Arquivos:

Geral

No RN, maior imagem católica do mundo recebe máscara de prevenção ao coronavírus

A maior imagem católica do mundo, que fica no Santuário de Santa Rita de Cássia, no município de Santa Cruz, recebeu simbolicamente uma máscara para conscientizar ainda mais a população da importância da utilização do equipamento de proteção individual, durante a pandemia do coronavírus.

A ação é da Prefeitura da cidade e visa intensificar a utilização das máscaras por parte da população para que minimize a chance de contágio da Covid-19 no município.

Imagem de Santa Rita de Cássia, em Santa Cruz / Foto: Divulgação

A máscara foi colocada nesta quinta-feira (21), na véspera do Dia de Santa Rita de Cássia, dia 22 de maio, data em que a cidade de Santa Cruz acolheria cerca de 100 mil pessoas para participam da procissão da padroeira, um dos momentos de fé de maior repercussão no estado.

Com a pandemia de Coronavírus, a festa de Santa Rita acontece de forma online, organizada pela Paróquia de Santa Rita de Cássia.

Agora RN
Geral

Covid? Criança morta em Touros é colocada sem limpeza em caixão e revolta família

Caixão foi aberto pela família, que descobriu que a criança morta não foi limpa antes de ser colocada na urna

Um vídeo que começou a circular nas redes sociais nesta terça-feira (19) chamou a atenção por mostrar a indignação de uma família da cidade de Touros, município do litoral Norte potiguar, sobre as condições de tratamento e higiene oferecidas pela Prefeitura no sepultamento de uma menina de 9 anos, supostamente vítima do novo coronavírus. Ao abrir o caixão, a família descobriu que o corpo da criança não havia sido limpo antes de ser colocado na urna.

No vídeo, a mãe da criança alega que, segundo a Prefeitura de Touros, a menina morreu em decorrência da infecção provocada pela Covid-19), diagnóstico refutado pela própria família. Por causa da discordância, os parentes decidiram abrir o caixão antes de enterrar a menina, procedimento contraindicado pelo Ministério da Saúde em casos de suspeita da doença.

Também no vídeo, após a abertura do caixão, a menina aparece ensanguentada e envolta em um plástico. A mãe da garota comenta: “Eu sou a mãe dela. Isso aqui é um bicho que jogaram aqui dentro e ficou lá no hospital. O prefeito se responsabilizou por dar essa caixinha de pau aqui”, diz, indignada, referindo-se à urna fúnebre.

O pai da menina acrescenta: “Por isso que não queriam que abrisse o caixão”.

O Agora RN tentou ouvir os parentes da criança, mas até a publicação desta reportagem não houve retorno.

O secretário de Saúde de Touros, Higor Andrade, publicou um vídeo no Instagram na manhã desta quarta-feira (20) no qual ele diz que a garota foi internada no Hospital de Touros, onde foi realizado um teste para detecção de Covid-19. O resultado ainda será divulgado pelo Laboratório Central de Natal (Lacen).

Processo administrativo

Ainda de acordo com o secretário, a Prefeitura seguiu os protocolos do Ministério da Saúde, relacionados a casos suspeitos de infecção por coronavírus. Segundo ele, um processo administrativo foi aberto para apurar os procedimentos sobre a limpeza do corpo da criança, que deveria ter sido realizado pelo hospital e também por uma funerária, que presta serviços terceirizados para a Prefeitura.

Polícia Civil

Segundo o delegado da cidade, Valério Kurten, a menina deu entrada no hospital de Touros na madrugada da terça-feira (19) com dificuldade respiratória. Disse também que a criança tinha diabetes, mas a família não tinha conhecimento até então, e que não deu tempo nem de entubá-la.
Por causa da supeita de Covid, o caixão foi lacrado e levado para o cemitério, onde a família abriu o caixão.

O delegado disse que ainda vai ouvir a médica que atendeu a criança e que vai solicitar os exames feitos no hospital.

O Ministério Público está acompanhando o caso.

Felipe Salustino / Agora RN
Geral

Venda de veículos novos desaba no Brasil e registra queda de 76% em abril

Setor negocia com Ministério da Economia concessão de linha de crédito

Com apenas 55,7 mil veículos novos vendidos em abril, o mercado brasileiro registrou o pior resultado mensal para o setor desde fevereiro de 1999. No mês passado, o primeiro completo de medidas restritivas por causa da pandemia do coronavírus, os negócios caíram 76% em relação a abril do ano passado e 66% ante março, quando começaram as limitações para indústria e comércio.

