Arquivos:

Homicídios » Jucurutu

Crime de homicídio em Jucurutu-RN

Fotos: Damião Oliveira

Uma pessoa foi achada morta caída ao chão com marcas de tiros no acesso a bairro Freitas pela BR-226. em Jucurutu. O crime se deu ainda próximo da zero hora desse domingo.

A vítima do crime chamava-se José Filho da Silva, 34 anos, natural de Jucurutu conhecido como Muriçoca, que morreu na hora. A PM isolou a área até a chegada do ITEP.

Jair Sampaio
Homicídios » Rio Grande do Norte

Número de homicídios no Rio Grande do Norte cai 30% em 2019, aponta Sesed

Titular da Secretaria de Estado da Segurança Pública e Defesa Social (Sesed), coronel Francisco Araújo

O titular da Secretaria de Estado da Segurança Pública e Defesa Social (Sesed), coronel Francisco Araújo, afirmou que o número de homicídios no Rio Grande do Norte teve uma queda superior a 30%, até o mês de setembro deste ano, em comparação ao mesmo período no ano passado.

De acordo com o coronel Araújo, conforme informado pelo Ministério da Justiça, o índice de redução desses Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) do estado é superior à diminuição da porcentagem desse quesito a nível nacional.

“Esperamos manter essa redução no número de homicídios a nível do estado. Já conquistamos uma diminuição maior do que a de nível nacional. O Ministério da Justiça já divulgou que a média nacional da redução foi de 23%, enquanto no RN foi equivalente a 30%”, contou.

Esta redução superior a 30% é equivalente a 430 homicídios a menos, com relação ao mesmo tempo em 2018, segundo o secretário. Para ele, a quantidade total ainda é alta, porém afirma que está trabalhando para que o total de homicídios siga nessa linha decrescente.

“Do início do ano até agora, estamos com 430 homicídios a menos em comparação ao mesmo período do ano passado, isso significa 430 vidas poupadas. A quantidade de homicídios ainda é grande, mas estamos reduzindo a cada dia”, concluiu o secretário.

Agora RN
Homicídios » Rio Grande do Norte

Homicídios caem 23%. No RN, nove em cada 10 mortes são de negros

Nove a cada dez homicídios ocorridos no Rio Grande do Norte este ano tiveram como vítimas, negros, de acordo com os dados oficiais da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesed). Em termos absolutos, esse perfil foi vítima de pelo menos 574 dos 646 homicídios registrados até a última terça-feira, 11 – há 15 casos em que a cor da pele foi ignorada. A estatística mostra que os homicídios do estado continuam com a mesma característica de 2017, revelado na última semana pelo Atlas da Violência de 2019.

Negros, segundo a classificação do IBGE, são os de cor parda e os pretos. Em 2017, um negro teve 5,8 mais possibilidade de morrer no Rio Grande do Norte do que um “não-negro” (entendidos na metodologia como “brancos, indígenas e amarelos”). Essa característica, entretanto, não é particular do estado, nem do ano, mas um fenômeno social do país. No Brasil, a possibilidade de morrer sendo negro foi 2,7 vezes maior do que sendo não-negro. “Constatamos em mais uma edição do Atlas da Violência a continuidade do processo de profunda desigualdade racial do país”, afirmam os pesquisadores no documento.

Há ainda duas outras características possíveis de serem definidas nos casos de homicídio, tanto em 2017 quanto em 2019: a maioria são contra jovens do sexo masculino. Os dados absolutos da Sesed mostram que 602 (93%) vítimas eram homens e 307 (47,5%) de 18 a 29 anos – a faixa etária mais letal. Com as características de cor, idade e sexo, se identifica o perfil das vítimas de homicídio no Rio Grande do Norte: negros, jovens e homens.

Essa constatação, segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), mostra “a ponta do iceberg de uma série de violações de direitos da juventude”. As vítimas fazem parte de uma população que não tem acesso à educação de qualidade, ao emprego, à cultura e à saúde, ficando vulneráveis ao crime. De acordo com delegados e promotores de todo país, que atuam na investigação sobre as facções criminosas, a maioria dos ‘faccionados’ são jovens.

Os pesquisadores do Atlas da Violência destacam que a morte precoce da juventude negra pode ter consequências no desenvolvimento econômico e social do Brasil. “A falta de oportunidades, que levava 23% dos jovens no país a não estarem estudando nem trabalhando em 2017, aliada à mortalidade precoce da juventude em consequências da violência, impõem severas consequências sobre o futuro da nação”, destaca o relatório.

Tribuna do Norte
Homicídios » Rio Grande do Norte

RN tem a maior taxa de homicídios de jovens do Brasil

Rio Grande do Norte tem a maior taxa de homicídio de jovens do Brasil, diz Atlas da Violência — Foto: Marcelino Neto/O Câmera

Erivan Pereira da Silva, de 22 anos, e Rita Lanca Cruz de Oliveira, de 19, foram mortos juntos e tiveram os corpos queimados dentro de uma casa em Ceará-Mirim, Grande Natal. O crime aconteceu em 22 de julho de 2017, um sábado. Somente naquele fim de semana, 32 pessoas foram assassinadas no Rio Grande do Norte. A maior parte foi de jovens.

