Arquivos:

Geral

“Navio Fantasma” é suspeito por óleo nas praias do Nordeste

EXTENSA MANCHA DE ÓLEO É VISTA NA PRAIA DO PONTAL DO PEBA, VIZINHA À FOZ DO RIO SÃO FRANCISCO EM ALAGOAS. FOTO: SIMONE SANTOS/PROJETO PRAIA LIMPA

Apontada como uma hipótese para o derramamento de óleo nas praias do Nordeste, a circulação de navios fantasmas petroleiros pelo Atlântico pode ser motivada pelas sanções econômicas dos Estados Unidos à Venezuela, segundo especialistas. Análises sobre a mancha de poluição, que atinge 156 localidades de 71 municípios, já indicaram que a substância achada nas praias tem “assinatura” venezuelana, mas a origem do poluente ainda é desconhecida.

Os chamados navios fantasmas do século 21 não são embarcações mal-assombradas, mas aquelas que procuram navegar sem registro oficial. Para isso, trocam de nome e até desligam o transponder. O aparelho, obrigatório em todas as embarcações, registra a localização em tempo real de cada navio.

Apontada como uma hipótese para o derramamento de óleo nas praias do Nordeste, a circulação de navios fantasmas petroleiros pelo Atlântico pode ser motivada pelas sanções econômicas dos Estados Unidos à Venezuela, segundo especialistas. Análises sobre a mancha de poluição, que atinge 156 localidades de 71 municípios, já indicaram que a substância achada nas praias tem “assinatura” venezuelana, mas a origem do poluente ainda é desconhecida.

Os chamados navios fantasmas do século 21 não são embarcações mal-assombradas, mas aquelas que procuram navegar sem registro oficial. Para isso, trocam de nome e até desligam o transponder. O aparelho, obrigatório em todas as embarcações, registra a localização em tempo real de cada navio.

Coordenador do Grupo de Análise da Conjuntura Internacional da Universidade de São Paulo (USP), Alberto Pfeifer diz que as sanções americanas à Venezuela e a países que comercializem com ela “podem estar estimulando a marginalidade”.

Os navios fantasmas costumam usar rotas menos conhecidas. Com isso, ficam mais vulneráveis a contratempos. Um eventual derramamento de óleo pode ocorrer por acidente ou pelo descarte de mercadoria irregular para evitar flagrantes. “O tráfico de combustível é uma das cinco atividades ilícitas mais lucrativas, atrás de drogas, armas, pessoas e animais”, diz o especialista venezuelano Rafael Villa, do Instituto de Relações Internacionais da USP. “E sabemos que na Venezuela um dos graves problemas é o contrabando de combustível.”

Patrulha

Em nota, a Marinha disse que realiza rotineiramente “patrulhas e inspeções navais”, incluindo ações contra delitos ambientais. E lembra ainda que o Brasil participa de grupos de trabalho internacionais que acompanham o tráfego marítimo. “Os pontos considerados mais sensíveis são as ‘novas ameaças’, como pirataria, terrorismo e acidentes ambientais.” As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Por Roberta Jansen / Estadão Conteúdo
Geral

Maior evento agropecuário do Nordeste, Festa do Boi inicia neste sábado

O evento atende a todos os públicos

O maior evento agropecuário do Nordeste brasileiro está prestes a começar! A partir deste sábado (12), tem início a 57ª Exposição de Animais, Máquinas e Equipamentos Agrícolas do Rio Grande do Norte – Festa do Boi 2019.

O evento promovido pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria da Agricultura, da Pecuária e da Pesca – Sape, Associação Norteriograndense de Criadores – Anorc, e Prefeitura de Parnamirim, conta ainda com o apoio do Projeto Governo Cidadão, via Banco Mundial, Assembleia Legislativa, Banco do Brasil, Banco do Nordeste, AGN, Senar, Sedraf, Emparn, Emater, Idiarn, Fecomércio, Fiern e Sebrae.

Realizada entre os dias 12 e 19 de outubro, a Festa do Boi 2019 deve movimentar cerca de R$ 60 milhões em negócios e atrair um público total de cerca de 350 mil pessoas ao Parque Aristófanes Fernandes, em Parnamirim, na Grande Natal. O evento tem início às 8h do dia 12 de outubro com uma programação especial para a criançada, no dia dedicado a elas. Às 17h será realizada a solenidade oficial com a presença da governadora Fátima Bezerra, representantes dos parceiros e demais autoridades. Com uma programação de exposições, negócios e lazer diversificada, o evento atende a todos os públicos.

