0,49%
  • Itans (Caicó) – 0,05% para 0,08%

Alerta e secos

As reservas hídricas totais do RN atualmente estão com 24,54% da capacidade total – era de 23% no relatório passado. Dos 47 reservatórios monitorados pelo Igarn, 11 permanecem em nível de alerta com volumes inferiores a 10%. Já os reservatórios secos são 4.

Em nível de alerta estão

  • Flechas (José da Penha)
  • Jesus, Maria, José (Tenente Ananias)
  • Reservatório de Lucrécia
  • Bonito II (São Miguel)
  • Açude de Pau dos Ferros
  • Itans (Caicó)
  • Esguicho (Ouro Branco)
  • Passagem das Traíras (São José do Seridó)
  • Açude de Cruzeta
  • Zangalheiras (Jardim do Seridó)
  • Açude de Pilões

Já os mananciais secos são

  • Santana (Rafael Fernandes)
  • Inharé (Santa Cruz)
  • Trairi (Tangará)
  • Japi II (São José do Campestre)
G1 RN
Rio Grande do Norte

Sobe para 11 o número de casos suspeitos de coronavírus no RN

Foto: Divulgação

Subiu para 11 o número de casos suspeitos do novo coronavírus, o Covid-19, registrados no Rio Grande do Norte. Os dados são da Secretaria de Estado da Saúde Pública do RN (Sesap) e foram repassados ao G1 nesta tarde de segunda-feira (9). No último boletim, divulgado na sexta-feira passada, o número de casos suspeitos era de quatro. Nenhum caso foi confirmado no estado.

Os casos suspeitos são seis de Natal, dois de Parnamirim, além dos três primeiros registrados em Mossoró nesta segunda-feira – os únicos até o momento fora da Região Metropolitana de Natal. Os casos só são oficialmente reconhecidos como suspeitos após confirmação do Ministério da Saúde, o que ainda não ocorreu com todos. Os números divulgados pelas secretarias estaduais e o MS não são necessariamente iguais, já que os órgãos têm horários e procedimentos distintos para apresentação de seus boletins diários.

Com os novos casos suspeitos, a Sesap tem usado o protocolo de enviar os exames para o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen) em Natal e, caso a unidade não consiga identificar uma gripe ou outro tipo de vírus mais comum no prazo de três dias, as amostras são enviadas para o Instituto Evandro Chagas, no Pará. Nesta nova avaliação, a previsão é de até sete dias.

Os três primeiros casos suspeitos de Mossoró, notificados nesta segunda, envolvem um homem, uma mulher e um adolescente que estiveram recentemente na Itália. Eles apresentaram febre e tosse e procuraram um hospital privado, que comunicou sobre os casos.

Por G1-RN

Rio Grande do Norte

Reservatórios potiguares recebem recarga significativa após chuvas do final de semana

Barragem Gargalheiras em Acari – Foto: Divulgação

O Governo do Estado do Rio Grande do Norte, por meio do Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn), monitora 47 reservatórios com capacidade superior a 5 milhões de metros cúbicos responsáveis pela segurança hídrica estadual. O Relatório do Volume dos Principais Reservatórios Estaduais divulgado nesta segunda-feira (09) indica que as últimas chuvas levaram recargas significativas para vários mananciais. Os açudes Riacho da Cruz II, Encanto e Pataxó chegaram à sua capacidade máxima, vertendo.

O açude Riacho da Cruz II, localizado no município de Riacho da Cruz, com capacidade para 9.604.200 m³ chegou a 100% da sua capacidade ainda na última quinta-feira (05). Já o açude da cidade de Encanto, com capacidade para 5.192.538 m³ começou a sangrar no último sábado, dia 07 de março. O açude Pataxó, localizado em Ipanguaçu, com capacidade para 15.017.379 m³ teve sua cheia nesse domingo (08).

Outros reservatórios que já atingiram 100% das suas capacidades nesta quadra invernosa foram: Dourado, em Currais Novos; Novo Angicos, localizado em Angicos; e Dinamarca, localizado em Serra Negra do Norte.

