Arquivos:

Enem » Segurança

Polícia inicia monitoramento de locais de prova do Enem no RN

Policiais e agentes de trânsito monitaram Enem 2015 no Rio Grande do Norte (Foto: Felipe Gibson/G1)

Policiais e agentes de trânsito monitaram Enem 2015 no Rio Grande do Norte (Foto: Felipe Gibson/G1)

Os órgãos de segurança pública do Rio Grande do Norte iniciaram às 6h deste sábado (24) a operaçao Enem 2015. Os 382 locais de aplicação dos exames estão sendo monitorados por policiais militares. Até as 10h05, não havia registro de problemas envolvendo o Enem no estado.

Policiais militares, civis, rodoviários federais e agentes de trânsito estão reunidos no Centro de Comando e Controle, que fica no centro administrativo do Governo do Estado, em Natal. “Nosso objetivo é garantir que os candidatos possam fazer suas provas na maior tranquilidade. Todas as provas deste sábado já foram entregues e estão nos locais do exame. Às 11h de Natal os portões serão abertos e às 12h eles serão fechados. Estamos monitorando também o trânsito. O ideal é que os candidatos saiam o mais cedo possível de casa para evitar atrasos. Mas, por enquanto, não há qualquer registro”, falou o tenente-coronel PM Alarico Azevedo, responsável pela operação Enem 2015 no RN.

Enem

No RN, mais de 180 mil candidatos fazem Enem neste fim de semana

Ao todo, 180.746 candidatos estão inscritos para fazer o Enem no estado  (Foto: Sérgio Rodrigues/ G1)

Ao todo, 180.746 candidatos estão inscritos para fazer o Enem no estado (Foto: Sérgio Rodrigues/ G1)

O Rio Grande do Norte tem 180.746 candidatos inscritos para fazer as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) neste sábado (24) e domingo (25). O exame é utilizado como critério de entrada em todas as instituições que aderiram ao Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Para sanar qualquer dúvida de última hora, o G1 listou informações essenciais para quem se preparou o ano inteiro não vacilar no momento do exame.

Horário
Os candidatos que farão a prova no RN devem ficar atentos às mudanças de horário de abertura e fechamento dos portões em virtude do horário de verão. Nos dois dias de prova, os portões serão abertos às 11h e fechados às 12h pelo horário do Rio Grande do Norte, uma hora a menos do que o horário previsto em edital, que leva em consideração o horário de Brasília. A prova começa 30 min após o fechamento dos portões.

O candidato só pode deixar o local de prova duas horas depois do início. No entanto, só poderão levar para casa os cadernos de perguntas os candidato que deixarem as salas 30 min antes do fim da prova.

G1 RN
Enem

ENEM 2015: Abertura de portões terá quatro horários diferentes nas regiões

Tabela 2015 Enem

Tabela 2015 Enem.

Com o início do horário de verão neste domingo, 18, e também devido aos diferentes fusos horários existentes no Brasil, é importante que os participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2015 saibam com clareza quais serão os horários de abertura dos portões e de início das provas nos estados onde participarão do exame. A aplicação acontece no próximo fim de semana, nos dias 24, sábado, e 25, domingo, de outubro, em todo o país, seguindo o horário oficial de Brasília.

O edital do exame prevê que, segundo o horário oficial de Brasília, os portões permanecerão abertos das 12h às 13h e o início das provas acontecerá às 13h30. “A atenção às diferenças de horários em um país de dimensões continentais evita correria de última hora e contribui para a segurança e tranquilidade na aplicação das provas. É importante estar atento e saber a correspondência do horário local com o oficial de Brasília”, afirma o presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Chico Soares.

Verão – Como o Distrito Federal é uma das unidades da Federação que adotaram este ano o horário de verão, os prazos determinados pelo edital valem, além de Brasília, para todos os outros estados que também o utilizam. São eles: Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo.

Entre os estados que não adotaram o horário de verão, a abertura dos portões será das 11h às 12h (horário local), com o início das provas às 12h30: Amapá, Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe.

Outros – Nos estados do Amazonas, Rondônia e Roraima, onde o fuso horário local, após o início do horário de verão, permanece com duas horas a menos que Brasília, a abertura dos portões nos locais de aplicação do Enem acontecerá às 10h e o fechamento às 11h, com o início das provas às 11h30. Já no Acre, único estado brasileiro cujo fuso horário está com três horas a menos, os portões ficarão abertos das 9h às 10h e o início das provas ocorrerá às 10h30.

Sabatistas – No Acre, Amazonas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Roraima e Rondônia, os participantes que se inscreveram no Enem como sabatistas (guardam o sábado por motivos religiosos) devem ficar atentos a mais uma exceção importante prevista no edital do exame. Eles deverão entrar nos locais de prova nos mesmos prazos que os outros participantes de seus respectivos estados, porém, o início das provas acontecerá às 19h do horário local.

