Arquivos:

Mossoró

Começa a 14ª edição da Semana do Livro e da Biblioteca na Ufersa

A edição de Nº 14 da Semana Nacional do Livro e da Biblioteca na Ufersa teve início nesta terça-feira, 06, na Biblioteca Orlando Teixeira, no lado leste do campus sede, em Mossoró. A mesa de abertura do evento teve a participação do reitor, professor José de Arimatea de Matos; do vice-reitor, professor José Domingues Fontenele Neto; do Pró-Reitor de Graduação, professor Rodrigo Codes; da Diretora do Sistema de Bibliotecas da Ufersa, Keina Cristina Souza; e da Coordenadora da Biblioteca Orlando Teixeira em Mossoró, Danielle Belmont. Esse ano, a Semana tem como tema “Biblioteca Social” e a palestra de abertura foi realizada pelo coordenador do curso de Direito da Ufersa, professor José Albenes, que trouxe uma reflexão sobre a biblioteca como patrimônio público e um direito humano.

Instituída através do decreto federal nº 84.631, de 1980, a Semana Nacional do Livro e da Biblioteca acontece em todas as instituições do país e se configura como um importante momento de reflexão e incentivo à leitura.  Ao relembrar a trajetória dos 14 anos de história da biblioteca da Ufersa, Keina Souza recordou os primeiros eventos e as conquistas de cada Semana realizada. “É com satisfação que comemoramos 14 anos. Próximo ano seremos debutantes e vamos fazer uma grande comemoração para celebrar a biblioteca, pois ela merece. Temos muito o que contar”, disse, já vislumbrando a 15ª edição.

Mossoró

Falta um mês para o sinal analógico de TV ser desligado em Mossoró

Para ter acesso ao sinal e aos benefícios da TV digital, os telespectadores de Mossoró precisam adaptar seu aparelho de televisão antes do dia 05 de dezembro

No dia 05 de dezembro, o sinal analógico de televisão será desligado em Mossoró. A programação dos canais abertos será transmitida apenas pelo sinal digital, com imagem e som de cinema. Para continuar assistindo à programação, todas as residências da região precisam ter uma antena digital e um aparelho de televisão preparado para receber o sinal digital.

Mossoró

MP recomenda exoneração de servidora por acúmulo de cargos em Mossoró

A 11ª Promotoria de Justiça de Mossoró, com atribuição na defesa do patrimônio público, expediu uma recomendação para que a Prefeitura exonere uma servidora pública por acúmulo ilegal de cargos.

Caso a exoneração não seja efetuada em no máximo 30 dias, o Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) adotará as medidas legais necessárias a fim de assegurar a sua implementação, inclusive por meio de ajuizamento da ação civil pública de responsabilização pela prática do ato de improbidade administrativa em face dos gestores responsáveis pelos atos supostamente nulos.

Mossoró

Campanha Aquece Mossoró realiza nesta segunda o ‘Dia Sem Imposto’

Algumas redes de supermercado, lojas no segmento de móveis projetados, vestuário feminino e masculino e calçados participantes da 2ª edição do Aquece Mossoró promovem nesta segunda-feira, 24, o ‘Dia Sem Imposto’. As informações são da assessoria de comunicação do Aquece Mossoró.

De acordo com a assessoria da campanha, cada loja que participar da ação está orientada a sinalizar quais os produtos estão sofrendo a dedução do tributo que irá refletir em desconto no preço final. Um fiscal do Aquece Mossoró ficará responsável pelo acompanhamento da promoção a fim de manter total lisura na realização da promoção. O Aquece Mossoró 2018 começou no dia 15 e continua até 29 de setembro com expectativa de movimentar mais de R$ 20 milhões e reaquecer o comércio da capital do Oeste que costuma ser frio nessa época do ano.

Mossoró

Prefeitura de Mossoró convoca novos professores

A Secretaria Municipal de Educação, através da Secretaria Municipal de Administração, está convocando profissionais aprovados no Processo Seletivo Simplificado n° 001/2017-SEMEEL, homologado em 07 de fevereiro de 2018.

Os convocados devem comprovar a habilitação exigida para assumir o cargo de professor ao qual foi chamado. Para saber detalhes sobre documentação exigida acesse o JOM no link https://www.prefeiturademossoro.com.br/jom/jom476.pdf.

Mossoró

MPRN recomenda que PMM anule atos que cederam imóveis públicos em regime de comodato

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), por meio da 19ª Promotora de Justiça de Mossoró, expediu recomendação para que a Prefeitura de Mossoró anule três contratos de comodato de bens públicos cedidos à iniciativa privada indevidamente. Investigação instaurada pela Promotoria de Justiça, que atua na defesa do patrimônio público, aponta que não há interesse público que justifique as doações.

O comodato é um contrato unilateral, benéfico e gratuito em que alguém entrega a outra pessoa uma coisa fungível, para ser utilizada por um determinado tempo e devolvida findo o contrato. “Previsto no Direito Privado, não sendo o instrumento adequado a ser utilizado pelo Poder Público para versar sobre a alienação de seus bens”, destaca a 19ª Promotoria de Justiça.

Mossoró » Segurança

Cadeia Pública de Mossoró inaugura nova ala construída por detentos e abre 120 vagas


Cadeia Pública de Mossoró Juiz Manoel Onofre de Sousa, localizada há 285 quilômetros de Natal, ampliou sua capacidade de vagas em 150% com a entrega de uma nova ala. Segundo a Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc), a obra será inaugurada nesta segunda-feira (27).

