Arquivos:

Brasil » Morte » Mundo » Venezuela

Confrontos na fronteira com a Venezuela deixam 2 mortos e 15 feridos

Pessoas esperando para atravessar para a Venezuela em frente aos guardas nacionais venezuelanos na fronteira entre a Venezuela e o Brasil em Pacaraima. – Ricardo Moraes/Reuters/direitos reservados

O dia começou tenso e com confrontos entre militares e manifestantes na fronteira do Brasil com a Venezuela, que foi fechada por ordem do presidente venezuelano, Nicolás Maduro. De acordo com parlamentares, duas pessoas morreram e 15 ficaram feridas. Pelo menos sete venezuelanos baleados foram conduzidos para hospitais em Boa Vista, Roraima. As vítimas são indígenas, segundo parlamentares e organizações não governamentais.

O conflito, segundo relatos, ocorreu a 60 quilômetros da fronteira onde há uma comunidade indígena da etnia Pemon, favorável à ajuda humanitária internacional. Como os indígenas tentaram desobstruir a via, impedida pelos militares venezuelanos, os confrontos começaram.

A Secretaria de Saúde de Roraima informou que os cinco feridos foram baleados e transportados em ambulâncias venezuelanas autorizadas a cruzar a fronteira. Eles estão sob observação médica no Hospital Geral de Roraima. Segundo a secretaria, cinco pacientes tiveram de passar pelo centro cirúrgico. Os demais venezuelanos foram atendidos no setor do Grande Traumas e permanecem em observação.

Mortos

Em sua conta no twitter, o deputado federal Americo de Grazia, apoiador do autoproclamado presidente da República, deputado Juan Guaidó, divulgou que dois índios morreram e 15 ficaram feridos durante o enfrentamento com tropas das Forças Armadas, na cidade de Gran Sabana, em Bolívar, próximo à fronteira com o Brasil.

De acordo com a associação civil Kapé Kapé, os cinco feridos são indígenas da comunidade de Kumarakapay. As duas vítimas fatais são identificadas como Zoraida García e Rolando García, que a associação afirma terem sido atingidos por tiros disparados por agentes da Guarda Nacional venezuelana.

“Sem qualquer mediação, os funcionários da Guarda Nacional abriram fogo contra um grupo indígena que tentava impedir a passagem dos militares a fim de garantir a chegada da ajuda humanitária enviada à fronteira com o Brasil”, informa a Kapé Kapé em seu site, pedindo que os fatos sejam investigados a fundo a fim de que os responsáveis pelos disparos sejam identificados.

Justificativa

Após o confronto entre manifestantes e militares, Maduro usou sua conta no Twitter para defender os efetivos repressivos. “Nossas Forças Armadas estão mobilizadas em todo o território nacional para garantir a paz e a integral defesa de nosso país. Todo meu respaldo as Redi [Regiões de Defesa Integral] e às Zodi [Zonas de Defesa Integral]”, escreveu Maduro, afirmando, em outra postagem, que, na fronteira com a Colômbia, “povos indígenas se concentraram em apoio à Revolução Bolivariana”.

O autoproclamado presidente Juan Guaidó também usou o microblog para se solidarizar com os parentes dos dois mortos e com os feridos. O deputado também cobrou um posicionamento dos militares venezuelanos.

“Decidam de que lado estão nesta hora definitiva. A todos os militares: entre hoje e amanhã, vocês definirão como querem ser lembrados. Já sabemos que estão com o povo, vocês deixaram isso muito claro. Amanhã, poderão demonstrar isso”, disse Guaidó, referindo-se à previsão de que a ajuda humanitária enviada à fronteira com o Brasil comece a ser distribuída à população venezuelana neste sábado (23).

Agência Brasil
Mundo

Plano de Guaidó para Venezuela tem como prioridade resgatar democracia

O Plano País, programa apresentado por Juan Guaidó para conter a crise na Venezuela, tem como prioridade “resgatar o direito e a democracia”, assim como restabelecer a capacidade do país “para fornecer bens e serviços públicos”. Outro objetivo é “criar mecanismos para prestação de contas que possam ser monitorados pelos cidadãos”.

“Todo o plano para resgatar a Venezuela passa por a libertar das forças que a oprimem”, destacou Guaidó ao apresentar o plano ontem (31 de janeiro) no auditório da Escola de Ciências Econômicas e Sociais da Universidade Central da Venezuela. “Depois da libertação é imperativo recuperar o Estado venezuelano e colocá-lo ao serviço do povo, dar poder aos venezuelanos para que libertem as suas forças criativas e produtivas, e reinserir o país [no universo] das nações livres do mundo”, acrescentou.

