Arquivos:

Eleições 2014

Dilma tem 52%, e Aécio, 48% dos votos válidos, aponta Datafolha

Pesquisa Datafolha divulgada nesta segunda-feira (20) aponta os seguintes percentuais de votos válidos no segundo turno da corrida para a Presidência da República:

– Dilma Rousseff (PT): 52%
– Aécio Neves (PSDB): 48%

Para calcular esses votos, são excluídos da amostra os votos brancos, os nulos e os eleitores que se declaram indecisos. O procedimento é o mesmo utilizado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado oficial da eleição.

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal “Folha de S.Paulo”.

De acordo com o Datafolha, na reta final da eleição, os candidatos continuam empatados, no limite da margem de erro, de dois pontos percentuais para mais ou para menos, mas Dilma aparece pela primeira vez numericamente à frente de Aécio em um levantamento feito após o primeiro turno.

No levantamento anterior do instituto, divulgado no dia 15, Aécio tinha 51% e Dilma, 49%.

Votos totais
Se forem incluídos os votos brancos e nulos e dos eleitores que se declaram indecisos, os votos totais da pesquisa estimulada são:

– Dilma Rousseff (PT): 46%
– Aécio Neves (PSDB): 43%
– Em branco/nulo/nenhum: 5%
– Não sabe: 6%

Na margem de erro, os candidatos estão empatados tecnicamente.

O Datafolha ouviu 4.389 eleitores no dias 20 de outubro. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%. Isso significa que, se forem realizados 100 levantamentos, em 95 deles os resultados estariam dentro da margem de erro de dois pontos prevista. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-01140/2014.

G1
Eleições 2014

Uma pesquisa por dia

Será, como era de se esperar, uma semana, cheia de novas pesquisas. Das que interessam, será divulgado um Datafolha presidencial hoje à noite. Uma pesquisa feita inteiramente hoje. Captará, assim, em seu resultado parte das repercussões do debate de ontem.

Na quarta-feira, um novo Datafolha. Na quinta-feira, uma pesquisa Ibope e novamente outra do Datafolha. No sábado, os dois institutos divulgarão novo levantamento.

Lauro Jardim
Eleições 2014

Pesquisa CNT/MDA mostra Dilma com 45,5% e Aécio com 44,5% das intenções de voto

A primeira pesquisa CNT/MDA divulgada após a votação do primeiro turno da eleição presidencial mostrou a candidata Dilma Rousseff (PT) com 45,5 por cento das intenções de votos, enquanto o candidato do PSDB, Aécio Neves, aparece com 44,5 por cento, mas apesar da vantagem numérica da petista, ambos estão tecnicamente empatados dentro da margem de erro.

Segundo a pesquisa, divulgada nesta segunda-feira, Dilma tem 50,5 por cento dos votos válidos, contra 49,5 por cento de Aécio. A margem de erro da pesquisa, realizada nos dias 18 e 19 de outubro, é de 2,2 pontos percentuais.

No primeiro turno, Dilma teve 41,6 por cento dos votos válidos e Aécio somou 33,6 por cento.

A pesquisa ouviu 2.002 pessoas, em 137 municípios de cinco regiões de país nos dias 18 e 19 de outubro.

Reuters
Corrupção » Eleições 2014 » Justiça

PETROLÃO: Detalhes dos depoimentos vai comprometer políticos eleitos e que estão disputando 2º turno

PETROLÃO: 34 DEPUTADOS ENVOLVIDOS FORAM REELEITOS
Dos 49 políticos envolvidos no escândalo do Petrolão, citados na delação premiada do ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa, 34 deputados federais foram reeleitos para a Câmara ou eleitos para outros cargos, inclusive de governador. Entre os envolvidos no esquema de recebimento de dinheiro sujo estão políticos de partidos governistas como PT, PP e PMDB, e os oposicionistas PSB e PSDB.

DINHEIRO SUJO
Quase todos os políticos enrolados no Petrolão irão responder pelo recebimento de dinheiro sujo para financiar suas campanhas.

A VERDADE
Investigadores avaliam que Paulo Roberto e Youssef não mentem em seus depoimentos, pela coincidência de nomes, valores e datas.

