Arquivos:

Greve » Rio Grande do Norte » Saúde

RN: Secretário pede compreensão para que Coopmed não paralise atividades

Cipriano Maia, secretário de Saúde do RN

O secretário de estado da Saúde Pública, Cipriano Maia, concedeu entrevista coletiva na tarde desta sexta-feira, 15, e esclareceu as medidas que vêm sendo tomadas pela gestão para honrar com os pagamentos dos contratos firmados com a Cooperativa Médica do RN (Coopmed). Ele ressaltou que a maioria dos contratos se encontra com seus pagamentos em dia, o que vem sendo executado dentro do prazo legal de 90 dias.

Cipriano explicou que as negociações com a Coopmed foram iniciadas antes do período de Carnaval. A gestão da Sesap já apresentou à direção da cooperativa todos os esforços empreendidos para regularizar o pagamento dos contratos, inclusive com o levantamento de todos os valores já liquidados até o momento. Desta forma, o secretário enfatizou sua confiança no diálogo e na negociação com a Coopmed.

“Conto com a compreensão dos médicos para que reconheçam nosso compromisso de viabilizar os pagamentos com celeridade, dentro da disponibilidade financeira do estado, e assim não paralisem suas atividades, de modo a garantir o atendimento à população”, disse.

Cipriano Maia destacou que a atual gestão herdou uma dívida de aproximadamente R$ 16 milhões junto à cooperativa referente ao ano de 2018 e já foram pagos em torno de R$ 7 milhões até o momento. “Apesar das dificuldades financeiras do Estado, estamos empenhados em honrar com os pagamentos”, afirmou.

Além disso, o secretário informou que a gestão herdou dívidas referentes aos Termos de Cooperação Técnica com Natal e Mossoró. No que diz respeito a Natal, já foram pagos em torno de R$ 3 milhões e, quanto a Mossoró, já foram feitos três repasses, sendo o último deles realizado na segunda-feira, 11, no valor de R$ 1,9 milhão.

Quanto à greve dos servidores da Saúde, Cipriano reforçou que a gestão sempre esteve aberta à negociação, buscando o diálogo e a transparência nas ações e tomada de decisões. Inclusive, foi reativada a Mesa Estadual de Negociação Permanente do SUS, que não funcionava desde 2017, constituindo um espaço formal de negociação coletiva, no qual são debatidas e pactuadas questões referentes às relações e condições de trabalho no Sistema Único de Saúde.

O secretário reconhece o direito de greve do trabalhador, mas ressalta a importância de que a população não seja prejudicada em seu direito constitucional à saúde e de que haja continuidade dos serviços essenciais, de modo a garantir a assistência aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).

Agora RN
Greve » Saúde

Servidores da Saúde decidem deflagrar greve geral a partir de fevereiro

Assembleia dos servidores da Saúde

Os servidores estaduais da Saúde estadual decidiram nesta quinta-feira, 24, deflagrar geral, por tempo indeterminado, a partir do dia 5 de fevereiro.

A definição da paralisação aconteceu durante assembleia do Sindicato dos Servidores da Saúde do Rio Grande do Norte (Sindsaúde). Os funcionários reclamam da ausência de soluções concretas quanto ao pagamento dos salários em atraso.

A categoria também aponta como motivos o desabastecimento nos hospitais públicos, bem como a ausência de implantação das mudanças de nível dos servidores da pasta da Saúde.

O Sindsaúde não concordou com os acordos do governo com o Fórum dos Servidores – que congrega 17 sindicatos. Além disso, a entidade não assinou o acordo sobre os salários com o governo do Estado.

O governo do Estado tem débitos salarias com o pagamento de parte da folha de novembro, dezembro, o 13º de 2018, além do de 13º de 2017. O Executivo ainda não definiu o planejamento para a quitação desta dívida.

Agora RN
Economia » Greve » Trânsito

Alta no diesel ameaça nova paralização dos caminhoneiros

BR 427, saída para Acari, durante paralisação no mês de maio. (Foto: Jean Souza)

O preço médio do óleo diesel nas refinarias da Petrobras em todo o país estão, desde sexta-feira (31), 13,03% mais caro.

Há uma grande movimentação nas redes sociais e grupos de Whatsapp dos caminhoneiros e algumas associações cogitam manifestações.

As redes sociais e o WhatsApp foram os principais meios de mobilização usados pelos caminhoneiros durante a paralisação de 11 dias em maio.

É o primeiro aumento do preço do derivado desde junho, quando, em acordo com os caminhoneiros em greve, o governo congelou o preço do produto nas refinarias em R$ 2,0316 por litro.

