Brasil » Poder Público

Contas públicas têm déficit maior

Em meio às dificuldades do governo na área fiscal, o setor público consolidado (governo central, Estados, municípios e estatais, com exceção de Petrobras e Eletrobras) apresentou déficit primário de R$ 13,491 bilhões em junho, informou nesta segunda-feira, 30, o Banco Central. Em maio, havia sido registrado déficit de R$ 8,224 bilhões. O crescimento de maio para junho foi de 39,04%. Em junho de 2017, o déficit foi de R$ 19,552 bilhões.

O resultado fiscal de junho foi composto por um déficit de R$ 14,951 bilhões do governo central (Tesouro, Banco Central e INSS). Já os governos regionais (Estados e municípios) influenciaram o resultado positivamente com R$ 353 milhões no mês. Enquanto os Estados registraram um superávit de R$ 6 milhões, os municípios tiveram resultado positivo de R$ 347 milhões. As empresas estatais registraram superávit primário de R$ 1,107 bilhão.

A meta de déficit primário do setor público consolidado considerada pelo governo é de R$ 161,3 bilhões para 2018.

As contas do setor público acumulam um déficit primário de R$ 14,424 bilhões no primeiro semestre, o equivalente a 0,43% do Produto Interno Bruto (PIB), informou o Banco Central.  déficit fiscal no primeiro semestre pode ser atribuído ao rombo de R$ 28,718 bilhões do governo central (0,86% do PIB). Os governos regionais (Estados e municípios) apresentaram um superávit de R$ 13,214 bilhões (0,39% do PIB) no primeiro semestre.

Enquanto os Estados registraram um superávit de R$ 9,860 bilhões, os municípios tiveram um saldo positivo de R$ 3,353 bilhões. As empresas estatais registraram um resultado positivo de R$ 1,080 bilhão no período.

Em 12 meses até junho, as contas do setor público acumulam um déficit primário de R$ 89,823 bilhões, o equivalente a 1,34% do PIB.     O déficit fiscal nos 12 meses encerrados em junho pode ser atribuído ao rombo de R$ 92,405 bilhões do governo central (1,38% do PIB). Os governos regionais (Estados e municípios) apresentaram um superávit de R$ 1,715 bilhão (0,03% do PIB) em 12 meses até junho. Enquanto os Estados registraram um superávit de R$ 1,482 bilhão, os municípios tiveram um saldo positivo de R$ 232 milhões. As empresas estatais registraram um resultado positivo de R$ 867 milhões no período.

Déficit nominal   
O setor público consolidado registrou um déficit nominal de R$ 57,941 bilhões em junho. Em maio, o resultado nominal havia sido deficitário em R$ 47,896 bilhões e, em junho de 2017, deficitário em R$ 51,063 bilhões.

No mês passado, o governo central registrou déficit nominal de R$ 53,832 bilhões. Os governos regionais tiveram saldo negativo de R$ 4,605 bilhões, enquanto as empresas estatais registraram superávit nominal de R$ 496 milhões.

No primeiro semestre, há déficit nominal correspondente a 6,49% do PIB, com saldo de R$ 217,400 bilhões. Em 12 meses até o mês passado, o déficit nominal correspondeu a 7,28% do PIB, com saldo negativo de R$ 487,041 bilhões.

Fonte: Tribuna do Norte


Últimos Eventos

21/09/2019
São Vicente/RN
03/03/19
Master Leite
06/05/18
Parque Dinissauros - Povoado Sto Antonio (Cobra)
Março 2017
Aero Clube

Mais eventos

Jornal Expresso RN

Baixar edições anteriores

Curta Jean Souza no Facebook

Siga Jean Souza no Instagram

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!