Arquivos:

Educação » Rio Grande do Norte

Governo do RN investe R$ 23,7 milhões em reformas de escolas

A governadora Fátima Bezerra homologou nessa terça-feira (15) as licitações de obras de reformas em mais 14 escolas da rede estadual, num total de R$ 22 milhões em investimentos do Projeto Integrado de Desenvolvimento Sustentável do RN – o Governo Cidadão –, realizado com recursos do empréstimo do Banco Mundial (veja lista abaixo). Com isso, sobe a 33 o número de escolas com as reformas já em andamento ou licitadas. Em outras sete, os projetos estão em fase de ajustes para início das obras.

A governadora também assinou ordem de serviço no valor de R$ 1,7 milhão para compra de 621 aparelhos de ar-condicionado a serem instalados em 19 escolas estaduais. Lembrando sua condição de educadora, Fátima destacou que a assinatura dos atos no Dia do Professor tem um significado especial, por duas razões: simbolizar a gratidão da sociedade pelo papel importante “desempenhado pelos professores e professoras no desenvolvimento da educação em nosso estado e por significar a reafirmação do compromisso irrenunciável do nosso governo com a valorização dos trabalhadores na educação”.

Destravando obras

O secretário de Gestão de Projetos e Metas e coordenador do Governo Cidadão, Fernando Mineiro, acentuou que a homologação das licitações coroa o trabalho intensivo realizado pelas equipes de engenharia do projeto e da SEEC (Secretaria da Educação, da Cultura, do Esporte e do Lazer) para resolver problemas técnicos e entraves administrativos legados pela gestão anterior. “Os resultados mostram o acerto da estratégia do governo da professora Fátima, de fazer do Governo Cidadão um projeto de Estado, não de um governo, e a importância da gestão integrada para fazer as coisas andarem de verdade”, disse o secretário.

A especialista sênior e gerente do projeto junto ao Banco Mundial, Fátima Amazonas, também participou do evento no auditório da Governadoria, no Centro Administrativo do Estado, em Natal. Ela destacou o valor da educação – “a base de todas as profissões” – para o desenvolvimento do Estado. Também participaram da solenidade o vice-governador; Antenor Roberto; o secretário Getúlio Marques Ferreira e técnicos da SEEC; a gerente executiva Ana Guedes e consultores do Governo Cidadão; E representantes de todas as Diretorias Regionais de Educação, das empresas vencedoras das licitações e da UniRN (Universidade do Rio Grande do Norte).

Escolas com licitações homologadas

Escola Estadual José Avelino (Afonso Bezerra) / Valor: R$ 1.509.376,10

Escola Estadual Adalgisa Emília da Costa (Carnaubais) / Valor: R$ 1.956.361,81

Escola Estadual Coronel Solon (Grossos) / Valor: R$ 1.566.352,47

Escola Estadual Jerônimo Rosado (Gov. Dix-sept Rosado) / Valor: R$ 1.270.985,79

Escola Estadual Vicente Lemos (senador Eloy de Souza) / Valor: R$ 1.436.595,07

Escola Estadual Amaro Cavalcanti (Jardim de Piranhas) / Valor: R$ 1.214.661.88

Escola Estadual Zila Mamede (Natal) / Valor: R$ 2.269.107,98

Escola Estadual Nísia Floresta (Nísia Floresta) / Valor: R$ 1.740.723,20

Escola Estadual João Soares de Souza (Venha Ver) / Valor: R$ 839.974,72

Escola Estadual Governador Dinarte Mariz (Alexandria) / Valor: R$ 1.666.036,93

Escola Estadual Waldemar de Souza Veras (Alexandria) / Valor: R$ 1.240.306,69

Escola Estadual Ubaldo Bezerra de Melo (Ceará-Mirim) / Valor: R$ 2.520.932,80

Escola Estadual Gilberto Rola (Mossoró) / Valor: R$ 2.766.386,53

Escolas que receberão aparelhos de ar-condicionado

João Câmara – Escola Estadual Indígena Prof. Francisco Silva Nascimento

Caraúbas – Escola Estadual Prof. Almiro de França Silva

São Gonçalo do Amarante – Escola Estadual Prof. Ivani Machado

Macaíba – Escola Estadual Ivonete Felipe de Souza

Ceará-Mirim – Escola Estadual Augusto Xavier de Góis

Ceará-Mirim (Assentamento do Rosário) – Escola Estadual Prof. Marta Maria Castanho Almeida Pernambuco

