Arquivos:

Educação

Catar celebra marca de 1.000 dias para a Copa do Mundo de 2022

Foto: Divulgação

Faltam exatos mil dias para a Copa do Mundo de 2022, a ser realizada no Catar. Dos oito estádios a serem utilizados no torneio, dois estão em operação: o Khalifa International e o Al Janoub. Segundo o Comitê Organizador da Copa, mais três arenas serão inauguradas neste ano: o Estádio da Educação, o Al Rayyan e o Al Bayt. O comitê e a Fifa fizeram um balanço sobre o andamento dos principais projetos e a experiência adquirida com o Mundial de Clubes de 2019.

– Com mil dias para a Copa, o Catar se situa onde nenhuma outra sede esteve. O Catar quer encantar o mundo e está no caminho para isso. A Copa do Mundo de 2022 será um avanço, de uma perspectiva social e cultural. Vai abrir portas para essa região fanática por futebol, oferecendo uma nova visão para locais e estrangeiros, trazendo pessoas mais próximas servindo como uma ferramenta para o entendimento comum – declarou o presidente da Fifa, Gianni Infantino.

Educação

16ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas abre inscrições

A competição é destinada a estudantes do 6º ano do ensino fundamental à 3ª série do ensino médio

As inscrições para a 16ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep) de 2020 estão abertas desde segunda-feira, 10 de fevereiro, e vão até 20 de março. As escolas deverão realizar a inscrição dos estudantes no site da Obmep.

Criada em 2005, a Obmep tem o objetivo de estimular o estudo da matemática, identificar jovens talentos na área e contribuir para a melhoria da educação básica. A competição é destinada a estudantes do 6º ano do ensino fundamental à 3ª série do ensino médio.

Em 2019, a 15ª edição da Obmep registrou mais de 18 milhões de alunos inscritos, de 54,8 mil escolas. Cerca de 99,71% dos municípios brasileiros tiveram pelo menos um jovem concorrendo. A premiação concedeu 575 medalhas de ouro, 1.725 medalhas de prata, 5.175 de bronze e até 51,9 mil menções honrosas.

A Olimpíada é realizada pelo Instituto de Matemática Pura e Aplicada (Impa) e promovida pelos ministérios da Educação (MEC) e da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC). A Sociedade Brasileira de Matemática (SBM) também apoia a competição.

Blog do Ismael Medeiros
Educação

Nordeste foi maior impactado por cortes de bolsas de pós-graduação Capes

Foto: Reprodução/Pixabay

A região Nordeste foi a que mais sofreu impactos com o corte de bolsas para pós-graduação feito pelo governo Jair Bolsonaro em 2019. De acordo com a Folha, os cursos mais atingidos foram os das áreas de engenharia, educação e medicina.

As bolsas são financiadas pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), o órgão é vinculado ao Ministério da Educação (MEC). As instituições do Nordeste perderam 2.063 bolsas, de acordo com dados obtidos pela Folha de S. Paulo via Lei de Acesso a Informação (LAI). O número equivale a 12% das bolsas antes vigentes. a reportagem detsaca que a região possui um sistema menor e mais novo de pós-graduação e pesquisa.

A Educação passou por bloqueios de orçamento no ano passado, o que refletiu em redução de investimentos.

De acordo com a Folha, o total de bolsas canceladas foi de 7.590. Elas financiavam pesquisas de pós-graduandos. No total, são 84,6 mil estudantes atendidos com financiamento. O número absoluto de bolsas canceladas foi maior no Sudeste. Porém, proporcionalmente, a região mais afetada foi o Nordeste, destaca a reportagem.

Educação

Identidade estudantil pode ser baixada de graça até este domingo

Identidade estudantil digital – Foto: Divulgação

Os interessados na identidade estudantil digital têm até este domingo (16) para tentar garantir o documento que é gratuito. É que a Medida Provisória 895/2019, editada pelo presidente Jair Bolsonaro, em setembro, vai perder a validade na segunda-feira (17). A partir dessa data, o Ministério da Educação (MEC), não terá mais autorização para emitir a ID Estudantil.

Até as 12h30 deste sábado mais de 320 mil ID estudantis haviam sido emitidas, cada uma a um custo de R$ 0,15 para o governo. O documento dá ao estudante direito a pagar meia-entrada em espetáculos artístico-culturais e esportivos e fica disponível no celular. Segundo o MEC, o objetivo é oferecer uma alternativa à carteirinha de plástico que continua sendo emitida por entidades estudantis como a União Nacional dos Estudantes (UNE) e pela União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes) e que custa R$ 35.