Além dos leilões, julgamentos e desfiles de raças de bovinos, equinos, caprinos e ovinos, a Festa do Boi volta a contar este ano com algumas inovações como a Feira de Aquarismo do Rio Grande do Norte; Exposição Nacional de Peixes Ornamentais; Feirinha do Artesanato Potiguar; Feirinha de Plantas e Flores Ornamentais; Fazendinha Emparn/Emater; Mostra Nacional de Queijos Artesanais, Espaço Terroir (Sebrae e Senac RN), exposição, degustação e comercialização de produtos que unem qualidade e valorização da cultura local.

Outra atração recente da Festa, que se repete este ano é a Copa Potiguar de Três Tambores – modalidade de montaria de exibição. A Subsecretaria de Pesca e Aquicultura da Sape irá promover no auditório da Anorc, palestras com especialistas durante o evento, das 14h às 17h. Na terça (15), sobre Tecnologia Aplicáveis para as Demandas do Consumidor Potiguar de Pescado, com o prof. Dr. Rodrigo Antônio Ponce de Leon Ferreira de Carvalho. Na quarta (16), sobre Circuito Produtivo Aquícola Agroecológico (Aquaponia), com o prof. Dr. Deusimar Freire Brasil. E na quinta (17), sobre Uso de Macroalgas como Instrumento de Desenvolvimento do Semiárido Potiguar, com o prof. Dr. Ivanilson Maia.

PROGRAMAÇÃO OFICIAL FESTA DO BOI 2019

Sábado, 12.10
8h – Abertura do Parque e Programação Especial Dia da Criança
22h – Shows
Beto Barbosa
Walkiria Santos
Eliane
Conde do Forró

Domingo, 13.10
16h – Leilão da Emparn e E.M Leilões
Programação de Pista (concursos de raças): Pardo Suíço
18h30 – Missa Campal com Padre Nunes

Segunda, 14.10
9h – Sessão Solene Especial da Assembleia Legislativa do RN em homenagem aos 60 anos da Anorc
20h – Show com Zé Lezin
Programação de Pista (concursos de raças): Pardo Suíço

Terça, 15.10
19h30 – Leilão de Cavalos ANQM
Programação de Pista (concursos de raças): Sindi e Gir

Quarta, 16.10
19h30 – Leilão Nuleite
Programação de Pista (concursos de raças): Sindi e Gir

Quinta, 17.10
19h30 – Leilão Sindi Estrelas
Programação de Pista (concursos de raças): Nelore, Guzerá Leiteiro e Girolando

Sexta, 18.10
19h30 – Leilão Pérolas do Nordeste
Programação de Pista (concursos de raças): Nelore, Guzerá e Girolando

Sábado,19.10
22h -Shows
Mastruz com Leite
Cavalo de Pau
Magníficos
Limão com Mel

Ismael Medeiros
Geral

Três pessoas são presas pela PRF portando cédulas de identidade e cartões do INSS de idosos

Por volta das 18 h desta quinta-feira (10), a Polícia Rodoviária Federal prendeu dois homens e uma mulher com idades entre 31 e 40 anos, portando várias cédulas de identidade, certidões de nascimento e vários cartões do INSS de pessoas idosas.

O trio estava em um veículo de aplicativo, alugado para fazer uma viagem entre a capital potiguar e a cidade de Lucena, região da grande João Pessoa/PB.

Durante a fiscalização, os passageiros demonstraram nervosismo, o que despertou a atenção dos policiais da Unidade Operacional de São José de Mipibu, no RN.

Após vistoria no interior do veículo, foi encontrada embaixo do banco dianteiro do passageiro, uma bolsa com os documentos.

Questionados sobre o material encontrado, os suspeitos deram versões contraditórias e inconsistentes sobre a origem dos documentos. No detalhamento da ocorrência, os policiais descobriram ainda que a mulher já havia sido presa há alguns meses, na cidade de Goianinha/RN, por aplicar golpes no comércio.

Diante dos fatos, os três foram detidos e encaminhados à Delegacia de plantão da zona sul de Natal, para adoção dos procedimentos legais.

