Arquivos:

Enem

ENEM 2016: Gabarito oficial é divulgado

gabarito-do-enem

Os gabaritos oficiais do Enem 2016 foram divulgados pelo Inep.

O gabarito oficial do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foi divulgado nesta quarta-feira (09) pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Com o gabarito, o estudante saberá quantas questões ele acertou, porém, as notas só serão divulgadas no dia 19 de janeiro, segundo o Ministério da Educação. A Teoria de Resposta ao Item (TRI) permite que um mesmo número de acertos gere notas diferentes, pois as questões têm pesos diferentes.

Acesse os gabaritos: http://portal.inep.gov.br/enem

Enem

ENEM 2016: Com 30% de abstenção, prova teve o maior índice dos últimos anos

enem-2016

Participantes eliminados, por infringir alguma regra de segurança, somaram 768, antes 740 registrados no ano passado

Balanço apresentado pelo governo, na noite deste domingo (06), aponta 30% de abstenção no Enem, considerando os participantes de locais em que a prova não foi adiada. É o maior índice desde 2009, quando a proporção de faltosos chegou a 37,7%. No ano passado, a taxa foi de 25,5%.

Participantes eliminados, por infringir alguma regra de segurança, somaram 768, antes 740 registrados no ano passado. Do total, 641 acabaram desclassificados por descumprimento de regras gerais, 120 foram flagrados no detector de metais e 7 por recusa da coleta do dado biométrico.

O GLOBO
Enem

ENEM 2016: Começa hoje as provas para 8,6 milhões de estudantes

Enem 2016

Enem 2016

As provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) começam hoje (05) para os 8,6 milhões de inscritos. Nesse primeiro dia os estudantes vão responder a 90 questões de ciências humanas e ciências da natureza. Os candidatos terão quatro horas e 30 minutos para concluir as provas. A área de ciências da natureza e suas tecnologias abrange os conteúdos de química, física e biologia. Em ciências humanas e suas tecnologias, as provas são de geografia, história, filosofia, sociologia e conhecimentos gerais.

Os portões abrem às 12h e fecham às 13h, no horário de Brasília. Com o horário de verão e diferenças de fusos horários, os estudantes precisam ficar atentos, pois vários estados estão com a hora local diferente da capital federal. A aplicação do exame começa 30 minutos após o fechamento dos portões.

Para fazer a prova é fundamental apresentar documento de identidade original com foto e usar caneta esferográfica de tinta preta, fabricada com material transparente. Outra cor de tinta impossibilita a leitura óptica do cartão de respostas. É proibido o uso de celular ou qualquer aparelho eletrônico durante as provas. Os aparelhos terão de ser colocados em um porta-objetos com lacre, que deverá ficar embaixo da cadeira até o fim das provas. Em anos anteriores, candidatos foram eliminados por postar imagens da prova em redes sociais.

O candidato também não poderá usar lápis, lapiseira, borrachas, livros, manuais, impressos, anotações, óculos escuros, boné, chapéu, gorro e similares e portar armas de qualquer espécie, mesmo com documento de porte. Se estiver com um desses objetos, eles deverão ser colocados no porta-objetos.

Para enfrentar as longas horas de prova, o candidato poderá levar água e comida. O Ministério da Educação informou que haverá fiscalização dos lanches. Neste ano, pela primeira vez, haverá identificação biométrica dos estudantes. O objetivo é prevenir fraudes. As impressões digitais serão colhidas durante as provas.

O aluno poderá deixar o local após duas horas do início da prova. Só é possível sair com o caderno de questões nos últimos 30 minutos antes do fim das provas. Caso descumpra qualquer uma dessas regras, será eliminado. O Ministério da Educação adiou para os dias 3 e 4 de dezembro as provas dos candidatos que fariam o exame em prédios ocupados por estudantes.

Enem

ENEM 2016: Sobe para 5.150 número de inscritos no RN com provas adiadas

Lista atualizada pelo Inep mostra seis locais de provas ocupados no estado. Novidade é o campus da UERN de Pau dos Ferros, que também foi ocupado.

Lista atualizada pelo Inep mostra seis locais de provas ocupados no estado, dentre eles o campus da UERN de Pau dos Ferros.