SEM COMBINAÇÃO
O ex-diretor da Petrobras e o megoleiro Alberto Youssef não mantêm contato, por isso não poderiam combinar seus depoimentos.

PARECEU ESTRANHO
Em julho, preso, o ex-diretor Paulo Costa pediu à Justiça para arrolar Eduardo Campos e Fernando Bezerra Coelho como testemunhas.

LAVA JATO: GOVERNADORES PODEM NÃO TOMAR POSSE
Fontes ligadas às investigações da Operação Lava Jato afirmaram, sem citar nomes, que “alguns governadores” eleitos no último dia 5, em primeiro turno, podem não tomar posse em 1º de janeiro, em razão da gravidade do envolvimento deles no esquema de corrupção e lavagem de dinheiro chefiado pelo megadoleiro Alberto Youssef e o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa, presos há sete meses.

TEM MAIS
Há políticos disputando o 2º turno, segundo fontes da investigação, que também podem ser alçadas pela Justiça, no escândalo da Lava Jato.

PÂNICO GERAL
Tira o sono de muita gente a suspeita de que o ministro Teori Zavascki vai liberar, antes do 2º turno, a lista dos políticos enrolados na delação.

Coluna de Cláudio Humberto - Diário do Poder
Eleições 2014

PEGANDO FOGO: Aécio e Dilma se encontram em um novo debate hoje na Record

Se o debate continuar com a sequencia de acusações entre eles, o povo continuará sem conhecer as propostas dos dois candidatos.

Se o debate continuar com a sequencia de acusações entre eles, o povo continuará sem conhecer as propostas dos dois candidatos.

Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB) se enfrentam neste domingo (19) no terceiro debate do segundo turno. O embate se dá no auge da baixaria inaugurada pelo PT nesta campanha: o partido protagoniza os ataques mais irresponsáveis já registrados em uma corrida eleitoral – capitaneados pelo ex-presidente Lula, que em 1989 foi alvo das baixarias de Fernando Collor, hoje aliado do PT. Se os candidatos mantiverem nesta noite, no encontro promovido pela Record, o clima das campanhas na televisão, o debate promete ser ainda mais agressivo do que o da última quinta-feira, no SBT.

Em suas inserções na TV, o PT passou a insinuar que o candidato tucano agride mulheres, deixando clara a tática do PT na reta final da campanha: expor a presidente Dilma como uma vítima das “grosserias” de Aécio. Na tarde de sábado, Lula disse que Aécio usa violência contra as mulheres, por “experiência de vida”, e a tática de “partir para cima agredindo”. Ao comentar a estratégia do tucano contra Dilma Rousseff, o ex-presidente insinuou que Aécio costuma bater em mulheres. “A tática dele é a seguinte: vou partir para a agressão. Meu negócio com mulher é partir para cima agredindo”, afirmou Lula. O ex-presidente também classificou Aécio de “filhinho de papai” e “vingativo”. E o comparou a Fernando Collor. O mesmo Fernando Collor que hoje divide palanques com Dilma, como há uma semana, em Alagoas. Lula ainda voltou a mencionar o episódio em que o adversário deixou de soprar o bafômetro em uma bliz no Rio de Janeiro.

Na quinta-feira, Dilma buscou atingir o caráter do tucano. O ápice da estratégia petista ficou claro no terceiro bloco, quando Dilma sacou uma pergunta sobre a Lei Seca no trânsito, cujo verdadeiro objetivo era lembrar o episódio em que Aécio recusou-se a fazer o teste do bafômetro durante uma blitz no Rio de Janeiro. O tiro saiu pela culatra: Aécio respondeu dizendo que ela “poderia ter sido direta” e ele mesmo mencionou o episódio. Na sequência, acusou Dilma de rebaixar o nível do debate.

Confrontado no debate anterior, da TV Bandeirantes, com o fato de que sua irmã, Andrea Neves, trabalhou no governo de Minas Gerais quando ele administrou o Estado, Aécio Neves disse que ela exercia trabalho voluntário e não remunerado. Em seguida, apontou a nomeação do irmão de Dilma, Igor Rousseff, para um cargo de assessor da prefeitura de Belo Horizonte na gestão do petista Fernando Pimentel.