Maior reservatório do Estado, com capacidade para 2,37 bilhões de metros cúbicos, a barragem Armando Ribeiro Gonçalves também recebeu recarga. O reservatório acumula atualmente 569.897.840 m³, que correspondem a 24,02% da sua capacidade total. No último relatório, divulgado no dia 4 de março, o manancial acumulava 552.626.936 m³, percentualmente, 23,29% da sua capacidade total.

A barragem Santa Cruz do Apodi, segundo maior manancial potiguar, com capacidade para 599.712.000 m³ também está recebendo recarga. O reservatório acumula atualmente 132.759.012 m³, correspondentes a 22,14% da sua capacidade total. No último relatório a barragem acumulava 114.368.450 m³, percentualmente, 19,07% da sua capacidade total.

O açude Umari, com capacidade para 292.813.650 m³, acumula atualmente 93.785.114 m³, percentualmente, 32,03% da sua capacidade total. O reservatório no último levantamento divulgado pelo Igarn estava com 84.229.653 m³, correspondentes a 28,77% da sua capacidade total.

A barragem de Pau dos Ferros, com capacidade para 54.846.000 m³, também recebeu boa recarga, o reservatório está acumulando 3.108.338 m³, percentualmente 5,67% do seu volume máximo. Na última semana o manancial estava com 116.350 m³, percentualmente, 0,21% da sua capacidade total. O açude estava completamente seco antes do início das chuvas.

O reservatório Marechal Dutra, popularmente conhecido como Gargalheiras, com capacidade para 44.421.480 m³, acumula atualmente 6.201.066 m³, percentualmente 13,96% do seu volume máximo. No último relatório o manancial acumulava 3.868.003 m³, o que corresponde a 8,71% da sua capacidade total.

Em um comparativo com os volumes apresentados na última sexta-feira (06), outros reservatórios receberam recargas significativas: Passagem, localizado em Rodolfo Fernandes, estava com 33,83% e está com 61,23% da sua capacidade total; Santo Antônio de Caraúbas estava com 74,32% e está com 86,15%; Beldroega, em Paraú, estava com 45,60% e está com 77,24%; Rio da Pedra, em Santana do Matos, saiu dos 16,71% para 23,81%; Alecrim, também localizado em Santana do Matos, saiu dos 30% para 48,71%; Bonito II, em São Miguel, saiu dos 2,88% para 4,61%; Pilões, localizado em Pilões, saiu dos 1,94% para 3,02% e o reservatório de Lucrécia, que saiu dos 6,24% para 7,95%.

O açude Santa Cruz do Trairi, que anteriormente às chuvas estava seco, passou dos 7,25% para 12,60%, saindo da condição de nível de alerta.

O açude Zangalheiras, localizado em Jardim do Seridó, que estava seco, recebeu pequena recarga e agora acumula 0,49% da sua capacidade total. Já o Itans, em Caicó, estava com 0,05% e agora está com 0,08%.

As reservas hídricas superficiais totais do Estado atualmente são de 1.074.293.332 m³, correspondentes a 24,54% do total que os reservatórios monitorados conseguem acumular nas bacias hidrográficas potiguares. No relatório da última segunda-feira, o volume acumulado era de 1.006.732.717 m³, percentualmente o número representava 23% da capacidade total das reservas hídricas estaduais.

Dos 47 reservatórios monitorados pelo Igarn, 11 permanecem em nível de alerta com volumes inferiores a 10% das suas capacidades totais, em termos percentuais, o número representa 23,40% dos mananciais monitorados. Já os reservatórios secos são 4, o que representa outros 8,51%.

Os reservatórios em nível de alerta atualmente são: Flechas, localizado em José da Penha; Jesus, Maria, José, localizado em Tenente Ananias; o reservatório de Lucrécia; Bonito II, em São Miguel; o açude de Pau dos Ferros; Itans, em Caicó; Esguicho, em Ouro Branco; Passagem das Traíras, em São José do Seridó; o açude de Cruzeta; Zangalheiras, em Jardim do Seridó, e o açude de Pilões.

Os mananciais secos são: Santana, localizado em Rafael Fernandes; Inharé, em Santa Cruz; Trairi, em Tangará; e Japi II, localizado em São José do Campestre.

