Arquivos:

Covid-19 » Idosos » Reinfecção

Reinfecções por Covid são raras, mas podem ser mais comuns em idosos, diz estudo

IDOSOS Reinfecções por Covid são raras, mas podem ser mais comuns em idosos, diz estudo

As reinfecções por Covid-19 são relativamente raras, mas é mais comum que pessoas com 65 anos ou mais sejam infectadas mais de uma vez, de acordo com um estudo publicado nesta quarta-feira (17) na revista médica “Lancet”. Cientistas do Departamento de Epidemiologia e Prevenção de Doenças Infecciosas da Dinamarca observaram que a maioria das pessoas que tiveram Covid-19 parecia ter proteção contra reinfecção por cerca de seis meses. Quando analisaram os dados demográficos de quem estava sendo infectado novamente, a maioria era de pessoas com 65 anos ou mais.

Os pesquisadores analisaram as taxas de reinfecção entre 4 milhões de pessoas de setembro a 31 de dezembro de 2020 e compararam com as taxas de infecção entre março e maio deste ano. Eles descobriram que das 11.068 pessoas com teste positivo durante o primeiro aumento, apenas 72 testaram positivo novamente durante o segundo.

A faixa etária mais velha parecia ter apenas cerca de 47% de proteção contra infecções repetidas, em comparação com pessoas mais jovens, que pareciam ter cerca de 80% de proteção contra reinfecção.

A descoberta não é totalmente inesperada, pois, à medida que as pessoas envelhecem, o sistema imunológico enfraquece.

Covid-19 » Idosos » Morte

Casados há mais de 60 anos, casal de idosos de São João do Sabugi morre da Covid-19 com poucas horas de diferença entre um e outro

Mais uma triste notícia no cenário da pandemia em nossa região. Com mais de 60 anos de casados, casal de idosos de São João do Sabugi morreu da Covid-19 com poucas horas de diferença entre um e outro neste domingo, 28 de feverieto

A mulher, Dona Joana Elísia, 86 anos, faleceu por volta das 4h da manhã, e seu esposo, João Cipriano, 95 anos, também não resistiu à doença, tendo evoluído para óbito no final da manhã.

O casal morou grande parte da vida Sítio João Pinto de Cima, município de São João do Sabugi. Eles tinham cinco filhos, sendo um já falecido. “Eles eram muito unidos e tudo que faziam era juntos“, contou a esta jornalista, Edicleide, esposa do neto do casal, Joseilson Medeiros, presidente do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadora Rurais na referida cidade.

Eles estavam em casa, respirando com a ajuda de balão de oxigênio. Ambos já haviam tomado a primeira dose da vacina contra a Covid-19.

Blog da Gláucia Lima
Idosos » Natal » Vacinação

Continua nesta sexta (26) em Natal (RN), vacinação para idosos de 90 anos

76701159 ri rio de janeiro rj 12 05 2018dia d para vacinacao contra gripe Continua nesta sexta (26) em Natal (RN), vacinação para idosos de 90 anos

Os idosos de 90 anos e mais, residentes em Natal que ainda não foram imunizados contra a Covid-19, podem ser encaminhados até sexta-feira (26) a um dos três drive-thrus de vacinação instalados pela Prefeitura de Natal no Palácio dos Esportes (zona Leste), shopping Via Direta (zona Sul) e Ginásio Nélio Dias (zona Norte). Os dois últimos contam com sala de vacinação para pedestres. O horário de funcionamento é das 8h às 13h.

Além dos drives, cinco salas de vacinação estão em funcionamento com horário ampliado das 8h às 12h30 e das 13h30 às 16h, na UBS São João, UBS Nazaré, UBS Pajuçara, UBS Candelária e USF Vale Dourado.

A vacinação deste grupo prioritário teve início na última segunda-feira (22) e nesta fase as vacinas que estão sendo aplicadas são da Coronavac. Este imunobiológico tem intervalo de aplicação entre doses de 14 a 28 dias.

Para se vacinar, o idoso deve apresentar cartão de vacina, comprovante de residência e documento original com foto.

Coronavírus » Idosos » Vacina

Idosos a partir de 60 anos que são acamados poderão ser vacinados em casa

Idosos acima de 60 anos ou mais que necessitam de um cuidador vão poder se cadastrar em site – Foto / Jose Aldenir

Já está disponível o sistema de cadastramento para a vacinação de pessoas idosas acamadas. O cadastro é direcionado a pessoas que permanecem acamadas por períodos curtos ou longos, por vários motivos (doenças crônicas, idade avançada, deficiência, dentre outros), que necessitam da ajuda de um cuidador nas atividades de vida diária e possuem 60 anos ou mais. A ação pode ser acessada neste link.

A iniciativa vem de uma ação conjunta entre a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), por meio do Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS) e do Instituto Envelhecer (IEN/UFRN), e a Secretaria Municipal de Saúde de Natal.