Em entrevista ao vivo logo após o debate, a presidente perdeu o rumo ao falar sobre o duríssimo embate. Ao responder a pergunta da repórter Simone Queiroz, Dilma gaguejou ao tentar dizer a palavra “inequívoco”, se enrolou e pediu para recomeçar a entrevista, momento em que foi avisada que estava ao vivo. Ela tentou retomar o discurso, mas em seguida alegou ter sentido uma queda de pressão e foi conduzida até uma cadeira próxima.

O debate deste domingo começa às 22 horas. O programa será dividido em três blocos. No primeiro e segundo, haverá rodadas de confronto direto entre os candidatos, com perguntas de livre escolha e direito a réplica e tréplica. No terceiro, além das perguntas, serão feitas as considerações finais.

Do blog: O eleitor que ainda está indeciso espera ouvir dos candidatos propostas para melhoria do país, e não troca de acusações.

Eleições 2014 » Rio Grande do Norte

“É hora do Seridó mostrar sua força elegendo Henrique”, diz João Maia durante encontro com lideranças do Seridó

Prefeitos e lideranças políticas do Seridó estiveram presentes no encontro.

Prefeitos e lideranças políticas do Seridó estiveram presentes no encontro.

Em reunião com prefeitos, vereadores e lideranças da região do Seridó, neste domingo (19) em Caicó, o candidato a vice de Henrique, deputado federal João Maia (PR) fez questão de agradecer a toda militância por intensificar a cada dia a campanha rumo a vitória de Henrique neste segundo turno. A reunião aconteceu horas antes da caravana de Henrique 15 percorrer algumas cidades do Seridó.

Os deputados estaduais eleitos e reeleitos Nelter Queiroz e Álvaro Dias, e a senadora Ivonete Dantas também prestigiaram o encontro. “Vamos nos multiplicar mais ainda até o dia da nossa vitória. Henrique fez questão de escolher um seridoense para lhe ajudar a governar o Rio Grande do Norte. Vamos continuar lutando para resolvermos as questões dos recursos hídricos da nossa região de forma definitiva. Saio daqui com a convicção mais absoluta de que seremos vitoriosos. É hora do Seridó mostrar sua força elegendo Henrique Governador”, destacou João Maia.

Robson Pires
Eleições 2014

Professora do DF que agrediu partidários de Aécio Neves será expulsa do PCB

Professora do Distrito Federal, que aparece em um vídeo agredindo partidários do candidato Aécio Neves, será expulsa do PCB, partido em que se diz ser filiada. Assista o vídeo:

Veja a nota do partido abaixo:

A Comissão Política Nacional do PCB repudia com indignação a utilização do nome do Partido num episódio lamentável, que circula nas redes sociais, em que uma pessoa totalmente desequilibrada hostiliza de maneira grosseira e de baixo nível um grupo de jovens que fazia campanha para o candidato Aécio Neves, em Brasília, inclusive com ofensas pessoais degradantes.

Essa atitude desonra a história do PCB e indigna sua militância. A firmeza ideológica com que os comunistas enfrentam as polêmicas ideológicas e políticas, mesmo com setores de direita, sempre se pautou pela argumentação civilizada, pelo exercício do contraditório e do debate respeitoso. Essa não é uma postura de comunistas.

Em meio aos impropérios, a agressora se apresenta como candidata do PCB nas eleições deste ano.

O Secretariado Nacional do Partido apurou que se trata de uma sindicalista que se aproximou recentemente do Partido em Brasília. Sua candidatura foi indeferida porque a justiça eleitoral constatou que ela era filiada a outro partido, do qual não se afastou, pelo menos juridicamente.

A Comissão Política Nacional decide expulsá-la sumariamente, caso seja filiada, e determinar ao Comitê Regional do PCB em Brasília que instaure procedimento, a ser acompanhado pelo Secretariado Nacional, para apurar as circunstâncias e as responsabilidades pelo registro desta candidatura, que não era de conhecimento do Comitê Central.