O Ministério da Educação (MEC) atualizou e divulgou nesta sexta-feira (4) a lista dos locais de prova afetados pelo adiamento do Exame Nacional do Ensino (Enem). Em todo o país, subiu de 191.494 para 240.304 o número de participantes que terão que fazer o teste no dias em 3 e 4 de dezembro. No Rio Grande do Norte, o número de inscritos afetados pelas ocupações passou de 3.990 para 5.150.

No estado, agora são seis os locais de provas ocupados por estudantes que protestam contra a reforma do ensino médio e contra a PEC do teto dos gastos. A novidade é o campus da UERN de Pau dos Ferros, na região Oeste do estado. Lá, 1.160 candidatos não vão mais fazer as provas neste final de semana. Os outros locais ocupados são: Campus da UFRN em Caicó (1.138 inscritos), no IFRN de Macau (752), no IFRN da Zona Norte de Natal (540), e nas escolas estaduais Professor Anísio Teixeira (640) e Desembargador Floriano Cavalcanti, o Floca (920). Estas duas últimas também na capital potiguar.

Em todo o Rio Grando do Norte, 195.726 pessoas se inscreveram para a edição deste ano do Enem. Em Natal, são 69.618 candidatos. Mossoró é a segunda cidade com maior número de inscritos: são 22.781. Parnamirim vem em seguida, com 11.598 candidatos.

G1 RN
Enem

ENEM 2016: Justiça federal nega pedido de suspensão das provas

enem-2016

A Justiça Federal no Ceará negou nesta quinta-feira o pedido de liminar feito pelo Ministério Público Federal (MPF) para suspender a realização do Enem, neste fim de semana, quando cerca de 8,7 milhões de candidatos são esperados em locais de prova de todo o país.

O pedido de suspensão do exame foi protocolado nesta quarta-feira pelo procurador Oscar Costa Filho, do MPF no Ceará, motivado pelo adiamento do exame para cerca de 191 mil participantes, que terão de fazer a prova nos dias 3 e 4 de dezembro devido às ocupações de estudantes em 303 escolas que seriam locais do Enem. Costa Filho sustentava que não deve haver provas diferentes de redação num mesmo ano, uma vez que, segundo ele, não se pode garantir que uma prova não será mais difícil que a outra. Mas o pedido foi indeferido pela Justiça nesta quinta-feira.

“Imagine um aluno fazer a redação sobre corrupção, e outro, sobre política ambiental no mês seguinte. A prova do jeito que está não tem validade jurídica porque viola a igualdade entre candidatos. Se ficar assim, um juiz pode anular a redação e qualquer um dos 8 milhões de alunos pode buscar anular a redação” disse o procurador em entrevista, na quarta-feira. “Houve falta de atenção do MEC, um erro que considero humano. Estamos aqui para evitar o pior.”

 

O GLOBO
Enem

ENEM 2016: Após adiamento, procurador pede à justiça a suspensão das provas

enem2016

O Ministério Público Federal do Ceará (MPF/CE) entrou com uma ação civil pública na justiça, nessa quarta-feira (02), solicitando a suspensão das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), previsto pra acontecer no próximo sábado e domingo (5 e 6). O pedido, assinado pelo procurador da República Oscar Costa Filho, argumenta que o adiamento do exame aos  mais de 190 mil candidatos em todo país, cujos locais de provas estão ocupados por estudantes, fere o principio de isonomia de seleção. Para esses candidatos, as provas foram remarcadas para dos dias (3 e 4) de dezembro.

Segundo o procurador Oscar Costa Filho, aplicar as provas em dias diferentes e com temas de redação distinta prejudicará a igualdade entre os candidatos. A ação tem caráter de urgência e deverá ser julgada até a próxima sexta-feira pelo juiz Ricardo Cunha Porto, do 8ª vara da Justiça Federal do Ceará. Caso Julgada procedente, a ação terá efeito para todo Brasil.