Educação

Escola em Serra do Mel ofertará primeiro curso de eletrotécnica da rede estadual

Foto: Ascom-RN/Divulgação

Na região da Costa Branca do RN, os estudantes da escola estadual Padre José de Anchieta passarão a ter ensino técnico voltando para fontes de energia sustentáveis. Por meio da parceria da Secretaria de Estado da Educação, da Cultura, do Esporte e do Lazer (SEEC), da Echoenergia e do Instituto Brasil Solidário (IBS), a unidade de ensino localizada em Serra do Mel ganhará novos espaços físicos e proposta pedagógica inovadora.

Com a presença de gestores, professores e comunidade escolar, a escola realizou, junto com o município, sua jornada pedagógica intitulada “Ventos que Transformam”. A ação teve por objetivo fortalecer o trabalho dos professores em sala de aula, por meio oficinas práticas e doação de materiais pedagógicos de apoio didático. “Trata-se de um olhar mais atencioso para a preparação das escolas das redes municipal e estadual. Juntos, aqui em Serra do Mel, estamos constituindo um fazer pedagógico onde nossos alunos serão os maiores beneficiados”, explica Marcos Lael, subsecretário de Educação do RN. Ele foi uma das autoridades presentes na abertura da jornada, que reuniu cerca de 100 participantes.

O subsecretário de Educação também destaca que esse é um passo importante para o desenvolvimento da região. “Em breve, a região de Serra do Mel será um polo da energia sustentável. Estamos trabalhando, todos juntos, para que nossos jovens tenham uma formação que permita ele ingressar nessa onda de desenvolvimento que estará chegando”, frisa Marcos Lael.

Para o diretor-presidente da IBS, Luis Salvatore, o projeto vai beneficiar todas as etapas de ensino e torna-se um bom exemplo de parcerias público-privada, “Trata-se de um projeto estratégico, pois engloba uma série de questões educacionais, que vão variar desde a primeira infância ao ensino técnico. Estamos diante de uma ação extremamente importante, onde a parceria com o Estado é fundamental para implementar a grade do ensino técnico com ênfase, observando a região, para eletrotécnica, uma vez que aquela região está recebendo uma série de investimentos da energia eólica e, também, da energia solar. Com esse aparato empresarial, em médio prazo, será necessária a contratação de mão de obra especializada e com essa parceria abrimos um novo leque de oportunidades”, destaca.

Educação

Começa 2ª rodada de capacitação para escolas cívico-militares

Foto: Divulgação

O Ministério da Educação (MEC) iniciou nesta terça-feira (11), e segue até sexta-feira (14), no Hotel São Rafael, em Porto Alegre, a segunda rodada de capacitação de profissionais que trabalharão nas escolas cívico-militares. O treinamento envolve policiais e bombeiros militares para trabalhar na gestão das unidades. Na primeira rodada, o trabalho envolveu diretores e coordenadores de escolas, além de representantes de secretarias estaduais e municipais de Educação.

Segundo o diretor de Políticas para as Escolas Cívico-Militares, Aroldo Cursino, haverá acompanhamento da situação dos alunos para saber das condições deles. De acordo com o MEC, das 54 escolas participantes da edição piloto programa, 27 terão efetivos das corporações estaduais (policiais e bombeiros). Essas unidades vão funcionar no modelo “Repasse de recursos”, em que o dinheiro do MEC será repassado aos governos locais, que, por sua vez, deverão investir na infraestrutura das escolas.

As outras 27 unidades vão seguir o modelo “Disponibilização de pessoal”, informou o MEC. Os recursos serão repassados para o Ministério da Defesa pagar os militares da reserva das Forças Armadas que vão participar do programa. Eles vão receber 30% da remuneração que ganhavam antes de se aposentar. Por meio do Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares, o MEC destinará R$ 54 milhões para 54 escolas, sendo R$ 1 milhão por instituição. O modelo será implementado ao longo do ano, em edição piloto.

Educação

Resultado atrasa após erro em lista de espera do Sisu enviada pelo MEC

Universidades federais de várias regiões do País comunicaram, nesta sexta-feira (7) ter recebido uma lista de espera do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) com erros. A lista foi enviada para as instituições na quinta-feira pelo Ministério da Educação (MEC), segundo as faculdades. Algumas horas após o envio, porém, as instituições dizem que o MEC avisou sobre falha na lista e pediu para que não fossem divulgadas.

