Arquivos:

Lei Seca » Rio Grande do Norte

Lei Seca registra redução de 20% nos casos de embriaguez ao volante no RN

A Operação Lei Seca divulgou nesta segunda-feira (12) números das ações desenvolvidas neste ano no Rio Grande do Norte com o objetivo de combater crimes de trânsito e conscientizar os motoristas quanto aos riscos de dirigir sob efeito de álcool. De janeiro a julho deste ano, 1.466 motoristas foram autuados e 15 acabaram presos em flagrante por embriaguez ao volante, uma redução de pouco mais de 20% com relação ao mesmo período de 2018.

Quanto ao número de abordagens, houve um aumento: 20.675 motoristas foram parados e convidados a fazer o teste de bafômetro nos primeiros sete meses de 2018. Já de janeiro a julho deste ano, foram 24.197 abordagens, ou seja, 17% a mais.

No estado, a Operação Lei Seca é desenvolvida em parceria pela Polícia Militar e Departamento Estadual de Trânsito (Detran-RN).

Diminuição

Os motoristas são autuados e multados administrativamente quando a quantidade de bebida ingerida fica abaixo de 0,34 miligramas por litro de ar expelido. Neste caso, 1.841 motoristas foram autuados em 2018. Já nos primeiros sete meses de 2019, foram 1.466 autuações.

“Quando o motorista se recusa a fazer o teste do bafômetro, ele também é autuado administrativamente. Nesta situação, ele recebe uma multa de R$ 2.934,70 e ainda pode ter a carteira de habilitação suspensa por 12 meses”, explicou o capitão PM Isaac Paiva, coordenador da Lei Seca no RN.

“Ao longo dos anos, percebemos que o comportamento do condutor, principalmente em Natal, onde a fiscalização é mais constante, vem se modificando. No início era comum autuarmos 70, 80 pessoas ou até mais em uma única blitz. Mas, hoje em dia, isso só ocorre em eventos muito específicos, e isso é fruto da insistência na fiscalização”, ressaltou.

Ainda de acordo com Isaac, atualmente as pessoas sabem que a fiscalização é constante e que se forem pegas cometendo a infração serão duramente penalizadas. “E isso, aliado às campanhas educativas e também ao trabalho de todos os demais órgãos de fiscalização, como o Comando de Policiamento Rodoviário Estadual e a Polícia Rodoviária Federal, faz com que as pessoas se sintam desestimuladas a cometer o ilícito, o que impacta positivamente na redução de acidentes”, acrescentou.

Ao logo de todo o ano de 2018, a Lei Seca autuou 3.065 motoristas por embriaguez ao volante.

Prisões

Quanto ao número de motoristas presos por embriaguez ao volante, ainda de acordo com os dados da Lei Seca no RN, também houve uma redução. Em 2018, por exemplo, de janeiro a julho foram registradas 61 prisões em flagrante. Já nos primeiros sete meses deste ano, foram 15 casos (-75%).

As prisões por ingestão de bebica alcoólica acontecem quando o motorista, mesmo que ele se recuse a fazer o teste, apresenta sinais visíveis de embriaguez, ou quando o resultado do bafômetro acusa uma presença igual ou superior a 0,34 miligramas por litro de ar expelido.

G1
Lei Seca » Santa Cruz

Fiscalização da Lei Seca autua 55 motoristas no município de Santa Cruz

Durante a ação, foram registrados outros 33 autos, por outras infrações

Cerca de 55 condutores foram autuados por dirigir ou pilotar veículos sob efeito de álcool, durante a Operação Lei Seca que aconteceu entre a noite de sábado, 3, e a madrugada deste domingo, 4, no município de Santa Cruz, localizado a 115 km da capital potiguar. Durante a ação, foram registrados outros 33 autos, por outras infrações.

Segundo o comando da operação, mais de 600 condutores foram abordados durante um evento que aconteceu na cidade. Parte dos condutores autuados iria pegar estrada mesmo sob efeito de álcool. Eles irão pagar uma multa de R$ 2.934,70 e poderão ter a carteira de motorista suspensa por 12 meses.

