Arquivos:

Policial » Rio Grande do Norte

Governo terá seis meses para reformar penitenciária do RN

FOTO: DIVULGAÇÃO/SEJUC

O Governo do Estado do Rio Grande do Norte terá seis meses para providenciar a reforma do Complexo Prisional Estadual Mário Negócio (CPEAMN), que fica localizada no
município de Mossoró, na região Oeste Potiguar. A determinação da 3ª Vara da Fazenda Pública da Comarca de Mossoró atende à ação do Ministério Publico (MPRN), que
declarou que o Estado está sendo omisso no que se refere aos direitos das presidiárias que cumprem pena no regime semiaberto.

A sentença determina que o Governo apresente o projeto de reforma em um mês e execute as obras em até cinco meses. Além disso, o juiz considerou que o Estado ignorou
por mais de dois anos um decreto que previa a reforma e ampliação do complexo penal.

Segundo o MPRN, a Secretaria de Estado da Justiça e da Cidadania (antiga Sejusc) recebeu, entre 2016 e 2017, repasses da União que totalizam pouco mais de R$ 62
milhões, onde somente R$ 7,7 milhões (11%) foram empregados nas ações previstas. Diante disso, comprovou-se a omissão estatal, considerando ainda a existência de
dinheiro, como diz o trecho da sentença:

“A omissão estatal é clara, isso considerando que está patente a existência de dinheiro, com a ressalva, porém, da omissão administrativa, eis que é mais fácil ao
executivo ser conivente com o não cumprimento da Lei de Execuções Penais, que apresentar os projetos necessários e utilizar o dinheiro existente para fins de
cumprimento da lei no que se refere ao cumprimento de penas.”

Portal no Ar
Policial

Damares quer ‘salinhas pink’ para atender mulheres em delegacias

Fotos: Divulgação/Delegacia de Polícia Civil de Tefé (AM)

Depois da sua performance de hoje, Damares Alves prometeu que todas as delegacias do país terão um atendimento especializado para mulheres, registra O Globo.

“A partir de janeiro, preste atenção, todas as delegacias do Brasil também serão delegacias da mulher. Pronto! Vamos capacitar todos os agentes de delegacias do Brasil, todos os delegados”, declarou a ministra da Mulher.

“Nem que seja uma salinha pequenininha, todas as salinhas desses país estarão capacitadas para receber mulheres. Detalhe: eu vou pintar as salinhas de cor de rosa. Yes!”, acrescentou.

Depois do evento, Damares afirmou que a medida será implementada a partir de janeiro, com a ajuda das secretarias de Segurança Pública dos estados. “Nós vamos começar em janeiro. Não tem prazo para encerrar. Mas vamos procurar fazer no menor prazo.”

O Antagonista
Policial » Rio Grande do Norte

Delegados do RN suspendem movimento e voltam a abrir plantões nos fins de semana

Presidente da Adepol, delegada Paoulla Maués

Os delegados e delegadas da Polícia Civil do Rio Grande do Norte decidiram, nesta sexta-feira (22), suspender o movimento iniciado há mais de uma semana – em que não realizavam trabalhos fora da carga horária normal. Assim, as delegacias de plantão voltarão a funcionar normalmente neste final de semana.

A medida foi tomada em razão de o governo reabrir a negociação com a categoria. “Estamos dando um voto de confiança ao governo. Esperamos concluir essa negociação o mais rápido possível “, exclamou a presidente da Adepol, delegada Paoulla Maués.

Os delegados reivindicam a realização de um concurso público, a reestruturação da carreira e o pagamento de promoções atrasadas.

Agora RN
Policial » Rio Grande do Norte

PF investiga venda irregular de 500 mil munições no interior do RN

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira, dia 20, em Caicó, na região Seridó potiguar, uma operação denominada ‘Bala Perdida’. O objetivo foi coletar evidências do crime de venda irregular de munições de calibres diversos.

A investigação, iniciada há dois meses pelas Delegacias de Repressão ao Tráfico de Armas (DELEPAT) e Delegacia de Controle de Armas e Químicos (DELEAQ), aponta que aproximadamente 500 mil projéteis podem ter sido comercializados irregularmente nos últimos 5 anos, conforme dados fornecidos pelo Exército Brasileiro.

Foram cumpridos cinco mandados judiciais de busca e apreensão expedidos pela 9ª Vara Federal em endereços residenciais e comerciais na cidade.

Agora RN
Policial

Delegados iniciam mobilização hoje

Em assembleia realizada nesta sexta-feira (08) delegados e delegadas de Polícia decidiram iniciar uma mobilização em frente à Secretaria de Administração a partir das 8h desta segunda-feira, dia 11.

