Notícias

Rio Grande do Norte recebe mais 90 médicos cubanos

 

 

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) recebeu ontem (02) a segunda turma de médicos cubanos ligados ao Programa Mais Médicos. Eles vão atuar em 91  municípios do interior do Rio Grande do Norte a partir da próxima quinzena. Inicialmente, era aguardada a vinda de 95 profissionais, no entanto, cinco médicos vão permanecer em Brasília refazendo os testes e exames de adaptação ao Sistema Único de Saúde (SUS). Os outros permanecem em Natal até sexta-feira participando da semana de recepção e acolhimento antes de serem encaminhados aos municípios onde vão trabalhar.

O grupo chegou a Natal em dois voos da Força Aérea Brasileira (FAB). Ao meio dia, os primeiros sete profissionais foram recepcionados pela governadora Rosalba Ciarlini e o ministro da Previdência Social, Garibaldi Alves. Os demais 83 médicos desembarcaram na Base Aérea de Natal (Bant) por volta das 23h. Todos estão hospedados num hotel localizado na Via Costeira onde, a partir de hoje, através de aulas e encontros com gestores locais, vão conhecer a realidade da rede pública de saúde e as características epidemiológicas da população potiguar.

Realidade desconhecida e que causa medo aos profissionais. Medo, aliás, reforçado após os protestos e gestos de hostilidade direcionados aos primeiros médicos cubanos que chegaram ao país há dois meses. No entanto, o discurso é de otimismo e ansiedade.

A médica Martha Marisela Lopez disse que aceitou participar do programa do Governo Federal pois está disposta a ajudar a população brasileira. “Tinha um pouco de medo por causa das notícias que li. Mas agora estou tranquila pois não vi nenhum protesto”, colocou. Martha vai trabalhar em Acari, município seridoense localizado a 207 quilômetros de Natal. Caicó e Currais Novos são os municípios que vão receber o maior número de profissionais dessa turma – cinco cada. 

Esses profissionais se juntam aos 53 que já estão em atividade no Estado, totalizando 143 médicos do programa em mais de 90 municípios. Segundo o Ministério da Saúde, quase 500 mil pessoas que não tinham acesso a atendimento médico em atenção básica serão beneficiados. O novo grupo está entre os 2.117 que começaram a se deslocar para os Estados brasileiros desde o último sábado, após aprovação no curso de avaliação. Os cinco médicos que ficaram em Brasília não foram aprovados nesse curso e terão duas semana para refazê-lo.

Postado por: Eduardo Bezerra

Últimos Eventos

21/09/2019
São Vicente/RN
03/03/19
Master Leite
06/05/18
Parque Dinissauros - Povoado Sto Antonio (Cobra)
Março 2017
Aero Clube

Mais eventos

Jornal Expresso RN

Baixar edições anteriores

Curta Jean Souza no Facebook

Siga Jean Souza no Instagram

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!