Currais Novos – Escola Estadual Tristão de Barros

Currais Novos – Escola Estadual Ester Galvão

Natal – Escola Estadual Djalma Aranha Marinho

Natal – Escola Estadual Severino Bezerra de Melo

Natal – Escola Estadual Senador Dinarte Mariz

Caicó – Escola Estadual Professor Antônio Aladim

Tangará – Escola Estadual Severino Bezerra

Frutuoso Gomes – Escola Estadual Frutuoso Gomes

Assu – Escola Estadual Tenente-coronel José Correia

Martins – Escola Estadual Joaquim Inácio

Upanema – Escola Estadual Alfredo Simonetti

Umarizal – Escola Estadual 11 de Agosto

Santa Cruz – Escola Estadual Francisco de Assis Dias Ribeiro

PNA
Educação » Rio Grande do Norte

Governo do RN convoca 356 professores temporários

FOTO: DIVULGAÇÃO/GOVERNO DO RN

O Diário Oficial do Estado de desta quinta-feira, 9, traz a nomeação de 356 professores temporários convocados para o quadro de docentes da Secretaria da Educação, da Cultura, do Esporte e do Lazer do RN (Seec). Os profissionais serão distribuídos pelas unidades de ensino estadual das diretorias regionais de Natal, Santa Cruz, Caicó, Assu, Mossoró e Pau dos Ferros.

Foram convocados professores das disciplinas de Arte, Biologia, Educação Física, Pedagogia (anos iniciais), Educação Especial, Ensino Religioso, Filosofia, Física, Geografia, História, Língua Espanhola, Língua Inglesa, Matemática, Química, Sociologia e intérpretes/tradutores de Libras.

Os candidatos selecionados têm até o dia 19 de outubro para se apresentarem nas sedes das Diretorias Regionais de Educação e de Cultura para onde foram convocados. Os educadores deverão levar toda a documentação e exames obrigatórios para assunção do cargo. Os itens exigidos estão descritos no edital de convocação publicado no DOE.

Edital

Essa convocação é referente ao edital 001/2019-SEEC, lançado em agosto deste ano, que teve por objetivo selecionar candidatos para compor cadastro de reserva de professores e especialistas de educação dos componentes curriculares nos Ensinos Fundamental e Médio.

Portal no Ar
Educação

Programa do MEC abrirá 1,5 milhão de vagas em educação profissional

FOTO: MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL

O Ministério da Educação (MEC) vai ofertar mais 1,5 milhão de vagas em educação profissional e tecnológica até 2023. O aumento das vagas faz parte do programa Novos Caminhos, lançado nesta terça-feira (8). Com o programa, as atuais 1,9 milhão de vagas passarão para 3,4 milhões em todo o país, representando um aumento de 80%. O ministro da Educação, Abraham Weintraub, assinou quatro portarias para dar andamento ao programa.

Segundo o ministro, o objetivo é acabar com preconceitos em relação a cursos técnicos e melhorar a qualificação dos profissionais. “Um curso técnico bom permite ao jovem ter renda superior a alguém formado em curso superior, que não tem foco na realidade.”

Essas vagas deverão ser ofertadas tanto no ensino médio quanto para jovens e adultos que já estão fora da escola. A pasta pretende também articular a oferta dos cursos com a demanda do mercado de trabalho. “A educação tem que estar voltada para o mercado de trabalho, não pode dar as costas e ignorar as demandas do setor produtivo”, disse o secretário de Educação Profissional e Tecnológica, Ariosto Antunes Culau.

