Arquivos:

Moradia

Caixa reduz juros para o crédito imobiliário e aumenta limite de financiamento para imóveis usados


A Caixa Econômica Federal anunciou nesta sexta-feira (24) a redução de até 0,5 ponto percentual das taxas de juros do crédito imobiliário para operações com recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE). As taxas mínimas passaram de 9% ao ano para 8,75% ao ano, no caso de imóveis dentro do Sistema Financeiro de Habitação (SFH), e de 10% ao ano para 9,5% ao ano, para imóveis enquadrados no Sistema de Financiamento Imobiliário (SFI). A Caixa também alterou o limite de cota de financiamento de imóveis usados de 70% para 80%. Todas as mudanças começam a valer a partir desta sexta-feira (23).

Estão enquadrados no SFH os imóveis residenciais de até R$ 800 mil, para todo país, exceto para Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Distrito Federal, onde o limite é de R$ 950 mil. Os imóveis residenciais acima dos limites do SFH são enquadrados no SFI.

De acordo com o presidente da Caixa, Nelson Antônio de Souza, a nova redução das taxas de juros facilita o acesso à casa própria e contribui para a retomada de investimentos no setor da construção civil. “Cabe à Caixa, como principal agente financeiro da habitação, continuar oferecendo as melhores taxas e condições para os nossos clientes, além de colaborar com a retomada de investimentos do mercado imobiliário e suas cadeias produtivas”, disse em nota.

Para este ano, a Caixa tem R$ 82,1 bilhões disponíveis para o crédito habitacional. O banco mantém a liderança no setor com 69,3% das operações para aquisição da casa própria.

Em abril, a Caixa já havida reduzido os juros em até 1,25 ponto percentual, nas operações com recursos do SBPE. Naquele mês, o limite de cota de financiamento do imóvel usado subiu de 50% para 70% e a Caixa retomou o financiamento de operações de interveniente quitante (imóveis com produção financiada por outros bancos) com cota de até 70%.

Em julho, o banco reduziu em média de 1 a 2 pontos percentuais ao ano as taxas do crédito imobiliário para pessoa jurídica.

Moradia » Seridó

Ezequiel Ferreira requer programas habitacionais para municípios do Seridó

Moradia Cidadã

Preocupado com o déficit habitacional que chega a marca de 140 mil moradias no Rio Grande do Norte, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB) está propondo a implantação em municípios da região Seridó de dois programas governamentais, voltados para o combate a esse déficit: o Moradia Cidadã, em suas duas vertentes Servidor e Municípios e o Cartão Reforma.

Os municípios a serem beneficiados, de acordo com os requerimentos encaminhados ao Governo do Estado são Ouro Branco, Lagoa Nova e Santana do Matos. “Esses municípios necessitam dos programas que são prioritários no enfrentamento do déficit habitacional. O Moradia Cidadã proporciona financiamento residencial aos servidores do Estado que podem assumir uma parcela mensal de baixo custo. Desse montante será alimentado um fundo de reserva para contemplar, também, as famílias de baixa renda no interior’, justifica o Ezequiel Ferreira.

O deputado ressalta que os estudos mostram que o déficit habitacional é um problema no Estado, porém há cidades mais carentes que outras que precisam uma atenção especial como são os casos de Ouro Branco, Lagoa Nova e Santana do Matos.

Já o Cartão Reforma, programa do Governo federal que tem um orçamento inicial de R$ 1 bilhão e que nessa primeira fase há a previsão para beneficiar 100 mil pessoas, concede crédito a famílias de baixa renda que recebem até dois salários-mínimos, para aquisição de material de construção para reforma, ampliação, promoção de acessibilidade ou conclusão de obras.

Currais Novos » Moradia

SAIA DO ALUGUEL: Construnovos dispõe das últimas unidades com parcelas a partir de R$ 350,00

A Construnovos dispõe de imóveis localizados no Alto de Santa Rita no valor de R$ 85.000,00, com 02 dormitórios, sala, cozinha, banheiro social e terraço – 55,86m².

Realize o sonho da casa própria, faça uma visita a Construnovos e tire todas as suas dúvidas em relação à aquisição do seu imóvel tão desejado e o Programa “Minha Casa, Minha Vida”.

VANTAGENS
*Documentação inteiramente grátis
*Subsídio de até R$ 11.600,00
*Parcelas a partir de R$ 350,00
Na compra do imóvel, ganhe 1 TV 32’’ ou uma geladeira
*Financiamento de até 90% do imóvel através do Banco do Brasil ou Caixa
*Atendimento de segunda a sábado em horário comercial

Essa é a oportunidade que você esperava! Compre seu imóvel com a garantia de quem já vendeu e entregou mais de 500 casas.

