Arquivos:

Policial

Maioria aprova ação da polícia que matou autor de sequestro no RJ

Reprodução

A maioria dos internautas acredita que a Polícia Militar agiu de maneira correta ao matar Willian Augusto da Silva, de 20 anos, autor do sequestro de um ônibus na ponte Rio-Niterói, na manhã desta terça-feira (20), no Rio de Janeiro.

De acordo com a enquete, produzida pelo Portal R7, 34 mil pessoas votaram sim, enquanto que 2,6 disseram não à pergunta se a polícia agiu certo em matar o sequestrador. A publicação ocorreu às 11h40 e o resultado foi coletado às 15h50.

Dalva Santos acredita que a ação da polícia pode ser considerada como um ato heroico. “Imaginem se todos que estiverem com problemas saírem por aí sequestrando pessoas e pondo em risco a vida de inocentes? Tem que servir de exemplos para que outros não tomem o mesmo caminho”, disse. Elery Cavalcanti concorda: “claro que sim. Eram dezenas de vidas sob ameaça de morte. Parabéns aos policiais”.

Por volta de 5h30, Silva entrou no ônibus que faz a linha 2520, e anunciou o sequestro. O veículo, pertencente à empresa Galo Branco, faz o trajeto de Jardim de Alcântara para Estácio. Pelo menos 31 pessoas estavam no momento. Minutos depois, a polícia começou a negociação com apoio de agentes do Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais). Silva liberou, em seguida, seis pessoas – reféns afirmaram que o jovem pedia R$ 30 mil pelo resgate.

Após quatro horas de sequestro, o suspeito foi atingido por um tiro de um sniper (atirador de elite), que estava posicionado sobre o caminhão do Corpo de Bombeiros. Silva foi encaminhado para um hospital, mas não resistiu aos ferimentos. O porta-voz da Polícia Militar, coronel Mauro Fliess, informou que o sequestrador usava uma arma de brinquedo e que havia espalhado combustível por todo o ônibus, sob a ameaça de incendiá-lo. Durante a ação, nenhum refém foi ferido.

Edmundo Morais, por sua vez, discorda de toda a ação. “Parabéns porque? Tira-se uma vida vira espetáculo”, escreveu. Sueli Rodrigues Coutinho também se posicionou contra a atitude policial. “O rapaz falou que estava com problema em casa e não ia fazer mal a ninguém”, disse.

Blog do BG
Policial » Rio Grande do Norte

Presos do sistema penitenciário do RN fazem limpeza de escola

PRESOS DOS SISTEMA PENITENCIÁRIO DO RN EM LIMPEZA À ESCOLA. FOTO: DIVULGAÇÃO/SEAP RN

Presos do regime semi-aberto do Rio Grande do Norte foram convocados para realizar serviços de manutenção e limpeza na escola estadual Professor Otto de Brito Guerra, que funciona no Caic de Ceará Mirim, na Grande Natal. O trabalho na escola teve início na quinta-feira (15) e faz parte de parceria entre a Seap e a Secretaria de Estado da Educação, da Cultura, do Esporte e do Lazer (Seec/RN), por meio da direção da unidade de ensino.

A manutenção é feita por internos do regime semi-aberto, os quais foram escolhidos de acordo com o comportamento e perfil. Eles estão realizando a limpeza do mato e serviços gerais, com perspectiva de continuar na pintura e revisão das instalações hidráulicas.

O secretário estadual da Administração Penitenciária (Seap/RN), Pedro Florêncio Filho, explica que este tipo de parceria pode ser ampliada com benefícios para a sociedade e às pessoas privadas de liberdade, por isso, alguns projetos estão em andamento com a Seec e a Secretaria de Estado da Saúde (Sesap/RN). “Um dos projetos prevê a manutenção de macas de hospitais públicos em oficinas dentro de unidades prisionais ou a recuperação de carteiras escolares, ou até mesmo reforma dos prédios públicos”, comentou.

Portal no Ar
Policial

Sequestrador morto por atirador de elite no RJ era vigilante

Foto: Reprodução/ TV Globo

William Augusto Nascimento, o sequestrador morto por um atirador de elite hoje pela manhã, no Rio, se dizia policial, mas era um vigilante.

Ele sequestrou um ônibus na ponte Rio-Niterói e fez reféns por quase quatro horas.

Ao negociar sua rendição, o criminoso fez uma única exigência: que uma ambulância fosse até o local.

Ao ser baleado, William foi encaminhado ao Hospital Souza Aguiar, mas não resistiu.

“O paciente chegou em parada cardiorrespiratória, e foi constatado o óbito pela equipe médica do hospital”, informou a Secretaria Municipal de Saúde em um comunicado.