Jair Sampaio
Geral

Álvaro Dias assina Lei que multa quem jogar lixo na rua

FOTO: AYRTON FREIRE/PORTAL NO AR

Pessoas físicas e jurídicas passarão a ser fiscalizadas e coibidas no ato de deposição irregular de lixo em vias públicas na cidade de Natal. O prefeito Álvaro Dias assina nesta terça-feira, 1º, às 11h, no Palácio Felipe Camarão, o decreto que regulamenta a Lei 6.693, que prevê multas para quem cometer a infração.

Será considerado infrator quem cometer, mandar, constranger, auxiliar ou se beneficiar do descarte de lixo em vias públicas da capital potiguar. Ou seja, não apenas a pessoa que tenha sido flagrada, mas também quem contratou. O infrator será penalizado com multa e, em caso de reincidência, o valor será dobrado, além de que a multa será aplicada cumulativamente caso haja duas ou mais infrações cometidas.

De acordo com a nova legislação, caso a pessoa seja flagrada depositando lixo de formar irregular, o órgão fiscalizador terá que agir de forma a conscientizá-lo. Ou seja, o infrator terá a oportunidade de corrigir a conduta. Caso conserte o erro imediatamente após a ocorrência, será apenas notificado com Advertência.

As infrações estão qualificadas como leve, média, grave e gravíssima, o que determina o valor da multa a ser cobrada, levando em consideração a irregularidade cometida e o potencial poluidor. Estão citadas entre as irregularidades casos que oferecem risco à população, como descartar irregularmente pneus, medicamentos, seringas, resíduos dos serviços de saúde, lâmpadas fluorescentes, pilhas e baterias, componentes ou equipamentos eletroeletrônicos, embalagens plásticas utilizadas para armazenar agrotóxicos e similares.

A nova lei também considera irregular a violação de reservatórios de lixo, provocando espalhamento. Ainda está previsto entre as infrações: deixar de disponibilizar para a coleta o lixo gerado após feiras livres, passeatas, espetáculos ou quaisquer eventos em espaços públicos; lançar qualquer objeto de veículos, resíduo ou rejeito; não proceder o recolhimento, condicionamento e destinação adequados dos excrementos de animais; urinar ou defecar em logradouros públicos; descartar nas ruas material proveniente da distribuição de panfletos, prospectos ou qualquer tipo de propaganda, entre outras infrações, como descartar de forma irregular nas ruas e terrenos podas de árvores e resíduos de construções e até mesmo o lixo doméstico.

Portal no Ar
Geral

PF deflagra operação após roubos a caminhões dos Correios no RN

A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira (1º) a ‘Operação Rodovia’ para desarticular uma organização criminosa suspeita de envolvimento em 11 ocorrências de crimes de roubo a veículos dos Correios ocorridas no período de 15 de abril a 27 de agosto desde ano, nos municípios de Ceará-Mirim, São José de Mipibu, Vera Cruz e Bom Jesus/RN.

Cerca de 25 policiais federais estão cumprindo, em Natal e São Gonçalo do Amarante, na Região Metropolitana, quatro mandados de busca e apreensão; dois de prisão provisória e um de prisão preventiva expedidos pela 15a. Vara Federal de Ceará-Mirim/RN.

Os presos responderão por crimes de roubo duplamente qualificado, organização criminosa, adulteração de sinal identificador de veículo e falsidade ideológica.

PNA
Geral

Defensoria Pública do RN alerta para possíveis golpes

FOTO: DIVULGAÇÃO/DPE-RN

A Defensoria Pública do Rio Grande do Norte (DPE/RN) emitiu uma nota esclarecendo “que atua de forma gratuita para a população de baixa renda, alertando para possíveis golpes aplicados contra os assistidos. Além disso, reforça que não dispõe de projetos que permitam a atuação de advogados em nome da instituição”.

No Rio Grande do Norte, a instauração de processos e o acompanhamento dos feitos em tramitação é feito presencialmente pelos defensores e servidores nos prédios oficiais da instituição. Em caso de contato telefônico para confirmação de informações acerca de processo, bem como acompanhamento processual, o cidadão deve ir ao prédio da Defensoria Pública e, de forma alguma, assinar documentos em reuniões realizadas fora das instalações do órgão.

