Arquivos:

Energia Eólica » Investimento » Rio Grande do Norte

Potencial para produzir energia limpa no RN atrai investidores franceses

A governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra, receberá na próxima segunda-feira, 19, diretores da multinacional francesa Total Eren, que atua no campo energético petrolífero e que pretendem investir em energia limpa por meio da criação de joint-venture em parceria com a Petrobrás nos segmentos eólico e solar.

A notícia foi dada pelo senador Jean Paul Prates durante entrevista ao programa Jornal Agora, da rádio Agora FM (97,9), apresentado pelo jornalista Alex Viana. De acordo com o senador, a Total Eren não sairá do ramo de energia, mas trocará a energia não renovável – com ênfase no petróleo – pela energia limpa abundante no Rio Grande do Norte, que tem sol e vento em abundância.

Na avaliação do senador, a energia limpa é um caminho para tirar o Estado da crise, porque gera arrecadação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), ao invés de royalties da produção mineral, como no caso do petróleo, em que há uma divisão com a União e municípios. “Vamos receber este grande grupo francês, que quer investir no Estado e vai gerar empregos. Sem dúvida, será necessário a união da classe política”, conclama Prates.

Ao longo deste ano, a governadora deve receber muitos grupos empresariais que querem investir no Estado. Além dos recursos, a governadora Fátima Bezerra – segundo Jean Paul Prates – está pensando na geração de empregos em regiões onde a crise tem sido maior. “Nosso plano de desenvolvimento econômico prima pelo aproveitamento das vocações de nosso Estado”, destacou o senador.

Investimento » Rio Grande do Norte

Empresa paranaense inaugura novo parque eólico no Rio Grande do Norte

A Companhia Paranaense de Energia (Copel) entrega nesta quarta-feira (26) uma obras de geração de energia no Rio Grande do Norte. O Parque Eólico Cutia/Bento Miguel fica na região de São Miguel do Gostoso, no litoral Norte potiguar.

A entrega do Parque Eólico, na região, será às 9h, em São Bento do Norte, no interior do estado, com a presença da governadora do Paraná, Cida Borghetti, e o presidente da Copel, Jonel Iurk.

O Parque Eólico Cutia/Bento Miguel tem capacidade de 312 mW, energia para atender 883 mil pessoas. O investimento no complexo foi de R$ 2,1 bilhões e faz parte de um conjunto de 5 complexos eólicos construídos pela Copel no Rio Grande do Norte. Já foram entregues os parques Brisa Potiguar, São Bento, São Miguel do Gostoso e São Bento do Norte.

Rio Grande do Norte

A escolha do Rio Grande do Norte para sede dos complexos da Copel, segundo a própria empresa, considerou o potencial de geração de energia do estado, aferido por análise de dados como frequência, intensidade e direção dos ventos, além do perfil do terreno – quanto mais plano e aberto, melhor. A regularidade dos ventos no Nordeste permite ao Brasil exibir o melhor fator de capacidade para geração com esta fonte no planeta.

G1 RN
Investimento » Jucurutu

JUCURUTU: Governador anuncia investimentos para cidade

O governador Robinson Faria anunciou na tarde desta quarta-feira, 12, em Jucurutu, a 290 quilômetros de Natal, que o município está contemplado com investimentos para a implantação do anel viário, pavimentação da estrada de acesso à Serra de João do Vale e para construção da Central do Cidadão.

“O nosso governo cumpriu todas as metas do empréstimo ao Banco Mundial e por isso ele terá continuidade na próxima gestão”, afirmou o Governador.

Robinson ressaltou a importância das três obras para aquela cidade e municípios vizinhos. “São investimentos importantes, que irão melhorar a mobilidade no município e na região. A estrada para a Serra de João do Vale vai permitir o crescimento do turismo e incentivar a produção agrícola. A Central do Cidadão vai levar serviços essenciais à população com agilidade, conforto e próximo ao local de moradia”, considerou.