Um dos policiais do comando informou que a operação é necessária para garantir a segurança dos condutores e evitar acidentes graves. Ele também detalhou que a cidade estava movimentada devido a uma festa que reuniu vários motociclistas de municípios próximos, inclusive de estados vizinhos.

“O evento é uma festa tradicional que ocorre em algumas cidades do interior. A operação visou garantir a segurança dos condutores, principalmente levando em conta que o álcool é responsável por cerca de dois terços das mortes no trânsito, segundo estudo recente feito aqui no Estado e que motociclistas são a maioria das vítimas “, disse.

Agora RN
Lei Seca » Rio Grande do Norte

RN: Lei Seca flagra 137 motoristas alcoolizados durante feriadão

FOTO: DIVULGAÇÃO/PMRN

Blitzen da Operação Lei Seca em Natal e Mossoró flagraram 137 motoristas alcoolizados durante o feriadão de Corpus Christi. Segundo a Polícia Militar, quase 2 mil condutores foram abordados nas ações.

Em Natal, a blitz foi realizada na Avenida Jerônimo Câmara. Na ocasião, foram abordados 1020 condutores, sendo 51 autuados por alcoolemia e 37 por infrações diversas, como não possuir CNH e veículo não licenciado.

Já na operação que aconteceu em Mossoró, foram abordados 975 veículos, sendo 86 pessoas autuadas por alcoolemia e outras 44 infrações diversas.

Os números correspondem às ações realizadas até o início de domingo (23).

Portal no Ar
Lei Seca

No RN, 90% dos motoristas alcoolizados recusam teste do bafômetro

ABORDAGEM DA OPERAÇÃO LEI SECA. REPRODUÇÃO

A morte da professora e dançarina, Gislâne Cruz, de 26 anos, no último domingo (19), em um acidente de trânsito provocado pelo oficial de justiça, Josias Teixeira, de 63 anos, evidenciou a irresponsabilidade dos condutores que insistem em dirigir sob o efeito de álcool. Com a Lei Seca houve uma redução do número de motoristas que cometem tal imprudência no Rio Grande do Norte, porém, 90% daqueles que são abordados sob o efeito de álcool no trânsito se negam a fazer o teste do bafômetro.

Esse dado demonstra o quanto as pessoas ainda tentam burlar a lei e arriscar suas vidas e a de pessoas inocentes. “As blitzen acontecem de três a quatro vezes por semana, só nesta semana que aconteceu este acidente foram três. Os condutores que sabem que beberam geralmente se negam a fazer o teste; dizem que beberam pouco, que já faz tempo e por isso não acham necessário fazer o teste. Temos 90% dos autos feitos pela recusa. Contudo, o condutor que se nega, mesmo não apresentando sinais, vai responder as penalidades”, explica o coordenador da Operação Lei Seca no RN, capitão PM Isaac Paiva.

Na recusa simples, que é quando o condutor não apresenta sintomas de embriaguez, paga-se a multa pela recusa que é a mesma se fosse constatada com o teste, de quase R$ 3 mil. Fazendo o teste do bafômetro, a penalidade varia de acordo com o percentual registrado, cujo limite é de 0,33 miligrama de álcool por litro de ar expelido. Acima disso, já é considerado crime e o motorista pode ser preso. A prisão também ocorre quando se recusa a fazer o teste, mas apresenta sinais óbvios de embriaguez. Em casos de reincidência, a multa é dobrada, com suspensão da CNH.

A Lei Seca no RN não aumentou seu efetivo nos últimos anos. São 27 policiais e, dependendo da ocasião, são todos convocados para a operação, ou apenas metade. A maioria das operações é realizada na Região Metropolitana de Natal, devido o fluxo e deslocamento que é maior.

“Do ponto de vista de acidentes, entre 2013 e 2016 observamos uma redução de 20% de acidentes. Percebemos que essa tendência de queda é mantida. Acreditamos que o advento de opções de transporte como os de aplicativos e a conscientização das pessoas também ajudou a diminuir as autuações. De 10% das pessoas abordadas, hoje caiu para 5% as que estão alcoolizadas”, revela o coordenador da Lei Seca no RN.

