Arquivos:

Facebook » Internet

Falha no Facebook desbloqueou perfis em 800 mil contas

Uma falha no Facebook desbloqueou usuários que haviam sido previamente bloqueados em 800 mil contas. A empresa reconheceu o problema em seu blog oficial.

Entre os dias 29 de maio e 5 de junho, as pessoas que estavam bloqueadas entrar em contato via Facebook Messenger com as pessoas que as haviam bloqueado na rede social.

De acordo com o Facebook, 83% das contas tiveram o problema com apenas um contato que foi indevidamente desbloqueado.

A empresa diz estar notificando todas as pessoas que foram afetadas por esse bug–que está corrigido e as pessoas que você bloqueou estão novamente bloqueadas.

O recurso de bloqueio de usuários na rede social funciona como uma forma de cortar relações com pessoas sem precisar sair do Facebook.

Em meio a uma crise que afeta a privacidade de usuários e teve início em março desde, quando tornou-se público o compartilhamento irregular de informações pessoais com a empresa de marketing Cambridge Analytica, que fechou as portas. Recentemente, a empresa informou que compartilhou dados de usuários com 52 empresas de tecnologia.

Fonte: Exame

Internet

Há quase 14 anos no mercado, a Star Conect continua crescendo e inovando

Há quase 14 anos no mercado, a Star Conect continua crescendo e inovando. O ano de 2017 foi cheio de grandes realizações, e 2018 não será diferente.

Em 2017, a empresa trouxe a rede Gpom FTTH, conexão em fibra óptica direto na casa do cliente, para cidade de Currais Novos. O que possibilitou um aumento substancial nos pacotes dos clientes da cidade, sem custo adicional.

Dando o pontapé inicial no ano de 2018, a Star Conect trouxe uma conexão segura e confiável com os grandes servidores de conteúdo, via fibra óptica – Netflix, YouTube, Google, Facebook entre outros – que tem proporcionado maior estabilidade e velocidade, melhorando a eficiência da rede e encurtando o caminho da conexão com esses grandes provedores de conteúdo.

Essa ampliação também possibilitou o aumento da grade de pacotes nas cidades de Acari, Cruzeta, Carnaúba dos Dantas, São José do Seridó, Lagoa Nova, São Vicente, Jardim do Seridó, Cerro Corá, Campo Redondo e Santana do Matos.

Além disso, em breve, a cidade de Lagoa Nova contará com backbone em fibra (conexão direta da central até o município) que irá reforçar e ampliar a estrutura já existente na cidade, proporcionando maior velocidade e estabilidade no acesso.

E não pára por aí! 2018 está só começando, assim como as melhorias que ainda irão acontecer, para dar ao assinante a melhor experiência em conexão à Internet.

Corrupção » Internet » Justiça

ODIADO: Petição por impeachment de Gilmar Mendes triplica meta e tem 1,8 milhão de adesões

Os interessados no impeachment do ministro Gilmar Mendes no Supremo Tribunal Federal seguiram conselho da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) e, quando atingiram a meta de um abaixo-assinado que pedia um milhão de adesões, não só dobraram, mas triplicaram o objetivo. A petição virtual, que agora quer alcançar 3 milhões de interessados em tirar o magistrado do cargo, conseguiu até esta quarta-feira (17) 1,881 milhão de apoiamentos.

Mesmo com tanto incentivo, o Senado arquivou o pedido de impeachment e a decisão do então presidente da Casa, Renan Calheiros, teve a legalidade confirmada pelo STF. Na petição, a alegação é que Mendes seria parcial em suas decisões.

Gilmar Mendes foi alvo de inúmeras críticas no ano passado por suas decisões no STF mandando soltar presos, inclusive os da Lava-Jato, como o empresário Eike Batista. Também causou polêmica ao soltar o réu e empresário Jacob Barata Filho, com quem tem relação pessoal. O magistrado foi padrinho de casamento da filha de Barata e, mesmo assim, não se considerou impedido para julgar um habeas corpus a favor dele.

Entre as decisões recentes, Gilmar Mendes mandou soltar o ex-governador do Rio Anthony Garotinho e determinou a retirada da tornozeleira eletrônica da mulher dele, Rosinha. Ambos são investigados por compra de votos. Gilmar também tirou da cadeia Adriana Anselmo, mulher do ex-governador do Rio, Sérgio Cabral, condenada pelos crimes de organização criminosa e lavagem de dinheiro.

