Arquivos:

Espaço

New Horizons faz primeira imagem a cores de Plutão e sua lua Caronte

new-horizons-plutao-cor-imagem

RIO – A Nasa divulgou nesta terça-feira a primeira imagem a cores de Plutão e Caronte, uma de suas luas, feita pela sonda New Horizons. Captada a cerca de 115 milhões de quilômetros do planeta-anão, distância aproximada de Vênus até o Sol, ela não tem resolução suficiente para mostrar detalhes dos dois corpos celestes, mas é um novo marco da ambiciosa missão que já dura quase dez anos com a qual a agência espacial americana espera fechar o reconhecimento inicial nos nove “planetas clássicos” do Sistema Solar. Desde que a Voyager 2 enviou imagens de Netuno, no fim dos anos 1980, a Nasa não divulgava uma imagem captada tão de perto dos planetas mais distantes do Sistema Solar.

A foto de Plutão e Caronte faz parte dos procedimentos finais para sobrevoo que a New Horizons deverá fazer pelo sistema do planeta-anão em meados de julho deste ano depois de percorrer mais de 4,5 bilhões de quilômetros no espaço desde seu lançamento, em janeiro de 2006. Então, a sonda vai passar a meros 12,5 mil quilômetros da superfície do planeta-anão, coletando dados inéditos sobre ele e suas luas.

– A literatura científica está cheia de artigos sobre as características de Plutão e suas luas escritos a partir de observações feitas da terra e do espaço, mas nunca vimos Plutão de perto e “em pessoa” – destaca John Grunsfeld, ex-astronauta e vice-diretor da divisão de ciências da Nasa. – Neste sobrevoo inédito de julho, nosso conhecimento sobre como o sistema de Plutão realmente é vai se expandir exponencialmente e não tenho dúvidas de que faremos descobertas excitantes.

RIO – A Nasa divulgou nesta terça-feira a primeira imagem a cores de Plutão e Caronte, uma de suas luas, feita pela sonda New Horizons. Captada a cerca de 115 milhões de quilômetros do planeta-anão, distância aproximada de Vênus até o Sol, ela não tem resolução suficiente para mostrar detalhes dos dois corpos celestes, mas é um novo marco da ambiciosa missão que já dura quase dez anos com a qual a agência espacial americana espera fechar o reconhecimento inicial nos nove “planetas clássicos” do Sistema Solar. Desde que a Voyager 2 enviou imagens de Netuno, no fim dos anos 1980, a Nasa não divulgava uma imagem captada tão de perto dos planetas mais distantes do Sistema Solar.

A foto de Plutão e Caronte faz parte dos procedimentos finais para sobrevoo que a New Horizons deverá fazer pelo sistema do planeta-anão em meados de julho deste ano depois de percorrer mais de 4,5 bilhões de quilômetros no espaço desde seu lançamento, em janeiro de 2006. Então, a sonda vai passar a meros 12,5 mil quilômetros da superfície do planeta-anão, coletando dados inéditos sobre ele e suas luas.

– A literatura científica está cheia de artigos sobre as características de Plutão e suas luas escritos a partir de observações feitas da terra e do espaço, mas nunca vimos Plutão de perto e “em pessoa” – destaca John Grunsfeld, ex-astronauta e vice-diretor da divisão de ciências da Nasa. – Neste sobrevoo inédito de julho, nosso conhecimento sobre como o sistema de Plutão realmente é vai se expandir exponencialmente e não tenho dúvidas de que faremos descobertas excitantes.

Com informações de O Globo.

Espaço

Asteroide de 40 metros pode atingir a Terra em 2017

asteoide

Uma astrônoma alertou que um asteroide do tamanho da Estátua da Liberdade está em direção à Terra e pode colidir com o planeta em outubro de 2017. As informações são do The Mirror.

Segundo Judit Györgyey-Ries, do Observatório McDonald da Universidade do Texas, a pedra gigante poderá trazer um impacto maior do que aquele causado na Rússia, em fevereiro de 2013, quando o país foi atingido por este fenômeno e mais de 1.200 pessoas tiveram de ser hospitalizadas.

“O tamanho é estimado pelo seu brilho, mas não sabemos exatamente a refletividade. Assim, pode ser maior ou menos do que esperamos, tendo entre 10 e 40 metros”, afirmou.

A astrônoma americana afirmou que é possível enxergar o asteroide 2012 TC4 que poderá causar janelas quebradas e certo caos, dependendo de onde ele bater. De acordo com ela, há uma chance em um milhão de sermos atingidos.

Um asteroide gigante parecido a este quase atingiu o planeta em outubro de 2012, quando passou a 94,800 km de distância.

Com informações de Terra.

Espaço

Nasa divulga vídeo de passeio de astronautas

15032.0.original

Dos astronautas da NASA podemos sempre esperar coisas surpreendentes. A mais recente foi um passeio guiado pelo exterior da Estação Espacial Internacional (EEI), gravados a ajuda de câmaras GoPro que os astronautas levaram consigo durante uma missão em fevereiro passado.

As imagens foram captadas por Terry Virts e Barry Wilmore, dois dos astronautas atualmente em missão. O vídeo foi gravado num momento em que Virts e Wilmore estariam a fazer reparações na EEI, para que fique preparada para a chegada de tripulações comerciais.

A NASA divulgou hoje a gravação, se bem que a missão se deu em fevereiro. O vídeo original tem uma hora de duração, e pode ser visto aqui.

Esta não é a primeira vez que Virst divulga algumas das suas aventuras no espaço: ainda este ano, o astronauta partilhou algumas das suas refeições, e até uma tempestade vista diretamente da EEI.

Espaço

Companhia russa anuncia plano para construir base na Lua

O projeto da empresa russa seria feito em duas etapas, com dezenas de lançamentos de foguetes nos próximos cinco anos.

O projeto da empresa russa seria feito em duas etapas, com dezenas de lançamentos de foguetes nos próximos cinco anos.

Uma empresa russa anunciou na última semana que está pronta para construir uma base na Lua. Assim que a agência espacial do país der permissão, a companhia Lin Industrial afirmou ser capaz de montar uma base em dez anos, ao custo de 9,3 bilhões de dólares (cerca de 25 bilhões de reais), de acordo com a agência de notícias Tass.

A empresa, que está desenvolvendo o foguete russo Taimyr, planejou a base com o uso de tecnologia e projetos já existentes, que poderiam ser fabricados nos próximos cinco anos. A base seria construída perto da montanha Malapert, que fica no polo Sul da Lua. “Essa é uma região plana, com vista direta para a Terra, que oferece boas condições de comunicação e é um lugar confortável para pousos. O Sol brilha em 89% do dia nessa montanha e a noite, que acontece várias vezes ao ano, dura cerca de três ou seis dias”, disse Alexandre Ilyin, designer-chefe da companhia à Tass.

Últimos Eventos

03/03/19
Master Leite
06/05/18
Parque Dinissauros - Povoado Sto Antonio (Cobra)
Março 2017
Aero Clube
08/07/2017
Parque Exposições - Fotos: Mazilton Galvão

Mais eventos

Jornal Expresso RN

Baixar edições anteriores

Curta Jean Souza no Facebook

Siga Jean Souza no Instagram

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
Botch das divs centrais
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!