Às 10h da manhã representantes da Associação dos Delegados de Polícia do RN (Adepol/RN) deverão se reunir com o Governo do Estado, quando serão discutidos os pontos de reivindicação.

Os delegados pedem o avanço do processo do concurso público, o plano de reestruturação das carreiras da Polícia Civil e a efetivação das promoções, que estão em atraso há mais de um ano.

Após essa reunião, os servidores irão realizar uma assembleia para decidir o destino do movimento, lá mesmo no centro administrativo.

A reunião de hoje aconteceu na sede da Adepol/RN e contou com a presença expressiva da categoria.

Jair Sampaio
Policial

“Não autorizei policial nosso ir à Paraíba”, diz comandante da PM/RN

Coronel Alarico Azevedo, comandante-geral da PM do Rio Grande do Norte

O comandante-geral da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, coronel Alarico Azevedo, afirmou que não teve conhecimento da operação nem autorizou que policiais militares potiguares fossem à Paraíba dar cumprimento a qualquer mandado de prisão. A ação, realizada na tarde desta terça, 29, na zona rural de Tacima (PB), acabou em uma troca de tiros e na morte do PM paraibano Edmo Tavares, de 36 anos.

“Como eu não sabia, não autorizei nem comuniquei ao comandante-geral da PM da Paraíba que haveria uma operação lá. Se eu soubesse, teria entrado em contato, como sempre faço, e a ação teria sido realizada em conjunto, como sempre deve ser”, ressaltou Alarico durante coletiva de imprensa realizada nesta manhã.

O CASO

Três policiais militares do Rio Grande do Norte – um subtenente, um sargento e um cabo – irão responder a inquéritos criminais, na esfera civil e militar, pela morte do policial militar paraibano Edmo Tavares. O PM da Paraíba morreu na tarde desta terça, 29, após uma troca de tiros no distrito de Cachoeirinha, zona rural de Tacima (PB).

Segundo A PM do RN, as armas dos três policiais militares foram apreendidas pela Polícia Civil da Paraíba. Após serem ouvidos em depoimento, eles foram liberados e já retornaram a Nova Cruz, na região Agreste potiguar, onde são lotados.

Os três também foram afastados de suas atividades de policiamento e, enquanto durar as investigações, devem ficar atuando apenas administrativamente.

Assessor de imprensa da PM do RN, o tenente-coronel Eduardo Franco revelou ao Agora RN que o subtenente, o sargento e o cabo relataram que foram à Paraíba dar cumprimento a um mandado de prisão contra um foragido da Justiça. “Eles localizaram o alvo, o abordaram e o prenderam. Porém, durante a ação, o policial paraibano, que estava em um carro próximo, teria visto os três homens armados e achou que eles eram criminosos, uma vez que eles estavam à paisana, descaracterizados”, ressaltou.

“Os três disseram ainda que o policial paraibano atirou contra o grupo. Como o policial paraibano também não estava fardado, os três PMs atiraram de volta”, acrescentou Eduardo Franco.

Ainda de acordo com o oficial, o policial paraibano ainda tentou fugir e acabou batendo o carro. “Ele ainda foi socorrido ao hospital e teve a arma apreendida. Depois foi que descobrimos que se tratava de um policial militar”, destacou Franco.

Edmo era policial militar há 10 anos e trabalhava no batalhão do município de Picuí, no interior da Paraíba.

Agora RN
Policial

Comandante geral afasta PMs que mataram colega da Paraíba por engano

O CABO EDMO TAVARES | FOTO: CEDIDA

O comandante geral da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, coronel Alarico Azevedo, afastou os policiais do Estado envolvidos na ocorrência que acabou com a morte de um PM da Paraíba, nessa terça-feira, 29.

De acordo com nota da corporação potiguar, policiais do 8º Batalhão que participaram da ação em Tacima (PB) prestaram depoimento a um delegado da Polícia Civil paraibana, a quem apresentaram as armas de fogo.

A PMRN informou que o comandante geral determinou “instauração imediata de Inquérito Policial Militar objetivando apurar as circunstâncias dos fatos”.

O fato

Conforme relata a nota, os policiais lotados no 8° Batalhão, de Nova Cruz, foram a localidade de Cachoeirinha, no município de Tacima/PB, para localizar um indivíduo que tinha um mandado de prisão em aberto, expedido pela justiça do RN”.

De acordo com testemunhas, os PMs do Rio Grande do Norte estavam sem farda e em um veículo descaracterizado. O policial paraibano teria se assustado, pensado se tratar de assaltantes, e atirado contra os potiguares.

Conforme disse o delegado paraibano Diógenes Fernandes, responsável pela investigação, ao Portal Correio, o policial “tentou escapar dos disparos. Entrou no carro dele, bateu o veículo cerca de 100 metros depois e ainda tentou correr a pé, mas foi alcançado pelos PMs do Rio Grande do Norte, que dispararam mais tiros”. Ele foi atingido no queixo, tórax, costas e perna.