Internet

WhatsApp é o aplicativo mais baixado pelos brasileiros na Google Play

O Facebook domina completamente a lista dos aplicativos Android mais baixados da história pelos brasileiros na loja Play Store, do Google, que acaba de completar 5 anos de existência.

O top 5 dos apps mais baixados na Play Store traz o WhatsApp em primeiro lugar, seguido por outros três apps da rede social de Mark Zuckerberg: Facebook, Facebook Messenger e Instagram. Em quinto lugar, aparece o Palco MP3.

Já entre os games, o topo do pódio ficou com Pou, com Subway Surfers em segundo e My Talking Tom em terceiro. Fecham o top 5 Meu Malvado Favorito e Zombie Tsunami.

Os Racionais MCs lideram entre os discos mais vendidos na loja online, com o álbum Cores e Valores, deixando para trás nomes como Adele e Luan Santana. Entre os filmes, a medalha de ouro ficou com 50 Tons de Cinza, seguido por A Culpa é das Estrelas.

IDG Now
Informação » Internet » Mundo » Notícias

PERIGO NA INTERNET: Desafio do sal e gelo causa queimadura em crianças e assusta médicos

Os médicos dizem que os pais devem até mesmo mostrar as fotos das consequências para os filhos

Os pais e as autoridades estão com medo em todo o mundo. Crianças resolveram, em pleno 2017, ressuscitar um desafio típico da Internet criado em 2012. Mas ao invés de algo com algum propósito, como o Desafio do Balde de Gelo, temos algo apenas perigoso pra caramba.

O desafio consiste em colocar sal e gelo sobre a pele e esperar para ver por quanto tempo resistem à queimadura sinistra que vai se formar. A ideia é compartilhar sua marca e desafiar os amigos para filmarem eles próprios tentando vencer o desafio.

Obviamente os resultados não são nada inocentes, e se formam queimaduras sinistras. O desafio tem vida própria: começou em 2012, voltou em 2015 e em 2017 está ensaiando um segundo ret

Os resultados são obviamente nada agradáveis. Queimaduras muito grandes!

Quando o desafio é feito na mão, o perigo é ainda maior, pois a queimadura pode corroer nervos. Isso pode causar lesões permanentes, e até perda de movimento de tendões.
Isso acontece porque o gelo diminui a temperatura da fusão. A união dos dois componentes queima pela aceleração da queda de temperatura do gelo.

Outro problema é que a queimadura, como é química, não é possível ser avaliada no momento. Apenas após ela começar a cicatrizar é que é possível ver o tamanho dela.

Segundo alguns especialistas, tal queimadura pode ser pior que as de terceiro grau, provocadas por fogo. O pediatra inglês Brian Rogers afirma que tal queimadura “destrói completamente a pele, os vasos sanguíneos e os nervos da região que nunca mais se recuperarão”.

Os médicos dizem que os pais devem até mesmo mostrar as fotos das consequências para os filhos.

R7
Internet

IBGE: celular se consolida como o principal meio de acesso à internet no Brasil

Pesquisa destaca que quanto maior o rendimento, maior a utilização da internet.

Pesquisa destaca que quanto maior o rendimento, maior a utilização da internet.

O uso do telefone celular se consolida como o principal meio para acessar a internet no Brasil. É o que mostra o Suplemento de Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) 2015 divulgado hoje (22) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

No ano passado, 92,1% dos domicílios brasileiros acessaram a internet por meio do telefone celular enquanto 70,1% dos domicílios o fizeram por meio do microcomputador. Em 2014, o acesso à internet (80,4% dos domicílios) por meio do celular também foi predominante em relação ao uso do computador (76,6% dos domicílios).

“É interessante observar que o computador tem perdido espaço nesta utilização da internet enquanto outros equipamentos têm ganhado relevância. O acesso pelo telefone celular vem ganhando mais importância frente ao meio mais tradicional que era o microcomputador”, comentou a pesquisadora do IBGE, Helena Oliveira Monteiro. “Em 2015, verificamos pela primeira vez uma redução em termos absolutos no número de domicílios que acessaram a internet por meio de microcomputador, passando de 28,2 milhões de domicílios, em 2014, para 27,5 milhões, em 2015”.

Em 2015, todas as regiões passaram a navegar pela rede mais pelo celular. A Região Norte apresenta o maior percentual de domicílios que usam o telefone celular para acesso à internet (96,7%), seguida do Centro-Oeste (95,6%), do Nordeste (93,9%), do Sudeste (91,5%) e do Sul (88,2%).