Segundo o texto, as grandes prioridades passam por estabilizar a economia, reativar a indústria petrolífera e criar uma nova lei de hidrocarbonetos, bem como assegurar o acesso a serviços públicos de qualidade, garantir a segurança cidadã integral, gerar confiança e segurança jurídica.

“[Queremos] restabelecer os mecanismos do mercado e as liberdades econômicas, eliminar os sistemas de controles que afogam a produção nacional, recriar um sistema judicial independente que garanta a propriedade privada, o Estado de direito e proteja os cidadãos.”

Faz parte do programa garantir o abastecimento e o acesso a bens e serviços de primeira necessidade, a atenção especializada nos setores da saúde, educação e nutrição, promover empregos de qualidade e proteger o ingresso familiar.

Na área da segurança, o Plano País prevê igualmente a desmilitarização, despolitização e descentralização dos organismos de segurança, a reestruturação das instituições e da atuação dos organismos policiais.

Agência Brasil, com informações da TV estatal portuguesa, RTP
Mundo

Crescimento do PIB na China é a menor registrado em 28 anos

A economia chinesa cresceu 6,6% em 2018, informou nesta segunda-feira, 21, Escritório Nacional de Estatísticas (NBS, na sigla em inglês). A expansão é a menor registrada desde 1990 (6,8%), confirmando o arrefecimento econômico do país.

No quarto trimestre do ano passado, o Produto Interno Bruto (PIB) da China teve alta de 6,4% na comparação com o mesmo período de 2017, desacelerando levemente do aumento de 6,5% observado no terceiro trimestre. O resultado veio em linha com a expectativa dos analistas consultados pelo Wall Street Journal, que previam alta de 6,4% no quarto trimestre.

Na semana passada, o NBS revisou o crescimento do PIB de 2017 de 6,9% para 6,8%.

Com informações do Estadão Conteúdo.
Mundo

Explosão em duto de gasolina já soma 66 vítimas fatais no México

Subiu para 66 o número de vítimas fatais na explosão de um duto perfurado ilegalmente no México, informou há pouco o governador do Estado de Hidalgo, Omar Fayad. Mais de 85 pessoas foram listadas como desaparecidas após o acidente, que ocorreu na cidade de Tlahuelilpan, a cerca de 100 quilômetros da Cidade do México.

O secretário municipal de saúde, Jorge Aguilar Lopez, declarou que o acidente precisa servir de exemplo para que toda a nação se junte aos esforços do presidente Andres Manuel Lopez Obrador em combater o furto de gasolina.

O acidente ocorreu apenas três semanas após o novo presidente, Andres Manuel Lopez Obrador, lançar uma ofensiva contra gangues de roubo de combustível, que já perfuraram torneiras perigosas e ilegais em gasodutos ao menos 12.581 vezes entre janeiro e outubro de 2018, numa média de cerca de 42 por dia.

Muitas pessoas levavam materiais precários para coletar o combustível furtado, como baldes e latas de lixo. Houve incêndios em casos anteriores, mas não na mesma escala e intensidade do ocorrido nesta sexta-feira.

A expectativa agora é de que Lopez Obrador intensifique os esforços no combate à prática, que provoca perdas anuais de US$ 3 bilhões à indústria petroleira.

Agência Estado
Bolsonaro Presidente » Mundo

Brasil e Argentina cogitam fim da regra do Mercosul que proíbe livre comércio bilateral com outro país

Macri e Bolsonaro brindam após almoço no Palácio do Itamaraty — Foto: Isac Nóbrega/PR

As chancelarias de Brasil e Argentina discutiram nesta quarta-feira (16) em Brasília, durante a visita oficial do presidente argentino Maurício Macri ao país, a possibilidade de flexibilizar regras do Mercosul que proíbem integrantes do bloco sul-americano de negociar individualmente acordos de livres comércio com outros países.

Além de Brasil e Argentina, o Mercosul também é composto por Venezuela, Uruguai, Paraguai. A Venezuela, entretanto, está suspensa do bloco acusada de “ruptura da ordem democrática”. No passado, os governos paraguaio e uruguaio já se manifestaram a favor da possibilidade de integrantes do Mercosul negociarem individualmente com outras nações acordos de livre comércio.

