Arquivos:

Paraíba

Tragédia: sem perceber, pai atropela e mata o próprio filho no Sertão paraibano

Uma tragédia abalou a população da cidade de Monte Horebe, no Sertão da Paraíba, na manhã desta quinta-feira, dia 29 de agosto.

Segundo informações, uma criança de aproximadamente 2 anos foi atropelada e morta acidentalmente pelo próprio pai, conhecido como Vando de Valério, quando ele dava marcha ré para manobrar um caminhão caçamba para trabalhar. O caso aconteceu no bairro São José.

Ainda segundo informações de amigos da família, o menino Márcio Ryan teria corrido para abraçar o pai quanto sofreu o acidente e morreu no local. O Samu ainda foi acionado, mas ao chegar no local constatou que a criança já estava em óbito.

Muita tristeza, comoção e remoço toma conta da família. Desesperado, o pai abraçava o corpo do filho sem acreditar no que aconteceu. Muita gente compareceu ao local, mas ninguém segurava as lágrimas. A população da cidade está em estado de choque por conta do acidente. Do Radar Sertanejo, Via Notícia da Serra!

O Diário Lajespintadense
Acidente » Paraíba

Carro fica pendurado entre poste e muro após acidente na Paraíba

Um carro ficou pendura entre um poste e um muro após um acidente no bairro do Altiplano, em João Pessoa, na rua Helena Freire, no fim da noite desta quinta-feira (31). Ainda não há informações oficiais de como o acidente aconteceu. No entanto, segundo um morador que teria socorrido a vítima, o motorista teria cochilado ao volante e, depois de passar em uma lombada, perdeu o controle e o acidente aconteceu.

Uma equipe da Energisa foi ao local para fazer a substituição do poste. No entanto, para isso acontecer, primeiro o carro precisa ser removido. A região está sem energia elétrica e uma via da rua foi interditada.

Após o início da substituição do poste, o trabalho deve durar até quatro horas. Pelo menos três quarterões próximos a rua onde o acidente aconteceu devem continuar sem energia até o fim da manutenção. De acordo com o morador que conversou com o motorista do acidente, aparentemente ele sofreu apenas ferimentos leves.

Jair Sampaio
Paraíba » Rio Grande do Norte

Trabalhadores em estado de escravidão são resgatados na PB e no RN

Doze trabalhadores foram resgatados em condições análogas à escravidão na Paraíba e no Rio Grande do Norte nesta segunda-feira (10), numa operação do Grupo Especial de Fiscalização Móvel que começou na última quinta-feira (6), em minas de caulim nos municípios de Junco do Seridó e Tenório, na Paraíba, e no Equador, no Rio Grande do Norte.

No mês passado, 12 trabalhadores em situação semelhante foram resgatados também em uma mina de caulim em Salgadinho, Sertão da Paraíba, e outros 21 em em fazendas no Maranhão e Roraima, totalizando 45 resgates nessas duas operações realizadas em quatro Estados, que contam com auditores fiscais do Trabalho, do Ministério da Economia, pela Defensoria Pública da União, Ministério Público do Trabalho e Polícia Rodoviária Federal.

Homens-tatus

De acordo com o procurador do Trabalho Eduardo Varandas Araruna, as vítimas têm idades de 25 a 50 anos e se encontravam em “trabalho em confinamento”, ou seja, fazendo atividades que ocorrem em ambientes não projetados para ocupação humana a longo prazo, com aberturas de entrada e saída limitadas.

Os apelidados “homens-tatus” desciam de 30 a 40 metros de profundidade em minas estreitas, sem Equipamento de Proteção Individual (EPI) ou ferramentas adequadas para a retirada do minério, trabalhando até mesmo descalços; com diversos registros de acidentes de trabalho, alguns fatais; e laudos médicos de problemas de saúde como câncer de pele e silicose, desenvolvidos pela condição em que trabalham, descumprindo regras de saúde e da segurança no trabalho.