Nos primeiros quatro meses do ano, as vendas de automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus caíram 27% na comparação com o mesmo período de 2019, com 613,8 mil unidades. “Voltamos aos números de 28 anos atrás; isso é de machucar”, diz o presidente da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), Alarico Assumpção Júnior.

Segundo ele, o baixo desempenho das vendas é resultado do fechamento das concessionárias, principalmente em São Paulo, que há um ano respondia por 26% do mercado de veículos no País. Em abril, essa participação foi de 0,9%. “Se essa situação se manter, cerca de 30% das revendas vão falir”, prevê. O setor contabiliza 7,3 mil lojas, incluindo as de motos e máquinas agrícolas.

Assumpção afirma que os concessionários têm condições de seguir todas as regras previstas para evitar a contaminação pelo coronavírus. Questionado se os consumidores não teriam receio de comprar automóveis nesse momento de incertezas, ele responde que, “com portas abertas será trabalho nosso buscar clientes”.

O executivo ressalta que, apesar dos esforços de todas as empresas para promover as vendas online, “o consumidor brasileiro ainda prefere ir à revenda, olhar e tocar no carro”.

Só o segmento de automóveis e comerciais leves teve queda de 77% nas vendas do mês passado ante o mesmo mês de 2019. No acumulado do ano a retração é de 27%.

Retrocesso

Ricardo Bacellar, responsável no Brasil pela área automotiva da consultoria KPMG, ressalta que, nos últimos dois meses, as vendas de veículos no País caíram 50%, mais do que em dois anos – entre 2014 e 2016, no auge da crise que levou ao impeachment da então presidente Dilma Rousseff, a queda foi de 30%.

A partir de 2017 o setor vinha se recuperando e esperava voltar à casa de 3 milhões de unidades vendidas, marca que alcançou pela última vez há cinco anos. Agora, executivos das montadoras preveem um mercado entre 25% e 40% inferior ao do ano passado, que teve vendas de 2,78 milhões de veículos. “Em dois meses o mercado passou a marca registrada no acumulado de dois anos”, afirma Bacellar.

Linha especial

O presidente da Fenabrave informa ainda que aguarda medidas urgentes de socorro ao setor automotivo, que opera sem liquidez. Juntamente com dirigentes das Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) e do Sindicato Nacional da Indústria de Componentes (Sindipeças), ele tem se reunido com representantes do Ministério da Economia, do BNDES e do setor financeiro público e privado para discutir uma linha de crédito especial.

“Precisamos de capital de giro para atravessar essa pandemia”, afirma Assumpção. Ele diz que o governo tem se sensibilizado com a situação e espera medidas em breve. O setor também reivindica postergação de pagamento de impostos federais e parcelamento dos débitos quando as empresas retomarem atividades.

Bacellar, da KPMG, também acredita que haverá convergência entre empresas e governo em relação a um programa de socorro. Ele lembra que a indústria automotiva como um todo respondeu por um terço da arrecadação dos impostos do governo federal em 2019 e emprega mais de 1 milhão de pessoas. “Ninguém tem interesse que o setor vá à bancarrota.”

Assumpção afirma que, por enquanto, as revendas estão mantendo os funcionários e a maioria delas adotou medidas previstas na MP 936, como redução de jornada e salários.

Se somar as vendas de motocicletas e máquinas agrícolas, a Fenabrave contabiliza 930,9 mil unidades vendidas de janeiro a abril, ante 1,244 milhão nos mesmos quatro meses de 2019. “Isso demonstra o resultado da chamada parada súbita de nossa economia e da inoperância da maior parte das concessionárias em decorrência da quarentena, decretada pelos Estados”, afirmou o executivo.

Retomada da produção. Algumas montadoras começam a retomar as atividades de forma parcial, assim como fabricantes de autopeças. Na semana passada voltaram a operar as fabricantes de caminhões e ônibus Scania e Volkswagen/MAN.

Na última segunda-feira, 4, foi a vez das montadoras de automóveis Renault e BMW e das marcas de caminhões DAF e Volvo (que também faz ônibus) reabrirem as fábricas.

