Vacina

Governo assina com a Pfizer e com a Janssen contratos que preveem, ao todo,138 milhões de doses de vacina

O governo federal assinou contratos com as farmacêuticas Pfizer e Janssen que preveem, ao todo, a entrega de 138 milhões de doses da vacina das empresa contra a Covid-19. Desse total, 100 milhões de doses serão da Pfizer e 38 milhões serão da Janssen.

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, que está de saída do cargo, já havia anunciado nos últimos dias que o governo estava prestes a assinar os acordos. No Brasil, a única vacina que, até agora, obteve registro definitivo para aplicação na população é a da Pfizer. No entanto, o governo ainda não possui doses do imunizante.

A da Janssen não tem registro definitivo nem autorização para uso emergencial. As duas vacinas que o Brasil já tem e que já estão sendo aplicadas na população, AstraZeneca/Oxford e CoronaVac, só possuem a autorização para uso emergencial, por enquanto.

As vacinas da Pfizer e da Janssen já foram aprovadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para uso emergencial. A da Janssen, das vacinas que já estão sendo aplicadas no mundo, é a única que requer somente uma dose por pessoa.

Prazos de entrega

No caso das 38 milhões de doses da Janssen, a previsão de entrega é o quarto trimestre de 2021. As doses da Pfizer, de acordo com o contrato, deverão ser entregues no seguinte cronograma:

Segundo trimestre de 2021: 13.518.180 doses

Terceiro trimestre de 2021: 86.482.890 doses

Blog do Jair Sampaio

Últimos Eventos

21/09/2019
São Vicente/RN
03/03/19
Master Leite
06/05/18
Parque Dinissauros - Povoado Sto Antonio (Cobra)
Março 2017
Aero Clube

Mais eventos

Jornal Expresso RN

Baixar edições anteriores

Curta Jean Souza no Facebook

Siga Jean Souza no Instagram

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!