“O caulim é comprado por grandes empresas por cerâmicas e outras empresas de beneficiamento para produção de pisos, de azulejos. O problema é que, na verdade, a média salarial desses trabalhadores, nesse trabalho extremamente sacrificante chega de R$ 400 a, no máximo, R$ 600 por mês. É extremamente barato, é um trabalho muito explorado, em condições degradantes e que pelo Código Penal se equipara a atividade análoga à escravidão”, explicou o procurador do Trabalho Eduardo Varandas Araruna.

Penalidades

As penalidades vão desde as multas administrativas às relacionadas ao crime de redução à condição análoga à de escravo. Segundo Eduardo Varandas, todos os trabalhadores serão indenizados, com o pagamento dos direitos trabalhistas e o ressarcimento de danos morais individuais.

“A próxima etapa será verificar quais empresas de grande porte consomem o produto objeto do trabalho escravo para responsabilizá-las, já que elas alimentam a cadeia produtiva da escravidão”, acrescentou o Promotor.

“As rescisões individuais dos resgatados com o dano moral implicará em valores de até R$ 8 mil por trabalhador, já que o período de trabalho era bastante curto. Em média, os trabalhadores – devido à rotatividade da mão de obra e a precarização – estavam, no máximo, há dois meses trabalhando para cada empresa, o que não significa que eles só tenham trabalhado esse tempo na extração do caulim. Encontramos trabalhadores que trabalham há mais de 10 anos nessa atividade”, concluiu o procurador Eduardo Varandas.

OP9
Paraíba » Terrorismo

Cidade na PB é invadida por 30 homens e tem 2 agências bancárias roubadas a explosões

A cidade de São Bento-PB foi invadida por cerca de 30 elementos fortemente armados que sitiaram toda a área urbana deixando a população em pânico. Duas agências bancárias foram destruídas ao impacto de explosivos.

Os bandidos incendiaram um veículo sobre a ponte que dá acesso ao Rio Grande do Norte para quem segue por Jardim de Piranhas. Apesar da violência usada para explodir o Banco do Brasil e Bradesco, não há notícia de feridos.

População ficou atônita em meio ao tiroteio. Um morador conversou com o blog Jair Sampaio e relatou o desespero: “Muito tiro, a gente ficou trancado dentro de casa sem saber o que fazer, só rezando pra Deus para tudo terminar bem”.

Blog Jair Sampaio
Assalto » Paraíba

Ataque a carro-forte em universidade na Paraíba deixa 12 feridos

Técnicos, alunos e professores da Central de Aulas da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), no bairro de Bodocongó, em Campina Grande, viveram momentos de terror quando bandidos roubaram um malote de dinheiro de um carro-forte que abastecia um banco no local.

Dez pessoas ficaram feridas na correria. Outras duas, um vigilante e uma aluna, foram atingidos por disparos de arma de fogo. A aluna, inclusive, já recebeu alta do Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande.

O vigilante segue internado em estado estável. Ele levou dois tiros na perna. As outras dez pessoas que se feriram por causa da correria no momento do tiroteio entre vigilantes e bandidos foram atendidas na unidade hospitalar. Alguns dos feridos chegaram a pular do primeiro andar por causa do desespero. No momento da ação criminosa, cerca de 8 mil pessoas estavam na Central de Aulas, informou a UEPB.

A Central de Aulas tem 140 salas, divididas em cinco blocos. Ainda de acordo a UEPB, os caixas da instituição são abastecidos de segunda a sexta-feira às 10h, tendo o dinheiro recolhido às 15h, já como forma de tentar evitar ações de explosões de caixa eletrônico. O reitor da instituição, Rangel Júnior, declarou que vai pedir a retirada dos bancos.

Os bandidos aproveitaram que o fluxo de pessoas é muito grande na universidade e já estavam no local só esperando os carros-fortes. Um dos criminosos, inclusive, escondeu a sua arma de grande calibre em um estojo de violão. Uma foto tirada por uma professora mostra o momento em que o assaltante se esconde atrás de uma pilastra com arma em punho.

Ao escutarem os tiros, as pessoas que estavam dentro das salas colocaram as cadeiras e mesas trancando as portas e se jogaram no chão. “A gente pensava que era uma pessoa repetindo a tragédia de Suzano. Foi um grande desespero. Nos jogamos no chão e tinha muitas meninas chorando”, comentou uma das aluna que não quis se identificar.