Segundo fontes do Itamaraty, a proposta de flexibilização dos acordo bilaterais foi colocada “sobre a mesa” nesta quarta por integrantes dos governos do Brasil e da Argentina nas conversas realizadas em meio à primeira visita oficial de Macri ao Brasil após a posse do presidente Jair Bolsonaro. O chefe de estado argentino não compareceu à posse do colega brasileiro em 1º de janeiro.

A proposta que pode pôr fim à exigência de acordos coletivos de livre comércio com outros países ainda é “genérica” e sem “contornos claros”, informaram integrantes do governo brasileiro. Ainda de acordo com essas fontes, a ideia precisa ser formatada com os outros sócios do bloco.

Afinando o discurso

Ainda segundo fontes do governo Bolsonaro, ficou clara durante as reuniões desta quarta-feira a disposição dos dois principais sócios do Mercosul de continuar a trabalhar conjuntamente no bloco sul-americano.

A integração do governo brasileiro com o Mercosul havia sido colocada em dúvida em razão de uma declaração polêmica do ministro da Economia, Paulo Guedes, de que o bloco não seria a prioridade da nova gestão.

Na manhã desta quarta-feira, relataram integrantes do Executivo federal, Paulo Guedes aproveitou a visita de Macri a Brasília para elogiar a relação bilateral do Brasil com a Argentina e a importância do Mercosul para o governo brasileiro.

Ajustando o discurso de campanha com a nova realidade de presidente da República, Bolsonaro manifestou nesta manhã que as declarações que deu cobrando um Mercosul mais enxuto vão na linha de avaliar quais estruturas e órgãos são realmente necessários ao funcionamento do bloco.

No plano externo, informaram as fontes do Itamaraty, o objetivo da administração Bolsonaro será focar nos acordos do bloco que podem ser fechados rapidamente. No momento, as duas negociações mais adiantadas são com o Canadá e com a União Europeia.

De acordo com integrantes da chancelaria brasileira, a prioridade dos argentinos é em fechar o acordo de livre comércio com o bloco europeu.

No plano interno, o interesse do governo brasileiro é baixar a Tarifa Externa Comum (TEC), que pode ser colocada em prática setorialmente. A TEC é a tarifa usada pelo países integrantes do Mercosul para taxar importações de países de fora do bloco sul-americano.

G1
Mundo » Notícias » Religião » Religiosidade

NOVOS SANTOS: Papa canoniza Oscar Romero, arcebispo de El Salvador e Papa Paulo VI

Papa Paulo VI e Oscar Romero, arcebispo de El Salvador

O Papa Francisco proclamou santos duas das figuras mais importantes da Igreja Católica no século XX: o Papa Paulo VI, cujo pontificado foi de 1963 a 1978, e Oscar Romero, arcebispo de El Salvador assassinado em 1980. Os dois foram canonizados neste domingo (14) em uma grande cerimônia na Praça de São Pedro, no Vaticano.

A cerimônia contou com dezenas de peregrinos, entre eles cerca de 5 mil salvadorenhos e alguns presidentes. Os presidentes de El Salvador, Salvador Sánchez Cerén; Panamá, Juan Carlos Varela; do Chile, Sebastián Piñera; e da Itália, Sergio Matarella, assim como a rainha Sofia da Espanha estavam entre os participantes do ato solene.

“Declaramos e consideramos santos Paulo VI e Óscar Arnulfo Romero Galdámez”, declarou Francisco em latim, na cerimônia em que também canonizou os religiosos Francisco Spinelli, Vicente Romano, María Catalina Kasper, a Nazaria Ignacia de Santa Teresa de Jesus e o leigo Núncio Sulprizio.

Na cerimônia, o Papa usou como vestes litúrgicas o cíngulo com sangue que Romero usava na cintura no dia de seu assassinato, bem como a casula (veste litúrgica) de Paulo VI.

Luto » Mundo

MUNDO: Morre Kofi Annan, ex-secretário-geral da ONU e ganhador do Nobel da Paz

O ex-secretário-geral da ONU, Kofi Annan, morreu neste sábado, 18, na Suíça. Sua fundação, por meio de um comunicado, anunciou sua morte, apenas indicando que ele teria sofrido uma doença súbita. Nascido em Gana em 1938, o africano foi um dos ganhadores do prêmio Nobel da Paz.