“O cidadão foi atingido e devidamente socorrido a unidade hospitalar mais próxima. Foi constatado, posteriormente, que se tratava de um Policial Militar do Estado da Paraíba”, diz a nota da PMRN.

“Vamos investigar a fundo todas as circunstâncias e, caso seja comprovado que houve excesso por parte dos policiais do Rio Grande do Norte, eles serão indiciados por homicídio doloso”, finalizou o delegado.

O cabo Edmo Tavares era policial há 10 anos e trabalhava no 9º Batalhão, com sede na cidade de Picuí, na Borborema Paraibana.

Por Ayrton Freire
Policial

Policial militar é morto após troca de tiros com outros PMs, na Paraíba

Um policial militar de 36 anos morreu após uma troca de tiros com outros PMs na tarde desta terça-feira (29), no município de Tacima, no Agreste da Paraíba. Segundo informações do delegado seccional de Solânea e responsável pelo caso, Diógenes Fernandes, Edmo Tavares teria confundido policiais que estavam à paisana com bandidos e atirado contra eles.

Ainda de acordo com o delegado, a vítima vendia cestas básicas durante a folga, no distrito de Cachoerinha. No mesmo local, outros três policiais militares do Rio Grande do Norte estavam à paisana, enquanto realizavam uma operação para capturar foragidos.

Quando desceu do carro em que estava, Edmo viu que os policiais estavam armados e os confundiu com bandidos. Ele atirou contra os PMs, que revidaram com vários tiros.

O delegado informou também que a Polícia Militar do Rio Grande do Norte não comunicou a PM da Paraíba sobre a operação.

Ele pediu que os policiais voltem à Paraíba para esclarecerem o que aconteceu.

A assessoria da Polícia Militar da Paraíba informou ao G1 que Edmo era policial há 10 anos e trabalhava no batalhão de Picuí.

G1 RN
Policial » Rio Grande do Norte

Homem morre e outros dois são presos após troca de tiros com a Polícia Militar no RN

Um homem morreu e dois foram presos após trocarem tiros com a Polícia Militar na noite desta segunda-feira (28) em Natal. De acordo com a PM, o trio estava praticando assaltos e havia acabado de roubar um carro, quando foi abordado pelas viaturas, mas começou a atirar.

De acordo com o relato policial, a Força Tática do 9° Batalhão da PM fazia patrulhamento na região dos Guarapes, na Zona Oeste da capital, quando recebeu informações de que um grupo estava fazendo assaltos na área de Mangabeira.

Os policiais foram à região e se depararam com o grupo, que estava tomando um carro modelo celta a menos de 200 metros das viaturas. Apesar do comando para o trio parar, os homens saíram em fuga atirando contra os policiais, que revidaram e atingiram um homem identificado como Nilton Tavares de Souza.

O homem foi socorrido ao Pronto Socorro Clóvis Sarinho, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. Já os outros dois homens foram presos. Com eles, foi encontrada uma arma de fabricação caseira, duas balaclavas (máscaras) e dois celulares. A dupla foi levada à Central de Flagrantes da Polícia Civil.

G1 RN
Policial

Bandido morre dentro de igreja após tentativa de assalto em Mossoró

FOTO: DIVULGAÇÃO/PRF

Um bandido morreu dentro de uma igreja evangélica, após um homem em uma motocicleta impedir que o criminoso e seu comparsa realizassem um assalto a uma lanchonete vizinha ao templo religioso, na noite deste domingo, 27, em Mossoró. O outro assaltante foi preso pela Polícia Militar.

A tentativa de assalto ocorreu por volta das 20h. Um homem, não identificado, que passava pelo local com sua moto, observou a ação dos criminosos e atirou contra eles.

Os dois bandidos foram atingidos, mas ainda tentaram fugir e invadiram uma igreja evangélica, enquanto acontecia um culto religioso. De acordo com a PM, os assaltantes chegaram a ocupar assentos na tentativa de disfarçar.

Devido aos ferimentos, um deles morreu dentro do templo. O outro foi baleado na perna e acabou sendo preso. Os policiais militares socorreram ele e levaram para o Hospital Tarcísio Maia.

A polícia ainda não tem maiores informações sobre o homem que disparou contra os criminosos.

Agora RN

Últimos Eventos

21/09/2019
São Vicente/RN
03/03/19
Master Leite
06/05/18
Parque Dinissauros - Povoado Sto Antonio (Cobra)
Março 2017
Aero Clube

Mais eventos

Jornal Expresso RN

Baixar edições anteriores

Curta Jean Souza no Facebook

Siga Jean Souza no Instagram

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
Botch das divs centrais
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!