Blog Jair Sampaio
Investimento » Rio Grande do Norte

RN receberá R$ 32 milhões para construção de novas unidades prisionais no estado

Walber Virgolino, secretário de Justiça e Cidadania do RN.

Walber Virgolino, secretário de Justiça e Cidadania do RN.

O presidente Michel Temer autorizou ontem quarta-feira (28) o repasse de R$ 1,2 bilhão aos estados para a construção de penitenciárias e modernização do sistema penitenciário, informou o porta-voz da Presidência, Alexandre Parola. O dinheiro, ressaltou o Palácio do Planalto, já estará disponível nesta quinta-feira (29) em todos os estados beneficiados.

Em contato com o Portal Agora RN, o secretário de Justiça e Cidadania do Rio Grande do Norte, Wallber Virgolino, disse que o Estado receberá uma fatia de R$ 32 milhões deste montante. A princípio, a verba seria de R$ 50 milhões, entretanto, devido o curto espaço de tempo que o Governo pediu para um projeto de construção de um grande presídio ser enviado, a sistemática será alterada.

“Recebi uma ligação do Departamento Penitenciário Nacional (Depen) na quarta-feira de manhã, solicitando meu e-mail para envio de alguns dados. Às 18h, eles mandaram uma planilha pra mim, solicitando que eu informasse, até às 10h de quinta-feira, o local onde seria feito o presídio, quantas vagas teria e o projeto arquitetônico completo. Ficou impossível fazer tudo isso nesse minúsculo espaço de tempo estabelecido”, explicou.

“Para não perder a verba, eu peguei o projeto do presídio de Ceará-Mirim, acoplei com um terreno que temos em Mossoró e enviei pra eles. Fiz isso para assegurar o investimento, mas nossa ideia é outra. Pretendemos utilizar o valor para a criação de várias pequenas unidades prisionais em todas as regiões do estado, com até 200 vagas cada, visando melhorar o nosso cenário penitenciário”, completou.

O Planalto destacou que o repasse dos recursos está respaldado por uma medida provisória editada neste mês que autoriza a transferência de recursos do Fundo Penitenciário Nacional (Funpen) diretamente aos governos estaduais.

Apesar de já estar em vigor, a MP 755 ainda precisa ser aprovada pela Câmara e pelo Senado antes de virar lei. Ao permitir que os recursos sejam encaminhados diretamente aos estados, a MP estabelece que essa ajuda seja reduzida ano a ano.

O texto define que até 75% da dotação orçamentária do Funpen pode ser dividida com estados até o fim de 2017. O porcentual será reduzido para 45% até dezembro de 2018, 25% em 2019 e 10% nos anos seguintes.

Agora RN
Investimento » Rio Grande do Norte

Fuga de investimentos da Petrobras ameaça 70 mil postos de trabalho no RN

Praticamente R$ 225 milhões deixaram de entrar nas contas do governo do estado e das prefeituras.

Praticamente R$ 225 milhões deixaram de entrar nas contas do governo do estado e das prefeituras.

Estado e municípios potiguares receberam R$ 61,8 milhões a menos em royalties de petróleo e gás nos primeiros seis meses de 2016, quando comparados aos repasses realizados no mesmo período do ano passado. A queda foi de 32%. Foram R$ 130,8 milhões até junho, contra 192,6 milhões somados de janeiro a junho de 2015. A redução naquele ano, já havia sido de 31% em relação a 2014.

Os dados são da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). Somado ao déficit registrado em 2015, quando o Rio Grande do Norte embolsou R$ 163 milhões a menos, praticamente R$ 225 milhões deixaram de entrar nas contas do governo do estado e das prefeituras, aprofundando a crise financeira.