Rio Grande do Norte

Casos de dengue e chikungunya aumentam no RN em 2020

Casos de dengue e de chikungunya aumentaram no RN – Foto: Divulgação

Os casos de dengue e de chikungunya aumentaram nos dois primeiros meses de 2020 no Rio Grande do Norte em comparação com o mesmo período do ano passado, segundo boletim epidemiológico de arboviroses divulgado pela Secretaria de Saúde Pública (Sesap), nesta segunda-feira (9). Em contrapartida, as notificações de zika vírus diminuíram.

Em todo o estado, até 22 de fevereiro, foram notificados 1.928 casos suspeitos de dengue, sendo confirmados 511. O número representa um aumento em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram notificados 1.688 casos e registrados 490 confirmações da doença. Neste ano, a maioria dos casos confirmados de dengue se concentra na faixa etária acima de 20 anos em pessoas do sexo masculino. Duas mortes estão em investigação.

A Subcoordenadoria de Vigilância Epidemiológica da Sesap também constatou aumento de infecções por chikungunya. Ao todo em 2020, 347 casos foram notificados e 92 confirmados. No mesmo período do ano passado, os agentes de saúde contabilizaram 209 suspeitas e 68 confirmações. Em relação ao zika vírus, o número de casos prováveis até fevereiro caiu de 48 em 2019 para 39 neste ano.

Rio Grande do Norte

Produtos produzidos no RN poderão ser comercializados por todo o país

Foto: Divulgação

O Rio Grande do Norte vai receber o Certificado de equivalência dos Serviços de Inspeção, do Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal (SISBI-POA). Isso significa que os órgãos de inspeção estaduais terão condições de avaliar a qualidade e a inocuidade dos produtos de origem animal com a mesma eficiência do Ministério da Agricultura, preservando a segurança alimentar do consumidor.

A conquista é resultado de uma luta de mais de 20 anos, que envolve o Programa de Fortalecimento de Inspeção Animal no RN, com a participação do Governo do RN, por meio da Secretaria da Agricultura, da Pecuária e da Pesca (Sape) e do Instituto de Defesa e Inspeção Agropecuária do RN (Idiarn), junto à Superintendência Federal de Agricultura no RN (SFA/RN), do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

A certificação acontecerá na próxima segunda-feira (9), durante a realização de seminário sobre o tema, em Fortaleza/CE, que contará com a participação da Ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina.

Rio Grande do Norte

Manifestações interditam duas rodovias federais no RN

Um dos bloqueios foi montado na BR-406, em João Câmara

Manifestantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) obstruíram o trânsito em pelo menos duas rodovias federais que cruzam o Rio Grande do Norte na manhã desta segunda-feira (9). Segundo a Polícia Rodoviária Federal, o tráfego foi bloqueado nas BRs 304 e 406.

Ainda de acordo com a PRF, o movimento protesta contra a violência no campo, além de também se manifestar em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, celebrado em 8 de março.

Interdições

  • A BR-304 encontra-se totalmente interditada no km 273, logo após a entrada de Ielmo Marinho
  • Já a BR-406, tem interdição no km 105, em João Câmara

Equipes da PRF nos locais negociam a liberação das rodovias. A previsão para liberação das pistas é até o meio-dia.

G1 RN
Política » Rio Grande do Norte

Fátima propõe ao Consórcio Nordeste ações conjuntas em defesa das mulheres

Governadora Fátima Bezerra

A governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra, propôs aos governadores do Nordeste, neste 8 de março, Dia Internacional da Mulher, uma ação conjunta que visa ampliar organismos de defesa das mulheres, incluindo integração das Delegacias Especializadas de Atendimento às Mulheres, Polícia técnica e Patrulhas Ronda Maria da Penha.

“Precisamos criar um sistema integrado de enfrentamento à violência contra a mulher capaz de melhorar o monitoramento dos processos e fiscalização das medidas protetivas”, disse ela, no texto enviado aos colegas nordestinos. O Governo da Bahia já contribuiu na capacitação das Polícias Militares de Alagoas, Maranhão, Sergipe e Paraíba, e a ideia, segundo a governadora, é ampliar essas ações para os demais estados do Nordeste.