O programa prevê uma série de ações, que incluem mudanças na regulação da oferta de cursos técnicos, formação de professores e ampliação de cursos profissionais e técnicos. O novo programa se baseia em três eixos: Gestão e Resultados; Articulação e Fortalecimento, e Inovação e Empreendedorismo.

Formação de professores

A meta da pasta, além da abertura de novas vagas para estudantes é preparar 40 mil professores da rede pública até 2022 com aulas sobre atualização tecnológica, técnicas pedagógicas voltadas para a educação profissional, empreendedorismo e orientação vocacional e profissional. Serão abertas também 21 mil vagas para formação de professores de ciências e de matemática.

Deverão ainda ser reconhecidos mais de 11 mil diplomas de pessoas que concluíram a formação técnica na rede privada de ensino superior desde 2016, mas não tinham chancela da pasta por conta da ausência de ordenamento jurídico.

Pesquisa aplicada

O MEC pretende criar um escritório, que atuará na articulação entre os setores público e privado. Esse escritório deverá estimular a pesquisa aplicada, a inovação e a iniciação tecnológica. Serão lançados editais para estudantes, professores e pesquisadores com investimento total de R$ 60 milhões até 2022.

Além disso, a pasta anunciou a criação de cinco polos de inovação nos institutos federais voltados para empreendedorismo e pesquisas aplicadas.

Catálogo de cursos

A pasta vai atualizar o catálogo nacional de cursos técnicos, que orienta a oferta em todo o país. O catálogo vigente, segundo o MEC, foi atualizado em 2014, com base no cenário do Brasil em 2013. “[Vamos fazer a] identificação dos conhecimentos e habilidades, das novas profissões, que devem ser incorporadas ao catálogo”, disse o secretário Culau. Para a atualização, o setor produtivo deverá ser procurado para expor a atual demanda.

A pasta pretende também consolidar um novo marco regulatório para a oferta de cursos técnicos por instituições privadas de ensino superior.

Parceria com estados

Em parceria com os estados, a intenção é ofertar, até 2022, 2 mil vagas de mestrado profissional em redes estaduais.

Mais de 100 mil vagas voltadas para a qualificação profissional deverão ser ofertadas com recursos do Bolsa Formação, que estão, de acordo com o MEC, nas contas dos estados e do Distrito Federal. Para isso, serão repactuados R$ 550 milhões. Os entes federados poderão buscar parcerias com o Sistema S e com a rede federal.

Cenário internacional

De acordo com dados apresentados pelo MEC, o Brasil está distante da oferta de educação profissional e técnica de outros países. Enquanto no Brasil a oferta de ensino técnico chega a 8% das matrículas de ensino médio, no Reino Unido esse percentual é de 63%; na União Europeia, 48%; e, no Chile, 31%.

Por Mariana Tokarnia/Agência Brasil
Educação » Rio Grande do Norte

Escolas públicas do RN recebem livros de autores potiguares

 

FOTO: ARQUIVO/PORTAL NO AR

Na manhã desta terça-feira (17), gestores e alunos de 50 escolas do sistema estadual de ensino do RN receberam obras de autores potiguares em uma ação educativa fruto da parceria entre a Secretaria de Estado da Educação, da Cultura, do Esporte e do Lazer (SEEC), do Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Norte (IHGRN) e da União dos Dirigentes Municipais de Educação do RN (Undime). A entrega dos livros aconteceu no auditório Angélica Moura, na sede da SEEC, em Natal.

Chamado de Sacola Literária, o projeto de doação de livros às bibliotecas de escolas públicas atendeu 35 unidades de ensino da rede estadual e 15 da rede municipal. Cada unidade recebeu 16 obras, que foram doadas pelo IHGRN.