BR 226, saída para São Vicente, durante paralisação no mês de maio. (Foto: Jean Souza)

Brasil » Greve

Funcionários dos Correios entram em greve nesta segunda

Funcionários dos Correios entrarão em greve a partir desta segunda (12) em todo o Brasil por tempo indeterminado. Apesar de a paralisação estar marcada para começar amanhã, profissionais que trabalham de madrugada já entram em greve a partir das 22h deste domingo.

Ainda não há determinação para que se mantenha um percentual mínimo de funcionários trabalhando. Nas greves de 2017, o número de pessoas que aderiram à paralisação não ultrapassou mais de um quarto dos servidores da categoria.

Segundo a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (FENTECT), a paralisação é motivada principalmente por mudanças no plano de saúde dos funcionários que envolvem a retirada de cobertura de pais, cônjuges e filhos e a cobrança de mensalidades.

Após tentativas sem sucesso de acordo entre a empresa e os funcionários, o impasse será julgado pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST) a partir desta segunda.

Em nota à imprensa, os Correios afirmam que não conseguem sustentar financeiramente o plano de saúde: “A forma de custeio do plano de saúde dos Correios segue, agora, para julgamento pelo TST. A empresa aguarda uma decisão conclusiva por parte daquele tribunal para tomar as medidas necessárias, mas ressalta que já não consegue sustentar as condições do plano, concedidas no auge do monopólio, quando os Correios tinham capacidade financeira para arcar com esses custos.”

Economia » Greve

Em Currais Novos, agências bancárias aderem a greve dos vigilantes e afeta atendimento ao público

A greve dos vigilantes que começou nesta segunda-feira (26) está afetando o atendimento ao público em agências bancárias de Currais Novos. De acordo com o Sindicato dos Bancários, a orientação é que se não houver vigilante não haja atendimento ao público.

Os bancos como Caixa Econômica Federal, Bradesco, Banco do Nordeste e Banco do Brasil estão com atendimento ao público suspenso.

Os vigilantes alegam que estão perdendo direitos adquiridos e que as empresas querem a redução do valor do adicional noturno, exclusão de horas extras e todas as despesas relativas ao curso de reciclagem, exclusão das horas extras por feriado trabalhado, retirada da obrigatoriedade de entrega de colete balístico, dentre outras coisas.

Em nota, o Sindicato das Empresas de Segurança Privada do RN (Sindesp) afirmou que o salário atual da categoria no Rio Grande do Norte é o maior entre os nove estados da Região Nordeste, mesmo com a implantação da nova Legislação Trabalhista. “A remuneração de R$ 1.684,77 no RN é a maior do Nordeste, sendo a menor na Paraíba, com valor R$ 1.280,55”, informou. O Sindesp disse ainda que “está à disposição para negociar dentro das regras que regem a nova Legislação Trabalhista, em vigor desde o dia 11 de novembro de 2017”.

Blog de São Vicente
Greve » Natal » Protestos

GREVE GERAL: Manifestantes queimam pneus e impedem passagem de veículos na BR-101 em Natal

Manifestação na BR-101.

Muito embora exista a Tutela Antecipada emitida pela 1ª Vara do Trabalho de Natal, que impede manifestantes de fecharem rodovias federais e estudais durante protestos realizados no Rio Grande do Norte, alguns dos populares que estão em desacordo pela reforma trabalhista e previdenciária  não se intimidaram e bloquearam a BR-101 nesta manhã.

Em imagens recebidas com exclusividade pela reportagem do Portal Agora RN / Agora Jornal, é possível perceber que pneus foram queimados e os manifestantes estão fechando a BR-101, uma das vias mais movimentadas de Natal, nas imediações do Natal Shopping e do Shopping Via Direta, nos dois sentidos, em frente ao Carrefour.

Uma grande nuvem de fumaça está se formando no local e tem dificultado a visualização por completo. A PRF ainda não interviu no local.

Confira imagem abaixo:

Populares protestam contra reformas do governo Temer. (Foto: Cedida / Agora RN)

Interdições em outras rodovias federais no Rio Grande do Norte também já foram confirmadas pela Polícia Rodoviária Federal. Segundo perfis oficiais da corporação, manifestantes estão bloqueando a rotatória da BR-406 com a BR-101 Norte desde às 4h. Uma equipe da polícia já está no local tentando contornar a situação.

Agora RN
Greve » Notícias » Policial

COIBIÇÃO: Supremo proíbe que policiais de todas as categorias entrem em greve

Plenário do Supremo Tribunal Federal.

