Esporte

Com classificação 5h antes da corrida, F-1 espera GP com incertezas nos EUA

Uma corrida com muitas incertezas é esperada para este domingo no GP dos Estados Unidos. A preparação das equipes foi seriamente comprometida pelas chuvas que causaram o cancelamento da segunda e mais importante sessão de treinos livres e o adiamento da classificação. Além disso, é o primeiro ano em que as equipes correm na chuva no Circuito das Americas, que estreou no calendário em 2012.

Pilotos e equipes irão para a classificação às 12h e para a corrida, às 17h, pelo horário de Brasília, tendo feito apenas a primeira sessão de treinos livres e praticamente metade do terceiro treino, uma vez que a chuva apertou no final da manhã de sábado, impedindo a realização da classificação.

Após a pouca experiência andando no circuito em Austin na chuva, Felipe Massa destacou a facilidade com que os pneus se superaqueciam na sexta-feira, o que ele espera que traga problemas para os pilotos na corrida, uma vez que é esperado que siga chovendo neste domingo, ainda que em intensidade menor em relação ao sábado. No primeiro treino, com menos água na pista, foram usados os intermediários, enquanto na sessão disputada no sábado, com chuva intensa, todos usaram os pneus de chuva. E o comportamento do carro foi bastante distinto.

“A aderência não é muito baixa, mas é lógico que gasta muito o pneu intermediário, porque ele se superaquece demais”, revelou o piloto ao UOL Esporte. “Então, a chance do pneu superaquecer e dar graining, desgastando bastante, é muito grande.”

Com os compostos de chuva e a pista mais molhada, o comportamento mudou, segundo Felipe Nasr. “Faltou temperatura no pneu. Tinha muita água e, no meu caso, foi difícil ganhar temperatura.” Massa concordou: “No sábado, a pista estava em uma condição completamente diferente. No sábado estava bem arriscado pelo tanto de água que tinha na pista. O entendimento que tínhamos da pista na sexta-feira acabou não servindo muito.”

Outro problema é a limitação de jogos de pneus de chuva. Cada piloto tem à disposição, por todo o final de semana, quatro jogos de pneus intermediários e três jogos de pneus de chuva mais intensa. Alguns destes jogos já foram utilizados durante os treinos livres e também terão de passar pela classificação. Por isso, conservar borracha para a corrida será crucial para a estratégia da corrida.

A falta de quilometragem também preocupa, principalmente Felipe Nasr, que não andou na primeira sessão e só teve quatro voltas lançadas até aqui. “Nunca andei tão pouco antes de uma classificação. Está sendo a primeira experiência em um final de semana no qual será tudo ou nada no domingo e tem que ver o que vai acontecer. Acho que ainda tem muita coisa para acontecer, não quero sofrer por antecipação. Acho que tem de deixar as coisas rolarem e fazer o meu melhor.”

O GP dos Estados Unidos pode definir o campeonato da Fórmula 1. Lewis Hamilton precisa fazer nove pontos a mais que Sebastian Vettel e dois pontos a mais que Nico Rosberg para selar o tricampeonato em Austin, com três provas para o final da temporada.

 

UOL

Últimos Eventos

21/09/2019
São Vicente/RN
03/03/19
Master Leite
06/05/18
Parque Dinissauros - Povoado Sto Antonio (Cobra)
Março 2017
Aero Clube

Mais eventos

Jornal Expresso RN

Baixar edições anteriores

Curta Jean Souza no Facebook

Siga Jean Souza no Instagram

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!