Provas – Os participantes farão quatro provas objetivas, cada uma com 45 questões de múltipla escolha e uma prova de redação. No sábado, 24 de outubro, serão realizadas as provas de ciências humanas e suas tecnologias e de ciências da natureza e suas tecnologias, com duração de 4 horas e 30 minutos, contadas a partir da autorização do aplicador. No domingo, 25, será a vez de linguagens, códigos e suas tecnologias, redação e matemática e suas tecnologias, com duração de 5 horas e 30 minutos.

Enem » Segurança

Enem no RN contará com esquema de segurança com 1,2 mil policiais

Policiais farão segurança em todo o estado (Foto: Alberto Leandro)

Policiais farão segurança em todo o estado (Foto: Alberto Leandro)

O esquema de segurança para os dias de aplicação de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foi definido pela Secretaria de Segurança Pública do RN (Sesed). Ao todo, 1.200 policiais militares trabalharão nos diversos locais de provas espalhados pelo estado.

De acordo com informações da assessoria de comunicação da Polícia Militar, os policiais farão desde a escolta das provas até a segurança nos locais onde elas serão aplicadas.

As provas do Enem chegaram aos estado há mais de um mês e estão guardadas no 7º Batalhão de Engenharia de Combate do Exército Brasileiro, localizado na Zona Sul de Natal.

No sábado (24), primeiro dia de aplicação do exame, por volta das 6 horas as provas serão entregues, pelo Exército, aos Correios que ficarão responsáveis por destiná-las aos locais de realização do exame.

O deslocamento das provas contará com a escolta de cerca de mil  policiais militares nos dois dias do exame. Da mesma forma, quando as provas forem recolhidas.  As equipes policiais serão formadas por profissionais de folga que receberão o pagamento de diárias operacionais, custeadas pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Aplicação das provas

As provas do Enem serão realizadas nos próximos sábado (24) e domingo (25). Os alunos devem ficar atentos com as mudanças no horário por causa do horário de verão. No Rio Grande do Norte, os portões abrem às 11 h e fecham ao meio-dia. Em 2015, o Enem teve um total de 8.478.096 de estudantes inscritos, segundo Ministério da Educação (MEC).

Educação » Enem » Segurança

Dois mil policiais militares farão escolta das provas do Enem no RN

Em 2014, policiais militares reforçaram a segurança em local de provas na Av. Eng. Roberto Freire, em Natal. (Foto: Ricardo Araújo/G1)

Em 2014, policiais militares reforçaram a segurança em local de provas na Av. Eng. Roberto Freire, em Natal. (Foto: Ricardo Araújo/G1)

No Rio Grande do Norte, dois mil policiais militares vão fazer a segurança das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2015 nos dois dias de exame. Mil policiais devem fazer a escolta das provas no sábado (24) e outros mil, no domingo (25). As provas chegaram ao estado há mais de um mês e estão armazenadas no 7º Batalhão de Engenharia de Combate do Exército Brasileiro, localizado na Zona Sul de Natal.

Segundo o Exército, seis soldados se alternam por dia para proteger a sala onde estão as provas. Para os dias do exame, dois mil policiais militares devem fazer a escolta dos carros dos Correios, que transportam as provas, e também devem fazer a segurança dos locais de aplicação do exame. Ao todo, 40 cidades possuem locais de prova no estado, sendo nove na Grande Natal. São 382 locais de aplicação.

De acordo com o coronel PM Alarico Azevedo, coordenador da operação Enem no RN, as provas começam a ser entregues às 6h do próximo sábado. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) vai pagar diárias aos policiais.

Os candidatos potiguares devem ficar atentos aos horários de aplicação do Enem. As provas começam às 13h30, no horário de Brasília, com os portões abertos ao meio dia. Portanto, os portões serão abertos uma hora mais cedo no Rio Grande do Norte. No sábado, a prova começa a ser aplicada para os alunos sabatistas às 18h em 34 cidades.

G1 RN
Educação » Enem

Candidatos já podem acessar os cartões de confirmação do Enem 2015

O Inep (Instituto Nacional de Pesquisas Institucionais Anísio Teixeira) liberou o acesso ao cartão de confirmação para os candidatos do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2015. O documento informa o local da prova, os dados do candidato, a opção de língua estrangeira escolhida, necessidade de atendimento especializado ou específico e a indicação de solicitação de certificação do ensino médio.

Para consultar as informações do cartão, que foi liberado na segunda-feira (2), o candidato deve acessar a página do Inep e digitar o número do CPF e senha para visualizar os dados. De acordo com balanço divulgado pelo Inep, nesta terça-feira (15), cerca de 64% dos inscritos já sabem o local de prova, ou seja, 4.940.458 de candidatos acessaram o cartão de confirmação na página do Enem.