Erivan e Rita estão entre as 1.366 pessoas na faixa etária entre 15 e 29 anos de idade que foram vítimas de homicídio naquele ano. O RN foi o estado brasileiro com a maior taxa de assassinato de jovens em 2017. De acordo com o Atlas da Violência, divulgado nesta quarta-feira (5), a taxa homicídios por 100 mil habitantes de vítimas com essas idades no estado potiguar foi de 152,3. A taxa nacional foi de 69,9.

O Atlas é feito pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

O levantamento traz os dados de homicídios de todo o Brasil no recorte que compreende os anos entre 2007 e 2017. Segundo o estudo, foram 65.602 pessoas assassinadas em 2017. O número indica o registro de 1.707 mortes a mais que o divulgado pelo próprio fórum em seu anuário, que tem como base os dados das secretarias da Segurança.

No que diz respeito ao Rio Grande do Norte, o Atlas da Violência aponta para a ocorrência de 2.203 homicídios naquele ano. O crescimento foi de 274% em 10 anos. Com relação a este grupo etário dos jovens, entre 15 e 29 anos de idade, a taxa de registro por 100 mil habitantes saiu de 34,8% em 2007 para 152,3% em 2017. A variação é de 338,1%.

Violência contra a mulher

O Rio Grande do Norte também está entre as primeiras colocações na lista de assassinatos contra mulheres. O estudo feito pelo Atlas da Violência mostra que houve um crescimento na taxa de homicídio contra pessoas do sexo feminino.

Foi um aumento de 214,4% de 2007 para 2017, saindo de 2,6 casos por 100 mil habitantes para 8,3. É o 2º maior crescimento do país, junto com o Acre, ficando atrás apenas de Roraima. Em 2007 foram 42 ocorrências dessa natureza, contra 148 em 2017.

Houve ainda, segundo o levantamento, um aumento na quantidade de casos de assassinatos de mulheres negras no RN. Eram 25 registros em 2007, que saltaram para 129 dez anos depois. Por grupo de 100 mil habitantes, a taxa indica um aumento de 385,3%.

De acordo com o Atlas, a variação no mesmo período da taxa de homicídios de mulheres não negras por 100 mil habitantes foi de 29,5 no estado potiguar.

O levantamento não tipifica os crimes e, portanto, não diferencia quais desses casos configuraram feminicídio, quando o motivo do homicídio é o gênero da mulher. No entanto, o Atlas da Violência revela que do total de 4.936 mulheres mortas em 2017, 1.407 foram assassinadas dentro da própria casa, o que é um indicativo do crime de feminicídio, segundo o próprio estudo.

G1 RN
Carnaúba dos Dantas » Homicídios

Suspeito de matar blogueiro em Carnaúba dos Dantas é preso nesta quarta feira (15)

Policiais Civis da Delegacia de Carnaúba dos Dantas, com o apoio da Polícia Militar, prenderam na tarde de hoje (16/01/2019), JOÃO VÍTOR DE SOUZA, acusado do homicídio praticado em desfavor de ALEXANDRE LÚCIO DANTAS, acontecido no dia 04/01/2019, por volta das 18h, no sítio Carnaúba de baixo, zona rural de Carnaúba dos Dantas.

De acordo com o que foi repassado ao blog Jair Sampaio, há mais um suspeito, que está sob investigação. A vítima era conhecida na cidade por ser possuidor de um blog que noticiava fatos policiais e o assassinato causou grande comoção na comunidade onde residia.

O Inquérito foi instaurado na Delegacia de Polícia local e a investigação terá prosseguimento, sob a coordenação do Delegado Bruno Ferraz, com vistas à identificação de outros envolvidos no ilícito.

Blog Jair Sampaio
Criminalidade » Homicídios

Após corte de energia na casa de um traficante, dois funcionários da Cemar são executados dentro do carro trabalhando

Dois prestadores de serviço da Companhia Energética do Maranhão (Cemar) identificados como João Victor Melo e Francivaldo Carvalho da Silva foram executados na manhã desta terça-feira (15), no bairro Sítio Natureza, em Paço do Lumiar, situado na Região Metropolitana de São Luís.

De acordo com a polícia, as vítimas teriam ido até o local realizar a interrupção de energia elétrica em uma das residências e após a realização do serviço, eles foram surpreendidos por disparos de arma de fogo quando já estavam no veículo da empresa.

João Victor e Francivaldo Carvalho não resistiram a gravidade dos ferimentos e morreram no local. A Secretaria de Segurança Pública do Maranhão informou que as polícias Militar e Civil estão em diligência para coletar dados e ouvir testemunhas para localizar e prender quem cometeu o crime.