Ao longo deste mês estão previstos os retornos de Audi, FCA Fiat Chrysler, Hyundai, Mercedes-Benz, Nissan e Volkswagen. Ford, General Motors, Honda, Jaguar Land Rover, PSA Peugeot Citroën e Toyota marcaram a volta dos trabalhadores às linhas de montagem ao longo de junho.

Na próxima sexta-feira a Anfavea vai divulgar dados de produção – provavelmente os piores da história do setor, pois 63 das 65 fábricas do País estavam com as portas fechadas desde meados de março –, empregos e exportações.

Estadão
Geral

Anvisa autoriza importação de equipamentos usados em UTI

Medida foi aprovada nesta terça-feira (28)

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou a importação e a doação de equipamentos usados indispensáveis em unidades de terapia intensiva (UTIs). A medida, aprovada nesta terça-feira (28), foi tomada em função da emergência de saúde pública relacionada à Covid-19. Até então a importação desses equipamentos não era permitida.
A medida também visa aumentar a oferta de equipamentos usados no tratamento de pacientes graves com o novo coronavírus (Covid-19). A autorização libera a importação, comercialização e doação de ventiladores pulmonares, monitores de sinais vitais, bombas de infusão, equipamentos de oximetria (que medem o nível de oxigênio no sangue) e capnógrafos (registram a pressão parcial de CO2 – dióxido de carbono – durante o ciclo respiratório).

“A medida só vale para equipamentos que possuam ou que já tenham possuído registro na Anvisa, ou seja, produtos que já foram avaliados pela Agência em algum momento. No entanto, os equipamentos médicos que perderam a validade do registro em razão de problemas de segurança ou eficácia ficam excluídos dessa permissão”, informou a Anvisa.

De acordo com a Anvisa, a autorização é extraordinária e temporária, e vai permanecer em vigor até que seja encerrada a situação de emergência em saúde pública de importância nacional declarada pelo Ministério da Saúde.

Agência Brasil
Geral

Trump culpa China por coronavírus e diz que EUA estão investigando

O presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, disse nessa segunda-feira (26) que a China poderia ter contido o coronavírus antes que ele se espalhasse pelo mundo e que seu governo está conduzindo “investigações sérias” sobre o que aconteceu.

“Estamos fazendo investigações muito sérias. Não estamos felizes com a China”, disse Trump em entrevista na Casa Branca. “Há muitas coisas pelas quais ela pode ser responsabilizada.”

“Acreditamos que poderíamos ter impedido isso na fonte. Poderíamos ter impedido que se espalhasse tão rápido e não se propagaria por todo o mundo.”

As críticas de Trump são as mais recentes de seu governo destinadas à maneira pela qual a China se portou no surto de coronavírus, que começou no fim do ano passado na cidade chinesa de Wuhan e cresceu, tornando-se uma pandemia global que até agora matou mais de 207 mil pessoas no mundo, 55 mil nos Estados Unidos, de acordo com uma contagem da Reuters.

Na semana passada, o secretário de Estado, Mike Pompeo, disse que os Estados Unidos “acreditavam fortemente” que Pequim falhou em informar o surto do coronavírus em tempo razoável e acobertou o perigo da doença respiratória causada pelo vírus.

O Ministério das Relações Exteriores da China nega as acusações.

Agência Brasil, com Reuters
Geral

Bispos do RN recomendam suspensão de procissões e que idosos assistam missas de casa para evitar o vírus

Dom Jaime Vieira Rocha, arcebispo de Natal, celebra missa na Catedral Metropolitana de Natal (arquivo) — Foto: Arquidiocese de Natal/Divulgação

Suspender procissões e outros eventos, evitar contato físico e mesmo o “abraço da paz” e aumentar as orações, e, aos idosos, assistir missas pela televisão ou outros meios de comunicação. Em uma nota assinada pelos três bispos do Rio Grande do Norte, a Igreja Católica Romana recomendou várias medidas aos fiéis e párocos para prevenir contágio do novo coronavírus, o Covid-19.

Os líderes maiores da igreja no estado se reuniram nesta segunda-feira (16) em Natal, para avaliar as medidas e consideraram que o momento não é de alarde, mas de cuidados especiais, “Em sintonia com as orientações das autoridades sanitárias do Estado e como medida de precaução”.