O acesso neste ano é exclusivamente na internet — medida que proporcionou ao governo federal uma economia de 16,5 milhões. Cerca de 2,8 milhões de candidatos ainda não entraram na página.

As provas serão realizadas nos dias 24 e 25 deste mês. Os portões serão abertos ao meio-dia e fechados às 13h, no horário de Brasília. No primeiro dia as provas serão sobre ciências humanas e ciências da natureza, com duração de 4h30. No segundo dia os temas abordados são: linguagens, códigos e suas tecnologias, matemática e suas tecnologias, além da redação – com uma hora a mais do que o dia anterior.

 

R7
Educação » Enem

TV Assembleia transmite neste domingo terceiro aulão para o ENEM

O ciclo de aulões preparatórios para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) com transmissão da TV Assembleia segue neste domingo (11), das 10 às 12 horas, com as disciplinas da área de ‘Ciências da Natureza’. Esta será a terceira aula do projeto, que já abordou as áreas de ‘Linguagens, códigos e suas tecnologias’ e ‘Ciências Humanas’.

De acordo com o professor João Maria de Lima, coordenador dos aulões, a próxima aula contempla as matérias de física, química e biologia. “Iremos apresentar e discutir os temas mais recorrentes do ENEM na área de Ciências da Natureza, contribuindo para o reforço do aprendizado dos candidatos que irão prestar o exame”, observa.

O ciclo de aulas preparatórias teve início no último domingo de setembro (27) e segue até a véspera das provas. A quarta aula, prevista para o dia 18/10, vai abordar as disciplinas da área de ‘Matemática e suas tecnologias’, com transmissão das 10 às 12 horas. No dia 24/10, a TV do Legislativo potiguar leva ao ar o quinto e último aulão, às 19h, com revisão e especulações para a prova do dia (25/10). O ENEM será realizado em todo o Brasil nos dias 24 e 25 de outubro.

ALRN
Educação » Enem

Nota no Enem varia 343,9 pontos com número igual de acertos

A diferença de nota entre candidatos que acertaram um número igual de questões em uma mesma prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) pode chegar a 343,9 pontos. O motivo da variação é o modelo de correção do teste, a Teoria de Resposta ao Item (TRI), em que a nota depende da coerência de acertos do candidato. Atentos a isso, muitos alunos têm até estratégias para resolver a prova com base na TRI.

No Enem, os itens de múltipla escolha são pré-testados e classificados em fáceis, médios e difíceis, com pontuações diversas em uma escala de 0 a 1.000. As notas mínimas e máximas que o estudante pode ter em cada prova, porém, não são 0 e 1.000 mas variam a cada ano segundo calibragem feita pelos elaboradores do exame.

Alunos que acertam perguntas médias e erram as fáceis, por exemplo, têm acréscimo menor de nota. Pela TRI, a interpretação é de baixa coerência pedagógica: se o candidato entende bem itens médios, deveria tirar os fáceis de letra. E o candidato que acerta só uma pergunta complicada no chute ganha pontuação menor do que aquele que solucionou várias de nível alto de dificuldade.

A diferença de mais de 340 pontos foi registrada entre candidatos que acertaram 17 itens (de 45) na prova de Matemática do Enem 2013, o mais recente com microdados disponíveis. A nota máxima, nesse patamar de acertos, foi de 694,4 pontos e a mínima de 350,5. Essa foi a maior variação das quatro provas objetivas (Ciências Humanas, Ciências da Natureza, Matemática e Linguagens). A redação não é corrigida pela TRI.

Nas provas de Ciências da Natureza e Matemática, mostram os números, a variação de nota entre candidatos que acertaram número igual de questões foi maior do que em Ciências Humanas e Linguagens. Os dados foram tabulados pela Meritt Informação Educacional.

Dicas

Camila Gomes, de 18 anos, fará o Enem pela segunda vez e planeja usar estratégia diferente da utilizada na prova anterior. Para garantir melhor resultado, levando em conta a TRI, ela vai resolver primeiro as questões fáceis e médias. Depois, vai se dedicar às difíceis no tempo restante.

“O Enem não exige do candidato apenas conhecimento, mas também maturidade para saber avaliar quais questões são mais trabalhosas”, diz. “É preferível pular para não perder o tempo que poderia gastar para resolver as mais fáceis”, diz Camila, interessada em cursar Medicina.

Alexandre Oliveira, especialista em educação da Meritt, também acredita que é melhor resolver a prova por partes, começando por garantir acertos nas questões que parecem mais simples, para garantir a coerência pedagógica. O nível de dificuldade de cada item não fica explícito na prova.