“Observamos que alguns dos nossos assistidos foram abordados por pessoas alheias aos quadros da instituição, que se colocaram como parte integrante de um projeto para apoiar e dar celeridade aos processos instaurados pela Defensoria Pública. As abordagens identificadas, geralmente nas causas de urgência em saúde pública, ocorreram em momentos de natural fragilidade emocional dos assistidos, o que favoreceu a atuação ilegal de pessoas direcionadas à aplicação de fraude em face do cidadão”, explica o Defensor Público-Geral, Marcus Vinicius Soares Alves.

Os cidadãos, quando assistidos pelas defensoras e defensores públicos, são beneficiários da justiça gratuita, não se aplicando qualquer tipo de cobrança de valores. “Além de enganar o cidadão sob a justificativa de dar celeridade aos processos instaurados pela Defensoria Pública, as abordagens tiveram como objetivo ocasionar danos ao erário mediante a fixação de honorários em face do Estado, obtidos de maneira fraudulenta”, registra o Defensor Púbico Geral.

Por essa razão, a Defensoria Pública, “reiterando o compromisso de atender gratuitamente à população carente de recursos financeiros, reforça aos assistidos que não dispõe de advogados parceiros atuando em nome da instituição”. E alerta para a necessidade de ser comunicada sobre eventuais abordagens por terceiros, a fim de que possa identificar as situações de irregularidade com celeridade e adotar as medidas jurídicas necessárias, inclusive com a comunicação dos fatos aos órgãos competentes para apuração nas esferas administrativa e judicial.

Portal no Ar
Geral

MPF-RN arquiva representação contra ministro de Bolsonaro

O MINISTRO DO MEIO AMBIENTE, RICARDO SALLES | FOTO: LULA MARQUES

O Ministério Público Federal (MPF) arquivou uma representação que tramitava no Rio Grande do Norte e buscava responsabilizar o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, e outras autoridades por declarações verbais, postagens na internet e por atos concretos que, no entender dos autores da representação, poderiam configurar crimes ou atos de improbidade administrativa.

As declarações e postagens questionadas consistiram na colocação em dúvida da precisão dos dados sobre desmatamento no Brasil, na insinuação de ser injusta a norma que proíbe o plantio de soja transgênica apenas em terras indígenas e na suscitação de desconfiança quanto à correção de pagamentos autorizados pelo Ibama na gestão anterior (custeio de um curso de alemão para um servidor da autarquia na Alemanha e gasto de quase R$ 30 milhões com aluguel de carros).

Entretanto, para o procurador da República Kleber Martins de Araújo – que promoveu o arquivamento – as falas do ministro encontram-se nos limites de sua liberdade de expressão, que é a regra constitucional, consistente no direito de tornar pública a opinião que se tem acerca de determinado tema, ainda que essa opinião seja completamente equivocada.

Na visão do representante do MPF, “não se pode (…) atribuir (…) caráter ilícito a manifestações públicas apenas porque quem tem contato com elas discorda do seu teor; porque seu conteúdo é ‘politicamente incorreto’, é ácido, sarcástico; porque vai na contramão de ‘ideias progressistas’; porque desagrada grupos de pessoas (…); porque destoa de um pensamento majoritário na Academia, na imprensa, no governo ou mesmo no conjunto da sociedade. Não desbordando dos limites constitucionais (…), o pensamento manifestado não é passível de sanção jurídica; se ele encerra uma má ideia, deverá ser ‘combatido’ também no campo das ideias, com a apresentação, se for o caso, do(s) ponto(s) de vista contrário(s) (…)”.

Licitude

Já os atos concretos do ministro questionados pela representação incluem desde a revisão de multas aplicadas pelo Ibama, passando pela exoneração de 21 dos 27 superintendentes estaduais dessa autarquia, chegando ao recebimento em gabinete da “bancada ruralista” da Câmara dos Deputados. Contudo, para o procurador, a mera descrição desses atos permite concluir, sem dificuldade, serem eles lícitos, inseridos na atribuição da autoridade que o tomou, não tendo qualquer traço formal ou material de improbidade administrativa.