Por meio de nota, a Cemar e o Consórcio Norte, empresa prestadora de serviços, informaram que acompanharão os trabalhos de investigação pelas autoridades policiais que deverão identificar as causas que levaram ao homicídio. As empresas lamentaram o ocorrido e se solidarizaram com os familiares.

Leia a íntegra da nota “A Cemar e o Consórcio Norte, empresa prestadora de serviços, informam que irão acompanhar os trabalhos de investigação pelas autoridades policiais do homicídio ocorrido na manhã desta terça-feira (15), no Sítio Natureza, em Paço do Lumiar, vitimando os colaboradores João Victor Melo e Francivaldo Carvalho da Silva. Cabe esclarecer que a Companhia e o Consórcio Norte irão acompanhar e colaborar com o trabalho de investigação da polícia, que deverá identificar as causas que levaram ao homicídio. Neste momento as empresas lamentam e se solidarizam com os familiares e estão empenhadas em prestar toda assistência necessária”.

Caicó » Homicídios

Caicó registra primeiro homicídio do ano

A Polícia Militar confirmou a pouco o primeiro homicídio do ano na cidade de Caicó. A vítima foi identificada pela polícia como sendo o ex-albergado Francisco Sandro de Souza.

De acordo com informações da polícia ao blog Jair Sampaio, o ex-albergado estava acompanhado de uma mulher que é suspeita de envolvimento com o tráfico de drogas na zona norte.

O crime se deu em uma rua próximo ao Conselho Comunitário do bairro Boa Passagem. A vítima ainda foi socorrida para o Hospital Regional do Seridó, mas não resistiu aos ferimentos.

Jair Sampaio
Currais Novos » Homicídios

CURRAIS NOVOS REGISTRA O 7º HOMICÍDIO DE 2017

Por volta das 07h30 da manhã de hoje (16) Policiais Militares foram acionados para atender uma ocorrência de disparos de arma de fogo na rua Chico Targino, bairro Dr. José Bezerra (promorar).

Chegando ao local foi encontrado um jovem de 22 anos baleado que disse aos policiais quem seriam os acusados, logo depois o mesmo veio a óbito, antes do socorro médico. Os suspeitos, que seriam dois adolescentes infratores, são velhos conhecidos da polícia, envolvidos com tráfico de drogas, assaltos e etc.

A vítima foi identificada como EDUARDO OLIVEIRA DA SILVA, 22 ANOS, VULGO “ÍNDIO” que já tinha passagem pela polícia por tráfico de drogas.

BLOG PM CURRAIS NOVOS
Homicídios

Vereador de Assu é executado a tiros

161120

O vereador Manoel Botinha, do município de Assu, foi executado a tiros na manhã desta quarta-feira (22), em sua oficina mecânica, na rua João Celso Filho, próximo a um posto de combustíveis. O parlamentar chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.

O crime ocorreu por volta das 8h de hoje. Dois homens armados chegaram ao estabelecimento em uma motocicleta tipo Tornado, de cor vermelha, e efetuaram os disparos contra o vereador e um funcionário foi também foi alvejado no braço. Ambos foram socorridos, mas Manoel Botinha não resistiu aos ferimentos. Não há a confirmação sobre os motivos da execução.

Manoel Ferreira Targino, conhecido como Manoel Botinha, foi eleito vereador em 2012 pelo PP, com 945 votos. Em setembro do ano passado, um irmão do vereador também foi assassinado.

Homicídios » Policial » Violência

Currais Novos registra o 4º homicídio em 2015

Por volta das 02h00 de hoje (14/03/15) um homicídio foi registrado na Av. Dr. Silvio Bezerra de Melo tendo como vítima KELLYNALDO DIÓGENES DA SILVA DE 34 ANOS, MAIS CONHECIDO COMO KELLY, residente na Rua Abílio Chacon, de frente a casa de outro jovem assassinado no Sábado passado.

Informações repassadas para Polícia dão conta que a vítima estava de frente ao Clube de Caça e Pesca quando foi atingido pelo os disparos, ele ainda conseguiu correr e caiu morto cerca de 200 metros depois.

Na hora do homicídio várias pessoas estavam no local, porém ninguém apareceu para dar alguma informação que leve ao assassino. Se você caro leitor tiver alguma informação que leve a prisão do acusado pode entrar em contato com o COPOM através do 190 e ajude a Polícia prendê-lo.

A Polícia acredita que Kelly foi morto devido o envolvimento com o mundo das drogas, ele era viciado e tinha várias passagens pela Polícia.

Fonte: Blog da PM Currais Novos

Últimos Eventos

21/09/2019
São Vicente/RN
03/03/19
Master Leite
06/05/18
Parque Dinissauros - Povoado Sto Antonio (Cobra)
Março 2017
Aero Clube

Mais eventos

Jornal Expresso RN

Baixar edições anteriores

Curta Jean Souza no Facebook

Siga Jean Souza no Instagram

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
Botch das divs centrais
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!