O MEC não informou o que provocou o problema na lista de espera nem se apura a responsabilidade pela nova falha no Sisu. A pasta apenas enviou nota em que afirma que a divulgação de aprovados ocorrerá na segunda-feira, sem dizer o motivo. O Sisu é a plataforma do governo que reúne as vagas em universidades públicas do País.

O cronograma do MEC previa que o resultado da lista de espera fosse divulgado ontem. Para isso, enviou as listas de candidatos selecionados às instituições. Ao menos oito universidades publicaram nota em suas páginas oficiais explicando que, por causa do erro, a relação dos aprovados não seria divulgada.

O Estado de S. Paulo apurou que o erro ocorreu em consequência de mudanças feitas nas regras de acesso à lista de espera. O Sisu permite que o candidato escolha duas opções de curso – até o ano passado, o candidato que tivesse sido aprovado na segunda opção podia desistir da vaga para ficar na lista de espera da primeira opção. Neste ano, pela primeira vez, isso não é mais permitido – quem foi selecionado para a segunda opção não pode entrar na lista de espera.

Segundo servidores, a alteração no sistema não foi configurada para todas as condições de aprovação. Por isso, houve confusão na lista de espera.

Segundo a Universidade Federal do Oeste da Bahia (Ufob), a Pró-Reitoria de Graduação recebeu a lista na quinta à noite, quando divulgou o resultado, mas na madrugada de ontem recebeu notificação do sistema do MEC de que “a instituição deve esperar a lista de espera definitiva que ainda será disponibilizada”. A Ufob perguntou quando receberia a nova lista, mas não obteve resposta.

O mesmo ocorreu com a Federal de Pelotas. A instituição publicou nota em que informou os alunos de que ainda “não há nova data prevista para a divulgação” e que assim que a lista for liberada pelo MEC divulgará novo cronograma de matrículas. A Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), a de São Carlos (UFSCar), a de Campina Grande (UFCG) e a do Maranhão (UFMA) também comunicaram o problema.

A única que chegou a informar nova data para a divulgação da lista foi a Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), que disse ter sido notificada de que o resultado será publicado na segunda-feira, o que implica em mudanças no calendário de matrículas da instituição. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Agência Estado
Educação

Inscrições para o Fies estão abertas a partir desta quarta

Começam nesta quarta-feira (5) e vão até o dia 12 as inscrições para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), programa do Ministério da Educação (MEC) destinado a financiar cursos superiores em universidades privadas para estudantes de baixa renda. Em 2020, a oferta do programa é de 100 mil vagas.

As inscrições podem ser feitas por meio do site do programa, a partir de um cadastro vinculado ao CPF. Há duas modalidades de financiamento no atual modelo do Fies, que possibilitam juro zero a quem mais precisa e uma escala que varia conforme a renda familiar do candidato.

A oferta de vagas a juro zero é destinada a estudantes com renda familiar per capita mensal de até três salários mínimos, que tenham realizado qualquer edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) desde 2010 e obtido pelo menos 450 pontos de nota média. O candidato não pode ter tirado zero na redação.

P-Fies

A outra modalidade, denominada P-Fies, é destinada a estudantes com renda per capita mensal familiar de até cinco salários mínimos. Nesse caso, as condições do financiamento são negociadas com algum agente financeiro que fica responsável pelo contrato.

Para se inscrever no P-Fies, o estudante ainda precisa atender aos mesmos critérios do Fies juro zero: nota mínima de 450 pontos nas provas do Enem e não ter zerado a redação.Pelo calendário do MEC, o resultado da primeira pré-seleção do Fies será divulgado em 26 de fevereiro.

Quem não for pré-selecionado ainda pode ter uma segunda chance, ficando em lista de espera para o caso de algum estudante não confirmar a inscrição.A classificação é feita com base na nota do Enem, sendo dada preferência a quem nunca cursou nenhum curso superior. O candidato pode selecionar até três cursos de seu interesse que tenham vagas no Fies.

Bolsistas parciais do Programa Universidade para Todos (ProUni), ou seja, aqueles que têm bolsa de 50% da mensalidade, também podem participar do processo seletivo do Fies e financiar a parte da mensalidade não coberta pela bolsa.

São contemplados no Fies somente cursos no formato presencial. O programa não financia cursos no formado ensino a distância (EaD).

Mesmo no formato presencial, a oferta de vagas obedece a critérios estabelecidos pelo MEC, sendo priorizados, com 60% das oportunidades, cursos nas áreas de saúde, engenharia, computação e pedagogia.