Solicite uma simulação através do e-mail construnovos@gmail.com ou pelo Whatsapp (84) 99874-7123.

Currais Novos » Moradia

SAIA DO ALUGUEL: Construnovos dispõe das últimas unidades de imóveis; parcelas a partir de R$ 350


A Construnovos dispõe de imóveis no Largo Júnior Toscano no valor de R$ 95.000,00, com 02 dormitórios, sala, cozinha e banheiro social – 55,86m².

No Alto de Santa Rita a Construnovos disponibiliza imóveis no valor de R$ 85.000,00 com 02 dormitórios, sala, cozinha e banheiro social – 55,86m².

Faça a simulação, o seu subsídio pode chegar até R$ 11.600,00. Realize o sonho da casa própria, visite a Construnovos ou entre em contato pelo telefone: (84) 99874-7123.

VATAGENS
– Documentação inteiramente grátis
– Parcelas a partir de R$ 350,00
– Na compra do imóvel, ganhe 1 TV 32’’

Atendimento de segunda a sábado em horário comercial.

Compre seu imóvel com quem já vendeu e entregou mais de 500 unidades.

Currais Novos » Moradia

CASA NOVA: Realize o sonho da casa própria você também

A Construnovos dispõe de imóveis no Largo Júnior Toscano no valor de R$ 95.000,00, com 02 dormitórios, sala, cozinha e banheiro social – 55,86m².

No Alto de Santa Rita a Construnovos disponibiliza imóveis no valor de R$ 85.000,00 com 02 dormitórios, sala, cozinha e banheiro social – 55,86m².

Faça a simulação, o seu subsídio pode chegar até R$ 11.600,00. Realize o sonho da casa própria, visite a Construnovos ou entre em contato pelo telefone: (84) 99874-7123.

Conferir as vantagens:
-Documentação inteiramente grátis
-Parcelas a partir de R$ 350,00
-Na compra do imóvel, ganhe 1 TV 32’’ ou 1 geladeira

Atendimento de segunda a sábado em horário comercial. Compre seu imóvel com quem já vendeu e entregou mais de 500 unidades.

Currais Novos » Moradia

CASA PRÓPRIA: aproveite seu FGTS para adquirir um imóvel; últimas unidades

Na Construnovos você realiza o sonho da casa própria

A Construnovos dispõe de imóveis no Largo Júnior Toscano no valor de R$ 95.000,00, com 02 dormitórios, sala, cozinha e banheiro social – 55,86m².

No Alto de Santa Rita a Construnovos disponibiliza imóveis no valor de R$ 85.000,00 com 02 dormitórios, sala, cozinha e banheiro social – 55,86m².

Faça a simulação do seu subsídio que pode chegar até R$ 11.600,00. Realize seu sonho da casa própria, visite Construnovos ou entre em contato pelo telefone: ( 84 ) 99874-7123.

Atendimento de segunda a sábado em horário comercial.  Compre seu imóvel com quem já vendeu e entregou mais de 500 unidades.

Brasil » Moradia » Notícias

“MINHA CASA MINHA VIDA”: Presidente Michel Temer anuncia nesta segunda as novas regras

Para estimular a construção civil e ampliar o número de famílias atendidas, o presidente Michel Temer deve anunciar na próxima segunda-feira (6) as novas regras do programa habitacional Minha Casa Minha Vida. Com o objetivo de alcançar 600 mil contratos em 2017, a renda máxima para adesão ao programa passará de R$ 6.500 para R$ 9 mil e o valor máximo de venda do imóvel irá de R$ 225 mil para R$ 240 mil.

O governo também deve editar uma Medida Provisória (MP) que restringe a desistência da compra do imóvel. Quando entrar em vigor, a construtora poderá reter 80% do valor pago pelo comprador. Atualmente, o percentual varia de 10% a 15%, o que, segundo os empresários, não é suficiente para cobrir os custos. Eles defendem também que o valor de referência nesses casos seja o do contrato e não o já pago pelo comprador.

Os limites de faixa de renda familiar serão corrigidos pela inflação: a faixa intermediária, de R$ 2,3 mil subirá para R$ 2,6 mil; a de R$ 3,6 mil chegará a R$ 4 mil e a de R$ 6.500 a R$ 7 mil, segundo O Globo.