O Antagonista
Currais Novos » Policial

Policial de Currais Novos morre após passar mal em curso operacional em Natal

Um cabo da Polícia Militar, lotado na 3 CIPM de Currais Novos, residente na cidade de Lagoa Nova tinha o sonho de ser um “caveira”. E há dias atrás se inscreveu no curso do COESP (Curso de Operações Especiais), para tentar realizar esse sonho, ser um policial da elite brasileira, onde poucos conseguem. Esse curso é conhecido como o mais difícil entre os cursos operacionais e leva o profissional ao extremo físico e psicologicamente.

Ainda não se sabe ao certo o que aconteceu, mas o fato é que Evanilson Batista de França Silva, cabo 2006, voltará para casa dentro de um caixão, pois morreu na noite desta segunda (19), na UTI do hospital Walfredo Gurgel em Natal.

Ele deixa para trás o legado de ser um policial super dedicado, educado, respeitoso, esforçado e que adorava praticar atividades físicas, inclusive corria maratonas.

Um inquérito deve ser instaurado para investigar a causa morte do policial que deixa para traz sua família.

Jota Dantas
Policial » Rio Grande do Norte

Polícia prende suspeitos de matar professora no interior do RN

Uma ação da Polícia Civil capturou dois suspeitos da morte da professora Ana Télia, no último dia 29 de julho, na zona Rural do município de Pedro Velho, no Agreste Potiguar. Jonas Alves de Souza e um adolescente foram apontados como autores do latrocínio, informou a polícia. As detenções aconteceram na sexta-feira (16), mas só foram divulgadas nesta segunda (19).

Na noite daquele dia, a professora jantava com o marido e os dois filhos, quando três homens e um adolescente invadiram a casa. De acordo com as investigações, os suspeitos começaram a recolher os objetos e um deles apontou a arma, pedindo dinheiro. Na ação, Ana Télia acabou atingida por um disparo.

Os homens fugiram levando celulares e objetos da casa. O celular da professora foi recuperado com o adolescente. O esposo da professora, conhecido como Laércio, também foi baleado, mas foi socorrido no Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel em Natal.

A Polícia Civil solicita a ajuda da população no envio de informações para localizar os outros dois autores do crime: Willian de Moura Costa, conhecido como “Dinho”, 28 anos, e Daniel Santos, conhecido como “Dany”, de aproximadamente 25 anos. As informações podem ser enviadas de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

Portal no Ar / *Com informações da Polícia Civil do Rio Grande do Norte
Policial » Rio Grande do Norte

RN: Idoso é preso suspeito de fabricar armas caseiras

A Polícia Militar prendeu nessa terça-feira (13) um idoso de 69 anos de idade suspeito de fabricar armas caseiras. O homem foi preso em uma oficina no bairro Bela Vista, em Parnamirim.

Com ele, os policiais encontraram seis armas. Segundo a PM, o espaço funcionava como local para a fabricação das armas.

Além das seis armas, a polícia encontrou ainda cartuchos, espoletas e munições para armas de calibre 32 e 20. Além disso, materiais que seriam utilizados na fabricação de outras peças também foram apreendidos.

Portal no Ar
Policial

Mais dois integrantes da quadrilha que levava pânico a serra de Santana foram presos nesta terça (13)

A Polícia Militar de Cerro Corá foi até o bairro Golandim na zona Norte de Natal, na manhã desta terça (13) em parceria com a Rocam, e prenderam mais dois acusados de fazerem parte da quadrilha presa na cidade de Cerro Corá. João Pedro Bezerra, Joquinha e Adriano Martins de Oliveira, que estão com mandados de prisão e saíram pulando muros, foram conduzidos para a delegacia de plantão em Caicó.

Com essas duas prisões, chega ao número de 09 presos e um morto além da grande quantidade de material apreendido.

Blog do Jota Dantas
Cerro Corá » Policial

RESUMO DA OPERAÇÃO EM CERRO CORÁ: Sete presos e um morto e nenhum policial ferido

Pacheco

A Policia Militar de Cerro Corá, na manhã desta segunda (12), com apoio do GTO de Currais Novos e as viaturas das cidades de Bodó e Lagoa Nova, conseguiram prender 05 pessoas acusadas de trocarem tiros com a policia, além de realizar vários assaltos na região serrana, dentre esses, dois no último sábado (10).

A policia acredita que essa quadrilha que era liderada por Rodolfo de Oliveira de Medeiros, que morreu em confronto, tenha realizado não menos que 10 assaltos, dentre eles, lojas em Cerro Corá, Correspondente bancário em Cerro Corá, correspondente bancário em Bodó, 04 motos e 01 veículo Eco Sport.