“Vamos intensificar a promoção de momentos de oração e preces a Deus, de modo particular, em família e individualmente, para que nos livre deste e de muitos males que atentam contra a vida na sociedade”, dizem na nota o arcebispo de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha, o bispo de Caicó, Dom Antônio Carlos Cruz Santos, e Dom Mariano Manzana, bispo de Mossoró.

  • Nas igrejas com grande afluência de fiéis aumente-se, quando possível, o número de celebrações para evitar aglomerações, orientando respeitar certa distância entre fiéis;
  • Durante as celebrações, evite-se o contato físico, sobretudo no Pai Nosso e no abraço da paz. A comunhão deve ser recebida na mão;
  • Não realizar procissões, encontros, assembleias, seminários e outros eventos, remarcando as atividades já previstas;
  • Na Celebração da Paixão do Senhor, na Sexta-Feira Santa, a adoração da cruz seja feita sem o beijo
  • Oferecer álcool gel na entrada da igreja;
  • Os idosos e outras pessoas que fazem parte do grupo de risco para desenvolver formas graves da doença, podem acompanhar as celebrações da liturgia em suas casas, através dos meios de comunicação, até que seja superada a pandemia;
  • As igrejas devem estar abertas, limpas e bem ventiladas, para as celebrações e atividades religiosas;
  • Em relação ao Sacramento da Penitência, faz-se necessário ter os devidos cuidados com a proximidade do confessor e do penitente e, na medida do possível, em lugares abertos.
G1 RN
Geral

Ronaldinho Gaúcho é preso no Paraguai por uso de suposto passaporte falso

Ronaldinho foi nomeado no início deste ano como embaixador do turismo pelo presidente Jair Bolsonaro

O ex-astro do Barcelona e da seleção brasileira Ronaldinho Gaúcho e seu irmão Roberto Assis foram detidos pela polícia do Paraguai na noite deesta quarta-feira sob acusação de ter entrado no país usando supostos passaportes falsos. A informação foi divulgada pelo ‘La Nación’ e confirmada com a polícia paraguaia.

Euclides Acevedo, ministro do Interior do Paraguai, informou que investigadores entraram na suíte presidencial do Hotel Yacht y Golf Club, onde Ronaldinho estava hospedado, e encontraram dois passaportes adulterados. Um estava em nome do ex-jogador e o outro no do irmão.

“Vamos fazer cumprir a lei. Temos a informação de que ele tem documentação adulterada”, disse o ministro em entrevista à Rádio Ñandutí, do Paraguai. Segundo a imprensa local, o jogador não foi detido no aeroporto para não criar alarde.

Wilmondes Sousa Lira, que teria fornecido os passaportes falsos para Ronaldinho e Assis, está detido. Ronaldinho e o irmão estão sob custódia no hotel e irão depôr nesta quinta-feira, às 8h.

Ronaldinho chegou ao Paraguai nesta quarta-feira para o lançamento do seu livro “Gênio da vida” e participaria do lançamento de um programa social destinado a crianças organizado pela Fundação Fraternidade Angelical.

A reportagem tenta contato com os representantes de Ronaldinho, mas não obteve resposta.

Passaporte apreendido
Em 2018, os passaportes de Ronaldinho foram apreendidos até que fossem pagos multa e indenização fixadas em um processo por dano ambiental. Ele foi condenado por construir ilegalmente um trapiche, com plataforma de pesca e atracadouro, na orla do Lago Guaíba, em Porto Alegre. A estrutura foi montada sem licenciamento ambiental em Área de Preservação Permanente. A multa foi superior a R$ 8,5 milhões.

Em setembro do ano passado, um acordo foi feito com o Ministério Público e os passaportes foram recuperados.

Fora dos gramados desde 2015, Ronaldinho foi nomeado no início deste ano como embaixador do turismo pelo presidente Jair Bolsonaro.

Agora RN
Geral

Ministério da Cidadania inicia atualização do Cadastro Único dos Programas Sociais

O Ministério da Cidadania deu início à ação de atualização cadastral de 2020 do Cadastro Único dos programas sociais do governo federal, como o Bolsa Família, Tarifa Social de Energia Elétrica e o Benefício de Prestação Continuada.