As mudanças devem ser apresentadas ao Conselho Curador do FGTS antes do anúncio do Palácio do Planalto, ambos nesta segunda.

A ampliação do valor do imóvel dentro do Sistema Financeiro da Habitação (SFH) também deve ser anunciada em breve. O valor deve saltar de R$ 950 mil para R$ 1,5 milhão nas capitais, como Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte e Brasília.

 

Notícias ao Minuto
Moradia

SEM TETO: “Minha Casa, Minha Vida” tem corte de R$ 5,6 bilhões no orçamento

O programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV) perderá R$ 5,6 bilhões dos investimentos previstos inicialmente para 2015, segundo informou o ministro do Planejamento Nelson Barbosa, no anúncio do corte de Orçamento na sexta-feira (22).

O programa é uma das principais bandeiras do governo petista e está dentro do orçamento do Ministério das Cidades, pasta que teve um contingeciamento de R$ 17,2 bilhões.

Os recursos assegurados para o programa habitacional ao longo deste ano caíram de R$ 18,6 bilhões previstos inicialmente para R$ 13 bilhões. “A proposta orçamentária que o governo enviou ao Congresso anteriormente previa um valor de R$ 18,6 bilhões para o MCMV. É um contingenciamento em relação ao que estava previsto. Esse recurso é compatível com o esforço fiscal e garante a conclusão das obras que já atingiram 70% das obras. Todos os projetos vão continuar em execução. O ritmo de execução que vai ter de se adequar ao orçamento”, afirma Barbosa.

Segundo o ministro, o PAC permanecerá com orçamento relevante, apesar dos cortes. “Ainda é um volume expressivo de recurso. Dá para dar andamento ao Minha Casa, Minha Vida e às obras com mais de 70% de conclusão. O investimento está sendo priorizado no que é possível. É suficiente para fazer muitas coisas. O governo tem de continuar com os programas prioritários para atender à demanda”, acrescentou.

Em relação ao Minha Casa, Minha Vida, o ministro informou ser possível concluir a construção de 1,6 milhão de casas e lançar a terceira fase do programa habitacional no segundo semestre. “O valor previsto no PAC é suficiente para fazer muitas coisas e iniciar projetos novos, com responsabilidade financeira e mantendo responsabilidade social. Cerca de 1,6 milhão de casas já contratadas em execução vão continuar e possibilitará lançar a fase três do MCMV no segundo semestre”, destacou o ministro.

O lançamento da terceira fase do Minha Casa, Minha Vida estava prevista para o fim de março, mas foi adiada até o fim deste ano. As empresas construtoras da Faixa 1 (imóveis até R$ 190 mil e com a maior parte subsidiada pelo governo) do programa têm sofrido com atrasos nos pagamentos. O Ministério das Cidades nega que hajam atrasos nos pagamentos.

O governo anunciou nesta sexta-feira (22) o corte de R$ 69,9 bilhões no Orçamento deste ano aprovado pelo Congresso Nacional há um mês. O contingenciamento tem por objetivo manter equilibradas as contas públicas, de acordo com a Lei de Responsabilidade Fiscal. Com o corte, o governo pretende cumprir a meta de superávit primário de 1,2% do Produto Interno Bruto (PIB).

O contingenciamento foi seletivo, ou seja, não linear e atingiu principalmente os investimentos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), que sofreu um corte de R$ 25,7 bilhões. As demais despesas foram cortadas em R$ 22,9 bilhões. O contingenciamento ainda atinge as emendas parlamentares em R$ 21,4 bilhões.

O rombo nas contas é o resultado de uma política de desonerações e incentivos fiscais, dentro de um cenário de desaceleração da atividade econômica e consequente redução da arrecadação. O ajuste fiscal é um esforço do governo para reduzir as despesas e elevar receitas. Com essa economia é possível pagar juros da dívida pública, evitando que ela se eleve em proporção ao PIB. O equílibrio fiscal é importante demonstrar aos agentes econômicos que o Brasil é um País seguro para investimentos e, assim, manter a oferta de crédito ao governo, a juros menores.

IG
Justiça » Moradia » Trairi

SÃO BENTO DO TRAIRI: Prefeitura solicita reintegração de posse e policiais retiram famílias de residências do “Minha Casa, Minha Vida”

Seis famílias foram expulsas das casas que ocuparam.

Seis famílias foram “expulsas” das casas que ocuparam.

O município de São Bento do Trairi vivencia um momento tenso com relação a habitação. Tudo começou no mandato do ex-prefeito Zé Nilton, quando a Prefeitura conseguiu 35 unidades habitacionais do programa “Minha Casa Minha Vida”, junto ao Governo Federal.