A unidade ganha 10 novas celas, totalizando 120 novas vagas. De acordo com a Sejuc, a obra de ampliação estava abandonada desde 2010. Foi retomada há três meses com mão de obra totalmente de internos. Quinze detentos participaram da construção. Os recursos para sua execução, autorizada pela juíza de Execuções Penais Cinthia Cibele Medeiros, foram provenientes de penas pecuniárias e doações do comércio local.

A Secretaria afirma que foram economizados aos cofres públicos cerca de R$ 700 mil. Além disso, os presos que participaram da obra tiveram remissão de pena, e isso, segundo a Sejuc, faz parte do o novo projeto de ocupação de apenados da pasta. A cada três dias de serviço, diminuíram um de permanecia na unidade.

G1RN
Economia » Mossoró

Expofruit ultrapassa meta estabelecida de R$ 40 milhões para os negócios

Setor de embalagem de melões na Agrícola Famosa, em Mossoró. (Foto: José Aldenir)

O presidente do Comitê Executivo de Fruticultura de Exportação do Rio Grande do Norte (Coex), Luiz Roberto Barcelos, divulgou – no último dia de Expofruit, maior feira de fruticultura irrigada do país – os primeiros números do evento: meta de realização de negócios ultrapassou a barreira R$ 40 milhões e o outro motivo de comemoração é que a partir de dezembro, deste ano, as exportações de melão para a China serão iniciadas.

De acordo com Barcelos, Mossoró – local de realização da feira – pode ser qualificada como capital mundial do melão. Os números precisos do balanço de Expofruit serão divulgados até o final da próxima semana. Contudo, Barcelos disse que está muito satisfeito com o resultado da feira, na qual a próxima edição está marcada para 2020. No caso das exportações para a China, o empresário deixou claro que os dois países estão resolvendo as últimas pendências fitossanitárias – medidas que previnem a contaminação dos produtos por doenças e pragas nas plantas.

Hoje, no estado, a fruticultura é responsável por um terço da pauta de exportações. Ano passado, foram exportados cerca de US$ 130 milhões em frutas só do Rio Grande do Norte, embora este número total seja maior pelo fato de acontecer – no porto de Natal – o escoamento da produção dos municípios de Petrolina, em Pernambuco; e Juazeiro, na Bahia. Esses números referem-se apenas às duas principais frutas exportadas: melão e melancia. O setor gera cerca de 30 mil empregos – entre diretos e indiretos. Na Expodruit, os 300 estandes à disposição na Estação das Artes foram comercializados.

Para Luiz Roberto Barcelos, há outros motivos para a fruticultura potiguar comemorar e o principal deles é a ampliação dos outros mercados da exportação: Europa, América do Sul e Ásia. “Estamos felizes porque conseguimos fechar mais negócios com países do leste europeu, com destaque para a Rússia. No Mercosul, vamos exportar mais para Argentina, Uruguai e Chile, além do continente asiático, que hoje comporta os países árabes – com ênfase nos Emirados Árabes -, além do mercado chinês, que iniciaremos as exportações no máximo no início do próximo ano”, disse Barcelos.

Agora RN
Mossoró

Mossoró vira capital brasileira da fruticultura

A maior feira de fruticultura irrigada do país –a Expofruit – já começou e até quinta-feira, 23, deve prospectar negócios na ordem de R$ 40 milhões. Os 300 estandes montados na Estação das Artes, em Mossoró, atraíram – na noite de abertura – centenas de pessoas da região do interior do Rio Grande do Norte, dezenas de empresários de todo o país e até do exterior, além de autoridades do poder público.

Com o tema “Todo mundo vê o desenvolvimento da fruticultura. Está estampado na nossa cara”, a Expofruit transformará Mossoró – nesta semana – na capital brasileira da fruticultura irrigada. A feira ocupa uma área de 15 mil metros quadrados e promete trazer mais benefícios para o setor. Isso porque, só ano passado, este segmento da agricultura foi responsável por exportar US$ 130 milhões e colocar o estado do Rio Grande do Norte como o segundo maior exportador do país.

Mossoró

Expofruit 2018 começa nesta terça-feira

Começa nesta terça-feira, 21 de agosto, a Feira Internacional da Fruticultura Tropical Irrigada – Expofruit 2018, principal evento do setor no Brasil. A programação inclui exposições, palestras e capacitações e vai até a quinta-feira, 23, em Mossoró.

Com o tema “Todo mundo vê o desenvolvimento da Fruticultura. Está estampado na nossa cara”, a organização tem a expectativa de receber um público de cerca de 15 mil pessoas nos três dias de feira, que deve movimentar R$40 milhões.

A programação da Expofruit também abrigará no dia 21 de agosto, das 15h às 17h, no escritório do Sebrae, a reunião da Câmara Técnica da Cajucultura do Rio Grande do Norte – TECCAJU. Entre os dias 22 e 23 de agosto os participantes da feira poderão acompanhar as visitas técnicas na pesquisa uva sem sementes do IFRN e da Fazenda Agrícola Cruzeiro da Serra, em Apodi; na Produção de maracujá, melão e melancia, na Comunidade São Romão, e na produção de frutíferas e no Pomar Didático de Pitaya, ambos na Fazenda da UFERSA.

Últimos Eventos

06/05/18
Parque Dinissauros - Povoado Sto Antonio (Cobra)
Março 2017
Aero Clube
08/07/2017
Parque Exposições - Fotos: Mazilton Galvão
08/07/2017
Parque Exposições - Fotos: Mazilton Galvão

Mais eventos

Jornal Expresso RN

Baixar edições anteriores

Curta Jean Souza no Facebook

Siga Jean Souza no Instagram

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
Botch das divs centrais
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!