Representando o titular da SEEC, Getúlio Marques, a chefe de gabinete da Educação, Socorro Batista, destacou o simbolismo que a entrega de livros carregada em si. “Promover a leitura é um compromisso que todos nós temos com nossos alunos. Hoje, com a entrega das obras de escritores da terra, esse compromisso é reafirmado. Trata-se de uma ação forte, que reúne o Instituto e a Undime, em uma demonstração de parceria em prol do ensino”, frisou Socorro Batista.

O presidente do IHGRN, Ormuz Barbalho Simonetti, explicou o processo de escolha dos títulos entregue às escolas. “Uma equipe de profissionais do instituto selecionou, dentre as obras que faziam parte do nosso acervo, os títulos que poderiam enriquecer as bibliotecas escolares, dando vida aos livros, gerando conhecimento”, frisou Simonetti.

“Trabalhar com autores potiguares faz a aula ser mais atrativa pois nossos alunos podem conhecer escritores que aqui desenvolveram suas atividades. Vamos analisar cada obra, mas já temos a certeza que irão contribuir com nossa escola”, explicou Fabiano Moreira, gestor da escola estadual Dr. Manoel Villaça, localizada no bairro de Lagoa Nova, em Natal.

As unidades de ensino municipais enviaram seus representantes para o recebimento da Sacola Literária. “Uma ação como essa é fruto de regime de colaboração entre Estado e municípios que funciona. Temos parcerias no campo do transporte, na discussão da base comum e hoje reafirmamos esse trabalho com uma ação no campo da leitura. Um momento muito feliz para as escolas”, disse Alexandre Soares, presidente da Undime-RN.

Portal no Ar
Educação » Rio Grande do Norte

Ensino no RN ganha destaque no ranking nacional da educação

Over Colégio e Curso é a melhor instituição de ensino do Estado, segundo dados do MEC

O Rio Grande do Norte conseguiu emplacar duas escolas entre as 20 melhores do país, segundo ranking oficial do Ministério da Educação (MEC). Pelo segundo ano consecutivo, o Over conseguiu o primeiro lugar no Estado e figura entre os 10 melhores do Brasil, com nota 7,5. Já o Cei Romualdo Galvão ficou em 16º lugar na pontuação nacional, com nota 6,9.

Desde 2017, para medir a qualidade das escolas, o MEC passou a usar o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) como único indicador, deixando de divulgar o antigo ranking baseado nos microdados do Enem pois privilegiava manipulações por parte de algumas instituições.

“O modelo antigo era inapropriado, não refletia a realidade das escolas, não indicava a qualidade”, disse a ex-presidente do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), Maria Inês Fini. “Daí a importância de combinar as notas da Prova Brasil com as taxas de fluxo das escolas, gerando um panorama mais real do desempenho das instituições, qualificando o resultado.”

Com a prática ilegal das escolas de fazerem uma seleção de poucos alunos para serem avaliados pelo Enem, numa clara tentativa de burla e omissão dos alunos de “pouco rendimento”, o Ministério da Educação passou a considerar como único ranking o do SAEB (Sistema de Avaliação da Educação Básica).

Inclusive, foi o então ministro da Educação Mendonça Filho que classificou de “propaganda falsa” a estatística conferida pelos microdados do Enem. Recentemente, o MEC divulgou nota se posicionando sobre possíveis “rankings” extraoficiais: “Somos contra qualquer tipo de ranking construído a partir dos microdados. É inadequada a comparação e a exposição pública de escolas baseadas nessas informações”.

O Inep disponibilizou em seu site um guia para ver o desempenho por escola. Para acessar, basta informar o Estado, o município e a rede de ensino (estadual, federal ou privada) no link http://ideb.inep.gov.br/

Na classificação são avaliadas três séries: quinto e nono ano do Ensino Fundamental e terceira série do Ensino Médio.

Em outubro deste ano, será realizada uma nova prova que gerará um novo ranking a ser divulgado no segundo semestre de 2020.