Para ele, quanto maior a rigidez, inclusive no judiciário, mais esses números deverão cair porque foi isso que se observou com a aplicação da lei e as constantes operações. “Com maior rigidez na justiça, seria melhor. A Lei Seca só tem repercussão por causa da rigidez. O medo de ser punido pode fazer a pessoa deixar de praticar o que é delito. Por outro lado, precisamos educar as novas gerações e criar a cultura de que não se deve beber e dirigir”, destaca o capitão Isaac Paiva.

Portal no Ar
Lei Seca

Em pouco mais de 1 ano, Lei Seca soma 3.623 autuações e 114 presos por embriaguez ao volante no RN

Em pouco mais de 1 ano, 3.623 motoristas foram autuados e 114 presos por embriaguez ao volante no Rio Grande do Norte. Os números são da Operação Lei Seca, cuja missão é combater crimes de trânsito e conscientizar os motoristas quanto aos riscos de dirigir sob efeito de álcool. Neste final de semana, na Zona Sul de Natal, uma professora de dança de 26 anos morreu vítima de uma batida de carro causada por um motorista embriagado.

Números

Em 2018, foram realizadas 111 ações da Operação Lei Seca no estado, com 34.349 motoristas abordados, sendo 3.052 autuações por embriaguez ao volante. Destes, 105 foram presos em flagrante por dirigirem sob efeito de bebida alcoólica.

Já este ano, de janeiro até o dia 10 de maio, foram realizadas 34 operações da Lei Seca. Ao todo, 8.056 motoristas foram abordados, com 571 autuados por embriaguez ao volante. Destes, 9 foram presos.

Os dados ainda não contabilizam as operações realizadas neste final de semana em Natal, que resultaram em mais de 50 condutores autuados por dirigirem sob efeito de álcool.

“Ao longo dos últimos anos, apesar de os números de pessoas autuadas ainda serem preocupantes, temos percebido uma diminuição da prática infracional. As pessoas estão cientes que existe uma lei rígida, uma fiscalização forte e consequências pesadas, o que tem contribuído para que elas venham se expondo menos. Além disso, também temos as campanhas educativas e o advento dos aplicativos de transporte, que facilitaram muito a vida de quem quer beber e se divertir com responsabilidade”, destacou o coordenador da Operação Lei Seca no RN, o capitão PM Isaac Paiva.

Pena maior

O Código de Transito Brasileiro (CTB) passou por mudanças em abril de 2018, aumentando a punição para motoristas embriagados ou drogados que causarem acidentes com vítimas no trânsito. Desde então, motoristas bêbados enquadrados na lei de trânsito por homicídio culposo (sem intenção de matar) devem cumprir pena de 5 a 8 anos de prisão, além de ter o direito de dirigir suspenso ou proibido.

Antes, a pena por causar acidente com morte era de 2 a 4 anos, o que permitia que o delegado responsável pelo flagrante estipulasse uma fiança, que poderia liberar o motorista imediatamente.

Com a elevação da pena, o delegado não pode mais determinar a fiança porque a lei permite isso apenas em crimes com pena máxima de 4 anos.

G1
Lei Seca » Natal

RN: Mulher é multada pela 4ª vez seguida em blitz da Operação Lei Seca

Dessa vez a motorista foi abordada numa blitz montada na Rua da Saudade, bairro de Nova Descoberta, zona Sul de Natal

A Operação Lei Seca do Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran) flagrou pela quarta vez uma mesma condutora dirigindo veículo sob influência de álcool pelas ruas da capital. Dessa vez a motorista foi abordada numa blitz montada na Rua da Saudade, bairro de Nova Descoberta, zona Sul de Natal.

De acordo com o coordenador da Operação Lei Seca, capitão Isaac Paiva, as infrações por alcoolismo na condução de veículos as quais a condutora foi alvo são todas de 2017 para cá, ou seja, em pouco mais de dois anos a mesma motorista foi flagrada quatro vezes.

O dado mostra que somente em multa as autuações podem chegar a R$ 21 mil, já que reincidências na Lei Seca em menos de 12 meses gera valor em dobro na infração. O capitão contou que outra irregularidade encontrada na abordagem foi que o veículo o qual era conduzido pela autuada estava com diversas pendências de infração, chegando a contabilizar R$ 29 mil em débitos.