A proposta também inclui o fortalecimento de programas de emprego e renda na cidade e no campo. “Eu sou uma mulher nordestina e não poderia neste 8 de março fugir a minha natureza: é preciso antes de tudo ser forte. É preciso ter coragem de enfrentar as desigualdades gritantes que impedem as mulheres de ascenderem aos espaços de poder, de estruturarem suas carreiras e garantir sua autonomia. É preciso garantir um ambiente democrático e o direito e a integridade de nossos corpos para conquistar a equidade entre homens e mulheres”.

Cenário

No texto enviado aos colegas governadores, Fátima observou ainda que “a cada 4 minutos uma mulher é vítima de violência no Brasil e a cada oito horas uma delas morre”.

A Lei Maria da Penha existe desde 2006, mas foi só em 2015 que surgiu o crime de feminicídio, que é quando uma mulher é morta só porque é mulher.

“Esse tipo de crime é mais antigo até do que a própria Bíblia, mas a defesa das mulheres, por mais incrível que pareça, ainda é muito recente. Pra completar, de janeiro para cá, o governo federal além de retirar todos os recursos de enfrentamento à violência ainda tem trabalhado para transformar a Lei Maria da Penha de uma forma que deixa ela mais cara”, lamentou Fátima Bezerra.

Uma pesquisa recente da Universidade Federal Ceará e do Instituto Maria da Penha disse que a violência doméstica custa aproximadamente R$ 64,4 milhões ao Nordeste, considerando tanto a defesa e tratamento da vítima, como o dinheiro que ela para de gerar exatamente porque morreu ou foi agredida.

Agora RN
Rio Grande do Norte » Saúde

RN: Sem movimentos, homem é levado a banco em UTI Móvel para provar que está vivo e conseguir receber benefício

A família de um homem de 54 anos que perdeu praticamente todos os movimentos do corpo por causa de uma doença degenerativa teve que levá-lo de ambulância UTI Móvel a um banco de Parnamirim para provar que ele estava vivo. O caso aconteceu no final da manhã desta quinta-feira (5).

De acordo com o comerciante Paulo Vitor Ferreira, de 28 anos, filho do paciente de Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA), o cartão da conta onde o benefício do pai é depositado teve um problema e, apesar de ele ter uma procuração judicial, o banco não aceitou resolver a situação, sem uma prova de vida.

O motivo seria porque o cadastro do filho como procurador junto ao INSS está vencido desde o dia 7 de janeiro. Os familiares afirmam que abriram processo no instituto para renovar a curadoria, mas até agora o pedido não foi processado e eles seguem sem resposta.

“Abri um processo para me cadastrar como curador, já se passaram dois meses. O prazo era de cinco dias úteis. Pediram para levar documentação, mas depois não tivemos nenhuma resposta”, diz Paulo Vitor.

O G1 procurou o banco Bradesco e o INSS, mas não teve retorno até a última atualização desta matéria.

Sem receber o benefício há três meses, a família tomou a decisão de levar o homem ao banco nesta quinta-feira (5). A logística também não foi facilitada. Como a empresa de “home care” do paciente se negou a transportá-lo à agência, a família decidiu contratar uma ambulância UTI Móvel de outra empresa particularmente.

De acordo com Paulo Vitor, o pai, que só tem o movimento dos olhos, precisa de suporte ventilatório e um sugador para a saliva 24 horas, o que explica a necessidade de uma UTI Móvel para o transporte do homem até a agência.

Ainda de acordo com o filho, o pai usa um computador especial para se comunicar e concordou em ir ao banco. “Ele estava muito frustrado com isso e queria ir lá resolver”, disse.

A agência estava lotada, mas um funcionário saiu do prédio e foi até a ambulância onde foi realizada a prova de vida. Pelo menos a situação do cartão foi resolvida.

“O benefício não é suficiente nem para pagar o tratamento, mas é uma ajuda. Precisamos dele. É uma situação constrangedora ter que fazer isso, porque ele já tem uma saúde frágil e tem que correr mais riscos”, afirmou Paulo Vitor.