Agora RN
Educação

Nova carteira do estudante deverá dispensar taxa da UNE

(FG Trade/Getty Images)

O presidente Jair Bolsonaro alfinetou integrantes do PCdoB ao falar sobre a edição de uma medida provisória que criará a carteira digital de estudantes. Ele afirmou que não será mais preciso pagar a taxa para entidades como a União Nacional dos Estudantes (UNE), tradicionalmente comanda pela Juventude do PCdoB.

“Vou facilitar a vida dos estudantes. Não vai ter mais que pagar para a UNE, que quem manda lá é o PCdoB”, afirmou Bolsonaro a jornalistas ao deixar o Palácio da Alvorada na manhã desta terça-feira, 3. “Vai faltar dinheiro para o PCdoB”, completou, rindo.

Na segunda-feira, 2, o porta-voz da Presidência da República, Otávio Rêgo Barros, não soube informar se a ideia da MP é tirar expressamente da UNE, da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes) e da Associação Nacional de Pós-graduandos (ANPG) o poder de cobrar pela emissão do documento.

Bolsonaro confirmou nesta terça que a medida provisória será assinada na sexta-feira, 6, e que participará do evento. Ele cancelou viagem a Letícia, na Colômbia, que ocorreria no mesmo dia para discutir temas da Amazônia. Segundo o presidente, o encontro deve ser realizado por videoconferência.

Exame
Educação

RN conquista maior número de medalhas na 11ª Olimpíada de História

FOTO: REPRODUÇÃO/FACEBOOK/OLIMPÍADA NACIONAL EM HISTÓRIA DO BRASIL

O Rio Grande do Norte foi o estado mais premiado na 11ª Olimpíada Nacional em História do Brasil (ONHB) realizada nesse fim de semana, na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Ao todo, o RN faturou 20 medalhas, sendo quatro ouros, sete pratas e nove bronzes.

O Nordeste levou medalhas: do total de 75 distribuídas, 58 foram para a região. Além das 20 do RN, Pernambuco ficou em segundo com 15 e o Ceará em terceiro com 14.

Neste ano, a ONHB teve 73 mil inscritos desde a fase inicial. As equipes passaram por seis etapas online com duração de uma semana cada. A final contou com a realização de uma prova dissertativa no sábado (17) em que foi apresentado um conjunto de documentos com manchetes de jornais dos últimos do Brasil e solicitado aos competidores a elaboração de um texto com os temas: violência, exclusão e banalidade do mal.

A coordenadora da ONHB, Cristina Meneguello, afirma que a 11ª edição confirmou o sucesso do projeto. “A cerimônia foi muito tocante, especialmente nas falas dos professores e convidados que destacaram a importância do ensino de História, do papel do historiador, do estudo e da consciência do jovem na sociedade atual. A final veio coroar um esforço de 11 anos muito bem sucedido em nível federal.”

Como funciona a Olimpíada de História

A Olimpíada Nacional em História do Brasil (ONHB) é um projeto realizado pelo Departamento de História da Unicamp. É composta por seis fases de provas realizadas de forma online, com duração de uma semana cada. As questões de múltipla escolha e realização de tarefas são respondidas pelos participantes por meio de debate, pesquisa em livros, internet e orientação do professor.

O método tem como principal objetivo incentivar o desenvolvimento da análise crítica e discussões sobre os mais variados assuntos, por meio de pesquisa e análise de textos, imagens e mapas. Dessa forma, a ONHB consolida-se como uma importante ferramenta de aprendizado do ensino de História. Tem apoio do CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico) e do Programa de Pós-Graduação em História da Unicamp.

