Arquivos:

Europa » Pandemia » Portugal » Recorde » Turismo

Portugal bate recorde de vacinação e vira principal destino turístico europeu

Foto: Gian Amato

Com recorde de vacinação no fim de semana e pandemia de Covid-19 controlada, Portugal é neste momento o principal destino turístico seguro da Europa. E a semana começa com um marco para a combalida economia do setor: a partir de hoje, os britânicos, principais visitantes no verão, estão liberados a passar férias no país sem precisar fazer quarentena na volta, o que complica o planejamento das viagens. Ainda é preciso apresentar teste negativo para Covid-19.

Somente para esta segunda-feira foram confirmadas as chegadas de 17 voos com 5,5 mil turistas do Reino Unido ao Algarve, região famosa pelas praias exuberantes. Ao ser incluído na lista verde elaborada pelos governos britânico e escocês, Portugal sai na frente de outros países que têm no turismo uma atividade crucial para a retomada da economia e são concorrentes de Portugal, como Espanha, Grécia e Itália, por exemplo. E entre os 12 destinos da lista, sete ainda não permitem turistas.

Portugal não estende a toalha nas praias apenas para os ingleses, que já chegaram a dois milhões de visitantes em 2019. A partir de hoje, qualquer viajante a turismo da União Europeia ou da zona de livre circulação do continente (Espaço Schengen) pode entrar, desde que apresente teste negativo e venha de um país com taxa de incidência de infecção por Sars-CoV-2 abaixo dos 500 casos por 100 mil habitantes nas últimas duas semanas.

A retomada do turismo acontece no momento em que Portugal bate o recorde de vacinação em 24 horas ao aplicar 129 mil doses no sábado, acima da meta de 100 mil por dia. Mais de 13% da população recebeu as duas doses (1,3 milhão de pessoas) e 31% tomaram uma dose (3,1 milhões) Não houve nenhuma morte por coronavírus na última sexta-feira, fato que tem se repetido em alguns dias.

Assim, a perspectiva é que o verão de 2021 seja melhor que o do último ano, quando apenas o turismo interno movimentou um pouco o setor. As reservas de quartos de hotéis e aluguéis de imóveis por temporada aumentaram e, em algumas cidades, já ultrapassam os 60%.

As principais companhias aéreas comunicaram que a procura por voos disparou e duas delas aumentaram sua capacidade de passageiros em mais de 300 mil lugares.

Em relação ao Brasil, apenas os voos considerados essenciais são permitidos e as viagens a turismo seguem vetadas.

No último ano de referência, 2019, Portugal recebeu, ao todo, 16 milhões de turistas estrangeiros, número que despencou para quatro milhões em 2020 (cerca de 400 mil britânicos).

Os prejuízos financeiros do turismo são enormes e a recuperação total, com a volta ao normal, só deve ocorrer em 2023. Somente no primeiro trimestre deste ano a quebra chegou a 80% em relação a 2020. Isto significa que o país recebeu 790 mil hóspedes, informa o Instituto Nacional de Estatística (INE). O governo prepara um plano de apoio ao setor.

Portugal

Portugal suspende estado de emergência por covid-19 a partir desta sexta-feira

Foto: © REUTERS/Rafael Marchante/direitos reservados

O estado de emergência decretado em Portugal no maior nível de alerta por causa do novo coronavírus termina sexta-feira (30), anunciou o presidente Marcelo Rebelo de Sousa, em meio a uma queda brusca do número de infecções e preparativos para afrouxar um rígido lockdown imposto há mais de três meses.

Declarado em meados de janeiro para combater o que era então a pior alta do planeta em número de infecções, o estado de emergência permite que o governo imponha medidas duras para suspender direitos e liberdades da população.

“Sem o estado de emergência, é necessário manter ou adotar todas as medidas essenciais para evitar retrocessos”, disse o presidente, em pronunciamento transmitido pelo rádio e a televisão nessa nesta terça-feira(27). “Se for necessário, eu não hesitarei em declarar novo estado de emergência”, acrescentou.

Portugal fará a transição para o estado de “calamidade”, que permite que o governo imponha algumas medidas para reduzir o risco de contágio, mas as regras que podem ser decretadas são mais limitadas e precisam ser justificadas.

Portugal, que tem mais de 10 milhões de habitantes, registrou um total de 16.970 mortes pela covid-19. O número total de casos da doença é de 834.991, 353 a mais do que notificado um dia antes.

Na última segunda-feira (26), o país não registrou nenhuma morte relacionada ao novo coronavírus pela primeira vez desde agosto.

Agência Brasil, com Reuters
Brasileiros » Portugal

Para trazer brasileiros, Itamaraty faz acordo com Portugal

20210127160705 avi o portugal Para trazer brasileiros, Itamaraty faz acordo com Portugal

Brasil e Portugal selaram um acordo e vão disponibilizar um voo extraordinário para trazer brasileiros que estão em Lisboa. As viagens do país europeu para o território nacional estão suspensas por conta do agravamento da pandemia de Covid-19. Na conversa entre o Itamaraty e as autoridades portuguesas, ficou definido que um voo especial sairá de Lisboa e chegará ao Aeroporto Internacional de Guarulhos na próxima sexta-feira (26). O acordo só valerá para quem comprar passagens de volta por meio da empresa portuguesa TAP.

Segundo a Associação Brasileira de Portugal, atualmente 360 brasileiros estão em Portugal sem conseguir retornar. Para embarcar, os passageiros devem mostrar o resultado de um teste, feito em até no máximo 72 horas, comprovando que não estão infectados pela Covid-19. Ao chegarem de volta, todos deverão preencher um formulário emitido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

15 mil portugueses já morreram vítimas da Covid-19. A previsão é que os voos entre Portugal e Brasil permaneçam suspensos até o dia 1º de março.

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
Botch das divs centrais
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!