O Supremo Tribunal Federal decidiu nesta quarta-feira, 5, que policial civil não tem direito de greve. Por maioria de votos, em julgamento recurso do Sindicato dos Policiais Civis de Goiás, os ministros rejeitaram a possibilidade de os agentes cruzarem os braços.

A maioria da Corte decretou que é vedado aos policiais civis o exercício do direito de greve – como também a todos os servidores públicos que atuem diretamente na atividade-fim da segurança pública.
Foram vencidos os ministros Edson Luiz Fachin, Rosa Weber e Marco Aurélio Mello, votos divergentes da maioria. O placar ficou em 7 a 3.

O ministro Alexandre de Moraes considerou que é obrigatória a participação do poder público em mediação instaurada pelos órgãos classistas das carreiras da segurança pública.

A decisão do Supremo é extensiva a todas as corporações policiais e vale para todo o território nacional. Nenhuma instituição policial pode parar, decidiram os ministros.

O julgamento iria cuidar especificamente do recurso dos policiais civis de Goiás, mas a Corte máxima incluiu na vedação todas as outras corporações – Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Federal, Corpo de Bombeiros e também as Polícias Ferroviária e Rodoviária.

A tese vitoriosa foi do ministro Alexandre de Moraes, ex-secretário de Segurança Pública de São Paulo. Ele lembrou que no período em que comandou a Polícia paulista sempre travou negociações pacíficas com entidades de classe.
Em seu entendimento a polícia, seja qual for o segmento, não pode fazer greve pela natureza de serviço essencial que presta à sociedade.

Por Fausto Macedo e Julia Affonso - O Estado de S. Paulo
Detran » Greve

DETRAN-RN: servidores decidem entrar em greve por tempo indeterminado a partir de amanhã dia 7

Greve geral em todo o RN

Em Assembléia dos trabalhadores do DETRAN RN, a categoria, que se encontra em estado de greve desde dezembro passado, pelo cumprimento do acordo referente a reestruturação das tabelas salariais dos trabalhadores, congeladas há 7 anos, decidiram entrar em greve por tempo indeterminado a partir desta terça-feira (07).
A direção do SINAI (Sindicato dos Servidores da Administração Indireta do RN) comunicou a decisão da categoria mediante ofício à direção do Departamento, aprovada em assembleia realizada pela categoria na manhã da terça-feira, 31/01.

Greve

GREVE: Servidores grevistas podem ter os dias descontados

greve

Por 6 votos a 4, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, ontem, que servidores públicos em greve deverão ter descontados em suas folhas de pagamento os dias decorrentes da paralisação. O STF, no entanto abriu uma brecha para a compensação do corte em caso de acordo, além de determinar que o desconto será incabível se ficar demonstrado que a greve foi provocada por conduta ilícita do próprio pode público.

“O administrador público não apenas pode, mas tem o dever de cortar o ponto. O corte de ponto é necessário para a adequada distribuição do ônus inerentes à instauração da greve e para a paralisação, que gera sacrifício à população, não seja adotada pelos servidores sem maiores consequências” disse o ministro Luís Roberto Barroso.

Tribuna do Norte
Greve » Saúde

GREVE: Médicos da rede pública de Natal e Parnamirim entram em greve por tempo indeterminado

greve-dos-medicosOs médicos que atuam nas prefeituras de Natal e Parnamirim, além dos que estão lotados na Secretaria de Saúde do Estado, estão de braços cruzados. O início da greve foi definido em assembleia do sindicato dos Médicos do Rio Grande do Norte (Sinmed RN) e os serviços já estão prejudicados.

O Sinmed informou que as principais pautas de reivindicações são o pagamento dos salários que estão atrasados por parte das prefeituras e do Estado, melhorias nas estruturas das unidades de saúde e das condições de trabalho.

Ainda de acordo com o Sindicato, a greve é geral e ocorre por tempo indeterminado suspendendo todos os atendimentos eletivos e mantendo os atendimentos com 50% dos casos de “muita urgência e emergência”, dentro das capacidades de cada unidade.

 

Tribuna do Norte

Últimos Eventos

03/03/19
Master Leite
06/05/18
Parque Dinissauros - Povoado Sto Antonio (Cobra)
Março 2017
Aero Clube
08/07/2017
Parque Exposições - Fotos: Mazilton Galvão

Mais eventos

Jornal Expresso RN

Baixar edições anteriores

Curta Jean Souza no Facebook

Siga Jean Souza no Instagram

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
Botch das divs centrais
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!