Se o aluno faz as questões na ordem em que aparecem na prova e sobra pouco tempo para responder as últimas, pode ser penalizado. “Se chutar todas as últimas, há risco de errar um item fácil. Isso pesa na definição da nota, pois implica menor coerência”, diz Oliveira.

E embora o sistema seja mais “sensível” ao chute, deixar questões em branco não vale a pena. “Questão em branco é computada como erro”, afirma. Uma resposta incorreta também não anula o acerto, como acontece em alguns concursos.

Atenção

Para Lilio Paoliello, diretor pedagógico do Cursinho da Poli, a TRI é importante para compreender a prova, mas ele faz ressalvas. “Identificar a complexidade da questão pode virar uma preocupação a mais.” É importante, diz, testar essas técnicas antes, nos simulados.

“E o candidato que se preparou muito deve ter cuidado com as questões fáceis”, alerta. Muitas vezes, esses se concentram em itens difíceis para ter pontuações maiores e erram outros banais prejudicando a coerência de seus acertos e a nota.

Decifrar a TRI ainda é útil para evitar frustrações depois do Enem. Como a nota só pode ser calculada por um algoritmo, muitos se decepcionam na tentativa de adivinhar o resultado.

Comparações pelo número de acertos não funcionam. Mauro Araújo, de 23 anos, passou a pesquisar mais sobre a TRI após o Enem passado. “Um colega do cursinho acertou mais questões e eu tirei nota maior. Só depois entendi que foi porque ele chutou algumas.”

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

 

 

Estadão Conteúdo
Educação » Enem

Enem 2015 terá mudanças no horário de início das provas

Os participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que terá provas em 24 e 25 de outubro próximo, devem ficar atentos às mudanças na edição deste ano. Entre elas, a do novo horário de início das provas. Os portões de acesso às salas serão abertos ao meio-dia e fechados às 13h, sempre no horário de Brasília. As provas serão entregues aos candidatos às 13h30.

Os candidatos devem verificar as diferenças resultantes do horário de verão, que então estará em vigor. Ou seja, dos horários locais em relação ao da capital federal. De acordo com o presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), Chico Soares, as alterações são uma questão de segurança.

Portal Brasil
Enem

TV Assembleia vai transmitir aulões de preparação para provas do ENEM

Foto: Assessoria de Comunicação

Foto: Assessoria de Comunicação

Quem está se preparando para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), que será aplicado em todo o País nos dias 24 e 25 de outubro vai ganhar um reforço no aprendizado: a partir do próximo dia 27, a TV Assembleia irá transmitir aulões de revisão, englobando todas as áreas de conhecimento cobradas no exame.

Serão ministradas aulas nas quatro áreas: Ciências Humanas e suas tecnologias; Ciências da Natureza e suas tecnologias; Linguagens, códigos e suas tecnologias e Matemática e suas tecnologias, que se iniciam a partir do próximo dia 27 e seguem até a véspera das provas.

As transmissões ocorrerão sempre aos domingos, das 10h às 12h, com professores se revezando em todas as disciplinas. Durante este período, o único horário diferenciado será para o aulão de revisão, um dia antes do ENEM, (24/10), com transmissão às 19h e participação dos telespectadores pelas redes sociais, que vão poder tirar dúvidas do conteúdo exibido em tempo real.

“Quem está se preparando ou quem ainda não estudou e precisa de um reforço terá este apoio fundamental da TV Assembleia. A Casa do Povo está dando a sua parcela de contribuição aos estudantes, principalmente àqueles que não tem condições de pagar por aulas na rede privada. Parabenizo a TV Assembleia por sua iniciativa”, disse o professor João Maria de Lima, parceiro e coordenador.

No Brasil, cerca de 8 milhões de estudantes prestarão provas. O diretor da TV Assembleia, Bruno Giovani, disse que o projeto era inovador, por abordar novos conteúdos. “É a primeira TV pública do Estado a disponibilizar aulões para o ENEM”, afirmou.

A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte é exemplo na educação e qualificação de servidores e da própria comunidade, oferecendo cursos de qualificação, além de graduação e pós graduação em gestão pública. Nessa nova etapa, a TV Assembleia se une ao Instituto do Legislativo Potiguar (ILP) para ampliar a transmissão de conhecimentos.

ALRN

Últimos Eventos

03/03/19
Master Leite
06/05/18
Parque Dinissauros - Povoado Sto Antonio (Cobra)
Março 2017
Aero Clube
08/07/2017
Parque Exposições - Fotos: Mazilton Galvão

Mais eventos

Jornal Expresso RN

Baixar edições anteriores

Curta Jean Souza no Facebook

Siga Jean Souza no Instagram

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
Botch das divs centrais
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!