No Pará, 66,1% dos domicílios utilizaram somente o telefone celular ou tablet para acessar a internet. É o maior percentual entre as unidades da Federação.

A pesquisadora do IBGE atribui ao fato de o acesso à internet móvel ser mais barato que a internet fixa como uma das razões de o celular predominar no Norte do país. O outro motivo é a infraestrutura. “A Região Norte tem uma dificuldade maior em passar cabo o que poderia aumentar essa proporção de acesso à banda larga fixa”.

Uso da internet pelas pessoas

No ano passado, o percentual de pessoas que acessaram a internet alcançou 57,5% da população de dez anos ou mais de idade, o que corresponde a 102,1 milhões de pessoas. O contingente formado pelos jovens de 18 ou 19 anos de idade teve a maior proporção (82,9%). Em todos os grupos compreendidos na faixa de 10 a 49 anos de idade, o uso da internet ultrapassou 50%, mostra a pesquisa.

A utilização da internet mostrou relação direta com os anos de estudo, indicando proporções crescentes entre os mais escolarizados. O maior percentual de acesso à internet foi observado na população a dos 15 anos ou mais de estudo (92,3%).

Em 2015, 79,8% dos estudantes usaram internet contra 51,7% de não estudantes. Alunos da rede privada (97,3%) acessaram mais internet do que os da rede pública (73,7%).

Pessoas que trabalham em educação, saúde e serviços sociais são as que mais usaram internet: 87,1% contra quem trabalha no serviço agrícola, com 16,8%.

Quanto maior o rendimento, maior a utilização da internet: 92,1% das pessoas que ganham mais de dez salários mínimos acessaram a internet contra 32,7% das pessoas sem rendimento ou que ganham até um quarto do salário mínimo.

Agência Brasil
Internet

Atenção: cibercriminosos desenvolvem novo golpe do boleto

20160202171600_660_420

Há algum tempo, criminosos estavam alterando a numerações de boletos bancários para conseguirem roubar as vítimas. Agora, o golpe foi modernizado: cibercriminosos estão oferecendo o serviço de atualização de boletos vencidos, sem recorrer ao banco ou ao emissor, para efetuar o pagamento.

De acordo com a ESET, ao usar o falso serviço para atualização, um novo boleto é emitido, porém os dados bancários do documento são alterados para que o pagamento seja efetuado na conta dos cibercriminosos.

boleto_5-768x346

boleto_1-768x413

Para aplicar o golpe, os cibercriminosos usam campanhas publicitárias, como o Google AdWord e links patrocinados. Dessa forma, todas as vezes que o usuário insere no campo de busca a palavra “Boleto” ou assuntos relacionados ao tema, os links dos sites fraudulentos aparecem como anúncios.

Para evitar que sejam descobertos, os fraudadores registram o domínio usando um servidor Proxy de registro Domains by Proxy (DBP). Assim, as informações, como nome, endereço, telefone e outras, não fiquem disponíveis para consulta pública na Internet.

Para não cair nesse tipo de golpe é importante que o usuário esteja atento quando está navegando na internet, evitando clicar em sites desconhecidos e suspeitos. Além disso, antivírus e a filtragem de conteúdo web/anti-phishing podem ajudar a evitar esse tipo de golpe.

Olhar Digital
Internet » WhatsApp

WhatsApp irá permitir serviços de marcas dentro do app

1150566419-whats

O WhatsApp vai finalmente dar um passo importante na integração com o modelo de negócio do Facebook. A empresa acaba de anunciar que dará início aos projetos de negócios para empresas no aplicativo. Além disso, a marca planeja disponibilizar sua base – que conta com mais de 1 bilhão de usuários – com a rede social de Zuckerberg. A ação deve acontecer apenas em janeiro do ano que vem, mas hoje mesmo o WhatsApp atualizou seus termos de serviço em preparação para testes com usuários selecionados “nos próximos meses”.

O aplicativo de mensagem instantânea irá oferecer às marcas serviços de informações aos usuários, como notificações de voo, recibos e rastreamentos de entregas. Por exemplo, o usuário poderá ser informado sobre o status de um voo que ele vai embarcar ou receber via WhatsApp um recibo de algo que comprou.

Outra forma de conectar marcas e usuários seria através de ações de marketing. Segundo o anúncio oficial do WhatsApp, as mensagens poderiam conter ofertas das empresas, mas com cuidado para não tornar-se algo invasivo. “Nós não queremos que você tenha uma experiência de spam; Tal como acontece com todas as suas mensagens, você poderá gerenciar essas comunicações e vamos honrar as escolhas que você faz”.