De acordo com ele, parte do dinheiro que estava na conta já voltou ao INSS por não ter sido sacado e agora a família também terá que buscar os órgãos para saber como reaver o valor.

G1
Rio Grande do Norte

Assembleia Legislativa define comissão para discutir reforma da previdência do RN

O Governo do Rio Grande do Norte entregou, no dia 13 de fevereiro, a Proposta de Emenda à Constituição da reforma da previdência estadual

A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte (ALRN) definiu no início da tarde desta quinta-feira (5) a comissão especial que vai discutir o projeto de lei da reforma da previdência do estado enviada pelo governo e avaliar sugestões de emendas. Uma nova reunião marcada para a próxima segunda-feira (9) deverá definir quem serão o presidente e o relator da matéria.

Fazem parte da comissão, por indicação dos blocos parlamentares, os deputados Albert Dickson (Pros), Bernardo Amorim (Avante), George Soares (PL), Raimundo Fernandes (PSDB) e Souza Neto (PSB). George é o líder do governo estadual na casa.

O Governo do Rio Grande do Norte entregou, no dia 13 de fevereiro, a Proposta de Emenda à Constituição da reforma da previdência estadual. Após negociação com sindicatos e associações, o Executivo fez algumas concessões e alterou a minuta do projeto, que tinha sido apresentada no final de janeiro.

Entre as alterações, está a redução das alíquotas de contribuição, que antes iriam variar entre 14% e 18,5% e agora passam a ser de, no máximo, 16%, conforme a proposta. Atualmente, a contribuição de todos os servidores estaduais, independentemente da faixa salarial, é de 11%.

Blog do Ismael Medeiros
Rio Grande do Norte

Março com fortes chuvas no interior do RN

Foto: Divulgação

As chuvas dos últimos dias que ocorreram em todas as regiões do Rio Grande do Norte, marcaram o início do período chuvoso no semiárido potiguar. Vários municípios registraram chuvas acima de 100 milímetros (mm) e Mossoró registrou recorde histórico de chuva diária.

Apesar da maior incidência de precipitações ter ocorrido nas regiões Oeste e Central, o município de Jaçanã e Coronel Ezequiel, localizados no Agreste Potiguar, registraram os maiores volumes de chuva acumulada com 244,3 milímetros (mm) e 165,3 mm, respectivamente, no período das 07h da manhã de sexta (28/02) até a manhã de hoje (02/03), às 07h, segundo o boletim pluviométrico da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN).

O município registrou 176,4 milímetros de chuva no último sábado (29). “Este volume de chuvas em Mossoró é o maior dos últimos 56 anos. As chuvas pelo interior devem continuar no decorrer dos próximos meses devido a atuação da Zona de Convergência Intertropical atuando sobre a região”, destacou o chefe da Unidade de Meteorologia da Emparn, Gilmar Bristot.

Na região Central, o município que mais choveu foi o de Lagoa Nova, com 130 mm. E no Leste Potiguar, Montanhas registrou o maior acumulado com 76,1 mm. Na capital potiguar choveu 51 mm. “A previsão para a semana é de céu parcialmente nublado em todo o RN com pancadas de chuva”, disse Bristot.

O boletim pluviométrico completo pode ser acessado no www.emparn.rn.gov.br, ícone azul Chuvas Diárias ou aba Meteorologia.

Análise Climática

Durante o resultado da III Reunião de Análise Climática, divulgada no mês passado, os meteorologistas anunciaram que os padrões climáticos analisados indicam a ocorrência de chuvas distribuídas em todas as regiões do Estado, sendo a previsão de 479 milímetros na região Oeste, 376 na região Central, 342 na região Agreste e 533 milímetros na região Leste. A média de chuvas foi de 840 mm em todo o ano de 2019.

Últimos Eventos

21/09/2019
São Vicente/RN
03/03/19
Master Leite
06/05/18
Parque Dinissauros - Povoado Sto Antonio (Cobra)
Março 2017
Aero Clube

Mais eventos

Jornal Expresso RN

Baixar edições anteriores

Curta Jean Souza no Facebook

Siga Jean Souza no Instagram

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
Botch das divs centrais
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!