Chefe da diplomacia das Nações Unidas entre 1997 e 2006, ele foi internado às pressas num hospital de Berna, na Suíça. Os detalhes sobre seu funeral ainda estão sendo organizados.

Mundo

TRAGÉDIA: Avião com mais de 70 pessoas a bordo cai em aeroporto do Nepal na manhã de hoje (12)

Equipes de resgate trabalham após avião cair no aeroporto de Katmandu, no Nepal, na manhã desta segunda-feira (12) (Foto: Niranjan Shreshta/ AP)

Um avião de passageiros caiu enquanto aterrissava no aeroporto de Katmandu, capital do Nepal, na manhã desta segunda-feira (12), deixando vários mortos. A aeronave da companhia aérea bengalesa US-Bangla transportava 67 passageiros e quatro tripulantes, segundo a Reuters.

O número de mortos ainda está impreciso. A Associated Press, citando a polícia local, diz que 38 pessoas morreram e 23 ficaram feridas. A France Presse afirma que 40 pessoas morreram. A Reuters, baseada em uma contagem do exército, afirma que ao menos 50 morreram.

As autoridades do aeroporto informaram que 17 pessoas foram resgatadas com vida da aeronave, que tinha saído de Dacca (capital de Bangladesh), de acordo com a porta-voz do aeroporto, ouvida pela agência Reuters.

A BBC afirma que o avião caiu do lado leste da pista do aeroporto Tribhuvan e que a aeronave pousaria às 14h20 no horário local (5h30, em Brasília), citando informações do site de monitoramento aéreo FlightRadar24.

A mídia local identificou a aeronave como uma S2-AGU, um Bombardier Dash 8 Q400, mas a informação não foi confirmada oficialmente. O aeroporto foi fechado após o acidente.

G1
Mundo » Terrorismo

Explosão de carro-bomba em Cabul deixa 63 mortos e mais de 150 feridos

Uma explosão ocasionada por um carro-bomba neste sábado, 27, deixou pelo menos 63 mortos e 151 feridos no centro de Cabul, capital do Afeganistão, de acordo com o último levantamento das vítimas informado pelo porta-voz do Ministério da Saúde do Afeganistão, Ismail Kawosi. O governo ainda teme que o número de mortos e feridos aumente.

O ataque, reivindicado pelo grupo terrorista Taleban, ocorreu por volta das 12h50 locais (5h20 em Natal) em frente à antiga sede do Ministério do Interior, onde funcionam alguns órgãos da pasta, e perto de um dos escritórios do Diretório Nacional de Segurança (NDS), a principal agência de inteligência do país.

O porta-voz da polícia de Cabul, Basir Mujahid, confirmou que um suicida, com um carro lotado de explosivos, conseguiu entrar no complexo do ministério. “Ele detonou o veículo quando foi identificado pelos agentes”, disse o porta-voz. O porta-voz dos talebans, Zabihullah Mujahid, reivindicou o atentado através de uma mensagem divulgada no aplicativo de mensagens Telegram. “Um mártir com um carro-bomba atingiu o primeiro ponto de controle perto Ministério do Interior”, disse.

Mujahid ainda afirmou que havia uma grande concentração de policiais afegãos na área na hora do ataque. No local também está o hospital público Jamhuriat e os escritórios de algumas organizações não governamentais. A região é muito movimentada por civis pela existência de vários mercados.

Mundo

VÍDEO: Homem é atropelado por trem enquanto tirava selfie

Um vídeo postado nas redes sociais mostra o momento em que um homem é atingido por um trem enquanto fazia uma selfie. O caso ocorreu na cidade de Hyderabad, Índia. Nas imagens, é possível ver o homem com a câmera do celular voltada para o seu rosto e a locomotiva vindo logo atrás.

Na gravação, é possível ouvir que a locomotiva emite um sinal sonoro alertando o jovem. No entanto, foi em vão. Logo depois, o trem atropela o rapaz, que voa longe dos trilhos. Milagrosamente, o homem, que não foi identificado, conseguiu sobreviver.

Últimos Eventos

03/03/19
Master Leite
06/05/18
Parque Dinissauros - Povoado Sto Antonio (Cobra)
Março 2017
Aero Clube
08/07/2017
Parque Exposições - Fotos: Mazilton Galvão

Mais eventos

Jornal Expresso RN

Baixar edições anteriores

Curta Jean Souza no Facebook

Siga Jean Souza no Instagram

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
Botch das divs centrais
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!