Têm prioridade também as mesorregiões com Índice de Desenvolvimento Humano Municipal mais baixo, como Norte e Nordeste.

É previsto também um número maior de vagas no Fies para cursos com melhor avaliação, segundo o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes): 35% para cursos com conceito 5; 30% para aqueles com conceito 4; 25% com conceito 3; e 10% para cursos autorizados recentemente.

Pagamento

Tanto no Fies Juro Zero quanto no P-Fies, o estudante só começa a pagar a dívida contraída depois que se formar, na forma do contrato. A parcela devida é descontada na fonte.

Caso ainda não tenha emprego e renda formal, o financiamento será quitado em prestações mensais equivalentes ao pagamento mínimo, de acordo com o regulamento do CG-Fies.

Durante o curso, o estudante deve pagar apenas a parcela da mensalidade não incluída no financiamento e encargos operacionais ligados ao contrato, bem como um seguro de vida.

Após a complementação da inscrição, o pré-selecionado no Fies e P-Fies tem prazo de cinco dias para comparecer à Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) da instituição de ensino, para análise de documentação.

A partir do terceiro dia útil imediatamente subsequente à data da validação da inscrição pela CPSA, o candidato selecionado tem dez dias úteis para comparecer ao agente financeiro parceiro, apresentar a documentação exigida e formalizar a contratação do financiamento.

Agência Brasil
Educação » Esporte » Rio Grande do Norte

Técnico potiguar recebe convite para treinar escola dos EUA

Treinador de basquete do Colégio Marista de Natal, Luiz Afonso, 27, foi convidado para treinar os times de basquete da Bishop Walsh School, escola localizada na cidade de Cumberland (estado de Maryland), nos EUA. Ele já viaja este domingo (2) para a terra do Tio Sam.

Os trabalhos realizados em Natal, em outros estados e até fora do Brasil contribuíram sobremaneira para carimbar o passaporte do professor. “Pela dedicação e trabalhos já desenvolvido, também venho sendo sondado por clubes e projetos como Campo Mourão (PR) e Mackenzie (SP)”, acrescenta Afonso.

“Esse reconhecimento acabou chegando mais longe. Recebi um convite para uma reunião nos EUA e essa reunião, na verdade, se tornou uma entrevista de emprego”, destaca, orgulhoso o, agora, ex-treinador do Marista.

Como técnico de basquete escolar, Afonso conquistou quatro Jogos Escolares do Rio Grande do Norte, maior competição estudantil da região Nordeste, em quatro anos, além de cinco medalhas de prats e dois bronzes. “Graças a Deus, sempre cheguei ao pódio com minhas equipes, em todos categorias”, comemora.

Agora RN
Educação » Rio Grande do Norte

Governo finaliza reforma e ampliação de duas escolas em Currais Novos

Governadora participou hoje da entrega de duas Escolas Estaduais em Currais Novos: Tristão de Barros e Ester Galvão. As escolas passaram por obras de reestruturação e juntas passam a beneficiar mais de 500 alunos da região. Ambas passam a oferecer ensino integral, sendo Tristão para Ensino Médio e Ester para o Fundamental.

As duas unidades juntas somam mais de R$ 7 milhões de investimento do Governo do Rio Grande do Norte garantindo a cidadania e dignidade no acesso à educação com conforto e qualidade aos estudantes e professores.

As obras ainda passarão por vistoria do Corpo de Bombeiros para receber o Habite-se e a liberação para o uso. Atualmente, 15 escolas estão passando por obras de reforma e ampliação com recursos do @Governocidadao.

Além de Currais Novos, outras duas escolas já estão prontas para serem entregues: Antônio Aladim (Caicó) e Djalma Aranha Marinho (Natal). Outras 3 escolas foram entregues à SEEC RN reformadas em 2019: Tenente Coronel José Correia (Assu), Alfredo Simonetti (Upanema) e Francisco de Assis Dias Ribeiro (Santa Cruz). O objetivo do governo é encerrar o ano com 40 escolas reformadas.

O prefeito Odon Jr esteve presente durante todo o percurso.

 

Jair Sampaio

Últimos Eventos

21/09/2019
São Vicente/RN
03/03/19
Master Leite
06/05/18
Parque Dinissauros - Povoado Sto Antonio (Cobra)
Março 2017
Aero Clube

Mais eventos

Jornal Expresso RN

Baixar edições anteriores

Curta Jean Souza no Facebook

Siga Jean Souza no Instagram

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
Botch das divs centrais
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!