Kleber Martins pontuou que a representação, na realidade, parece ter se prestado a dar vazão à discordância dos representantes para com as premissas ideológicas das quais parte o novo titular do Ministério do Meio Ambiente – “protagonismo da iniciativa privada, interpretação ‘pró-empreendedor’ na tensa relação entre desenvolvimento e meio ambiente, necessidade de ‘desaparelhamento’ e redução do ‘tamanho’ dos órgãos e entidades ambientais, desconfiança em relação aos atos das gestões passadas e necessidade de revisá-los” –, mas que a Constituição Federal permite que as agendas dos ocupantes que se sucedem no Executivo Federal oscilem entre o liberalismo e o estatismo, não podendo ser acusados de incorrer em ilicitude apenas porque destoam da agenda política dos seus opositores ou antecessores.

“A afirmação da representante de que todos os atos por ela apontados seriam destinados a uma espécie de enfraquecimento deliberado da ‘política ambiental brasileira’ é meramente retórica, exagerada. Há normas constitucionais e legais que balizam a política ambiental brasileira e não se vislumbra naqueles atos, em princípio, risco de malferimento às mesmas; o alarde da representante é hipotético e sem respaldo em fatos concretos”, destacou o procurador da República.

Presidente

Os mesmos fundamentos justificaram o arquivamento da representação quanto à ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina; ao presidente do Ibama, Eduardo Fortunato Bim; e à secretária-executiva do Ministério do Meio Ambiente, Ana Maria Pellini, apontados como envolvidos em menor escala em atos pontuais. O próprio presidente da República Jair Bolsonaro também chegou a ser alvo da representação, mas a acusação contra ele não foi considerada porque os atos de improbidade atribuídos ao ocupante da Presidência não podem ser objeto de ação de improbidade, mas de processo por crime de responsabilidade no Senado Federal, fora da alçada do Ministério Público.

Apesar do arquivamento, o representante do MPF enviou cópia da representação à Procuradoria-Geral da República, que detém a atribuição para providências contra o Presidente da República e Ministros de Estado no campo penal.

Portal no Ar
Geral

Empresa abre aproximadamente 400 vagas de emprego no RN

A empresa de telecomunicações Brisanet abriu uma seleção para preencher 393 vagas de trabalho em diversas funções, distribuídas pelas cidades de Natal, Mossoró, Pau dos Ferros e Baraúna. A companhia tem atuação em diversos estados da região Nordeste.

O processo seletivo vai contratar profissionais para atuarem como instaladores de telecomunicações, emendador de cabos de fibra ótica, atendimento, vendas, finanças, recursos humanos e logística.

Os detalhes de cada vaga e inscrições podem ser feitas no link trabalheconosco.brisanet.com.br, até a meia noite da próxima segunda-feira (23). Não é necessário possuir graduação específica na maioria das áreas.

Portal no Ar
Geral

Operação apura desvios de R$ 339 mil em prefeitura no Seridó Potiguar

Uma operação nacional de enfrentamento à corrupção e à lavagem de dinheiro em nove estados foi deflagrada na manhã desta quinta-feira (12) pelos Ministérios Públicos estaduais. As ações acontecem no Amazonas, Bahia, Goiás, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, São Paulo e Sergipe e são promovidas pelos Grupos de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaecos).

No RN, com o objetivo de apurar desvios de pelo menos R$ 339.902,90 da Prefeitura de Santana do Matos, município da região Seridó potiguar, foi deflagrada a “Operação Carcará”. Uma ex-prefeita, dois auxiliares dela e 13 empresas e empresários tiveram os bens e contas bancárias bloqueados e sequestrados.

A ex-gestora municipal e os auxiliares estão proibidos de manter contato entre si e passam a ser monitorados por meio do uso de tornozeleiras eletrônicas. A Operação Carcará cumpre mandados de busca e apreensão em 15 locais em sete cidades. Ao todo, 19 promotores de Justiça, 17 servidores do MPRN e ainda 69 policiais militares participam da ação.

Articulada pelo Grupo Nacional de Combate às Organizações Criminosas (GNCOC), colegiado que reúne os Gaecos do Brasil, a operação nacional cumpre 87 mandados judiciais, dentre busca e apreensão, prisão, afastamento de funções públicas e uso de tornozeleiras eletrônicas.