Não descartamos a hipótese de infiltração nem de uma provocação eleitoral contra a campanha da candidata Dilma Roussef, na medida em que a autora da agressão verbal portava uma peça de propaganda com o nome da atual Presidente.

Qualquer tentativa de uso eleitoral dessa lamentável imagem será uma farsa, pois o PCB já anunciou publicamente que não indica qualquer dos candidatos ao segundo turno destas eleições, sugerindo o voto nulo, nos termos da Nota Política abaixo.

PCB – Partido Comunista Brasileiro

Do blog: Até onde vai a alienação política? Vergonha!

Eleições 2014

Pesquisa do Instituto Sensus coloca Aécio na liderança do segundo turno

KKK

Segundo o instituto, Aécio lidera com quase 13% dos votos válidos.

O Instituto Sensus publicou nesta sexta-feira (17) mais uma pesquisa de intenção de votos para o segundo turno da eleição presidencial. Divulgado pela revista IstoÉ, o levantamento mostra Aécio Neves (PSDB) 12,8 pontos à frente de Dilma Rousseff (PT). Na quinta-feira (16), o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) obrigou o instituto a divulgar informações sobre a coleta de dados de sua pesquisa anterior, após questionamentos da coligação petista.

Segundo os números publicados hoje, Aécio aparece com 49,7% dos votos totais, contra 38,4% de Dilma. Votos brancos, nulos e indecisos somam 12%.

Em votos válidos, o tucano soma 56,4% contra 43,6% da presidente, uma diferença de 12,8 pontos percentuais.

O Sensus informa que realizou 2.000 entrevistas em 136 municípios de 24 Estados do País entre os dias 14 e 17. A margem de erro é de 2,2 pontos

No levantamento anterior, publicado no dia 11, Aécio aparecia com 58,8% dos votos válidos, enquanto Dilma tinha 41,2%. Ou seja, nesse período de seis dias, o tucano caiu 2,4 pontos enquanto a petista subiu 2,4 pontos.

Questionamentos

A pesquisa anterior, que colocava Aécio 17 pontos à frente da presidente, levou a coligação petista a questionar o instituto.

O ministro Tarcisio Vieira de Carvalho Neto, do TSE, determinou ontem que o Sensus dê à candidata do PT à reeleição e à coligação Com a Força do Povo o acesso a informações sobre a coleta de dados da pesquisa divulgada no fim de semana.

De acordo com o TSE, a coligação e Dilma solicitaram “acesso ao sistema interno de controle, verificação e fiscalização da coleta de dados da pesquisa de opinião”.

Não foi determinado um prazo para o fornecimento dessas informações. Na decisão, Carvalho Neto determina que a Sensus permita o acesso aos dados solicitados, preservando, no entanto, a identidade dos entrevistados.

Dilma e a coligação fizeram o pedido com base em “supostas irregularidades na referida pesquisa”. Entre elas, estão a falta de identificação da fonte dos dados estatísticos e o “superdimensionamento” do percentual de entrevistados com nível superior.

R7
Eleições 2014

Dilma passa mal ao final de debate do UOL, SBT e Jovem Pan. Veja o vídeo

A candidata à reeleição Dilma Rousseff (PT) se sentiu mal durante entrevista que concedia após o debate promovido pelo UOL, SBT e Jovem Pan. Ela falava sobre seu desempenho no encontro quando disse à repórter que tinha tido uma oscilação na sua pressão arterial. A petista então voltou para sua cadeira. Na volta, a presidente pediu desculpas ao telespectador. “Tive uma queda de pressão. Um debate exige muito da gente”, disse a presidente.

Uol
Eleições 2014 » Rio Grande do Norte

Henrique em Santa Cruz e Robinson em São Paulo do Potengi nesta quarta-feira

HENRIQUE

No Trairi, Henrique reuniu multidão e lideranças regionais.

No Trairi, Henrique reuniu multidão e lideranças regionais.

“Henrique trabalha enquanto Robinson o que tem para apresentar? Nada”. Esta constatação foi do deputado estadual reeleito, Tomba Farias (PSB), na noite desta quarta-feira (15), em Santa Cruz, onde ocorreu comício regional promovido pela coligação União pela Mudança do candidato ao Governo do Estado, Henrique Eduardo Alves (PMDB).