Assim que assumiu a prefeitura, a prefeita Kaly conseguiu através do Governo do Estado mais 6 unidades habitacionais, somando um total de 41 casas.

Essas casas foram destinadas a 41 famílias previamente cadastradas na prefeitura, mas segundo informações, algumas tiveram critérios questionáveis porque muitas dessas famílias não se encaixam no Programa.

Há 15 dias, um cidadão que não tinha condições de pagar aluguel invadiu uma das 6 casas que vieram do Governo do Estado. Depois disso, a prefeitura resolveu entregar as 35 casas do programa Minha Casa Minha Vida às famílias já cadastradas, temendo que estas casas também fossem invadidas. Após a entrega, mais 5 famílias invadiram as casas restantes e a partir daí começou o problema.

Na ultima sexta-feira (06) as famílias já informadas da ordem de despejo, se reuniram e foram até a câmara municipal protestar, o que ocasionou a suspensão da sessão. Lá ficou marcado uma reunião com a prefeita para hoje (09), porém a mesma não apareceu e a reunião não ocorreu.

Em seguida, a justiça juntamente com a Polícia Militar e o apoio do Grupo Tático Operacional (GTO), cumpriram mandados de reintegração de posse que teve como solicitante a Prefeitura de São Bento do Trairi.

As famílias se concentraram em frente a prefeitura, mas não tiveram nenhuma atenção do poder público.

Com informações Trairi Agora
Desenvolvimento » Habitação » Moradia

Em C. Novos, Prefeitura realizou segunda etapa do sorteio de moradias do “Minha Casa Minha Vida 2”

O sorteio aconteceu durante reunião com os beneficiários do programa na sede da AMSO.

O sorteio aconteceu durante reunião com os beneficiários do programa na sede da AMSO.

Após a primeira etapa do sorteio de moradias do programa “Minha Casa Minha Vida 2” em janeiro deste ano, a Prefeitura de Currais Novos através da Secretaria Municipal do Trabalho, Habitação e Assistência Social (SEMTHAS) realizou a segunda etapa da ação nesta quinta-feira (03), durante reunião com os beneficiários do programa na sede da AMSO.

No início do ano, a Prefeitura sorteou as primeiras 17 moradias entre pessoas com necessidades especiais, idosos, entre outros beneficiários, para agilizar detalhes estruturantes. Nesta quinta, as últimas 33 moradias foram sorteadas entre as famílias cadastradas no programa.

O prefeito Vilton Cunha, o vice João Gustavo, e o secretário da SEMTHAS, Eugênio Lins, participaram do encontro. “Trabalhamos pensando na sociedade e principalmente nos que mais necessitam de ações como estas”, comentou Eugênio. O prefeito ressaltou o empenho da gestão municipal em conquistar ações importantes para a população. “Estamos nos esforçando para viabilizarmos outros projetos habitacionais”, afirmou Vilton. Durante o encontro com os beneficiários, a assistente social e coordenadora do CRAS “Fátima Barbosa”, Camila Cortez Pontes, ministrou a palestra “Fortalecendo vínculos comunitários”, sobre a importância da convivência comunitária. De acordo com os assistentes sociais Wilton Jr e Veriane, o sorteio é realizado de forma democrática e com a participação de todos os beneficiários. “Todos deverão assinar um documento para atestarem que são donos das casas, e assim, impedir que haja troca, venda ou aluguel do imóvel”, lembrou Wilton Jr.

Todas as unidades serão padronizadas, com 44m², compostas por: 1 sala, 1 cozinha, 1 banheiro, 3 dormitórios e área interna com tanque. O piso será de cerâmica em toda a casa com portas e espaço físico com acessibilidade. As obras estão sendo executadas pela construtora Andrade Carvalho. A Prefeitura e a Companhia Hipotecária Brasileira acompanham a execução das obras desde o início de novembro de 2013, além da fiscalização por parte da representante dos beneficiários, Aldaísa da Silva.

Últimos Eventos

06/05/18
Parque Dinissauros - Povoado Sto Antonio (Cobra)
Março 2017
Aero Clube
08/07/2017
Parque Exposições - Fotos: Mazilton Galvão
08/07/2017
Parque Exposições - Fotos: Mazilton Galvão

Mais eventos

Jornal Expresso RN

Baixar edições anteriores

Curta Jean Souza no Facebook

Siga Jean Souza no Instagram

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
Botch das divs centrais
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!