A repórter Zenaide Ferreira, da TV Borborema, emissora do Sistema Opinião, chegou na Central de Aulas minutos após o assalto. A cena de terror chocou a profissional. “Eu nunca vi algo parecido aqui na região. Quando entrei tinha uma menina caída e se debatendo muito. Os atendentes disseram que ela estava com um surto epilético causado pelo medo sofrido. Graças a Deus que ela se recuperou”, comentou Zenaide.

Diante da gravidades dos fatos, a reitoria da Universidade Estadual da Paraíba informou que não haverá mais expediente nesta segunda-feira (1º). A Polícia Militar segue realizando rondas na região, mas não conseguiu prender nenhuma assaltante envolvido no crime realizado no bairro de Bodocongó.

OP9/PB
Morte » Paraíba

Homem é preso suspeito de matar o pai e enterrar o corpo, em Sousa, no Sertão da Paraíba

Um homem de 45 anos foi preso, suspeito de matar o próprio pai, um idoso de 78 anos, e enterrar o corpo em um barreiro, na zona rural do município de Sousa, no Sertão da Paraíba.

De acordo com a Polícia Civil, a prisão aconteceu na tarde desta terça-feira (26), após os policiais terem recebido uma denúncia anônima, informando o desaparecimento da vítima.

Conforme o delegado Carlos Seabra, que investiga o caso, em depoimento à polícia, o filho informou que havia se desentendido com o pai, no último dia 6, e agredido-o em meio a uma discussão.

No entanto, ainda em depoimento, o suspeito alegou que após a discussão teria ficado “tudo bem” com o pai, mas que na madrugada do último dia 10, ao ter acordado para beber água, o encontrou morto.

“Essa é a versão que ele apresenta, dizendo que ficou com medo de que a polícia achasse que ele teria matado o pai e que por isso o enterrou, na noite do dia último dia 11, em um terreno vizinho ao local onde eles moravam. Mas, antes disso, quando fomos informado do desaparecimento e o procuramos, ele havia dito que o pai estaria na casa de parentes, na cidade de Sousa. Só que quando nós fomos investigar, as pessoas da casa que ele havia dito que o pai estaria sequer conheciam ele e o pai dele”, detalhou o delegado.

Os policiais retornaram ao local onde pai e filho moravam e prenderam o suspeito, que informou o local onde teria enterrado o corpo.

Após buscas das equipes da Polícia Civil e do Corpo de Bombeiros, o corpo da vítima, identificada como Francisco Honório de Queiroga, foi encontrado em um barreiro, distante cerca de 500 metros do local onde ela morava.

O filho, Marcos Antônio Queiroga de Assis, foi levado para a Colônia Penal Agrícola, em Sousa, onde deve responder por homicídio qualificado e ocultação de cadáver.

G1 PB
Morte » Paraíba » Policial

Na Paraíba, Policial militar é morto durante troca de tiros com policiais civis em bar

Um soldado da Polícia Militar foi morto a tiros na madrugada desta quinta-feira (14) durante um tiroteio com policiais civis, em um bar no bairro do Geisel, em João Pessoa. De acordo com a PM, que esteve no local, a vítima estava bebendo no estabelecimento com outra pessoa, que também foi atingida pelos disparos e ficou ferida.

Conforme relata tenente Marcones, da Polícia Militar, os dois policiais civis estavam sentados em uma mesa do bar e teriam achado suspeita a atitude de dois homens que também estavam bebendo em outra mesa. Então, os policiais civis foram até a mesa e abordaram os dois. Foi quando iniciou uma discussão e deu início ao tiroteio dentro do bar. No entanto, a Polícia Civil ainda investiga o que teria motivado o início do tiroteio.

O soldado Davi morreu no local com dois tiros na região torácico. O outro homem, que não é policial, ficou ferido e foi encaminhado ao Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa, onde permanece em estado de saúde estável. No local, a perícia encontrou duas armas de calibre .38.