Estão detidos Jorge Adriano Bezerra, de 21 anos, conhecido por Jorginho, Francisco Daniel Henrique da Silva, 21, Sara Emile de Miranda de Oliveira, 19, Antônio Pacheco da Silva, 21, que está na condicional e Marcos Antônio da Silva Bezerra, 22 anos que já havia sido preso nas primeiras horas.

No domingo (11), já haviam sido presos Rafaela Barbosa do Rego, 33 anos, que já cumpriu 04 anos por associação para tráfico e o motorista de Uber Ailton Roque Júnior, de 32.

E já sendo conduzido para a delegacia, 05 celulares, 01 notebook, dinheiro proveniente do roubo e 01 pistola .45.

Blog do Jota Dantas
Policial » Rio Grande do Norte

Estado do RN é condenado a indenizar mais uma família de preso morto e decapitado no ‘Massacre de Alcaçuz’

Rebelião em Alcaçuz acabou com 26 presos mortos em janeiro de 2017 — Foto: AFP

O Estado do Rio Grande do Norte foi condenado a pagar R$ 80 mil de indenização à família de um detento morto e decapitado durante o ‘Massacre de Alcaçuz’, como ficou conhecida a rebelião que terminou com 26 presos mortos em janeiro de 2017 na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, em Nísia Floresta, cidade da Grande Natal. A informação foi divulgada nesta segunda-feira (12) pelo Tribunal de Justiça do RN.

A sentença é do juiz Bruno Montenegro Ribeiro Dantas, da 3ª Vara da Fazenda Pública de Natal. Segundo o magistrado, a viúva e três filhos menores de idade do preso devem receber R$ 20 mil cada por danos morais, mais juros e correção monetária.

O caso

A autora da ação, que é dona de casa, relatou nos autos que, antes do falecimento do seu companheiro, recebia auxílio-reclusão perante o INSS, e, após a sua morte, tanto a mãe como os seus filhos vivem em grandes dificuldades, a mercê da ajuda de parentes, amigos e vizinhos.

Ao julgar o caso, o juiz ressaltou que o preso foi decapitado por outro detento durante a rebelião, tendo sido violado o seu direito constitucional à integridade física, cuja proteção caberia ao Estado. Para o magistrado, o fato lesivo decorreu de ato omissivo do ente estatal, que negligenciou a proteção da integridade física do detento.

“Com efeito, resta evidente que a conduta do ente estatal em não se precaver, de modo a evitar uma rebelião dentro do recinto prisional, em face da integridade física dos detentos, fora determinante para ocasionar a morte do presidiário”, citou Bruno Montenegro.

“O dever de custódia dos apenados impõe ao Estado a preservação da integridade física daqueles, possibilitando-lhes a segurança e o gozo do direito à vida, para o digno cumprimento da pena à qual foram condenados”, salientou o magistrado, concluindo que o Estado é responsável pela morte do detento.

Outros casos

Em dezembro de 2018, o Estado do RN já havia sido condenado em ação semelhante, no qual a família de um outro detento morto no massacre também deveria ser indenizada pela morte ocorrida dentro da penitenciária. Na ação, o juiz determinou o pagamento de R$ 40 mil à mãe do detento.

G1 RN
Policial » Rio Grande do Norte

Juiz determina prisão preventiva de mãe e padrasto de criança de 6 anos morta no RN

Mãe e o padrasto da menina foram levados para a Delegacia Regional de Santa Cruz — Foto: PMRN/Divulgação

A Justiça determinou a prisão preventiva da mãe e do padrasto de uma menina de 6 anos que morreu na noite de sexta-feira (9) em Jaçanã, cidade da região Agreste potiguar. A criança foi socorrida ao hospital com sangramento e sinais de violência. Segundo a Polícia Civil, a causa confirmada da morte foi asfixia.

Após o plantão do hospital informar a PM sobre o ocorrido, a mãe e o padrasto da menina foram levados para a Delegacia Regional de Santa Cruz para serem ouvidos. O casal negou a violência, porém a prisão em flagrante foi homologada pelo juiz de plantão, que ainda determinou prisão preventiva, que não tem tempo definido. A Polícia Civil ainda aguarda um laudo para apurar possível violência sexual.

Ainda de acordo com a PM, os pais estavam em casa, no conjunto Flores 1, quando foram detidos. A menina já havia sido socorrida, mas morreu ao dar entrada no hospital.

G1 RN

Últimos Eventos

03/03/19
Master Leite
06/05/18
Parque Dinissauros - Povoado Sto Antonio (Cobra)
Março 2017
Aero Clube
08/07/2017
Parque Exposições - Fotos: Mazilton Galvão

Mais eventos

Jornal Expresso RN

Baixar edições anteriores

Curta Jean Souza no Facebook

Siga Jean Souza no Instagram

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
Botch das divs centrais
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!