Confira as medalhas por estado:

Rio Grande do Norte (4 ouros, 7 pratas, 9 bronzes): total de 20
Pernambuco (3 ouros, 7 pratas, 5 bronzes): total de 15
Ceará (2 ouros, 3 pratas, 9 bronzes): total de 14
São Paulo (3 ouros, 2 pratas, 7 bronzes): total de 12
Bahia (1 prata, 3 bronzes): total de 4
Piauí (3 pratas)
Minas Gerais (2 ouros)
Goiás (1 prata)
Pará (1 bronze)
Paraíba (1 prata)
Rio de Janeiro (1 ouro)
Sergipe (1 bronze)

Portal no Ar
Educação » Rio Grande do Norte

Alunos do RN vão disputar olimpíada na Tailândia

FOTO: DEMIS ROUSSOS/GOVERNO DO RN

A governadora Fátima Bezerra se reuniu, nessa segunda-feira (12), com a equipe de estudantes e professores da Escola Estadual Professor Otto de Brito Guerra, localizada em Ceará-Mirim, que vai representar o Rio Grande do Norte na Olimpíada Internacional Matemática Sem Fronteiras 2019 na Tailândia. O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Educação, investiu quase R$ 65 mil, com inscrições e passagens, para o grupo participar do evento integrando a delegação brasileira.

“É com muito orgulho que eu enquanto professora e na condição de governadora desejo muito sucesso aos estudantes e professores que representarão muito bem o RN na competição. Esta é uma grande oportunidade de experiência e aprendizagem para vocês que agora ganham também o importante papel de incentivar os outros alunos”, destacou Fátima.

A comissão é formada por três alunos do segundo ano do ensino médio – Carlos Daniel de Oliveira, Marcos Sérgio de Sales Silva e José Eduardo de Souza Demétrio Silva – e dois professores, Débora Cristina Silva Ramos (matemática) e Cristóvão Porciano do Nascimento Júnior (física). Eles viajam nesta terça-feira (13) com destino à Tailândia para a olimpíada que acontece de 16 a 20 de agosto.

Sônia Maria, diretoria da escola, lembrou que os três alunos representam os doze medalhistas da instituição na olimpíada. “Fizemos uma seleção da seleção, já que não havia recursos para todos os alunos irem”, explicou. Ela contou que os professores, as turmas e amigos fizeram vários tipos de ‘vaquinhas’, como rifas, feijoada e ‘cota online’, a fim de arrecadar dinheiro para que os estudantes tirassem seus passaportes e pudessem arcar com os custos de permanência. Além disso, Sônia disse que os alunos estão se esforçando muito para o evento. “Desde que foram classificados, os estudantes estão tendo aulas extras, de inglês e matemática, preparatórias para as provas da olimpíada.”

“Os professores têm um papel importante de manter acessa essa chama. Os alunos vão ter seu ganho pessoal, mas eles vão sair, porém são os professores que vão continuar e eles estão sempre colocando os desafios das olimpíadas para frente, para que não morram, e tem feito um trabalho muito bom”, enfatizou o secretário de Educação, Getúlio Marques, ao frisar que a escola Professor Otto de Brito Guerra foi a única classificada do Estado.

O professor Cristóvão comentou sobre as expectativas: “Vai ser uma experiência ótima, rotativa, estamos sempre buscando novos alunos a participarem dos projetos e ganharem o mundo”, completou.

“Estamos mostrando o nosso potencial e mudando a cara da nossa escola que sempre foi vista como uma escola de periferia e marginalizada”, acrescentou Débora Felipe, diretora da 5ª Diretoria Regional de Educação e Cultura.

A competição, World TIME – Talent Invitational Mathematics Examination 2019, é uma iniciativa da Thai Talent Training -Agência de Educação para Superdotação em Matemática na Tailândia. O evento avalia individualmente os conhecimentos matemáticos dos estudantes da Educação Básica. Podem participar estudantes do 2º ano do ensino fundamental até a 2ª série do ensino médio de escolas públicas e privadas.