Segundo a polícia, o soldado Davi Cristiano das Neves Pereira, de 34 anos, do 5º Batalhão da Polícia Militar, respondia a processo disciplinar por dois crimes ocorridos em 2014 e 2015. Ele também foi detido no dia 26 de janeiro em uma operação da PM em uma casa de show no bairro Portal do Sol por porte ilegal de arma, já que o porte estava suspenso por conta da investigação.

Os dois policiais civis que efetuaram os disparos foram encaminhados para a Central de Polícia Civil, em João Pessoa, para prestar esclarecimentos sobre o ocorrido.

G1
Morte » Paraíba

Na Paraiba, criança morre após televisão cair por cima dele

Uma criança de três anos morreu na madrugada desta quinta-feira (31), depois que um televisão de 29 polegadas caiu em cima dele, na manhã da quarta-feira (30), no bairro Otacílio Monteiro, na cidade de Patos, Sertão paraibano.

De acordo com a tia da criança, Maria de Fátima, Arthur Bysmark estava brincando na sala de casa junto com a irmã, quando em um pequeno descuido a televisão caiu em cima dele.

A família levou a criança até o Samu, onde ele foi entubado e encaminhado para o Hospital Infantil da cidade e, em seguida, encaminhado para o Hospital Regional de Patos.

Na noite da quarta-feira o menino foi transferido ao Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, onde ficou internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) com traumatismo cranioencefálico grave. Na madrugada desta quinta-feira, Artur não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital.

G1 PB
Paraíba » Salário

96% dos municípios da Paraíba não pagaram o 13º salário, aponta Famup

Levantamento feito pela Federação dos Municípios da Paraíba (Famup) revelou que 96,8%, o que equivale a 216 das 223 cidades do estado ainda não pagou o 13º salário aos seus servidores. O prazo estabelecido para o pagamento da gratificação natalina venceu nesta quinta-feira (20).

Ainda conforme a Famup, outros 10,31%, ou cerca de 23 cidades, responderam que não vão conseguir pagar o benefício em 2018, enquanto as demais devem se definir até a próxima semana. A associação não informou ao G1 quais são estes municípios.

As cidades que já efetuaram o pagamento do 13º foram Campina Grande, João Pessoa, Santa Rita, Cabedelo, Sumé, Alhandra e Gurjão.

Conforme pesquisa da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), o atraso no 13º é apenas uma das consequências da grave situação financeira das cidades. Metade dos municípios de todo o país tem dívidas com fornecedores, e 15,5% dos prefeitos sabem desde já que não poderão pagar em dia os salários de dezembro.

“A situação é mais complicada do que os dados apresentam. Não quer dizer que quem paga em dia não está em dificuldades”, afirmou o presidente da CNM, Glademir Aroldi.

G1
Notícias » Paraíba » Patos/PB

NOVO EMPREENDIMENTO: Patos Shopping tem previsão de inauguração para abril de 2019

Foto: Divulgação

Em breve o Sertão Paraibano ganhará um novo empreendimento. O Patos Shopping está em fase avançada de construção e tem previsão de ser inaugurado em abril de 2019.

O grande empreendimento deve aquecer a economia local, gerar emprego, renda e proporcionar mais opções de lazer, compras e serviços, contribuindo para o crescimento acelerado da cidade, haja vista que a cidade de Patos é um polo comercial e de serviços que atende mais de 53 municípios da região.

No último dia 30, equipes da secretaria de Desenvolvimento Econômico e da Vigilância sanitária do município fizeram uma visita técnica as obras do Patos Shopping que, atualmente, é o maior empreendimento em construção no município e em todo o Sertão do estado.

Segundo informações do gerente de operações, João Monteiro, o Patos Shopping tem um valor de investimento calculado em R$ 100 milhões. O empreendimento contará com 165 lojas e deverá gerar cerca de 1.500 empregos na cidade.

Últimos Eventos

03/03/19
Master Leite
06/05/18
Parque Dinissauros - Povoado Sto Antonio (Cobra)
Março 2017
Aero Clube
08/07/2017
Parque Exposições - Fotos: Mazilton Galvão

Mais eventos

Jornal Expresso RN

Baixar edições anteriores

Curta Jean Souza no Facebook

Siga Jean Souza no Instagram

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
Botch das divs centrais
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!