Rio Grande do Norte

Maior reservatório de água do RN acumula 52% da sua capacidade

Foto: Divulgação / Igarn

O Governo do Estado do Rio Grande do Norte, por meio do Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn), monitora de 47 reservatórios, com recursos superiores a 5 milhões de metros cúbicos, responsáveis ​​pelo abastecimento das cidades potiguares. O Relatório do Volume dos Principais Reservatórios Estaduais, divulgado nesta segunda-feira (05), indica que as reservas hídricas superficiais totais do RN acumulam 1.863.164.796 m³, percentualmente, 42,57% da sua capacidade total. Em comparativo com o último relatório divulgado no dia 29 de março, como reservas aprimoradas de volume, pois somavam 1.836.963.746 m³, equivalente a 41,97% do seu volume total. 

O açude do município de Encanto foi o primeiro dos 47 reservatórios constantes no relatório, a sangrar este ano. Ele atingiu seu volume máximo, que é de 5.192.538 m³, no dia 30 de março. Nesta segunda-feira (05), o reservatório está acumulando 5.055.160 m³, correspondentes a 97,35% da sua capacidade. 

Maior reservatório do RN, a barragem Armando Ribeiro Gonçalves também contém aporte hídrico e acumula 1.235.565.027 m³, percentualmente, 52,07% da sua capacidade total, que é de 2.373.066.510 m³. No último relatório, o manancial estava com 1.209.607.811 m³, equivalente a 50,97% da sua capacidade. 

A barragem Santa Cruz do Apodi, segundo maior reservatório do RN, acumula 159.109.668 m³, correspondente a 26,53% da sua capacidade total, que é de 599.712.000 m³. No dia 29 de março, o manancial represava 159.384.154 m³, equivalentes a 26,58% do seu volume total. 

O reservatório Umari, localizado em Upanema, acumula 199.051.746 m³, percentualmente, 67,98% da sua capacidade total, que é de 292.813.650 m³. No relatório anterior a barragem acumulava 199.263.306 m³, correspondente a 68,05% da sua capacidade. 

O reservatório de Marcelino Vieira teve bom aporte hídrico e acumula 6.246.075 m³, equivalente a 55,77% da sua capacidade total, que é de 11.200.125 m³. No dia 29 de março, o açude estava com 5.356.844 m³, correspondentes a 47,83% do seu volume total. 

O açude Flechas, localizado em José da Penha, que no último relatório já apresentava uma boa melhora de volume, continua recebendo água. Acumula 1.535.088 m³, percentualmente, 17,15% da sua capacidade total, que é de 8.949.675 m³. No dia 29 de março, o manancial represava 945.300 m³, equivalentes a 10,56% da sua capacidade. 

O reservatório Riacho da Cruz II acumula 6.860.388 m³, correspondente a 71,43% da sua capacidade total, que é de 9.604.200 m³. No último relatório, o açude estava com 6.601.224 m³, equivalentes a 68,73% do seu volume total. 

O açude Bonito II, localizado em São Miguel, acumula 1.730.400 m³, correspondente a 15,93% da sua capacidade total, que é de 10.865.000 m³. Em termos comparativos, no relatório anterior, o reservatório estava com 1.583.412 m³, percentualmente, 14,57% da sua capacidade. 

A barragem de Pau dos Ferros acumula 11.567.882 m³, equivalente a 21,09% da sua capacidade total, que é de 54.846.000 m³. Já no dia 29 de março, o reservatório estava com 11.478.218 m³, percentualmente, 20,93%. 

O reservatório Caldeirão de Parelhas acumula 1.327.691 m³, equivalente a 14,24% da sua capacidade total, que é de 9.320.657 m³. No dia 29 de março, o açude estava com 1.288.521 m³, correspondentes a 13,82% do seu volume total. 

Já o reservatório Boqueirão de Parelhas acumula 15.082.165 m³, percentualmente, 17,79% da sua capacidade total, que é de 84.792.119 m³. Em comparativo com o relatório anterior, ele estava com 14.972.127 m³, equivalente a 17,66% do seu volume total. 

Reservatórios como o Itans, localizados em Caicó, e Zangarelhas, em Jardim do Seridó, receberam pequenos aportes hídricos, mas apresentam com níveis inferiores a 10% da sua capacidade, sendo considerados em nível de alerta. O açude Itans acumula 3.155.453 m³, que equivale a 4,16% da sua capacidade e o Zangarelhas, representa 522.798 m³, correspondentes a 6,6% do seu volume total. O outro reservatório monitorado pelo Igarn, que também possui nível menor que 10% é o Esguicho, localizado em Ouro Branco, com apenas 1,05% da sua capacidade. 

Os reservatórios monitorados pelo Igarn, que permanecem secos são, o Inharé, localizado em Santa Cruz, e o Trairi, localizado em Tangará. 

Situação das Lagoas   

A Lagoa de Extremoz chamadas águas das últimas chuvas e acumula 10.764.702 m³, percentualmente, 97,69% da sua capacidade, que é de 11.019.525 m³. No relatório anterior o manancial estava com 10.728.299 m³, equivalentes a 97,36% do seu volume total. 

A Lagoa do Bonfim também é conhecida aporte hídrico e acumula 42.213.231 m³, correspondente a 50,09% da sua capacidade total, que é de 84.268.200 m³. No dia 29 de março, a lagoa estava com 42.014.190 m³, percentualmente, 49,86% da sua capacidade. 

A Lagoa do Boqueirão foi a que preferidas mais águas, percentualmente, acumula 9.615.071 m³, correspondente a 86,82% da sua capacidade total, que é de 11.074.800 m³. Em comparativo com o relatório anterior, ela estava com 9.397.301 m³, equivalente a 84,85% do seu volume total. 

PORTAL DA TROPICAL

Últimos Eventos

21/09/2019
São Vicente/RN
03/03/19
Master Leite
06/05/18
Parque Dinissauros - Povoado Sto Antonio (Cobra)
Março 2017
Aero Clube

Mais eventos

Jornal Expresso RN

Baixar edições anteriores

Curta Jean Souza no Facebook

Siga Jean Souza no Instagram

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!