PNA
Educação » Rio Grande do Norte

Secretaria de Educação abre processo seletivo para professores temporários no RN

FOTO: DIVULGAÇÃO/GOVERNO RN

A Secretaria de Estado da Educação, da Cultura, do Esporte e do Lazer do RN publicou nessa quarta-feira (7) a abertura de Processo Seletivo Simplificado para composição de cadastro de reserva para contratação de professor e especialistas de educação temporários. Esses profissionais terão contrato por tempo determinado com o objetivo de atender às eventuais necessidades existentes na Rede Estadual de Educação. As inscrições são realizadas, exclusivamente, pela internet, no portal do SIGEduc, até o próximo domingo (11).

O processo seletivo destina-se a selecionar candidatos para compor cadastro de reserva de professores e especialistas de educação dos componentes curriculares nos Ensinos Fundamental, Médio e suas modalidades de acordo com as seguintes opções: 1) Unidades Escolares – Base Comum, 2) Educação Profissional, 3) Educação do Campo (espaços escolares), 4) Educação do Campo (espaços não escolares), 5) Educação Escolar Quilombola, 6) Educação Escolar Indígena (espaço escolar), 7) Educação Escolar Indígena (espaços não escolares), além das opções 8) Unidades Prisionais, 9) Centros de Atendimento Socioeducativo e 10) Especialista de Educação, em conformidade com a legislação acima enunciada.

Esses educadores poderão ser contratados para atuar nas unidades escolares das 16 Diretorias Regionais de Educação e Cultura (DIREC) e no Sistema Prisional e Socioeducativo do RN.

Para inscrever-se, o candidato deverá acessar o site do SIGEduc (www.sigeduc.rn.gov.br) e, seguir os seguintes passos: na tela inicial, clicar no item Outros, que consta no menu lateral esquerdo do site, em seguida clicar no item Concurso. O navegador carregará o local onde o candidato selecionará a opção a qual deseja se inscrever e preencherá a ficha de inscrição. A ficha de inscrição para o processo seletivo está disponível, exclusivamente na internet, até as 23h59 do dia 11 de agosto.

Os contratos terão vigência de até um ano, prorrogáveis por até 12 meses. O número de vagas para temporários não será previamente definido devido a variabilidade da demanda. A publicação de vagas com a respectiva convocação dos candidatos selecionados ocorrerá a posteriori, em qualquer data dentro da validade do processo seletivo. O edital tem validade de um ano, prorrogável por mais um, contando a partir da data de publicação.

A remuneração do professor temporário, com nível superior será igual ao do professor graduado do quadro funcional do magistério público estadual em início da carreira, R$ 2.686,25 para uma jornada de trabalho com 30 horas semanais. Enquanto que a remuneração para o professor de nível médio, exclusivamente para os componentes/áreas de Ciências Agrárias e Língua Materna, será de R$ 1.918,75.

Os candidatos doadores de sangue, os que trabalharam na Justiça Eleitoral e as doadoras de leite materno, têm direito à isenção da taxa de inscrição, de R$ 35,00, mediante o cumprimento das normas estabelecidas no Edital. O resultado da isenção será conhecido no dia 13 de agosto.

Os candidatos que concorrerem às vagas e forem portadores de necessidades especiais deverão declarar sua condição no ato de inscrição. O candidato que não realizar esta declaração perderá o direito de concorrer a tais vagas. O interessado deverá apresentar laudo médico com o código referente à Classificação Internacional de Doenças – CID no dia da entrega dos documentos à DIREC.

Após a inscrição e pagamento da taxa ou deferimento da isenção, o candidato deve ir à sede da respectiva DIREC com os documentos exigidos no edital para que seja realizada a efetivação da inscrição. É imprescindível que toda a documentação seja entregue até o dia 14 de agosto, às 13h00. Será eliminado o candidato que não apresentar toda a documentação exigida. Os documentos, critérios de avaliação, recursos e prazos estão disponíveis no edital.