Neste ano, a Averiguação Cadastral será mensal. Todos os meses será realizado um novo cruzamento do Cadastro Único com outros registros administrativos e, assim, a lista de famílias do processo será atualizada.

Para dar mais efetividade ao processo, serão utilizadas bases de dados mais recentes na comparação com as informações do Cadastro Único e serão adotadas regras que levam em conta a variação de renda familiar.

Em 2020, a Revisão Cadastral abrange todas as famílias com cadastros desatualizados.

Já a Averiguação Cadastral abrange as famílias com cadastros atualizados ou desatualizados que foram identificados com inconsistências a partir do cruzamento do Cadastro Único com registros administrativos do governo federal.

Como todas as famílias cadastradas podem ser incluídas no processo caso apresentem inconsistência nas informações prestadas ao Cadastro Único, pode acontecer de uma família estar ao mesmo tempo em Averiguação e Revisão Cadastral.

Glaucia Lima
Geral

Fátima Bezerra sanciona lei de incentivo ao trabalho para ex-presidiários e jovens infratores

Nova legislação recebeu o nome de Programa Estadual de Oportunidade de Empregos para Egressos do Sistema Prisional e Adolescentes Infratores

A governadora Fátima Bezerra sancionou lei que cria programa de incentivo à oferta de empregos para pessoas deixaram o sistema de prisional e jovens infratores. A medida vai permitir promover a ressocialização e a reintegração destes grupos à comunidade.

Segundo o texto da lei 10.705, oriunda de projeto de autoria do deputado Sandro Pimentel (PSOL), o programa tem os objetivos de promover a reintegração social à comunidade, estimular órgãos públicos para participarem de processo, diminuindo assim a reincidência em ilícitos para esse público e inserir estas pessoas no mercado de trabalho.

A nova legislação recebeu o nome de Programa Estadual de Oportunidade de Empregos para Egressos do Sistema Prisional e Adolescentes Infratores, no âmbito da Administração Pública do Estado do Rio Grande do Norte.

De acordo com o texto, serão beneficiários os egressos do sistema prisional liberados definitivos, pelo prazo de um ano, a contar do dia em que terminou de cumprir a pena e para os liberados condicionais durante o período de prova.

A programa também contempla os jovens infratores que deve estar há, no máximo, dois anos fora de um instituição socioeducativa ou mesmo o que estão em cumprimento de medidas socioeducativas.

O texto da lei veda qualquer forma de constrangimento ao público alvo das ações de reinserção social. “É expressamente vedada a utilização de letras, números, vocábulos, expressões, utensílios, indumentárias ou quaisquer formas de distinção para as pessoas beneficiárias desta Lei, que possam fomentar constrangimento, preconceito ou discriminação”, diz o artigo 6º da lei.

Agora RN
Geral

Professor de jiu-jitsu é assassinado a tiros por dupla em moto no Oeste do RN

Professor de jiu-jitsu tinha 39 anos — Foto: Inter TV Cabugi/Reprodução

Um segurança e instrutor de artes marciais foi assassinado a tiros em Mossoró, região Oeste do Rio Grande do Norte. Alcemir Guimarães de Souza, também conhecido como Júnior Bispo, sofreu cerca de quatro disparos no peito e na cabeça. O crime, que tem características de execução, aconteceu na noite de quarta-feira (19), no bairro Abolição IV.

A vítima também era professor de jiu-jitsu e foi justamente quando retornava de uma das aulas em uma academia da região, que ele foi abordado pelo atiradores. Segundo a PM, uma dupla chegou em uma moto e começou a conversar com a vítima, em seguida o homem que estava na garupa abriu fogo contra o segurança, que tinha 39 anos. Os dois criminosos conseguiram fugir.

Nenhum suspeito foi localizado até o momento. A Delegacia de Homicídios de Mossoró (DHM) irá assumir as investigações do caso.

G1 RN

Últimos Eventos

21/09/2019
São Vicente/RN
03/03/19
Master Leite
06/05/18
Parque Dinissauros - Povoado Sto Antonio (Cobra)
Março 2017
Aero Clube

Mais eventos

Jornal Expresso RN

Baixar edições anteriores

Curta Jean Souza no Facebook

Siga Jean Souza no Instagram

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
Botch das divs centrais
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!