“O veículo foi removido ao pátio de apreensão do Detran e a cidadã autuada novamente”, informou o coordenador. Durante a semana outras blitzen foram realizadas pela Operação Lei Seca, além de Nova Descoberta, as fiscalizações aconteceram na Via Costeira e na RN 160, na região de São Gonçalo do Amarante. No total, foram fiscalizadas 643 pessoas, sendo 64 autuadas por embriaguez e 45 autos por infrações diversas foram contabilizados.

Agora RN
Acidente » Detran » Lei Seca » Natal

Em Natal, motorista tenta fugir da blitz da Lei Seca e acaba colidindo o carro com viatura do Detran

Um cidadão alcoolizado tentou fugir da blitz no prolongamento da Prudente de Morais engatando um ré e voltando na contramão. O resultado: colisão violenta em uma viatura da Lei Seca e, por pouco, não provocando um acidente de maior gravidade, envolvendo outros veículos.

A ocorrência foi registrada por volta de 1h30 desta quinta-feira(25). Segundo informações preliminares, o motorista de identidade a ser confirmada realizou o teste do bafômetro, que acusou o criminal de (0.65). O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência(SAMU) ainda foi solicitado ao local e atendeu as escoriações leves do acusado.

Blog do BG
Lei Seca » Rio Grande do Norte » Trânsito

Em Natal, Blitz da Lei Seca autua 27 motoristas por embriaguez ao volante; 4 são presos

Vinte e sete motoristas foram autuados em uma blitz da Lei Seca montada entre a noite da quinta (18) e madrugada desta sexta-feira (19) na Av. Engenheiro Roberto Freire, uma das mais movimentadas da Zona Sul de Natal. Destes, quatro foram presos.

Segundo a Polícia Militar, 661 veículos foram abordados durante a fiscalização, além de outros 11 autos de infração que foram lavrados durante a blitz, e mais três veículos que acabaram removidos ao pátio do Detran, sendo um carro e duas motos.

Lei Seca não tolera nenhuma quantidade de álcool — Foto: Reprodução/TV Globo

G1 RN
Cactus Moto Fest » Currais Novos » Lei Seca

CURRAIS NOVOS: Lei Seca age no Cactus Moto Fest

Equipes da Lei Seca vindas da capital e comandada pelo capitão Isaac estiveram na madrugada deste domingo (24) fechando a avenida Teotônio Freire e parte da rua Baldomero Chacon no centro de Currais Novos. Realizando uma intensa fiscalização utilizando o etilômetro, de acordo com o oficial comandante da operação a fiscalização é para prevenir acidentes e que eles estarão presentes nos próximos eventos.

De acordo com um dos organizadores do evento essa ação só acontece em Currais Novos, outros eventos em Santa Cruz e cidades de outros estados não são vistas tantas fiscalizações rigorosas como a festa do Cactus Moto Fest, e que vão fazer uma avaliação se continua com a realização do evento que dá um impulso na economia da cidade.

São dezenas de reclamações dos visitantes em relação as hospedagens e a dura fiscalização por parte da Lei Seca e da Polícia Rodoviária Federal.

Repórter Seridó
Carnaval » Lei Seca » Rio Grande do Norte » Trânsito

Durante o carnaval, Operação Lei Seca autuou 42 pessoas no RN

A Operação Lei Seca abordou mais de 700 veículos nesse carnaval, resultando em 42 pessoas autuadas por embriaguez e um condutor preso por dirigir com concentração maior que 0.33 mg/l.

Além disso, outros 29 autos por infrações diversas foram feitos na mesma ocasião, como dirigir sem CNH e com documentos vencidos. As abordagens aconteceram em todos os dias do carnaval, tanto em Natal, nos polos Ponta Negra e Petrópolis, quanto em Pirangi.

Blog do BG

Últimos Eventos

21/09/2019
São Vicente/RN
03/03/19
Master Leite
06/05/18
Parque Dinissauros - Povoado Sto Antonio (Cobra)
Março 2017
Aero Clube

Mais eventos

Jornal Expresso RN

Baixar edições anteriores

Curta Jean Souza no Facebook

Siga Jean Souza no Instagram

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
Botch das divs centrais
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!