O objetivo da operação nacional é combater crimes contra a Administração Pública praticados por servidores públicos e particulares, dentre eles crimes de corrupção ativa e passiva, peculato, Peculato eletrônico, participação em organização criminosa, associação criminosa, fraude à licitação, lavagem de dinheiro, tráfico de influência, falsidade ideológica e material e fraude processual.

“Lançamos uma grande ofensiva contra a corrupção e a lavagem de dinheiro, reafirmando o propósito de defesa do patrimônio público e garantindo a punição dos que teimam em confiar na impunidade. A lei vale para todos”, afirmou o procurador-geral de Justiça de Alagoas, Alfredo Gaspar de Mendonça Neto, coordenador do GNCOC, sobre a ação nacional.

Portal no Ar
Geral

Recursos para Minha Casa, Minha Vida vão cair 50%

FOTO: WELLINGTON ROCHA

Um sentimento de alívio tomou conta de Ângela Maria Bonifácio da Silva, de 46 anos, quando ela finalmente colocou a mão nas chaves de sua nova casa no residencial Cidade Jardim II, empreendimento do Minha Casa Minha Vida localizado no sul de Fortaleza. A mudança significará sair de um aluguel mensal de R$ 300, que consome praticamente todo o benefício de R$ 358 que recebe do Bolsa Família e obriga ela e a filha de 4 anos a depender da ajuda de vizinhos para sobreviver.

A família de Ângela foi uma das 736 a receber uma casa na manhã de sexta-feira passada, em Fortaleza. Na versão 2019 do Minha Casa, as cerimônias de entrega das unidades ainda são palco para políticos locais e famílias emocionadas por realizar o sonho da casa própria. Mas sem a suntuosidade que garantia no passado presença presidencial.

Um dos símbolos das gestões petistas, o programa habitacional que injetou R$ 113 bilhões em subsídios à moradia de 2009 a 2018 definha. Para o ano que vem, o Orçamento da União reserva apenas R$ 2,71 bilhões, metade da dotação prevista para 2019. O dinheiro deve ser usado apenas para honrar as obras já em andamento, sem novas contratações.

A falta de perspectiva de novos recursos já acendeu a luz amarela nas associações e cooperativas de Fortaleza, que tinham no programa a esperança de reduzir o déficit habitacional de 90 mil famílias. A cobrança sobre a prefeitura já começou.

governador do Ceará, Camilo Santana (PT), que participou da cerimônia na sexta-feira, disse esperar que o governo federal honre pelo menos os contratos em andamento. “A gente espera que, primeiro, o governo garanta os recursos dos empreendimentos que estão em andamento. São muitos”, afirmou o governador.

Para Ângela, a espera durou oito anos. Moradora do conjunto São Cristóvão, a seis quilômetros do novo endereço, ela comemora a saída do aluguel que lhe deixava apenas R$ 58 mensais para comer. A filha de quatro anos nasceu prematura e tem problemas respiratórios, o que a impede de trabalhar, disse. “Fico pedindo ajuda”, contou. Agora, segundo ela, vai ter um alívio no bolso porque a prestação da casa é bem menor, de R$ 80 por mês.

Cortes

O Ministério do Desenvolvimento Regional, que é responsável pelo Minha Casa, teve para 2020 um dos maiores cortes nas chamadas despesas discricionárias, que podem ser alocadas com maior liberdade e contemplar investimentos. A redução foi de 27,1% em relação à previsão para 2019, somando R$ 6,56 bilhões.

Em nota, a pasta informou que as equipes do ministério estão realizando estudos para avaliar o impacto da redução orçamentária e planejar as ações do próximo ano. “É prioritário assegurar a continuidade de empreendimentos em execução e aqueles já contratados, sobretudo na área de habitação e segurança hídrica”, informou o MDR. A nota não cita novas contratações.

Segundo o ministério, o Orçamento de 2020 será distribuído entre as diversas unidades da pasta, segundo critérios de demanda, priorização de programas, andamento de projetos e obras, entregas à sociedade, entre outros.

Estadão Conteúdo

Últimos Eventos

21/09/2019
São Vicente/RN
03/03/19
Master Leite
06/05/18
Parque Dinissauros - Povoado Sto Antonio (Cobra)
Março 2017
Aero Clube

Mais eventos

Jornal Expresso RN

Baixar edições anteriores

Curta Jean Souza no Facebook

Siga Jean Souza no Instagram

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
Botch das divs centrais
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!