Todos os atos oficiais relativos ao processo seletivo serão publicados no Diário Oficial do RN (www.diariooficial.rn.gov.br) e divulgados no portal da Secretaria de Educação do RN (www.educacao.rn.gov.br). O resultado preliminar do seletivo será publicado no dia 26 deste mês e, o resultado final, no dia 30.

Clique aqui e confira a íntegra do edital publicado na edição desta quarta-feira no Diário Oficial do RN.

Cronograma

Período de inscrição via internet – 07 a 11/08/2019

Solicitação para a isenção via internet – 07 a 09/08/2019

Divulgação do resultado da isenção – 13/08/2019

Entrega da documentação na sede da DIREC – 07 a 14/08/2019

Período de homologação das inscrições – 15 a 23/08/2019

Resultado preliminar – 26/08/2019

Interposição de Recurso – 27/08/2019

Resultado final – 30/08/2019

PNA
Educação

MEC integrará Enem, Sisu e Fies em um portal único

Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, lançou ontem (29), em Brasília, o Plano de Transformação Digital de 99 serviços prestados à população. “Envolve a unificação de todos os serviços que o MEC atende em todas as plataformas, visando simplificar a vida do usuário, de quem tá pagando imposto, de quem está lá na ponta recebendo os serviços, e também reduzir os custos.”

O plano envolve 48 serviços da educação superior, 47 serviços da educação básica e mais quatro da educação técnica e profissional. A migração completa se dará até 2020. Segundo o MEC, o objetivo é que o cidadão comum possa ganhar tempo para acessar informações e tramitar documentos.

O governo destaca que a agilidade e a desburocratização vão gerar economia. Conforme estimativa do Ministério da Economia para o MEC, a sociedade vai poupar R$ 25,9 milhões e a administração pública, R$ 6,5 milhões (total de cerca de R$ 32,5 milhões), com o ganho de tempo e a simplificação de operações e demandas via internet.

A transformação digital do MEC prevê a migração dos aplicativos do ministério para acesso via o portal Gov.br. A estimativa do ministério é que os serviços estejam disponíveis na plataforma na próxima quarta-feira (31). Todos os cidadãos poderão ter login e senha únicos para acessar qualquer serviço do governo federal por este portal, que será único para qualquer área da administração pública.

A iniciativa “se enquadra em um projeto maior que é um projeto do governo federal inteiro, do governo digital”, assinalou o secretário-executivo do MEC, Antônio Paulo Vogel.

“Em relação ao Enem, o próximo período de inscrição é no ano que vem. Nas inscrições do ano que vem já vamos implementar o login único”, assinalou o secretário. Outras plataformas que já são digitalizadas e disponíveis no site do Ministério da Educação, como Sisu e o Prouni, serão acessadas de forma única.

Vogel fez questão de assinalar que Transformação Digital lançada pelo MEC nada tem a ver com a intenção do ministério de aplicar o Enem por meio digital. “Importante não confundir esse plano que estamos divulgando hoje com o que divulgamos dias atrás sobre o Enem digital.

Conforme nota do Ministério da Educação, “a iniciativa segue o disposto em cinco decretos. O decreto 8.936, de 2016, que trata da Plataforma Cidadania Digital; o 8.638, de 2016, sobre Estratégia de Governança Digital; o 9.723, de 2019, e o 9.094, de 2017, que tratam de simplificação de serviços e uso do CPF como chave única para identificação do cidadão; e, por fim, o decreto 9.756, de 2019, que dispõe sobre a unificação dos canais digitais do governo.

Agência Brasil

Últimos Eventos

21/09/2019
São Vicente/RN
03/03/19
Master Leite
06/05/18
Parque Dinissauros - Povoado Sto Antonio (Cobra)
Março 2017
Aero Clube

Mais eventos

Jornal Expresso RN

Baixar edições anteriores

Curta Jean Souza no Facebook

Siga Jean Souza no Instagram

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design por: John Carlos
Programação por: Caio Vidal
Botch das divs centrais
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!