Semelhante ao cadastro dos condomínios, esta nova modalidade tem como objetivo dar suporte ao planejamento do plano de vacinação dos idosos contra a covid-19, efetivando a vacinação com uma menor exposição. “Essa modalidade é fundamental porque teremos uma noção exata da localização da residência dos idosos acamados no município de Natal, aumentando a capacidade de vaciná-los no menor tempo possível e protegendo-os”, explicou o coordenador do Instituto Envelhecer, da UFRN, Kênio Lima.

Ao acessar o site, o responsável pelo idoso, deve primeiramente realizar o seu cadastro para que em seguida possa informar as seguintes informações da pessoa idosa: CPF, endereço completo, doença de base que levou à pessoa a ficar acamada, comorbidades e também informações dos cuidadores.

De acordo com Pablo Holanda, pesquisador do Lais e responsável pelo sistema, todas as informações serão utilizadas pelas equipes de saúde na gestão dos atendimentos e planejamento das rotas de vacinação. “A meta é atender a todos que tiverem necessidade, sem ter restrição da quantidade de idosos por endereço cadastrado”, ressaltou o pesquisador.

Agora RN
Idosos » Morte » Rio Grande do Norte

VIOLÊNCIA: Idoso de 74 anos morre durante assalto no interior do RN

José de Medeiros Fernandes tinha 74 anos e estava em um sítio na zona rural de São Fernando, quando foi morto por assaltantes — Foto: Redes Sociais

Um idoso de 74 anos foi morto durante um assalto em um sítio na zona rural de São Fernando, no interior potiguar. O crime aconteceu na noite deste último sábado (20). José de Medeiros Fernandes foi baleado pelo menos três vezes.

De acordo com a polícia, ele e seus familiares estavam na propriedade, quando foram surpreendidos por uma quadrilha de assaltantes. Pelo menos quatro homens armados invadiram o sítio e anunciaram o assalto.

O major da Polícia Militar Albervan Cirne, que comanda o policiamento na região, disse que há informações desencontradas sobre o momento dos disparos. “Algumas pessoas dizem que ele reagiu ao assalto, outras que não”, relata o oficial.

Os criminosos recolheram pertences, como celulares e cordões de ouro, e fugiram. José Fernandes morreu no local. Ainda segundo o major Cirne, quatro homens foram detidos pela PM e conduzidos à delegacia de Caicó.

Eles foram ouvidos pelo delegado e encaminhados ao Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep), para fazer um exame residuográfico, procedimento que indica se há vestígios de pólvora nas mãos da pessoa examinada. Além disso, também foram coletadas amostras das impressões digitais dos suspeitos. Em seguida, eles foram liberados.

G1 RN
Clima » Frio » Idosos

Em clima frio, idosos precisam ter cuidados redobrados

Todo cuidado é pouco em épocas mais frias, principalmente para os idosos.

Todo cuidado é pouco em épocas mais frias, principalmente para os idosos.

Com a chegada do inverno, os cuidados com os idosos devem ser redobrados, alerta a Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia. De acordo com o geriatra e membro da diretoria da SBGG, Rubens de Fraga, quando a temperatura cai, os idosos correm maior risco de problemas de saúde e lesões relacionadas ao clima – incluindo hipotermia, queimaduras na pele e quedas. É importante para o idoso, e aqueles que cuidam deles, tomarem certas precauções nesta época do ano.

Entre os principais riscos à saúde representados pelas baixas temperaturas estão: hipotermia, queda da temperatura corporal, ausência de movimentação, infecções (como gripe e pneumonias e dores crônicas), e aumento das dores crônicas (como artrites e artroses).

Segundo especialistas, a hipotermia ocorre quando a temperatura corporal cai a menos de 36,8 graus. Abaixo de 29 graus causam risco eminente de morte. Os sintomas mais comuns são fraqueza, fadiga e diminuição do tremor do frio.  Em fases mais avançadas, o idoso pode apresentar fala enrolada, perda de consciência e choque.

Em caso de hipotermia, tire o idoso do frio e retire suas roupas úmidas ou molhadas. Envolva a vítima em mantas e agasalhos para aquecê-la enquanto chama a emergência, se a vítima estiver consciente, dê-lhe bebidas quentes como chás (não alcoólicas). É importante conversar com a vítima, mantendo-a sempre acordada e, em caso de parada respiratória, realize manobras de ressuscitação cardiorrespiratória.

R7

Últimos Eventos

21/09/2019
São Vicente/RN
03/03/19
Master Leite
06/05/18
Parque Dinissauros - Povoado Sto Antonio (Cobra)
Março 2017
Aero Clube

Mais eventos

Jornal Expresso RN

Baixar edições anteriores

Curta Jean Souza no Facebook

Siga Jean Souza no Instagram

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
Botch das divs centrais
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!