Para o deputado, o eleitor não precisa ter dúvida em quem votar no dia 26 de outubro, defendendo o nome de Henrique como o mais indicado para administrar o estado. Tomba garantiu ao candidato do PMDB sua vitória em todas as cidades da região do Triari neste segundo turno.

“Comprovadamente todo o RN conhece a diferença entre os candidatos. Primeiro que Henrique trabalha. À frente da Câmara dos Deputados aprovou projetos que ajudam a melhorar a vida das pessoas no Brasil. Aqui em Santa Cruz, ele tem R$ 6 milhões em emendas e o outro candidato o que é que tem? O outro candidato passou 28 anos como deputado e não colocou nenhum poste nesta cidade. Este palanque construiu o Rio Grande do Norte e o outro lado fez o que? Nada. Henrique deu muito pelo Trairi e nós vamos dar a vitória a ele em todas as cidades da região”, afirmou Tomba.

O comício em Santa Cruz contou com a presença do candidato Henrique Alves, o vice João Maia (PR), o ministro Garibaldi Alves Filho (PMDB), dos deputados estaduais Ricardo Motta (PROS), Tomba (PSB) e Álvaro Dias (PMDB) e do deputado federal Rafael Motta (PROS). Além desses, estiveram prefeitos e lideranças políticas dos municípios de São Bento do Trairi, Sítio Novo, Lajes Pintada, Tangará, Campo Redondo, Jaçanã, Coronel Ezequiel, Serra Caiada e Japi.

A concentração para o evento reuniu milhares de pessoas da região do Trairi, as quais seguiram Henrique e seus aliados em caminhada pelas ruas da cidade. Repetindo o gesto de outras cidades por onde a “Caravana 15″ passou, Henrique Alves fez questão de descer do carro de apoio e fazer boa parte do percurso a pé, mantendo contato direto com o eleitor, até o largo da paróquia Santa Rita de Cássia, onde ocorreu o comício.

ROBINSON

No Potengi, Robson aproveitou pra comemorar a liderança nas pesquisas.

No Potengi, Robson aproveitou pra comemorar a liderança nas pesquisas.

Em São Paulo do Potengi, após saber dos números da pesquisa Ibope que o colocam sete pontos percentuais à frente do adversário na disputa do segundo turno, o candidato ao Governo do Estado, Robinson Faria (PSD), afirmou que não vai reduzir o ritmo de campanha, nem agir como se a vitória estivesse garantida. “Sapato alto aqui nesse palanque não tem. É de sandália havaiana ou de pé no chão. Vamos manter a luta, não vamos baixar a guarda, não vamos perder um minuto de trabalho”, discursou Robinson.

Com a senadora eleita Fátima Bezerra (PT) e o prefeito do município Naldinho, Robinson disse que muito da sua garra e resistência se deve ao fato de terem acreditado que ele não teria coragem de enfrentar um candidato com tantos apoios. “O adversário achava que não ia ter alguém que topasse a parada de enfrentar o acordão. Mas apareceu não um homem arrogante e sim um homem corajoso. Essa coragem Deus me deu e é com essa coragem que formamos esse palanque e demos a oportunidade a vocês de terem uma eleição democrática. Esse é o palanque da liberdade que conquistou o povo do Rio Grande do Norte”, afirmou.

Em seu discurso, a senadora eleita Fátima Bezerra disse que o povo deu uma lição de coragem e de ousadia ao elegê-la e mandar a eleição para o segundo turno. “O povo está tendo a oportunidade de aprofundar o debate e ter mais segurança para fazer a escolha. E hoje em São Paulo do Potengi estamos comemorando a primeira pesquisa do segundo turno que coloca Robinson rumo à vitória”, disse.

BG

Últimos Eventos

21/09/2019
São Vicente/RN
03/03/19
Master Leite
06/05/18
Parque Dinissauros - Povoado Sto Antonio (Cobra)
Março 2017
Aero Clube

Mais eventos

Jornal Expresso RN

Baixar edições anteriores

Curta Jean Souza no Facebook

Siga Jean Souza no Instagram

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
Botch das divs centrais
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!