Quanto ao formato, a empresa ainda não revelou se as mensagens serão introduzidas por meio de “push” e se as marcas terão contas oficiais no aplicativo. O que foi confirmado é que não haverão banners ou anúncios no app. Além disso, a empresa passará a compartilhar os dados de sua base, como número de telefone dos usuários, com o Facebook, que adquiriu o app no ano passado. Mas deixou claro que as informações não serão abertas em nenhum momento: “na verdade, o Facebook não vai usar suas mensagens WhatsApp para qualquer finalidade que não seja para nos auxiliar na operação e prestação de nossos serviços”.

O WhatsApp tem sido bastante vago sobre seus planos para agora, por isso vamos ter que esperar até que ele comece seus testes de negócios.

Olhar Digital
Internet » Redes Sociais

Hello nova rede social do fundador do Orkut já tem data para chegar ao Brasil

captura_de_tela_2016-06-22_as_18.30.06

O Orkut não existe mais, mas deixou uma lacuna no coração de milhões de usuários que, mesmo que não usassem mais com tanta frequência o serviço, ainda nutriam uma nostalgia pela rede social. Afinal de contas, o site nasceu nos Estados Unidos, mas se tornou quase totalmente brasileiro. Para esse público, está chegando o Hello.

Trata-se da nova rede social de Orkut Büyükkökten, o programador turco que criou uma rede social enquanto trabalhava no Google que acabou recebendo o seu próprio nome. Sua nova empresa lançou recentemente um aplicativo, que está previsto para chegar ao Brasil em agosto deste ano.

A Hello Network foi lançada há poucos meses no exterior, e está disponível em poucos países, por enquanto. Funcionando apenas em inglês, apenas usuários nos Estados Unidos, Canadá, Austrália e Nova Zelândia podem baixar o aplicativo no Google Play e na App Store. O público brasileiro deve ser contemplado junto com o Reino Unido, Irlanda, França, Alemanha, México e Índia em uma segunda fase de expansão.

A rede social está dando seus primeiros passos depois de pelo menos dois anos em desenvolvimento. Em setembro de 2014, o Olhar Digital noticiou que Orkut havia fundado sua própria empresa para criar a Hello Network.

Na ocasião, o projeto era descrito como “uma comunidade única de usuários que celebram a amizade, imaginação, expressão e engajamento autêntico em um ambiente seguro” que encoraja usuários a “se engajar em exploração social direcionada e compartilhamento de conteúdo com conexões fascinantes que se relacionam com partes diversas de sua personalidade”.

Olhar Digital
Internet » Tecnologia & Informática » Telefonia » WhatsApp

WhatsApp deixará de funcionar em celulares antigos

20160217175344_660_420

O WhatsApp vai parar de funcionar em smartphones mais antigos, e o aplicativo começou a alertar os usuários que perderão acesso ao serviço, confirmando também a data em que o corte acontecerá: dia 31 de dezembro de 2016.

Os sistemas em questão, que deixarão de receber suporte, são plataformas que têm pouquíssimos usuários nos dias atuais, mas ainda deve deixar alguns desamparados.

Os aparelhos na ‘linha de corte’ do app são os que funcionam com Android 2.1 e 2.2, Nokia Symbian S40 e S60 e todos os dispositivos da BlackBerry, incluindo os equipados com o sistema operacional mais recente da fabricante, o BlackBerry 10. A lista também inclui os aparelhos Windows Phone 7.1.

“Por mais que estes aparelhos celulares tenham feito uma importante parte em nossa história, eles não possuem a capacidade requerida para que possamos expandir os recursos de nosso aplicativo no futuro”, justifica a empresa em comunicado.

Caso você utilize um destes aparelhos, a recomendação do aplicativo é trocar por um aparelho Android, iOS ou Windows Phone mais atual antes do fim de 2016 para que possa continuar usando o WhatsApp.

Olhar Digital

Últimos Eventos

03/03/19
Master Leite
06/05/18
Parque Dinissauros - Povoado Sto Antonio (Cobra)
Março 2017
Aero Clube
08/07/2017
Parque Exposições - Fotos: Mazilton Galvão

Mais eventos

Jornal Expresso RN

Baixar edições anteriores

Curta Jean Souza no Facebook

Siga Jean Souza no Instagram

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
Botch das divs centrais
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!