O Ministério da Educação (MEC) informou que acionou a Advocacia-Geral da União (AGU) para derrubar o pedido protocolado pelo MPE/CE. Em nota, o ministério afirma que demonstrará o “grave equívoco na argumentação apresentada pelo procurador do Ceará” e lamenta “qualquer tentativa que venha gerar insegurança e tumultuar um Exame que afeta a vida de 8,6 milhões de estudantes e familiares”.

 

Tribuna do Norte
Enem

ENEM 2016: Provas são adiadas para 3.990 candidatos do RN, segundo MEC

ocupacoes

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) informou nesta terça-feira (01) que 191.494 dos 8,7 milhões de inscritos para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) não poderão fazer a avaliação no próximo fim de semana, em razão de 304 ocupações em colégios listados como locais de provas.

No Rio Grande do Norte, 3.990 candidatos serão afetados e as provas não serão aplicadas em cinco locais. As provas adiadas serão realizadas nos dias 3 e 4 de dezembro, segundo o Inep. Os inscritos afetados pelas ocupações serão avisados pelo Inep por meio de SMS, email e divulgação nos sites e redes sociais MEC e do Inep. Os inscritos podem acessar o aplicativo Enem 2016 e, ainda, se informar pelo 0800 616161.

A aplicação das provas do Enem não vai acontecer no próximo fim de semana no campus da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) de Caicó, no IFRN de Macau, no campus do IFRN da Zona Norte de Natal, e nas escolas estaduais Professor Anísio Teixeira e Desembargador Floriano Cavalcanti (Floca), na capital potiguar.

Segundo o Inep, a mudança dos locais de prova na véspera da aplicação colocaria em risco a segurança do Enem. “O exame exige um plano logístico de distribuição do material, com rotas pré-definidas, escoltas policiais e efetivo policial destacado para a operação. A alteração desses locais implica em reprocessar todo o material para readequação da nova logística. O local requer, ainda, estrutura mínima para receber a aplicação, ter acessibilidade para deficientes físicos (banheiros adaptados, mobiliário adequado para cadeirantes, surdos, cegos e à faixa etária), além de salas extras e estudo de plano de risco”.

G1 RN
Enem

ENEM 2016: Provas serão adiadas para 191,4 mil participantes

enem

O instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) informou nesta terça-feira (01) que 191.494 dos 8,7 milhões de inscritos para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) não poderão fazer a avaliação no próximo fim de semana, em razão de 304 ocupações em colégios listados como locais de provas.

Enem

Segunda edição do simulado nacional do Enem começa hoje

Mais de 710 mil estudantes de todo o país fizeram o primeiro simulado nacional do Hora do Enem, realizado entre os dias 30 de abril e 1º de maio, e repetido entre os dias 7 e 8 de maio.

Mais de 710 mil estudantes de todo o país fizeram o primeiro simulado nacional do Hora do Enem, realizado entre os dias 30 de abril e 1º de maio, e repetido entre os dias 7 e 8 de maio.

A partir deste fim de semana, estudantes de todo o país poderão fazer gratuitamente um simulado online do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), na plataforma Hora do Enem. As provas serão liberadas às 8h de hoje (25) e poderão ser acessadas até as 20h do dia 3 de julho.

Para acessar a prova, basta se cadastrar no site da Hora do Enem. Os alunos da rede pública que não tiverem acesso à internet poderão realizar o simulado na escola onde estudam, entre os dias 27 de junho e 1º de julho. Após o simulado, o estudante recebe imediatamente a nota que tirou. O resultado mostrará também o desempenho do aluno em relação a outros candidatos ao curso que pretende fazer. “Convoco todos os jovens do Brasil que estão se preparando para o Enem a participar do segundo simulado, agora em junho. É uma ótima oportunidade para se preparar”, disse o ministro da Educação, Mendonça Filho.

Este será o segundo simulado online para o Enem. Até a prova, dias 5 e 6 de novembro, serão disponibilizados pelo menos mais três testes, em agosto e outubro. Os últimos simulados serão no mesmo formato do Enem e terão dois dias de duração. Não haverá simulado da redação.

Mais de 710 mil estudantes de todo o país fizeram o primeiro simulado nacional do Hora do Enem, realizado entre os dias 30 de abril e 1º de maio, e repetido entre os dias 7 e 8 de maio. Pelo menos 85% dos participantes estudam na rede pública de ensino.