O motivo para a redução acentuada do repasse foi principalmente a queda do valor do barril de petróleo, que chegou a custar US$ 120 (em 2008), caiu para US$ 29 e agora está a US$ 50. Em menor medida, a responsabilidade também foi da queda da produção potiguar. Dez anos atrás a Petrobras produzia 76 mil barris de óleo por dia aqui, segundo a própria empresa. Atualmente, apesar de o estado se manter na liderança na produção onshore (em terra), a estatal extrai do subsolo potiguar 65 mil barris por dia. Nos últimos dois anos, cerca de 10 mil trabalhadores perderam seus empregos no setor petrolífero do estado, segundo o presidente Sindicato dos Petroleiros do RN (Sindipetro/RN), José Araújo. Toda a cadeia envolvendo 70 mil postos de trabalho está ameaçada, de acordo com ele.

Do Novo
Investimento » Saúde

Investimento: Samu terá medicamento que pode reduzir em 17% mortes por infarto

O custo do medicamento que haverá no SAMU está estimado em R$ 8,5 milhões.

O custo do medicamento que haverá na SAMU está estimado em R$ 8,5 milhões.

As ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) passarão a contar com medicamentos trombolíticos, que podem diminuir em até 17% o número de mortes por infarto agudo do miocárdio.

O ministro da saúde, Arthur Chioro, que assinou a nova norma, ressaltou que as doenças do sistema circulatório são as que mais matam no Brasil. Segundo o coordenador-geral de Média e Alta Complexidade do Ministério da Saúde, José Eduardo Fogolin Passos, o tenecteplase é um medicamento aplicado de forma muito simples. Mesmo assim, as equipes serão treinadas. “O infarto é a obstrução, o entupimento da artéria coronária, a artéria do coração. A partir do momento em que a artéria entope, o músculo do coração para de funcionar, o coração para de funcionar e a pessoa pode ter uma parada cardíaca. Com esse medicamento, o trombo se dissolve na hora, e o coração volta a ter circulação e não há parada cardíaca”, explicou Fogolin.

Segundo Fogolin, se o sistema de atendimento levar menos de uma hora para desobstruir a artéria do paciente, há 15% de risco de morte. Caso a desobstrução ocorra em até duas horas, o risco de morte pode dobrar. Fogolin citou estudos segundo os quais cidades que usam esse medicamento no sistema móvel de atendimento podem reduzir em até 17% o número de mortes por infarto.

Quando o paciente escapa da morte depois de um infarto, ele ainda pode ficar com sequelas, como insuficiência cardíaca, devido à perda de um músculo cardíaco, situação que o trombolítico também pode evitar. “Ter esse medicamento faz a diferença entre a vida e a morte e o prognóstico do paciente que tem o infarto, porque aquele que não não vai a óbito tem depois uma melhoria de qualidade de vida muito grande. Fica com menos sequelas, menos complicações”, frisou o ministro.

Todas as ambulâncias do Samu que tenham médicos, e até mesmo embarcações e o atendimento aéreo da rede pública de municípios que aderirem ao sistema receberão verba para comprar o medicamento. Algumas prefeituras já usam o tenecteplase, mas, com a publicação da norma no Diário Oficial, o Ministério da Saúde é que vai financiar o uso para as secretarias de Saúde que aderirem.

As equipes do Samu passarão por treinamento para uso do medicamento. A partir da publicação da portaria, que pode acontecer ainda esta semana, as prefeituras já poderão aderir e receber a verba para a compra do trombolítico. Em 2012, foram registradas 84.157 mortes por infarto agudo do miocárdio. O Ministério da Saúde espera que, com o medicamento, o Samu possa salvar até 8.368 pessoas por ano.

Agência Brasil

Últimos Eventos

06/05/18
Parque Dinissauros - Povoado Sto Antonio (Cobra)
Março 2017
Aero Clube
08/07/2017
Parque Exposições - Fotos: Mazilton Galvão
08/07/2017
Parque Exposições - Fotos: Mazilton Galvão

Mais eventos

Jornal Expresso RN

Baixar edições anteriores

Curta Jean Souza no Facebook

Siga Jean Souza no Instagram

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
Botch das divs centrais
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!