Realizado pelo Ministério da Educação em parceria com o Serviço Social da Indústria (Sesi) e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), o Hora do Enem oferece aos alunos cadastrados uma plataforma de estudos personalizada. Além dos simulados, os estudantes têm acesso a ferramentas como testes de nivelamento em diferentes matérias, videoaulas, exercícios comentados por professores e possibilidade de criar um cronograma de estudos online. As aulas podem ser acessadas na plataforma Mecflix.

Desenvolvida pela Geekie Games, a plataforma também está disponível na Google Play para download em smartphones Android.

As provas

O Enem de 2016 será nos dias 5 e 6 de novembro. A nota do exame é usada na seleção para vagas em instituições públicas, por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), bolsas na educação superior privada por meio do programa Universidade para Todos (ProUni) e vagas gratuitas nos cursos técnicos oferecidos pelo Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec).

O resultado do exame também é requisito para receber o benefício do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e participar do programa Ciência sem Fronteiras. Para maiores de 18 anos, o Enem pode ser usado como certificação do ensino médio.

Enem

MEC libera acesso à redação corrigida do Enem 2015

Total de redações corrigidas caiu: de 6,1 milhões em 2014 para cerca de 5,6 milhões no ano passado.

Total de redações corrigidas caiu: de 6,1 milhões em 2014 para cerca de 5,6 milhões no ano passado.

O Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais), ligado ao MEC (Ministério da Educação), liberou nesta segunda-feira (13) o acesso às redações corrigidas do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2015.

Os estudantes podem conferir a redação on-line, através do número do CPF e senha, sem possibilidade de recurso. Os participantes podem também verificar o resultado em cada uma das cinco competências avaliadas e comparar o desempenho com o dos demais participantes.

As redações, que teve como teve a “persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira”, foram avaliadas em uma escala de zero a mil pontos. “O tema permitiu aos participantes debater um assunto muito significativo para a luta da mulher brasileira”, disse a presidente do Inep, Maria Inês Fini.

O total de redações corrigidas caiu: de 6,1 milhões em 2014 para cerca de 5,6 milhões no ano passado. Entre uma edição e outra, houve ainda redução do número de participantes com nota máxima na redação. Se em 2014, 250 estudantes receberam nota 1000, no ano seguinte o número foi de 104.

Ao mesmo tempo, houve queda drástica do número de redações com nota zero –mas o motivo apresentado foi uma mudança na metodologia no cálculo desse dado. No ano passado, 529.374 textos não pontuaram e 53.032 redações receberam nota zero.

DESEMPENHO NO EXAME

A média dos participantes do Enem 2015 caiu em três das quatro áreas do conhecimento. Apenas em ciências humanas a média da última edição foi superior à 2014, de acordo com o Ministério da Educação. A variação negativa foi sutil: em matemática, por exemplo, a média dos participantes caiu de 473,5 pontos para 467,9. Em linguagens, a nota diminuiu de 507,9 em 2014 para 505,3 no Enem 2015.

“Mostrar aos participantes a avaliação de seu desempenho, seguindo os critérios estabelecidos, faz cumprir uma das funções mais nobres da avaliação, que é a retroalimentação do processo de desenvolvimento individual”, afirmou Maria Inês.

O ministério não divulgou a média dos concluintes do ensino médio, apenas a de todos os participantes que fizeram o Enem 2015. Ao todo, a edição do ano passado teve 5.810.948 participantes. A avaliação é adotada como critério de seleção e ingresso na maioria das universidades e institutos federais. Também é critério de acesso ao Fies (Financiamento Estudantil) e a bolsas do ProUni (Programa Universidade para Todos).

Folha de S.Paulo

Últimos Eventos

03/03/19
Master Leite
06/05/18
Parque Dinissauros - Povoado Sto Antonio (Cobra)
Março 2017
Aero Clube
08/07/2017
Parque Exposições - Fotos: Mazilton Galvão

Mais eventos

Jornal Expresso RN

Baixar edições anteriores

Curta Jean Souza no Facebook

Siga Jean Souza no Instagram

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
Botch das divs centrais
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!